Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 17, 2018

Será mesmo possível construir uma civilização sustentável?

Da Ilha de Páscoa para o Universo: modelos encaram possibilidade de vida sustentável no cosmos. [Imagem: Michael Osadciw/University of Rochester]

Perspectiva astrobiológica

Diante das mudanças climáticas, do desmatamento e da perda da biodiversidade, criar uma versão sustentável da nossa civilização é uma das tarefas mais urgentes da humanidade.

Mas, quando decidimos encarar esse desafio imenso, raramente nos fazemos aquela que pode ser a questão mais crucial de todas: Como saber se a sustentabilidade é mesmo possível?

Os astrônomos já fizeram um inventário considerável de planetas fora do Sistema Solar e tem havido muita discussão em torno dos exoplanetas habitáveis e das possíveis civilizações extraterrestres.

A pergunta a seguir é: Existem planetas com civilizações sustentáveis? Ou todas as civilizações que surgiram no cosmos duraram apenas alguns poucos milênios antes de sucumbir nas próprias mudanças climáticas que desencadearam?

Estas foram as perguntas levantadas por uma equip…

O misterioso caso do 'fantasma de Enfield', o fenômeno paranormal mais bem documentado do Reino Unido

Até hoje, muitos acreditam que o fenômeno ocorrido com a família Hodgson se tratava realmente de um fantasma, ou poltergeist

O endereço 284 Green Street, em Enfield, no norte de Londres se tornou conhecido por uma razão macabra: é o local de atividade do poltergeist melhor documentado do Reino Unido.

A palavra poltergeist - utilizada em inglês e conhecida em todo o mundo por causa do filme de terror Poltergeist - O Fenômeno, de 1982 - vem do alemão. Poltern é um verbo que significa fazer barulho e Geist, um substantivo que significa fantasma.

Durante 18 meses, começando no verão de 1977, Peggy Hodgson, seus quatro filhos e mais de 30 testemunhas presenciais (incluindo vizinhos, detetives de fenômenos paranormais e jornalistas) viram e ouviram, dentro da casa da família, incidentes em que havia móveis em movimento e objetos voando sem razão aparente, ruídos inexplicáveis e até levitação.

A história atraiu o casal americano Ed e Lorraine Warren, investigadores de fenômenos paranormais …

Conheça a cidade que foi o Vale do Silício do século 15

Introdução da imprensa na Europa contribuiu para revolução que marcaria o fim da era medieval (LEBRECHT MUSIC AND ARTS PHOTO LIBRARY/ALAMY)

Madhvi Ramani
BBC Travel

A cidade alemã de Mainz fica às margens do rio Reno. É conhecida por sua catedral, pelos vinhos e por ser a terra natal de Johannes Gutenberg, pioneiro da imprensa na Europa.

Embora as três informações pareçam a princípio desconectadas, aqui elas se sobrepõem, se misturando e influenciando umas às outras.

Elas convergem principalmente nos dias de feira, quando produtores locais e vinicultores vendem suas mercadorias na praça principal em torno da Catedral de São Martin. Na diagonal oposta, fica o Museu Gutenberg, uma homenagem ao mais ilustre cidadão, que nasceu na cidade por volta de 1399 e morreu em 1468 - há 550 anos.

Foi Gutenberg quem inventou a primeira máquina de impressão com tipos móveis da Europa, dando início à revolução que marcaria a transição da Idade Média para a História Moderna no mundo ocidental.

Os chin…

A Blue Origin diz que vai começar a vender passagens para voos espaciais em 2019

Por: George Dvorsky

A empresa espacial privada Blue Origin anunciou que planeja vender passagens de voos espaciais suborbitais para aspirantes a turistas espaciais a partir do próximo ano. Nenhum preço foi revelado, mas a companhia disse que espera conduzir os primeiros testes com passageiros do sistema de lançamento New Shepard “em breve”.

Como informa Jeff Foust no SpaceNews, o vice-presidente sênior da Blue Origin, Rob Meyerson, fez o anúncio durante sua apresentação na Amazon Web Services Public Sector Summit, realizada no início desta semana em Washington, D.C.

“Planejamos começar a voar com nossos primeiros passageiros de teste em breve”, ele contou à plateia, acrescentando: “Esperamos começar a vender ingressos em 2019”. Não foram revelados preços para um passeio a bordo do sistema de lançamento reutilizável New Shepard, mas provavelmente não será barato. As estimativas vão de US$ 50 mil a US$ 250 mil por passageiro.

Aqueles que puderem bancar têm algo bem legal os esperando. …

Missão britânica finalmente começa a testar sistema com rede e arpão para coleta de lixo espacial

Por: Guilherme Tagiaroli

Há uns dois anos, falamos de um plano britânico maluco para tentar amenizar o lixo espacial: consistia em usar arpões e redes para tentar trazer parte desses materiais para a Terra e, então, destruí-los. Segundo pesquisadores do Centro Espacial de Surrey, no Reino Unido, os testes da missão RemoveDEBRIS vão finalmente começar.

A RemoveDEBRIS consiste em algumas técnicas para recolher dejetos espaciais. Entre elas estão atirar uma rede, usar um arpão e uma vela de arrasto. A ideia é que esses itens sejam anexados ao lixo espacial, diminuindo sua velocidade para forçar que eles voltem para a atmosfera e sejam desintegrados durante a volta à Terra. Abaixo, vão alguns gifs pra entender:

O arpão:



A rede:



E a vela de arrasto:



O grande problema é que, para esse processo acontecer naturalmente, pode levar décadas, e existem mais de 6.800 toneladas de lixo espacial ao redor da Terra na órbita baixa. A grande questão desses detritos é o risco de colisão.

Só a Estação E…

Céu da Semana - 18/06 a 24/06/2018

A Constelação de Sagitário abriga quatro Aglomerados estelares do tipo aberto, presentes no Catálogo de Messier. Neste programa, vamos contar algumas curiosidades sobre eles.



FONTE: UNIVESP TV

XMM-Newton encontra material intergaláctico em falta

Impressão de artista do meio intergaláctico morno-quente, uma mistura de gás com temperaturas que variam entre centenas e milhares de graus (morno) a milhões de graus (quente) que permeia o Universo numa teia cósmica filamentar.
Após duas décadas de observações, astrónomos usando o observatório espacial XMM-Newton da ESA (ilustrado no canto inferior direito) detetaram o componente quente deste material intergaláctico, diminuindo a lacuna no orçamento geral da matéria "normal" no cosmos.
A descoberta foi feita usando observações de um quasar distante - uma galáxia massiva com um buraco negro supermassivo no seu centro que está a devorar ativamente matéria e a brilhar intensamente em raios-X e no rádio. Observaram este quasar, cuja luz leva mais de quatro mil milhões de anos até chegar até nós, durante um total de 18 dias, divididos entre 2015 e 2017, na mais longa observação de raios-X já realizada para uma fonte deste tipo.
Depois de estudarem os dados, encontraram a assina…

VLT testa teoria da relatividade geral de Einstein fora da Via Láctea

Imagem da galáxia próxima ESO 325-G004 criada a partir de dados recolhidos pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA e pelo instrumento MUSE montado no VLT do ESO. O MUSE mediu a velocidade das estrelas em ESO 325-G004, o que resultou no mapa de dispersão de velocidades que está sobreposto à imagem do Telescópio Espacial Hubble. O conhecimento da velocidade das estrelas permitiu aos astrônomos inferir a massa de ESO 325-G004. A imagem inserida mostra o anel de Einstein que resulta da distorção da luz emitida por uma fonte mais distante devido à intervenção da lente ESO 325-G004, o qual se torna visível após subtração da luz emitida pela galáxia lente.
Crédito: ESO, ESA/Hubble, NASA

Com o auxílio do instrumento MUSE montado no VLT (Very Large Telescope) do ESO, no Chile, e do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, os astrônomos fizeram o teste mais preciso, executado até à data, da teoria da relatividade geral de Einstein fora da Via Láctea. A galáxia próxima ESO 325-G004 atua como…

Últimos registros captados pela sonda Rosetta são divulgados

ILUSTRAÇÃO DA SONDA ROSETTA (FOTO: DIVULGAÇÃO/ESA )

Agência Espacial Europeia publicou um vídeo com imagens em alta resolução antes da sonda Rosetta colidir com um cometa

Após 12 anos coletando dados sobre o Sistema Solar, a sonda Rosetta terminou sua missão em 2016, quando colidiu com o cometa67P/Churyumov-Gersasimenko. Responsável pelo desenvolvimento da missão, a Agência Espacial Europeia (ESA) divulgou nesta semana uma série de registros em alta definição com as imagens captadas pela Rosetta em seus últimos momentos de operação.

Com uma câmera batizada de OSIRIS, a Rosetta capturou registros detalhados de corpos celetes. Antes de perder contato com a Terra, a sonda coletou informações sobre o gás, a poeira e o plasma que envolvem a superfície do 67P, além de realizar imagens do cometa a apenas 65 metros de sua superfície — o vídeo foi disponibilizado pela ESA e pode ser visto abaixo:



A decisão de terminar a missão colidindo no cometa surgiu pelo fato de que a sonda e o cometa es…

Cientistas desenvolvem cérebros de neandertais em laboratório

O laboratório de Alysson Muotri desenvolveu esses organoides cerebrais a partir de células-tronco humanas que tinham um gene de desenvolvimento editado na versão, uma vez possuída pelos neandertais. J. COHEN / SCIENCE

Pesquisador brasileiro lidera a criação de organoides a partir de células-tronco humanas editadas com características semelhantes a dos neandertais

Graças à evolução humana, o Homo sapiens conseguiu atingir o nível máximo de desenvolvimento mental, físico e organizacional. Porém, antes deles, muitos outros hominídeos perpassaram pela história e conquistaram atributos que depois foram aperfeiçoados com o tempo.

Um deles são os neandertais (Homo neanderthalensis), antecedentes diretos dos Homo sapiens. Os neandertais são estudados há muito tempo pelos cientistas, porém, com certa dificuldade, visto que os únicos materiais que restam dessa espécie humana são fósseis e esqueletos.

Mas isso está prestes a mudar. Conforme apresentado pelo geneticista brasileiro Alysson Muotri…

Suecos aprenderam a produzir cerveja há mais de 1,6 mil anos

Arqueólogos encontram evidências da fabricação da bebida desde o ano 400 d.C. (FOTO: CREATIVE COMMONS / STOCKSNAP)

Alguns grãos de cevada germinados e torrados encontrados em um sítio arqueológico na cidade de Uppåkra, no sul da Suécia, deixou animado o arqueólogo Mikael Larsson. Especialista no estudo da relação do homem com as plantas, sua descoberta indica talvez a mais importante e essencial de todas essas relações: a fabricação de cerveja.

“Encontramos malte carbonizado em uma área com fornos de baixa temperatura localizados em uma parte separada do assentamento. Os resultados são dos anos 400-600, tornando-os uma das primeiras evidências da fabricação de cerveja na Suécia", afirmou Larsson, da Universidade de Lund.

Não é novidade a importância da cerveja para sociedades antigas em diversas partes do mundo. Documentos mostram que já era consumida na Mesopotâmia 4 mil antes de Cristo, mas faltavam registros históricos da escandinávia de antes do ano 1.200, início da Idade Mé…

Astrônomos descobrem 80 candidatos a exoplanetas em tempo recorde

Pesquisadores identificaram ainda planeta a orbitar a estrela mais brilhante já encontrada pela missão

Entre mais de 50 mil estrelas, há pelo menos 80 possíveis planetas escondidos. A descoberta realizada por cientistas do MIT, nos Estados Unidos, foi publicada no periódicoAstronomical Journal. Os dados foram processados semanas após chegarem na Terra, tornando o evento ainda mais empolgante, já que normalmente demora entre alguns meses e um ano.

As observações ocorreram em períodos espaçados de 80 dias por meio da K2, missão que segue os passos do trabalho realizado pelo Telescópio Espacial Kepler da NASA e faz suas buscas atrás da Terra, analisando estrelas que são difíceis de serem observadas caso o planeta não esteja em uma posição específica em relação ao Sol.

Em tempo recorde, os astrônomos identificaram 80 possíveis exoplanetas. "Nossa experiência trabalhando na K2 há quatro anos nos leva a acreditar que a maioria desses são de fato planetas prontos para serem confirmado…

A caixa revolucionária que coleta água do ar no deserto

O aparelho pode ser usado em qualquer lugar do mundo e não usa eletricidade (STEPHEN MCNALLY/UC BERKELEY/DIVULGAÇÃO)

A tecnologia para captar água potável a partir das moléculas de água distribuídas na atmosfera já existe há muitos anos, mas aparelhos que sejam pequenos, eficientes e capazes de fazê-lo em grande em escala ainda são um desafio.

Por tudo isso, o trabalho do cientista americano Omar Yaghi, professor de química na Universidade da Califórnia em Berkeley, é um avanço nesse sentido. Ele criou uma caixa que retira água do ar do deserto e funciona apenas com luz solar, sem a necessidade de nenhuma outra fonte de energia.

O pesquisador e sua equipe acabaram de testar o aparelho com sucesso no deserto do Arizona.

Yaghi é reconhecido internacionalmente por ser pioneiro no desenvolvimento de um tipo de material com altíssima capacidade de absorção, que foi usado na produção da coletora da água.

Entre os diversos prêmios que já recebeu, está o que ganhou neste ano da Fundação BBVA…

O que são os misteriosos cristais verdes encontrados após a erupção do vulcão Kilauea, no Havaí

Especialistas dizem que dificilmente pedras coletadas nos arredores do Kilauea são resultado das erupções recentes do vulcão

Será que o poderoso vulcão Kilauea, que entrou em erupção em maio em Big Island, a maior ilha do arquipélago do Havaí (EUA), estaria literalmente fazendo chover pedras verdes?

Muita gente está se perguntando, inclusive, se essa seria essa uma espécie de recompensa oferecida pelo vulcão aos milhares de habitantes afetados pela erupção.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram belos cristais de cor verde que teriam sido encontrados nos arredores do Kilauea.

"Amigos meus vivem no Havaí, bem ao lado da área afetada pelos fluxos de lavas mais recentes. No meio da destruição dos arredores e do estresse causado pelo desconhecido, eles acordaram com isso: pequenos pedaços de olivina por todo o chão. Está literalmente chovendo joias. A natureza é realmente incrível", escreveu a meteorologista Erin Jordan no Twitter.

Friends of mine live in Hawaii, right n…

As escalas de grandezas do universo

As escalas de tamanho no universo são incomensuráveis para compreensão humana, as simulações a seguir nos mostra o quão fantástico é o mesmo e tudo que se encontra inserido nele!




Algumas das estrelas e buracos negros em nosso Universo podem ficar extremamente grandes, mas as galáxias podem ficar ainda maiores. Neste vídeo vamos dar uma olhada em algumas das galáxias do nosso Universo, desde a minúscula galáxia Segue 2 até as poderosas galáxias Coma B e IC 1101. Aprecie!




Apesar do que você pode ouvir, há gravidade no espaço. E muito disso. Neste vídeo vamos dar uma olhada nas diferentes extremidades da gravidade, de objetos que você poderia escapar com um salto para estrelas de nêutrons que o esmagariam em um segundo. Aprecie!

Além disso, 1G e 9.807m /s^2 são equivalentes à força gravitacional da superfície da Terra.



FONTE: Canal Youtube Harry Evett

Estamos sós no universo?

De alguma forma, querendo ou não, o tema de existir, ou somente de procurar por outra forma de vida pelo universo, é algo extremamente intrigante e que passa pela cabeça de todos.

Existe uma certa lógica por trás de tudo isso, com um universo tão grande, beirando o infinito, com trilhões de galáxias e tudo mais, com certeza existe alguma vida inteligente por aí em algum canto desse universo.

Ah, antes que eu me esqueça, nesse vídeo aqui, vida quer dizer, vida inteligente, avançada, assim como a nossa ou mais ainda.

Para se tentar sair do simples achismo, duas coisas importante aconteceram com a busca de vida no universo.

Uma delas foi nos anos 1950 quando o físico Enrico Fermi criou o que chamamos de paradoxo de Fermi, cuja a ideia é a seguinte, dado o tamanho do universo, a idade do universo, a quantidade de estrelas, alguma civilização avançada que exista no universo, já deveria ter entrado em contato com a humanidade, no entanto sabemos que isso ainda não aconteceu, então, veio a …

Matéria de Capa | Mar de plástico | 17/06/2018

Imagem/sustentahabilidade.com

Dezenas de países aderem à campanha lançada pela ONU para eliminar, ou pelo menos reduzir, a quantidade de embalagens plásticas. O volume de lixo plástico lançado no meio ambiente atinge proporções assustadoras, o que exige dos governos e cidadãos medidas concretas para enfrentar esse desafio. A maior parte desse lixo vai parar nos oceanos e é disso que vamos falar nesta edição.


O Grande Depósito de Lixo do Pacífico, dividido entre Depósito Ocidental e Oriental, interligados pela Zona de Convergência Subtropical
(Imagem/operamundi.uol.com.br)

Agora, imagine o seguinte: os mares cobrem 70% da superfície da Terra, fornecem boa parte do oxigênio que respiramos e garantem o equilíbrio da temperatura no planeta. Ainda assim são extremamente maltratados pelo homem. Você sabe quantos tubarões são capturados a cada ano para o comércio de barbatanas? O número é assustador, levando-se em conta o papel exercido por eles na cadeia alimentar dos oceanos.



FONTE: MATÉ…