Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 22, 2018

Entrevista com Rogério Araújo, testemunha de avistamentos óvnis na zona leste de São Paulo (SP)

Por Contato OVNI Ufologia

Mais uma entrevista fantástica. Dessa vez, eu Cristiano Gonçalves, entrevisto o amigo Rogério Araújo diretamente da praia de Peruíbe - SP. Ele nos conta sobre suas experiências incríveis na zona leste da capital paulista, tanto de avistamentos como também o contato que teve com alguns seres extraterrestres, muito provavelmente da raça Grey.
Meu amigo e também membro do grupo Contato OVNI, Duck Strada é quem "pilota" a câmera e também faz uma participação no vídeo.



FONTE: Contato OVNI Ufologia

Nasa, 60 anos: como você pode ajudar a agência espacial a explorar o Universo

A Nasa recebe ajuda de voluntários de todo o mundo na coleta e análise de dados sobre o espaço

Nikolay Voronin
BBC News

O que é preciso para ser um explorador espacial? Saúde perfeita, um diploma em Física, anos de treinamento? Não necessariamente.

Você pode ajudar a solucionar alguns dos vários mistérios do Universo sem sair do conforto de sua casa nem abrir mão do trabalho. Basta ter um pouco de tempo livre e um computador ou smartphone.

Cientistas profissionais costumam receber ajuda destes "pesquisadores cidadãos" - voluntários de todas as partes do mundo que auxiliam na coleta e análise de dados.

A agência espacial americana, a Nasa, não é exceção. Ela completa 60 anos em 29 de julho. Tem mais de 18 mil pessoas entre seus funcionários, 39 dos quais são astronautas na ativa - o restante trabalha em laboratórios e centros de pesquisa.

Muitos dos seus projetos permitem a contribuição de pessoas comuns. Conheça a seguir alguns dos mais interessantes e entenda como particip…

Japão e Europa preparam missão espacial a Mercúrio para outubro

Ilustração da nave espacial BepiColombo anexada ao estágio superior e adaptador de lançamento de carga útil (à esquerda) após o lançamento. (Foto: ESA/ATG medialab)

Primeiro sobrevoo em Mercúrio está previsto para três anos após o lançamento.

A primeira missão da Europa e do Japão a Mercúrio já tem data marcada: 19 de outubro, anunciou nesta sexta-feira (27) a Agência Espacial Europeia (AEE).

A missão conjunta da AEE com a Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (AJEA) é chamada de BepiColombo e será lançada em um foguete do tipo Ariane 5 do Porto Espacial Europeu em Kourou, na Guiana Francesa. Um trio de naves espaciais irá a Mercúrio.

As naves espaciais viajarão juntas: um módulo de transferência transportará os dois orbitadores científicos - o orbitador da AEE e o orbitador da AJEA- usando uma combinação de energia solar e propulsão elétrica, e nove sobrevoos de gravidade da Terra, Vênus e Mercúrio.

A data escolhida representa a primeira opção a ser lançada, levando em conside…

Cientistas descobrem técnicas agrícolas milenares no entorno do 'Stonehenge da Amazônia', no Amapá

Estrutura mais famosa na região foi construída por índios em Calçoene (Foto: Mariana Cabral/Iepa)

Pesquisadores apontam que povos da região desenvolveram desde o ano 900 produções elevadas do solo para evitar perdas com o período chuvoso. Monumento servia de guia para épocas de plantio.

Por John Pacheco, G1 AP, Macapá

A descoberta recente de sistemas de produção agrícola bastante avançados reabrem as pesquisas sobre os povos que viveram há mais de 1 mil anos no Norte do Amapá. Os indígenas elaboraram uma técnica de plantações elevadas que garantia o plantio de grãos e raízes mesmo em áreas alagadas em função do longo período chuvoso na região, que compreende atualmente ao território dos municípios de Calçoene, Amapá, Pracuúba e Oiapoque.

Os estudos foram feitos pelo Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa), em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Os povos que elaboraram o sistema de plantio construíram vário…

A cidade que garante guardar o verdadeiro Santo Graal

Catedral de Valência, na Espanha. diz guardar o verdadeiro Santo Graal

Quinn Hargitai
BBC Travel

É difícil chegar na Catedral de Valência, na Espanha, sem sentir certo fascínio. Logo na entrada, fui recebido com ecos de canto gregoriano que reverberavam nas abóbadas. Estendia-se diante de mim uma longa procissão de arcos guiando-me a uma plataforma baixa na outra ponta da catedral. E mais poucos degraus levavam até o altar, que estava protegido por uma meia cúpula impecavelmente adornada com esculturas e pinturas que retratavam cenas de anjos e apóstolos.

Mas eu não tinha vindo à terceira maior cidade da Espanha apenas para conhecer a catedral. Em vez disso, dirigi-me a uma pequena sala na lateral, em um lugar tão discreto que eu quase passei direto. Dentro dessa capela simples, envolto em vidro, pouco depois do altar, estava o objeto que procurava: um cálice repousado sobre um pedestal de ouro iluminado. Segundo a legenda, essa foi a taça usada por Jesus Cristo durante a Última Ceia…

Pesquisador narra a busca de óvni's na Serra da Beleza (RJ)

Foto: http://carlaguerra.com.br

Pioneiro na pesquisa de campo na região da Serra da Beleza (RJ) encontrou uma incidência do fenômeno Ovni que remonta há pelos menos 50 anos e foi relatado pelos moradores da região em mais de 400 casos documentados por ele.

Publicado em 17/05/2014

Por Arthur Ferreira
Ufólogo e Pesquisador

A história da Ufologia brasileira tem como um dos seus principais capítulos a pesquisa na Serra da beleza (RJ), iniciada pelo renomado ufólogo Marco Antonio Petit, em 1982, em Conservatória, distrito de Valença, Rio de Janeiro. Pioneiro na pesquisa de campo na região, Petit encontrou uma incidência do fenômeno Óvni que remonta a pelo menos 50 anos e foi relatado pelo moradores da região em mais de 400 casos documentados por ele.

Eu me juntei ao grupo de pesquisa em 1989 e, desde então, vimos muitas manifestações. Aprendemos que diante de uma experiência ufológica real o menos relevante é fotografar ou filmar. Foi exatamente isso que aconteceu em 3 de agosto de 2013,…

Vermes de 41 mil anos congelados na Sibéria voltam à vida

NEMÁTODOS FORAM COLOCADOS EM TEMPERATURA DE 20 GRAUS CELSIUS E COMEÇARAM A SE MOVER (FOTO: WIKIPEDIA/ CREATIVE COMMONS)

Organismos fêmeas estavam enterrados em solo com gelo e rochas

Vários nematoides desenterrados no nordeste da Sibéria estão se contorcendo e se alimentando na Academia de Ciências da Rússia.Este é um feito surpreendente, visto que os minúsculos organismos tinham sido previamente congelados no período do Pleistoceno, que começou há 2,588 milhões de anos.

Também conhecidos como nemátodos ou nematódeos, eles são um filo de animais cilíndricos e alongados, classificados como vermes. Segundo pesquisadores, um grupo de nematóides foi encontrado em uma amostra glacial retirada a 30 metros abaixo da superfície de um pergelissolo (terra, gelo e rochas) próximo às margens do Rio Kolimá, na Sibéria.

Após a remoção dos vermes dos pedaços glaciais, eles foram levados à Academia e colocados em temperatura de 20°C com ágar e bactérias. "Depois de serem descongelados, os nema…

Sonda japonesa Hayabusa2 tira foto incrível do asteroide Ryugu de perto

Por: Ryan F. Mandelbaum

A sonda japonesa Hayabusa2 fez algumas de suas abordagens mais próximas do asteroide Ryugu até agora, trazendo imagens de tirar o fôlego. Abaixo, você pode ver uma imagem do asteroide a apenas seis quilômetros de distância. Um pixel na imagem tem cerca de 60 centímetros.

Eis a imagem completa:


Imagem: JAXA, Universidade de Tokyo, Universidade de Kochi, Universidade de Rikkyo, Universidade de Nagoya, Instituto Chiba de Tecnologia, Universidade de Meiji, Universidade de Aizu, AIST

Em algum momento, a Hayabusa2 tentará coletar amostrar da superfície do asteroide, e isso não é uma tarefa fácil. Os asteroides possuem campos gravitacionais complexos e fracos, assim como superfícies poeirentas e rochosas. Tudo isso faz o pouso tranquilo ser um desafio formidável. Na imagem, você pode ver uma grande cratera em direção ao centro da imagem e muitas pedras grandes.

A Hayabusa2 começou a orbitar o Ryugu a cerca de 20 quilômetros acima de sua superfície, e os cientistas ac…

Telescópio Hubble registra imagens detalhadas de Saturno e Marte

FOTOGRAFIA DE SATURNO (FOTO: DIVULGAÇÃO/ NASA, ESA)

Quando a Terra está alinhada entre o Sol e outro planeta, os astrônomos se preparam para capricharem nas fotografias: graças à posição privilegiada de Saturno e de Marte entre junho e julho, o telescópio espacial Hubble registrou imagens em alta definição desses planetas.

Com uma distância em relação à Terra de "apenas" 1,4 bilhão de quilômetros, Saturno foi visualizado com toda sua imponência: além dos detalhes de seus anéis, o Hubble também capturou algumas das 62 luas conhecidas do planeta, como Dione, Enceladus, Janus e Mimas.


IMAGEM COM AS LUAS DE SATURNO (FOTO: DIVULGAÇÃO/ NASA E ESA)

Vizinho de nosso planeta, Marte estava postado a 57,6 milhões de quilômetros da Terra em julho. Na fotografia registrada pelo Hubble, é possível notar a tempestade de areia que atinge o planeta vermelho nos últimos meses.

Nesta semana, os cientistas celebraram uma das mais importantes descobertas em Marte. Pesquisadores detectaram a p…

Esta imagem maravilhosa de uma galáxia espiral irá melhorar o seu dia

GALÁXIA MESSIER 77, QUE FICA NA CONSTELAÇÃO DE CENTUS (FOTO: ESO)

A galáxia Messier 77 está a 47 milhões de anos-luz da Terra e é encantadora

A 47 milhões de anos-luz da Terra, encontra-se a galáxia NGC 1068: também conhecida como Messier 77, a estrutura é tão grande que faz com que as galáxias vizinhas se movam e fiquem tortas.

Localizada na constelação de Cetus, a Messier 77 é uma das galáxias mais ativas da região, o que a torna um dos objetos mais agitados e incríveis do Universo. Para a nossa sorte, o Very Large Telescope, o grande telescópio do Observatório Europeu do Sul (ESO), registrou uma imagem que traz à tona as características que tornam essa galáxia tão fascinante.

A Messier 77 é uma galáxia espiral, um dos tipos mais comuns no Universo. Isso significa que ela consiste em discos de estrelas e nebulosas, o que na foto pode ser visto por um centro em destaque contornado por vários outros grupos de estrelas.

Em comunicado, os astrônomos do observatório explicam que o núc…

Pesquisadores confirmam teoria da relatividade de Einstein ao estudar estrela orbitando em buraco negro

Ilustração mostra trajetória da estrela nos últimos meses ao redor do buraco negro (Foto: M. KORNMESSER/ESO)

É a primeira vez que a teoria é confirmada na região perto de um buraco negro supermassivo. Medição foi feita por "super" telescópio no Chile.

Uma única estrela, girando em torno do enorme buraco negro no centro da Via Láctea, forneceu aos astrônomos uma nova prova de que Albert Einstein estava certo sobre a gravidade.

Há mais de 100 anos, a teoria geral da relatividade de Einstein revelou que a gravidade é o resultado da curvatura espaço-tempo, criada pela presença de massa e energia. Agora, em um artigo publicado nesta quinta-feira (26) na "Astronomy & Astrophysics", uma equipe de pesquisadores relata a observação de uma característica da relatividade geral conhecida como redshift gravitacional.

Observações feitas com o telescópio conhecido como "Very Large Telescope" (telescópio muito grande, em tradução livre), do Observatório do Sul Europ…

A famosa pintura “O Grito” pode ter sido inspirada em um tipo raro de nuvens

Por: Giovanni Santa Rosa

Um dos quadros mais famosos do mundo pode ser uma representação de um raro fenômeno atmosférico. Um novo trabalho propõe que O Grito, do pintor norueguês Edvard Munch, foi baseado na observação das chamadas nuvens polares estratosféricas, também conhecidas como nuvens nacaradas ou de madrepérola.

O estudo, realizado por uma equipe internacional de cientistas, foi publicado nesta semana no Bulletin of the American Meteorological Society. Eles se juntaram para tentar identificar qual fenômeno natural poderia ter inspirado Munch. A resposta mais provável é que o céu colorido do quadro foi inspirado em nuvens nacaradas.


Representação as nuvens madrepérola. Imagem: François Guerraz/Wikimedia Commons

Essas nuvens ocorrem em altas latitudes e são feitas de gelo ou ácido nítrico. Conforme a luz do nascer ou do pôr do sol incide sobre elas, o resultado é um céu com cores suaves e radiantes. A explicação faz sentido, se levarmos em consideração que o quadro foi pintado…

Como sabemos que a Lua está se afastando da Terra?

A Lua está se distanciando de nós, na Terra?

Talvez você seja uma daquelas pessoas que leem uma notícia e acabam se perguntando: "Como eles sabem disso?". Há tempos, astrônomos descobriram que a Lua estava se afastando da Terra. Mas, afinal, "como eles sabem disso?"

Os cientistas Adam Rutherford e Hannah Fry, que respondem às dúvidas do público da BBC, descobriram a resposta a essa pergunta de uma maneira um pouco complicada. O caminho até a solução do enigma é cheio de coisas interessantes e complexas de se explicar.

Tudo começou com uma questão do ouvinte Eddie Griffith, enviada à BBC.

"Outro dia, estava vendo o filme 007 Contra Goldfinger. O vilão diz que tem um laser tão poderoso que sua luz chega à Lua. É possível ter um laser como esse? Quão poderoso ele deveria ser para conseguir chegar até lá?"


Goldfinger, um vilão criado por Ian Fleming, é obcecado por ouro - na história, ele tenta matar o espião James Bond

Para quem não se lembra da trama do fi…

Brasil verá o mais longo eclipse lunar do século

Por Josélia Pegorim

O ano de 2018 tem vários eventos astronômicos especiais e um deles é o segundo eclipse total da Lua que ocorre na noite da sexta-feira, 27 de julho. Já tivemos um eclipse total lunar com a lua cheia do dia 31 de janeiro.

Mas o eclipse lunar total do fim de julho está sendo muito aguardado pelos astrônomos porque será o mais longo eclipse do século 21! A duração total será de 103 minutos e será visível em muitas áreas do planeta, inclusive em grande parte do Brasil. Atenção! O eclipse lunar poderá ser apreciado ao anoitecer de 27 de julho de 2018, quando a Lua cheia estiver surgindo no horizonte, se as nuvens deixarem...

O segundo eclipse lunar total de 2018 será visível, total ou parcialmente em na Austrália, Ásia, África, Europa e América do Sul. Quem estiver nos Estados Unidos, no Canadá, Groenlândia, México e a maioria das áreas da América Central não verá nenhuma fase deste eclipse.


Esquema de visibilidade do Eclipse lunar total de 27-28/07/2018

O que vamos…

Descobriram uma nova espécie de dinossauro apelidada de “incrível dragão” na China

Por: Jessica Boddy

Os gigantes e pescoçudos saurópodes são um grupo icônico de dinossauros — e parece que os cientistas acabaram de descobrir um novo deles. Paleontólogos conseguiram definir a nova espécie, conhecida como Lingwulong shenqi, usando de sete a dez esqueletos parciais de quatro locais de escavação diferentes na China.

O Lingwulong pertencia à família dos diplodocídeos, escrevem os pesquisadores em seu artigo, publicado nesta terça-feira (24), na Nature Communications. Especificamente, parece se tratar de um dicraeossauro, um pequeno clado de dinossauros saurópodes com pescoço levemente menor e uma série de espinhos pontiagudos saindo de suas vértebras.

Os novos fósseis datam de 174 milhões de anos atrás, o que faz do Lingwulong o neossaurópode mais antigo de que se tem notícia. Os neossaurópodes foram um grande grupo de dinossauros que inclui o titanossauro, o diplodoco, o braquiossauro, entre outros. A existência de um neossaurópode como o Lingwulong bem antes de a Pang…

Identificada maior pata de dinossauro gigante 20 anos após ter sido descoberta

Por: Jessica Boddy

As montanhas Black Hills, que se estendem entre a Dakota do Sul e Wyoming, nos Estados Unidos, são conhecidas por suas florestas exuberantes, belas cachoeiras e um sistema denso de cavernas. Mas há 150 milhões de anos, enormes dinossauros de pescoço longo, chamados de saurópodes, vagavam por lá — e os cientistas conseguiram identificar a pata fossilizada de um desses.

O fóssil quase completo da pata, composta por 13 ossos, foi descoberto em 1998 a partir de uma estrutura de rocha que abrange vários estados chamados de Formação Morrison. Essa área produziu uma riqueza de fósseis de dinossauro do período jurássico tardio, ou entre 155 milhões e 148 milhões de ano atrás. Os cientistas desenterraram lá diplodocus, alossauros e stegossauros, entre outras espécies. A quantidade impressionante de fósseis lá, comparável com o número de pesquisadores especializados para examinar as amostras, é o motivo por que levou duas décadas para identificar essa pata enorme.

A pata par…

Ouça o Telemetron, um instrumento musical que só toca no espaço

Seus ouvidos estão preparados para as composições musicais de sinos giroscópicos na microgravidade?

PorBecky FerreiraTraduzido porAmanda Guizzo Zampieri

Os astronautas amam uma boa jam session orbital. A tripulação da Gemini 6 tocou “Jingle Bells” no espaço em uma gaita de boca, em 1965, por exemplo, e os os teclados já invadiram a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). Sem mencionar a inesquecível performance flutuante do astronauta Chris Hadfield interpretando “Space Oddity” do Bowie em 2015.

Essa rica tradição musical fora do planeta será ainda mais amplificada com a ajuda do “Telemetron”, um instrumento musical futurístico novo desenvolvido por Nicole L'Huillier e Sands Fish, do laboratório de Mídia do MIT.

Diferentemente de violões, sintetizadores, flautas e outros instrumentos que já foram para o espaço, o Telemetron foi especificamente desenvolvido para um ambiente de microgravidade. Em vez de dedilhar cordas ou soprar nas palhetas, os astronautas só pre…

Sonda europeia descobre lago de água líquida sob calota polar de Marte

Imagem de Planum Australe, a calota polar Sul marciana, com destaque para as detecções de radar do instrumento Marsis. Região em azul é um lago sob 1,5 km de gelo. (Crédito: USGS/INAF)

Por Salvador Nogueira

Após muitos anos de buscas, pesquisadores europeus encontraram evidências de um lago – água líquida – sob a calota polar sul de Marte.

Não é água no passado remoto marciano, não é água no passado recente, não é um filete de água na encosta de uma montanha; é um monte de água – um lago inteiro, com 20 km de largura – que está lá agora, agorinha mesmo, em estado líquido, em Marte.

É o equivalente marciano dos lagos que existem sob o gelo da Antártida, na Terra. E o interessante é que, pelo menos por aqui, esses ambientes – às vezes selados do contato com a atmosfera por muitos milhões de anos – estão recheados de formas de vida. Será que o mesmo acontece lá? A pergunta clama por uma resposta.



A descoberta foi feita com dados colhidos pela sonda europeia Mars Express. Um dos instrume…