Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 14, 2015

Veja onde estão as ondas que levam nossos programas de TV ao espaço

Uma série de cientistas na Terra investiga ondas captadas por telescópios na esperança de encontra sinais alienígenas. Se os ETs estiverem fazendo a mesma coisa, talvez estejam se divertindo com as piadas infames do TV Pirata ou tentando descobrir quem matou Odete Roitman. É que sinais de TV de décadas passadas continuam viajando pelo espaço na velocidade da luz. Com a mesma tecnologia que temos hoje, os ETs precisariam estar a até 1 ano-luz de distância para captar os sinais; depois disso teriam de ter uma tecnologia avançada.

Abaixo veja a animação do mapa das estrelas e dos programas que nossos vizinhos intergalácticos estariam assistindo, dependendo da distância em que estiverem. Se estiverem.



FONTE: http://revistagalileu.globo.com/


Obs: Neste momento estas ondas seguem sua viagem muito mais adiante, pois esta matéria data do ano de 2011.

Vênus, Júpiter e Lua num canto de céu

POR SALVADOR NOGUEIRA
19/06/15 14:34

Quem tiver céu sem nuvens na direção do poente entre sexta (19) e sábado (20), não deixe de olhar para lá entre as 19h e as 20h. Você vai encontrar, num pedaço de firmamento não muito maior que o seu punho fechado, Vênus, Júpiter e a Lua num fino crescente.

A aproximação dos astros, naturalmente, é mera questão de aparência. Vênus está a 90 milhões de km da Terra e Júpiter, quase dez vezes mais distante, a 890 milhões de km daqui. Já a Lua, como diria Fernando Vannucci, é logo ali, a menos de meio milhão de km de distância (aproximadamente 400 mil km).

Trata-se também de uma boa ocasião para enxergar o brilho da própria Terra. É, é isso mesmo. Ao olhar para a Lua, você verá que o lado dela não-iluminado pelo Sol ainda assim é tenuemente visível contra a escuridão do céu profundo. Essa baixa iluminação é ocasionada pela luz solar que a Terra reflete na direção do solo lunar.

Na quinta-feira já estava bonito, como se pode ver nesta foto, feita pelo…

Astronomia: Um planeta tingido

Mercúrio é este aí: um planeta inóspito que, pela cara, lembra muito a nossa Lua. (Crédito: Nasa)

POR SALVADOR NOGUEIRA
15/06/15 14:37

Estudo conduzido por americanos sugere que o planeta Mercúrio foi ‘tingido’ por cometas.

FAMOSO QUEM?
Ah, o planeta Mercúrio. Todo mundo já ouviu falar nele, mas encontrá-lo no céu não é tão simples. Os vizinhos do horóscopo, claro, já ouviram falar no temeroso “Mercúrio retrógrado”, fenômeno que acontece quando o planeta parece inverter a direção e caminhar para trás no céu.

DE PRIMEIRO MUNDO
Isso ocorre com muita frequência porque Mercúrio é o planeta mais próximo do Sol, o que quer dizer que você só vai encontrá-lo, quando muito, próximo ao horizonte, ora pouco depois do poente, ou um pouco antes do nascente.

AVE, CÉSAR!
Por estar sempre nessa correria celeste, perseguindo o Sol ou antecipando sua aparição, ele ganhou dos antigos romanos o nome do deus mensageiro da mitologia.

LUA MORENA
De perto, contudo, Mercúrio se parece muito com uma velha co…

Russos duvidam dos pousos lunares?

Buzz Aldrin à frente do módulo lunar em julho de 1969 — há quase 46 anos!

POR SALVADOR NOGUEIRA
18/06/15 14:29

Em um artigo publicado nesta terça-feira (16) pelo jornal russo “Izvestia”, e traduzido em inglês pelo “Moscow Times”, um porta-voz do governo russo sugere a abertura de uma investigação independente sobre os pousos lunares americanos realizados durante o Projeto Apollo, entre 1969 e 1972.

Vladimir Markin faz parte do Comitê Investigativo da Rússia e indica em seu texto que um estudo desse tipo poderia revelar novos lampejos sobre as jornadas espaciais históricas. Ele reclama do apagamento acidental da fita que continha a transmissão original de TV do pouso da Apollo 11, em 20 de julho de 1969, e do paradeiro das rochas lunares.

“Não estamos dizendo que eles não voaram [à Lua] e simplesmente fizeram um filme disso. Mas todos esses artefatos científicos — ou talvez culturais — são parte do legado da humanidade, e seu desaparecimento sem deixar vestígios é uma perda comum. Um…

Como é o sol de pertinho?

Fotografia do sol tirada a partir de um telescópio solar em 13/02/2015 (Cortesia Apolo11.com)

Esta imagem é real. Este é o sol que nos aquece diariamente, que vemos às vezes como uma mancha indefinida, cheia de pontas de luz, amarelado, esbranquiçado ou o sol vermelho no entardecer de um horizonte poluído, mas visto através de um telescópio solar.

Um telescópio solar é um aparelho preparado com filtros especiais para a segurança dos olhos, que permite observar o sol em proximidade sem por em risco a visão.


Fotografia do sol tirada a partir de um telescópio solar em 13/02/2015 (Cortesia Apolo11.com)

Olhar de perto o sol sem a proteção adequada para os olhos provoca cegueira gradual. Foi assim que Galileu Galilei (1564-1642), o grande físico, matemático, astrônomo e filósofo foi perdendo a visão, de tanto olhar para o sol com telescópio para estudar as manchas solares.

Sun Day: Dia Internacional do Sol

Estamos acostumados a observar as estrelas e a lua, mas não o sol. Você deve ter ouv…

Antes de ser assassinado, John F. Kennedy exigiu informações à CIA sobre extraterrestres

Documentos abertos recentemente geraram suspeitas em torno dos motivos que desencadearam o assassinato de John F. Kennedy, assim como a possibilidade de um complô para ocultar a existência de seres extraterrestres. O ex-presidente teria solicitado à CIA uma documentação secreta sobre óvnis dez dias antes de ser assassinado, de acordo com relatórios obtidos por meio do Ato de Liberdade de Informação dos EUA (FOIA, na sigla em inglês).
Trata-se de duas cartas redigidas pelo então presidente dos EUA: uma ao diretor da CIA e outra à NASA, solicitando o estabelecimento de um programa de cooperação espacial com a União Soviética. Elas vieram novamente à tona graças ao trabalho do escritos William Lester, enquanto ele reunia informações para um livro sobre a vida de Kennedy. “Uma de suas preocupações era que muitos dos óvnis estavam sendo avistados na URSS e ele estava preocupado que os russos interpretassem esses objetos não identificados como uma agressão norte-americana, acreditando que …

Galáxia "perdida no espaço" está estranhamente isolada

[Imagem: NASA/ESA/D. Calzetti/H. Ford]

Galáxia perdida no espaço

Galáxias gostam de companhia, e o mais comum é encontrá-las em grupos, formando os chamados aglomerados galácticos.

Mas este não é o caso da NGC 6503, uma galáxia "perdida no espaço".

A NGC 6503 está estranhamente isolada, no interior de uma região do espaço chamado "Vazio Local", uma porção do espaço com pelo menos 150 milhões de anos-luz, no interior do qual não se encontra praticamente nada.

A galáxia perdida está apenas a 18 milhões de anos-luz de nós - portanto na borda do Vazio Local - e foi fotografada pelo telescópio Hubble na constelação do Dragão, bem próxima do pólo norte celeste.

Ela mede cerca de 30.000 anos-luz, um terço do tamanho da Via Láctea, e não é muito difícil localizá-la, já que praticamente não há nenhum outro corpo brilhante nas suas proximidades.

Esta imagem é uma composição de duas fotos, tomadas com filtros diferentes.

A coloração vermelha deriva de uma exposição de 28 min…

Medindo a massa de um exoplaneta com o tamanho de Marte

Impressão artística que mostra o sistema planetário que alberga Kepler-138b, o primeiro exoplaneta mais pequeno que a Terra com a massa e tamanho medidos. Os tamanhos dos planetas, relativamente à estrela, foram exagerados.
Crédito: Instituto SETI/Danielle Futselaar

A determinação da dimensão de um exoplaneta de tamanho semelhante à Terra, pela quantidade de luz estelar que bloqueia a centenas de anos-luz de distância, já esteve no reino da ficção científica. A medição da massa de um planeta assim tão pequeno com base na sua gravidade estava completamente noutro nível, mas os astrônomos fizeram exatamente isso para um exoplaneta com 50% do tamanho da Terra.

Investigadores, usando dados da missão Kepler da NASA, mediram a massa de um exoplaneta do tamanho de Marte que tem aproximadamente um-décimo da massa da Terra. Chamado Kepler-138b, é o primeiro exoplaneta mais pequeno que a Terra a ter tanto a sua massa como o seu tamanho medidos. Isto amplia significativamente a gama de planetas …

A melhor evidência observacional até à data da primeira geração de estrelas no Universo

Esta impressão artística mostra CR7, uma galáxia muito distante que foi descoberta com o auxílio do VLT (Very Large Telescope) do ESO. É de longe a galáxia mais brilhante encontrada até à data no Universo primordial e existem evidências fortes de que este objeto contém estrelas da primeira geração. Estas estrelas massivas e brilhantes, puramente teóricas até agora, foram as criadoras dos primeiros elementos pesados na história — os elementos necessários à formação das estrelas que nos rodeiam atualmente, os planetas que as orbitam e a vida tal como a conhecemos. A galáxia recentemente descoberta é três vezes mais brilhante do que a galáxia distante mais brilhante que era conhecida até agora.
Crédito: ESO/M. Kornmesser

Com o auxílio do VLT (Very Large Telescope) do ESO os astrônomos descobriram a galáxia mais brilhante observada até hoje no Universo primordial e encontraram evidências fortes de que este objeto contém estrelas de primeira geração. Estas estrelas massivas e brilhantes, p…

Sobre ovnis, ETs e outro mundo: saiba como foi o fórum de contatados em Porto Alegre

Era um ET loiro que se comunicava por telepatia, tinha 1m80cm e flutuava em uma bolha a três palmos de altura, na beira do mar. Havia um desenho dele nos dois telões, ilustrando a história que o major Welliston Paiva, do Ceará, contava no palco.

– Sentei na areia e começamos a conversar – disse o major.

Girei a cabeça na minha cadeira: 500 pessoas sentadas no centro de eventos do Hotel Plaza São Rafael, todas muito sérias. Tinha senhoras de cachecol e sobretudo, advogados e empresários anotando as orientações de Welliston sobre como fazer contato com extraterrestres. Nada de fãs de ficção científica. Nada de figuras exóticas prevendo ataques alienígenas.

A faceta mais incomum do 3º Fórum Mundial de Contatados, que reuniu no fim de semana palestrantes que garantem ter sido abduzidos, ficava a cargo dos próprios conferencistas – suas histórias serão reveladas em seguida, mas já adianto que envolvem gente traumatizada e uma visita a outro planeta. A peculiaridade do público só veio à to…

FAB prepara novo astronauta brasileiro

Pedro Mehme a bordo de um caça F-5 EM da Força Aérea Brasileira (Foto – Agência Força Aérea)

O estudante Pedro Henrique Dória Nehme, de 23 anos, realizou nessa quarta-feira (17) seu primeiro treinamento com a Força Aérea Brasileira (FAB) para se tornar astronauta. O jovem, que é bolsista da Agência Espacial Brasileira (AEB), venceu um concurso internacional da companhia aérea holandesa KLM e, como prêmio, vai se tornar, até o final deste ano, o segundo brasileiro a ir ao espaço, depois do astronauta militar Marcos Pontes.

Nehme participou de um voo de 50 minutos a bordo de um caça F-5 EM, do Esquadrão Pampa, em Canoas (RS). “Foi muito impressionante. É a primeira vez que senti gravidade zero. Foi indescritível ver o braço voando, o corpo leve, mesmo que ele não estivesse solto”, revela o estudante, em comunicado da FAB. A missão foi encerrada com o tradicional “batismo” dos pilotos da FAB, um banho de água fria.

O voo em aeronaves supersônicas faz parte da rotina de preparação para u…

Encontro Ufológico de Sorocaba

Café Livramento e UFOS apresentam: Encontro Ufológico de Sorocaba

Programação:

18 horas - Abertura da casa

19:30h - Palestra: Caso Varginha 17 anos depois, com Marco A. Leal, Membro Fundador do G.E.P.U.S (Grupo de Estudos e Pesquisas Ufológicas de Sorocaba) consultor da revista UFO, autor do livro "Caçadores de Ovnis" junto com o Biólogo e Ufólogo Paulo Anibal. Procura desenvolver suas pesquisas mais em âmbito a campo. Foi produtor de um episódio da Série Chasing Ufos no Brasil- (Caso Varginha) - National Geographic e um dos produtores no Brasil do Documentário Filme The 701, produzido pelo documentarista americano James Fox que esta com previsão de estreia em 2017. Esteve pesquisando aos arredores da famosa Área 51 e realizou entrevista com o Astronauta Fred Gregory Nasa em 2012. Responsável pelo portal www.ufoturismo.com.br

21:30 - Palestra: Contatos Extraterrestres via meios Terrestre.
Jorge Facury e Michel Facury, professores na rede Pública Estadual de Ensino, pesquis…

Estudo indica que Marte foi frio e coberto de gelo

Os dois cenários extremos para o clima de Marte entre 3 bilhões e 4 bilhões de anos atrás: quente e úmido, com um grande oceano (à esquerda), ou frio e coberto de gelo (à direita) - Divulgação/Robin Wordsworth

Os oceanos de Marte, onde a vida poderia ter se desenvolvido no planeta, talvez nunca tenham existido, indica estudo que avaliou dois possíveis cenários antagônicos para o clima marciano há bilhões de anos. Segundo os pesquisadores, as análises favorecem mais à visão de que Marte era extremamente frio, com sua água majoritariamente presa na forma de gelo durante a maior parte do tempo na sua superfície, do que a de que era mais quente e úmido, com um grande oceano tomando seu hemisfério Norte, e assim mais parecido com a Terra de hoje.

Desde que as sondas Viking, da Nasa, mostraram sinais de possível erosão causada por água na superfície de Marte nos anos 1970, os cientistas têm debatido sob que condições climáticas seus aparentes canais e vales teriam se formado. Nesta discuss…

Cearense de Harvard cria aparelho que emite luz para aliviar a dor

Luzes podem aliviar dores e inflamações? Sim e, por mais estranho que pareça em princípio, isso não tem nada de esotérico ou sobrenatural. Isso é Ciência avançada. Mais especificamente, Física Médica.

Essa é a especialidade do cearense Marcelo Sousa, físico formado pela Universidade Federal do Ceará. Durante seu período de graduação, concluído aos 20 anos, ele não sabia o que ia fazer com tanta teoria e pouca prática. Até que resolveu abandonar um posto de professor substituto naquela mesma universidade e seguir para o Mestrado na Universidade de São Paulo, porque viu na física aplicada à medicina um caminho fascinante para finalmente ver seus estudos de forma materializada. Foi também na USP onde o cientista iniciou seu Doutorado, onde parte dele foi cursada na prestigiada Universidade de Harvard, em Cambridge, Estados Unidos.

“Sou cearense e isso define muito minha vida. O local onde nasci e cresci tem uma influência muito forte na minha história.”

Mas como a luz pode aliviar a dor…

Hubble detecta "protetor solar" em planeta distante

A estratosfera de WASP-33b foi detectada através da medição da diminuição de brilho à medida que o planeta passava por trás da sua estrela (topo). As temperaturas na estratosfera variam proporcionalmente com a altitude devido às moléculas que absorvem a radiação da estrela (direita). Sem uma estratosfera, as temperaturas ficariam mais baixas a altitudes mais altas (esquerda).
Crédito: NASA/Goddard

O Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA detetou uma estratosfera, uma das camadas principais da atmosfera da Terra, no exoplaneta quente e gigante conhecido como WASP-33b.

A presença de uma estratosfera pode proporcionar pistas sobre a composição de um planeta e o modo como foi formado. Esta camada atmosférica inclui moléculas que absorvem a luz visível e ultravioleta, agindo como uma espécie de "protetor solar" para o planeta que rodeia. Até agora, os cientistas não tinham a certeza se estas moléculas seriam encontradas nas atmosferas de planetas grandes e extremamente quentes e…

Soviéticos gastaram 1 bilhão de dólares com “psicotrônica”, a ciência do controle da mente

Para não ficar pra trás por conta da pesquisa militar norte-americana que inspirou Os homens que encaravam cabras, os soviéticos gastaram um bom dinheiro investigando telecinese e controle da mente. Um novo estudo no ArXiv sobre a “pesquisa não convencional” tem os detalhes da história.

Com base em publicações russas e documentos que recentemente deixaram de ser secretos, Serge Kernbach do Centro de Pesquisa em Robótica Avançada e Ciência Ambiental na Alemanha criou um retrato da pesquisa heterodoxa feita entre 1917 e 2003, vinte anos depois da queda da União Soviética. A pesquisa sobre paranormalidade financiada pelo governo pode ter custado cerca de um bilhão de dólares.

A psicotrônica – o termo soviético que designa a parapsicologia -, era uma área na qual ocorria muita pesquisa. Como o blog ArXiv explica, “O trabalho tem como base a velha ideia da ciência soviética de que o cérebro humano poderia receber e transmitir um certo tipo de radiação eletromagnética de alta frequência e…

Como a Lei da Gravidade de Newton ajudou a nos levar para o espaço

Tudo o que sobe tem que descer — mas nem sempre da forma que esperamos. Essa é a Lei da Gravidade de Newton, e você pode agradecer a ela pelo GPS, Google Earth e até pelas fotos registradas do outro lado do Sistema Solar. Eis os motivos.

A equação descreve a atração gravitacional que dois objetos têm um pelo outro, de acordo com a massa deles e com a distância entre o centro de cada objeto. É essa equação que prevê com qual força um objeto se choca contra a Terra quando é solto. Mas ela não resultou apenas do trabalho de Isaac Newton, apesar de levar o nome dele.

O poder usado pelo Sol para controlar os planetas
Por séculos, cientistas refletiram sobre o movimento das luas e dos planetas no nosso Sistema Solar, e muitos deles — de forma bem compreensível — acreditavam que tudo girava em torno da Terra. Foi só depois de Johannes Kepler aprofundar seus estudos no movimento de Marte, no início do século XVII, que a ideia de os planetas girarem em volta do Sol começou a tomar forma.

O qu…

Caso Antonio Villas Boas, o brasileiro abduzido por extraterrestres

Na tarde de 22 de fevereiro de 1958, Antônio Villas Boas prestou o seguinte depoimento, na cidade do Rio de Janeiro, no consultório médico do Dr. Fontes e na presença do jornalista João Martins, testemunha. Eis a transcrição:

"Meu nome é Antônio Villas Boas, tenho 23 anos, sou agricultor, vivo com a minha família numa fazenda, de nossa propriedade, situada nas imediações da cidade de São Francisco de Sales, Estado de Minas Gerais, perto dos limites do Estado de São Paulo. Tenho dois irmãos e três irmãs, todos eles morando na vizinhança; outros dois irmãos meus já faleceram. Todos os homens da família trabalham na fazenda, cujas terras abrangem campos extensos e muitas plantações a serem cuidadas. Para lavrar a terra, temos um trator com motor a gasolina, marca Internacional, com o qual trabalhamos em duas turmas, uma diurna, outra noturna, na época do plantio. De dia, trabalham os trabalhadores rurais, nossos empregados, de noite, eu costumo trabalhar sozinho ou, às vezes, junto…