Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 20, 2016

Céu da Semana - 28/11 a 05/12/2016

FONTE: UNIVESP TV

Implante permite que mulher com paralisia soletre mensagens usando cliques cerebrais

Pesquisadores na Holanda conseguiram testar com sucesso um implante cerebral que permite que um paciente com estado avançado de ELA (esclerose lateral amiotrófica) soletre mensagens com um ritmo de 2 letras por minuto. Para quem não conhece, a ELA é uma doença neurológica na qual a função de neurônios motores começa a parar de funcionar lentamente e que não tem cura.

O novo sistema foi testado em Hanneke De Brujine, um mulher de 58 anos com estágio avançado de ELA. Impossibilitada de mover qualquer parte do corpo, com exceção dos olhos, de Brujine usou uma interface sem fio que liga o cérebro ao computador para identificar letras. No processo, ela deve imaginar que está usando sua mão direita. A paciente, então, agora pode utilizar o sistema em casa para se comunicar com a família e cuidadores.

Antes do implante cerebral, De Brujine usou um sistema de acompanhamento ocular para tentar se comunicar. No entanto, ele precisava ser recalibrado a toda hora que os níveis de luz do local mu…

Um ciclo de vida estelar

Uma pequena nuvem de gás e poeira contém uma "estrela bebê" que esta se formando a cerca de 20.000 anos-luz da Terra.
Crédito: raios-X - NASA/CXC/SAO/M. McCollough et al.; rádio: ASIAA/SAO/SMA

Um momento do ciclo de vida estelar foi capturado numa nova imagem do Observatório de raios-X Chandra da NASA e do SMA (Smithsonian’s Submillimeter Array). Uma nuvem que está a dar à luz estrelas foi observada a refletir raios-X de Cygnus X-3, uma fonte de raios-X produzida por um sistema onde uma estrela massiva está lentamente a ser comida ou pelo seu buraco negro companheiro ou por uma estrela de neutrões. Esta descoberta fornece uma nova maneira de estudar como as estrelas se formam.

Em 2003, astrônomos usaram a visão de raios-X e de alta resolução do Chandra para encontrar uma misteriosa fonte de emissão de raios-X localizada muito perto de Cygnus X-3. A separação dessas duas fontes no céu é equivalente ao diâmetro de uma moeda de dois cêntimos a mais de 250 metros de distância. …

Sonda Cassini prepara-se para as órbitas que vão "raspar" os anéis de Saturno

Os anéis de Saturno foram nomeados em ordem alfabética consoante a ordem em que foram descobertos. O estreito anel F marca o limite exterior do sistema principal de anéis.
Crédito: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute

Um passeio emocionante está prestes a começar para a sonda Cassini da NASA. Os engenheiros têm alongado a órbita da nave, em redor de Saturno, para aumentar a sua inclinação em relação ao equador e anéis do planeta. E, no dia 30 de novembro, após um impulso gravitacional da lua Titã, a Cassini entrará na primeira fase do dramático final da missão.

Lançada em 1997, a Cassini tem visitado o sistema de Saturno desde que aí chegou em 2004, estudando de perto o planeta, os seus anéis e luas. Durante a sua viagem, a Cassini fez inúmeras descobertas, incluindo um oceano global no interior de Encélado e mares de metano líquido em Titã.

Entre 30 de novembro e 22 de abril, a Cassini circulará por cima e por baixo dos polos de Saturno, mergulhando a cada sete dias - um total d…

Investigação do que aconteceu ao Schiaparelli faz progressos

Módulo Schiaparelli depois de desacelerar na atmosfera marciana e antes de desdobrar o seu para-quedas.

Foram realizados progressos significativos na investigação da anomalia do ExoMars Schiaparelli de dia 19 de outubro. Um grande volume de dados recuperados do "lander" marciano mostra que a entrada atmosférica e a travagem associada ocorreram exatamente como esperado.

O para-quedas desdobrou-se normalmente a uma altitude de 12 km e a uma velocidade de 1730 km/h. O escudo térmico do veículo, tendo servido o seu propósito, foi libertado a uma altitude de 7,8 km.

À medida que o Schiaparelli descia com o seu para-quedas, o seu altímetro/radar Doppler funcionou corretamente e as medições foram incluídas no sistema de orientação, navegação e controlo. No entanto, a saturação - medição máxima - do IMU (Inertial Measurement Unit) ocorreu pouco depois da implantação do para-quedas. O IMU mede as rotações do veículo. O seu output foi, geralmente, como o previsto, exceto para este ev…

Onde o filme “A Chegada” acerta na comunicação entre alienígenas e humanos

por Ben Macaulay

Para nós, linguistas, é difícil explicar às pessoas o que fazemos e por que somos tão fascinados pelo assunto. Com A Chegada – que estreia nesta quinta (24) no Brasil – a cultura pop está enfim nos dando um ponto de referência.

O filme não presume que seremos capazes de nos comunicar com alienígenas com alguma tecnologia avançada. Em vez disso, ele explora como esse tipo de “tradutor universal” poderia ser criado em primeiro lugar.

Vamos examinar a linguística retratada em A Chegada, e como ela se relaciona com nosso trabalho.

Falando com aliens
Em A Chegada, a linguista Louise Banks (Amy Adams) está em um trabalho de campo: ela é apresentada a uma linguagem alienígena, documenta-a e usa seus dados para aprofundar a teoria linguística (com um acordo para escrever um livro).

O trabalho de campo linguístico é único porque, na maioria das vezes, os linguistas da documentação usam as mesmas ferramentas no campo enquanto trabalham em qualquer uma das 7.000 línguas vivas, …

Matéria de Capa | Contatos Imediatos | 20/11/2016

Afinal de contas, será que existe algum tipo de vida extraterrestre? Por enquanto, é impossível responder a essa pergunta, mas há um fato do qual pouca gente se deu conta até agora: mesmo que exista algum tipo de civilização lá fora, bem longe daqui, ela não escaparia das leis da física. E o que isso significa? É o que vamos tentar explicar ao longo deste programa.



FONTE: Matéria de Capa

ExoMars se prepara para fazer as suas primeiras observações científicas em Marte

A sonda ExoMars está se preparando para fazer as suas primeiras observações científicas em Marte durante duas órbitas ao planeta, a partir desta semana.

O orbitador "Trace Gas Orbiter", ou TGO, um esforço conjunto entre a ESA e a Roscosmos, chegou a Marte a 19 de outubro. Entrou em órbita, como planeado, por um caminho altamente elíptico que o leva de 230 a 310 km acima da superfície para cerca de 98.000 km a cada 4,2 dias.

A principal missão científica só começará quando atingir uma órbita quase circular, cerca de 400 km acima da superfície do planeta, após um ano de "aerotravagem" - usando a atmosfera para travar gradualmente e alterar a sua órbita. As operações científicas devem começar em pleno em março de 2018.

Mas na próxima semana as equipas científicas terão a oportunidade de calibrar os seus instrumentos e fazer as primeiras observações-teste, agora que a aeronave está realmente em Marte.

Na verdade, o detetor de neutrões tem estado ativo em grande parte …

Tudo sobre James Webb, o maior telescópio espacial já construído

Sucessor do Hubble, James Webb finalmente ficou pronto e será lançado em 2018

20 anos e 8,8 bilhões de dólares depois, o Telescópio Espacial James Webb da NASA está pronto. O sucessor do Hubble, cujo preço aumentou um bocado desde o início de seu projeto em 1996, foi motivo de polêmica no orçamento público americano, e não é à toa.

100 vezes mais sensível que seu antecessor, ele é o projeto mais avançado, arriscado e complicado já desenvolvido pela agência especial americana. Após o lançamento, agendado para outubro de 2018, O “Webb” será capaz de observar a infância do universo, a formação de galáxias e a atmosfera de exoplanetas — seus dados representarão, sem dúvida, uma revolução na astronomia.

Até lá, não fique ansioso: GALILEU fez uma lista com tudo que você precisa saber sobre a nova ferramenta:

1. ELE PRECISA OPERAR A -233°C PARA NÃO INTERFERIR NAS PRÓPRIAS OBSERVAÇÕES

-233ºC são apenas 50 graus na escala Kelvin, cujo zero corresponde ao conceito de “zero absoluto”. O zero ab…

Esta tabela periódica interativa mostra o propósito de cada elemento

(FOTO: REPRODUÇÃO/KEITH ENEVOLDSEN)

O americano Keith Enevoldsen desenvolveu uma tabela com explicações e exemplos de como os elementos funcionam

Uma das maiores dificuldades que os estudantes encontram ao conhecer a tabela periódica é entender as aplicações que os elementos têm em suas vidas. Pensando nisso, o americano Keith Enevoldsen criou uma tabela interativa que dá mais informações sobre os elementos e exemplos de como eles são utilizados.

Enevoldsen é formado em física pela Colorado College, nos Estados Unidos, e atualmente trabalha como engenheiro de softwares. "Quando era criança, gostava das tabelas periódicas com figuras, mas elas nunca tinham boas imagens de todos os elementos", contou à BBC.

Inspirado pelo livro Building Blocks of the Universe (Blocos de Construção do Universo, em tradução livre), de Isaac Asimov, que possui relatos da história e do uso dos elementos, o engenheiro desenvolveu a "The Periodic Table of the Elements, in Pictures and Words&q…

'A chegada' transforma alfabetização de ETs em filmaço tenso e atordoante

Ficção científica tem visão nada clichê da relação humanos x aliens; G1 já viu.
Amy Adams e direção de Dennis Villeneuve credenciam filme ao Oscar.

Pois é, um dos melhores filmes do ano dedica boa parte de seu tempo mostrando em detalhes a alfabetização de dois ETs. "A chegada", com uma premissa que à primeira vista parece esdrúxula, chegou nesta quinta-feira (24) aos cinemas brasileiros.
Ele fica no meio do caminho entre uma ficção científica instigante (ou cabeçuda, se você não curte o gênero) e um filme mais facinho, desses que não é preciso pensar tanto: basta ficar tenso e deixar a história te levar.
"A chegada" pode cativar qualquer um, mas vai encantar mais fãs de séries que tentam pensar o futuro e discutir relações. Sair do cinema após quase duas horas de sessão equivale a terminar uma maratona de "Black Mirror" ou "Mr. Robot": atordoado é pouco.
A sinopse faz parecer que a trama é uma piração, mas calma lá. Vamos a ela: Doze naves ex…

Neil deGrasse Tyson fala da coisa mais difícil de entender no universo

(FOTO: NASA AMES RESEARCH CENTER) NEIL DEGRASSE CONSTANDO O TAMANHO INIMAGINÁVEL DO NOSSO PAPEL DE TROUXA NO UNIVERSO.

Astrônomo fala sobre a dificuldade de divulgar pesquisas na área de astrofísica que lidam com números monumentais

Nós não temos um senso intuitivo do quão longe o tempo chega.” É assim que Neil deGrasse Tyson abre um pequeno vídeo do site americano Business Insidersobre como os números imensos com que a ciência lida diariamente dificultam a compreensão de coisas muito grandes ou muito, muito pequenas.

1. É difícil entender que tudo muda muito devagar em comparação com a duração de nossas vidas

É bem comum ouvir falar que algo no universo aconteceu há muito tempo, ou mesmo que algo está acontecendo no universo neste exato momento — “momento” esse que começou há um milhão de anos, na melhor das hipóteses. É bem difícil, na prática, atribuir dimensões palpáveis ou sequer imagináveis aos valores numéricos citados em notícias científicas.

No vídeo, Neil deGrasse Tyson e…

Conheça a programadora que tornou a ida da humanidade à Lua possível

MARGARET, SENDO INCRÍVEL NO MÓDULO DE COMANDO DA APOLLO 11 (FOTO: NASA)

O código que Margaret Hamilton escreveu pode ter salvado a missão Apollo 11

No último dia 20 de julho, celebramos os 46 anos do pouso do homem na Lua. Todos sabem que Neil Armstrong foi o primeiro homem a pisar no satélite, seguido por Buzz Aldrin. Mas queremos celebrar alguém crucial para a missão fora os intrépidos astronautas: a programadoraMargaret Hamilton.

Obviamente, a missão Apollo 11 foi uma grande conquista da engenharia - mas ela também foi um feito imenso em termos de software. Os astronautas usaram um computador chamado Apollo Guidance Computer, tanto no módulo de comando quanto no módulo lunar, para navegar e controlar a nave. E, claro, alguém precisou programar isso.

O software foi escrito por uma equipe do MIT, do Laboratório de Instrumentação (atualmente chamado de Laboratório Draper) - e a equipe foi liderada pela programadora Margaret Hamilton. A foto aqui abaixo é de Margaret ao lado do seu &q…

Curso básico de Introdução à Astronomia – aberto ao público

Curso básico de Introdução à Astronomia no Observatório do Valongo

O Observatório do Valongo torna público a realização do I Curso básico de Introdução à Astronomia aberto à comunidade a ser oferecido nos meses de janeiro e fevereiro de 2017. As inscrições estarão abertas entre os dias 01 e 16 de dezembro de 2016. Para a primeira turma serão oferecidas 20 vagas.

Para efetuar a inscrição, os interessados devem comparecer ao Observatório do Valongo no horário de 13 às 17h, portando documento com foto. No ato da inscrição será cobrada uma taxa de R$20,00 (vinte reais). Ao final do curso os participantes assíduos receberão certificados.

As aulas serão realizadas às sextas-feiras às 19h (com exceção dos dias 20/01 e 24/02) e terão duração de uma hora, seguidas de mais uma hora de atividades de observação com telescópios ou outras atividades relacionadas. Não há pre-requisito para inscrição, mas é aconselhável que o interessado tenha completado no mínimo o nível fundamental.

Segue abaixo o…

Misto de ficção e documentário, série 'Marte' coloniza o planeta em 2033

Um ser humano colocando os pés em Marte sempre esteve no mundo dos sonhos, filmes ou desenhos animados. Com a ascensão das empresas privadas de viagens extraterrenas e o sucesso na reutilização de foguetes, a colonização do planeta vermelho começa a aterrissar na mente dos cientistas.

Realidade e especulação é a mistura que rege "Marte", a minissérie mais ambiciosa do canal pago Nat Geo, estreou no Brasil em 13/11. Ao mesmo tempo em que o programa imagina com atores e roteiro como seria essa viagem em 2033, também entra no âmbito documental, entrevistando especialistas, estudiosos e empreendedores.

"É o projeto audiovisual mais preciso sobre a exploração de Marte já criado", afirmou o produtor-executivo Justin Wilkes à Folha. "Transformamos alguns dos maiores especialistas em nossos consultores porque queremos mostrar para o público o quanto isso é real. 'Marte' não é ficção científica, mas um fato científico, um docudrama."

A série é baseada em …

OVNIs no Brasil - 1º Semestre de 1991

Simulação: Jamil Vila Nova

Filmes, fotos e relatos de 1º e 3º Graus de avistamentos de OVNIs e seus tripulantes ocorridos no Brasil no 1º Semestre de 1991.
Casos ocorridos em São Paulo - SP, Rodovia no Espírito Santo, São Bernardo do Campo - SP, Iporanga - SP, São Sebastião - SP.



FONTE: Canal Youtube Enigmas e Mistérios

(Matéria de 2013 atualizada em janeiro de 2016) OVNIs: por que o sigilo sobre os documentos?

Em 2009, o então governo Lula iniciou um movimento para tornar públicos relatórios e documentos sigilosos sobre a aparição de objetos voadores não identificados no País. Encaminhou ao Arquivo Nacional mais de cinco mil páginas desses relatos, cujo prazo de 50 anos para manutenção do sigilo havia expirado. Em 2010, a Casa Civil baixou um decreto determinando que arquivos sobre o tema espalhados em diferentes órgãos fossem reunidos para posterior divulgação. Ainda há, porém, uma lista enorme de inquéritos, fotos, filmagens e depoimentos mantida em total segredo. Apesar de conhecida e informada nos anos 50 e 60, a existência de parte desta papelada é negada pela Marinha, pelo Exército e pelas Forças Armadas.

Essa situação inclui casos notórios. Um deles envolve a Operação Prato, que reuniu trinta militares para investigar as constantes aparições de objetos estranhos no céu da Amazônia entre 1977 e 1978. Os depoimentos armazenados em quatro fitas ainda não vieram a público. O mesmo ocorr…

Raridade: Casos de Contatos Sexuais com Ufonautas

ÁLVARO FERNANDES

(Texto de Mario Rangel)

Parapsicólogo e um dos primeiros hipnólogos em ufologia do mundo e o primeiro do Brasil. Maçon. Co-autor com sua segunda esposa Sonia Maria Trigo Alves do livro “Casos de Contatos Sexuais com Ufonautas”, 1988, edição particular ilustrada e mimeografada, e vários outros. Presidente e um dos 20 fundadores em 1976 do Instituto de Estudos e Aplicação Parapsicológica de São José do Rio Preto-SP, cidade onde nasceu em 28/10/31 e morreu em 7/3/2010. Suas pesquisas foram alvo da atenção de parapsicólogos de muitos países, alguns dos quais, dos Estados Unidos e Alemanha foram a Rio Preto colher informações para divulgação em universidades de seus países. Foi orador em vários congressos de parapsicologia e psicotrônica no Brasil. Seu trabalho com hipnose em abduzidos foi amplamente citado no “Livro Branco dos Discos Voadores”, 1985, de Guilherme Pereira e Walter Karl Bühler, no “UFO Abduction at Mirassol”, desses mesmos autores mais Prof. Ney Matiel Pir…

Céu da Semana 21/11 a 27/11/2016 - Antares

FONTE: UNIVESP TV

Arqueólogos descobrem pirâmide menor escondida dentro de pirâmide maia

(FOTO: WIKIMEDIA COMMONS/DOMÍNIO PÚBLICO)

E dentro dela, outra. E aí mais outra.

Um grupo de pesquisadores da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) liderado por René Chávez Segura, usou métodos não invasivos de análise arqueológica e descobriu que a célebrepirâmide de Kukulkán contém uma outra pirâmide dentro de si. E que dentro dela, por incrível que pareça, há mais outra, uma espécie de versão arquitetônica das matrioskas, as famosas bonecas russas desmontáveis.

Os resultados da pesquisa ainda não foram publicados em um periódico científico, mas já repercutiram na imprensa internacional.

As duas pirâmides não estão centralizadas entre si, e a posição da menor, oculta, corresponde à localização de uma estrutura geológica chamada cenote, uma espécie de lago subterrâneo comum na região de Iucatã que era considerado sagrado entre os maias. Dentro da segunda, há uma terceira pirâmide, com apenas dez metros de altura. Nela, foram identificados uma espécie de escadaria e um alta…

Astrônomos descobrem nova Superterra na vizinhança

PLANETA ORBITANDO UMA ANÃ VERMELHA (FOTO: CFA)

Ela está na órbita de uma anã-vermelha e seu ano dura só 8,7 dias

Pesquisadores do Instituto de Astronomia das Ilhas Canárias descobriram uma superterra a apenas 32 anos-luz do Sistema Solar. O exoplaneta, com massa 5,4 vezes maior que o nosso, está na órbita de uma estrela no estágio de anã vermelha chamada GJ 536, e seu período de translação é de apenas 8,7 dias (contra nossos 365).

Ele foi batizado de GJ 536 b, de acordo com as normas da União Astronômica Internacional (IAU). A descoberta foi publicada no periódico científico Astronomy & Astrophysics.

É bem pouco provável que “b” seja habitável, mas os astrônomos responsáveis pela descoberta afirmaram ao Phys.org que é ainda menos provável que ele seja um planeta solitário. "Até agora, nós só encontramos GJ 536 b, mas nós continuamos a monitorar a estrela para ver se há mais companheiros", afirmou Alejandro Suárez Mascareño, um dos autores do artigo, ao site norte-americ…

Pesquisa da Nasa diz que ‘motor espacial impossível’, que opera sem combustível, funciona

POR SALVADOR NOGUEIRA

Um “motor espacial impossível” que está sendo investigado num laboratório da Nasa, o chamado EM Drive, passou por mais um importante teste: teve o mesmo desempenho no vácuo que havia demonstrado antes em experimentos feitos no ar.


Harold “Sonny” White, físico da Nasa, e um propulsor que dispensa combustível. Estão dizendo que funciona… (Crédito: Nasa)

Os resultados da equipe da Nasa acabam de ser publicados num periódico com revisão por pares, o “Journal of Propulsion and Power”, do importante AIAA (Instituto Americano para Aeronáutica e Astronáutica). É a primeira vez que o tema controverso ganha as páginas de uma revista científica com esse sistema de controle de qualidade.

De acordo com os resultados obtidos, o dispositivo gerou um impulso bastante modesto, mas, para algo que não usa combustível algum, trata-se de um resultado surpreendente e extremamente animador. No fim das contas, pode vir a ser a tecnologia que viabilizará viagens interestelares, algo que…