Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 13, 2016

Inteligências alienígenas provavelmente serão artificiais

Cientistas afirmam que civilizações avançadas já teriam feito a transição da biologia para formas cibernéticas muito mais resistentes

Sociedades muito mais avançadas que a terrestre devem fazer a transição da vida biológica para a eletrônica ou digital, especulam os cientistas

É muito possível que o primeiro contato da sociedade terrestre com uma civilização alienígena seja na verdade com os descendentes artificiais desta última, de acordo com os cientistas. Falando recentemente em uma conferência em San Francisco, o astrônomo sênior do programa de Busca por Inteligência Extraterrestre (SETI) Seth Shostak, afirmou ser provável que, na ocasião do aguardado primeiro contato, este não se dê com os próprios alienígenas, mas com as máquinas que serão seus descendentes.

Seth Shostak comparou a evolução de uma avançada civilização extraterrestre com a nossa própria. Ao redor de 1900 foi inventado o rádio, e em 1945 o primeiro computador já funcionava. Hoje temos equipamentos relativamente b…

Programa Fenômeno Ufo

Alguns ufólogos, pessoas que já foram abduzidas ou contatadas por extraterrestres viram helicópteros que fogem totalmente do padrão, pois não possuem identificação ou qualquer tipo de sinalização, além dos vidros escuros que não permitem saber o que há dentro deles.




Casos onde OVNIS desaparecem repentinamente. Qual o motivo para esta prática, defesa ou alguma forma para poderem nos observar?




Neste programa, Luiz Ricardo entrevista o escritor e contatado Domingos Yezzi, que nos conta como iniciou seu contato com a ufologia e fala sobre a influência extraterrestre na Terra. Abdução é para o bem ou para o mal? É um privilégio ou um karma? Domingos Yezzi fala sobre o assunto, além de comentar sobre a hierarquia universal.




FONTE: PROGRAMA FENÔMENO UFO

Novas pesquisas sugerem que há um oceano abaixo do "coração" de Plutão

(FOTO: NASA)

Estudos mostram possibilidade da existência de um oceano abaixo da superfície que pode ter alterado o eixo do planeta anão

A viagem da sonda New Horizons, da NASA, até Plutão em julho de 2015 continua rendendo frutos. Dois estudos publicados no periódicoNature usaram dados coletados pela nave para apontar duas possibilidades: a de que existe um oceano abaixo da superfície do "coração gelado" do planeta anão, e que uma colisão ocorrida nessa região pode ter redefinido sua inclinação.

As pesquisas (que são complementares) têm como ponto de partida a rotação sincronizada entre Plutão e uma de suas luas, Caronte. A dupla possui uma órbita combinada de 6,4 dias, durante a qual o mesmo lado do planeta fica virado para o satélite e vice-versa.

Ao notar a Região de Tombaugh — nome oficial do "coração" do planeta —, os cientistas observaram que o lado esquerdo do local, chamado de Planície Sputnik, fica muito próximo à porção que fica de frente para Caronte. …

"Código de barras" de galáxia distante confirma constância da Natureza

Astrônomos observaram a luz de um quasar 8,5 bilhões de anos depois de passar por galáxias distantes.
Crédito: James Josephides e Michael Murphy

Astrônomos mediram com precisão uma força fundamental da Natureza numa galáxia vista 8 bilhões de anos para o passado.

Investigadores da Universidade de Tecnologia de Swinburne e da Universidade de Cambridge confirmaram que o eletromagnetismo numa galáxia distante tem a mesma força que cá na Terra.

Observaram um quasar - um buraco negro supermassivo com um ambiente muito brilhante - localizado por trás da galáxia. Na sua viagem para a Terra, parte da luz do quasar foi absorvida por gás na galáxia há oito mil milhões de anos atrás, lançando sombras em cores muito específicas.

"O padrão de cores diz-nos quão forte é o eletromagnetismo nesta galáxia e, dado que o quasar é um dos mais brilhantes conhecidos, fomos capazes de fazer a medição mais precisa até agora," afirma o autor principal do estudo, o candidato a doutoramento de Swinbu…

Equipe internacional descobre superenxame escondido por trás da Via Láctea

O superenxame de Vela no seu ambiente mais amplo: a imagem mostra a distribuição das galáxias dentro e em redor do superenxame de Vela (VSC, elipse maior). O centro da imagem, a chamada Zona de Evitação, está coberta pela Via Láctea (com os seus campos estelares e camadas de poeira em cinza), que obscurece todas as estruturas por trás. A cor indica as distâncias de todas as galáxias até 500-1000 milhões de anos-luz (tom amarelo para o pico do superenxame de Vela, verde para objetos mais próximos e laranja para objetos mais distantes). A elipse marca a extensão aproximada do superenxame de Vela, atravessando o Plano Galáctico. A estrutura foi revelada graças a um novo levantamento espectroscópico. Dada a sua proeminência em ambos os lados do plano da Via Láctea, seria altamente improvável que estas estruturas a larga-escala não estivessem ligadas através do Plano Galáctico. A estrutura pode ser similar, em massa agregada, com a Concentração Shapley (SC, elipse mais pequena), embora mui…

Esta estrela é o objeto celestial mais redondo já medido no espaço

As estrelas não são esferas perfeitas graças à força centrifuga. No entanto, há um estrela a 5.000 anos-luz de distância que os cientistas dizem ser a o objeto mais redondo já medido no espaço.

Um novo estudo publicado na Science Advances informa que a estrela Kepler 11145123 é o objeto esférico mais redondo já visto no espaço. Uma equipe liderada por Laurent Gizon, do Solar System Research, do Instituto Max Planck, mediu a forma da estrela usando uma nova técnica que detecta a maneira como a estrela periodicamente se expande e contrai de nosso ponto de vista. Ao monitorar estas oscilações, cientistas podem inferir o formato de um objeto distante com extrema precisão.

A medida que as estrelas giram, eles ficaram achatadas com a força centrífuga. Quanto mais rápido a estrela gira, mais achatada ela se torna nos polos, enquanto as regiões equatoriais crescem para fora. No entanto, a estrela Kepler 11145123 roda muito devagar (cerca de 3 vezes mais lenta que nosso Sol, que faz um giro c…

Documento Verdade: Objetos Voadores Não Identificados (Ovnis)

FONTE: Canal Youtube marco antonio dos santos Santos

Avião faz pouso de emergência ao encontrar um UFO no Canadá

Um Dash-8 da Porter Airlines, semelhante ao que teve um encontro com um UFO e precisou fazer um pouso de emergência

Duas pessoas ficaram feridas sem gravidade; autoridades afirmam que objeto poderia ser um drone, mas outros pilotos duvidam dessa possibilidade

Um avião turbo-hélice Dash-8 da companhia aérea Porter Airlines teve que fazer um pouso de emergência no Aeroporto Billy Bishop em Toronto, Canadá, após um súbito encontro com um objeto voador não identificado. Havia 58 pessoas a bordo, e o intruso surgiu subitamente no caminho da aeronave, que vinha de Ottawa, também no Canadá, obrigando o piloto do Dash-8 a realizar um mergulho acentuado para evitá-lo.

A tripulação a princípio que o objeto diretamente à sua frente era um balão, e depois afirmou que poderia ser um drone. Porém o encontro a uma altitude de 2.700 m, quando o avião se encontrava voando sobre o Lago Superior, fez muitos duvidarem da versão oficial de encontro com um drone. O periódico Aviation Herald descreveu o in…

O caso do piloto Carlos Antonio de los Santos Montiel

Em 02 de maio de 1975, Carlos Antonio de los Santos Montiel decolava do Aeroporto Internacional Benito Juarez, na Cidade do México, em uma aeronave Piper PA-24, levando dois passageiros consigo para Lazaro Cardena, uma cidade situada no delta do Rio Balsas. Eles chegaram a seu destino sem problemas, na tarde do mesmo dia, ele decidiu retornar para sua base na Cidade do México, mas a bateria da aeronave falhou, levando duas a três horas para ser reparada. Já ficara tarde para retornar à Cidade do México, ele então decidiu voar para Zihuatanejo. Lá ele jantou e dormiu, com a intenção de continuar na manhã seguinte.

Às 10h30, no sábado, dia 03 de maio, ele decolou de Zihuatanejo, mas devido ao fato de que a rota que ele deveria tomar estava com uma cobertura de nuvens pesada e o tempo ruim, ele subiu para 3.000 metros de altitude. Uma vez que alcançou esta altitude, ele tomou a rota G-3, a qual deveria ser utilizada a 3.300 metros de altitude. Mas já que esta rota também tinha muit…

Busca por respostas!

Na busca por respostas nos enveredamos por diversos caminhos, caminhos estes que nos dão uma vasta amplidão de conhecimento, conhecimentos estes que nos tiram de uma confortável limitação. Física, astrofísica, astrobiologia, astronomia e outras tantas... são as ferramentas que nos moldeiam, porém sempre tenhamos um pouco mais, a ousadia dentro de seu racionalismo pode abrir ainda mais este campo de visão, sem deixar a coerência e a razão, ingredientes estes de uma busca séria e incansável!

Terry Wilson

Novos documentos oficiais sobre Ovnis - S I O A N I

Integrantes da BURN recebem pacote contendo documentos oficiais e originais sobre pesquisas de OVNIs conduzidas pela CIOANI (FAB - Força Aérea Brasileira), gerados na década de 60 por integrantes que residiam na cidade de Ibiúna - SP.
Edison Boaventura Júnior, Josef Prado e Osmar de Freitas (do GEONI) tiveram acesso ao material pela primeira vez durante pesquisa de campo realizada no dia 22/10/2016, na cidade de Ibiúna - SP.



FONTE: Canal Youtube Enigmas e Mistérios

Céu da Semana 14/11 a 20/11/2016

FONTE: UNIVESP TV

Sinapse eletrônica de gelatina: Rumo aos computadores vivos

Esquema de operação das sinapses artificiais feitas de pectina - vistas na forma do gel no centro, entre os dois eletrodos. [Imagem: Angelica Cifarelli et al. - 10.1063/1.4966559]

Pectina iônica

Cientistas italianos usaram pectina, um polissacarídeo presente na parede celular das plantas e usada para fazer geleias e gelatinas, para construir um componente eletrônico com memória e totalmente biocompatível.

A pectina, submetida a um elevado grau de metilação, foi usada para criar um polieletrólito que apresentou um comportamento memorresistivo - um memoristor é um componente que tem memória, sendo um análogo das sinapses biológicas.

"A ideia de usar a capacidade de 'armazenamento temporário' desses materiais biocompatíveis como um polieletrólito sólido é completamente inovador, e nosso trabalho é o primeiro em que esses biopolímeros foram usados em dispositivos baseados em polímeros orgânicos e em um componente memorresistivo," disse Angelica Cifarelli, da Universidad…

Super Lua em duas imagens

O material exposto acima foi feito pela fotógrafa Jennifer Yamashita nesta segunda feira 14/11/16 na cidade de Cerquilho SP. Se utilizando do equipamento Nikon Coolpix L120 Sensor CCD de 14,1 megapixels efetivos Lente de cristal NIKKOR grande angular com zoom ótico de 21X.

FONTE: Jennifer Yamashita


Arquivo Ovni: Num trabalho inédito, alunos descreveram ao professor, suas experiências de avistamentos ufológicos, ocorridas na região de Campinas-SP.

O professor Carlos (detalhe) e um grupo de alunos visitantes do
“Museu Asas de Um Sonho", da TAM, na cidade paulista de São Carlos.

CAMPINAS UFOLÓGICA - O grande repórter, músico, divulgador das ciências do espaço e principalmente pesquisador ufológico, falecido em 1991, o senhor Cataldo Bove fez com que relatos de avistamentos de discos voadores e suas sondas (pequenos satélites), observados em Campinas e região desde a década de 1930, chegassem até minhas investigações, iniciadas em 1972.

Desde o mês de janeiro de 2.008 está ocorrendo um aumento vertiginoso, em toda a região, de relatos envolvendo discos voadores e sondas, fato esse observado por dois pesquisadores de Valinhos: Rodrigo Willi Betim, 33 anos e Fábio Eduardo Vieira Santos, 29 anos que, desde a adolescência realizam pesquisas sérias sobre o assunto.

Assim, desde o início do ano fui procurado por alunos, ex-alunos (formados em 1991, 1.992, 1.996, etc.), como por outras pessoas, para explicar as múltiplas observaçõe…