Pular para o conteúdo principal

Pesquisadores israelenses imprimem o primeiro coração 3D vascularizado do mundo



Por Se Hyeon Oh

Não há dúvidas de que um dos maiores propósitos da evolução da tecnologia está na melhoria da qualidade de vida das pessoas e, principalmente, em entregar soluções para a área de saúde. Pelo visto, poderemos ter a chance de experimentar uma nova era da biomedicina, pois, nesta segunda (15), foi revelado que pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, de Israel, conseguiram criar o primeiro coração vascularizado do mundo em uma impressora 3D.

O Prof. Tal Dvir, da Escola de Biologia Molecular e Biotecnologia da TAU, que foi o principal pesquisador do estudo, explica que o coração foi feito a partir das células e do material biológico do próprio paciente, além de este ser o “primeiro projeto no mundo que resultou num coração inteiro repleto de células, vasos sanguíneos, ventrículos e câmaras”. Em adição, ainda diz que, nesse processo, os materiais servem como as chamadas bio-tintas, substâncias feitas de açúcares e proteínas que podem ser usadas para impressão 3D de modelos complexos de tecidos.


(Foto: AP Photo/Oded Balilty)

A doença cardíaca é a principal causa de morte entre homens e mulheres nos EUA, enquanto em Israel é a segunda maior causa de morte depois do câncer. Segundo o Ministério da Saúde do país, em 2013 as doenças cardíacas foram responsáveis ​​por cerca de 16% do número total de mortes, o que evidencia uma grande preocupação com esse tipo de problema no âmbito global.

Infelizmente, na maioria dos casos o transplante cardíaco é o único tratamento disponível para pacientes com insuficiência cardíaca terminal. Todavia, nos EUA, por exemplo, a lista de espera pode chegar a seis meses ou mais, fazendo com que muitas pessoas acabem falecendo no meio do processo de espera.

Dvir diz que, no passado, cientistas já haviam conseguido imprimir a estrutura 3D de um coração, mas em nenhuma oportunidade eles apresentavam células ou vasos sanguíneos. Dessa forma, ele afirma que os “resultados demonstram o potencial de nossa abordagem para a engenharia personalizada de tecido e substituição de órgãos no futuro". Até o momento, o coração 3D produzido no TAU foi dimensionado para um coelho, mas os pesquisadores disseram que corações maiores, do tamanho de órgãos humanos, podem ser produzidos usando a mesma tecnologia.


Coração em miniatura feito em impressora 3D é apresentador por cientistas — Foto: REUTERS/Amir Cohen

O próximo passo, de acordo com os envolvidos na pesquisa, é de ensinar os corações a se comportarem como corações humanos. Para isso, eles irão primeiramente transplantá-los em animais e, após testes e mais estudos, pretendem aplicá-los em pessoas. A expectativa, segundo o Dvir, é de que o procedimento se torne algo rotineiro na área da saúde e que haja impressoras de órgãos nos melhores hospitais do mundo dentro de 10 anos.


Cientista Tal Dvir exibe coração feito a partir de tecidos humanos em impressora 3D — Foto: REUTERS/Amir Cohen

FONTE: Business Insider via canaltech.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…