Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 26, 2017

"Ufologia – Entrevista com Rene Martin"

Conhecido internacionalmente por seus trabalhos, o ufólogo e escritor René Martin já publicou mais de 45 obras, das quais quatro tornaram-se filmes de longa metragem. Seus livros e contos tratam temas como Ufologia, espionagem e ficção científica.




FONTE: Wagner Borges
http://www.renemartin.net/

Cientistas conseguem guardar 215 PETAbytes num grama de DNA e acessar os dados sem erro

O armazenamento de dados digitais no DNA não é uma pesquisa inédita, mas cientistas da Universidade de Columbia foram muito além do que estava sendo feito até hoje e conseguiram efetivamente guardar 215 petabytes de dados em apenas um grama do material genético. 215 mil terabytes, incluindo vídeos e até um sistema operacional inteiro, dados que eles conseguiram acessar e recuperar depois sem erros.

O feito é impressionante especialmente porque foi armazenado 1,6 bit em cada nucleotídeo, um número bastante próximo do potencial teórico de 1,8 bit para cada nucleotídeo. Além da quantidade absurda que pode ser guardada em segurança em cada grama de DNA, o investimento em biotecnologia para o futuro do armazenamento tem outra vantagem do material genético poder ser conservado, teoricamente, por milhares de anos, com o seu conteúdo ainda "legível" depois.

A tecnologia, no entanto, está ainda muito longe de se tornar algo mainstream. Enquanto os SSDs estão agora entrando num patam…

Mudanças rápidas apontam para a origem dos ventos ultrarrápidos dos buracos negros

Ilustração que mostra um buraco negro supermassivo com emissão raios-X a emanar da sua região interna (rosa) e ventos ultrarrápidos oriundos do disco em redor (púrpura).
Crédito: ESA

Os telescópios espaciais da ESA e da NASA fizeram a observação mais detalhada de um vento ultrarrápido que flui da vizinhança de um buraco negro, a quase um-quarto da velocidade da luz.

A saída de gás é uma característica comum dos buracos negros supermassivos que residem no centro de grandes galáxias. Milhões a mil milhões de vezes mais massivos do que o Sol, esses buracos negros alimentam-se do gás circundante que gira em torno deles. Os telescópios espaciais veem isso como emissões brilhantes, incluindo raios-X, da parte mais interna do disco ao redor do buraco negro.

Ocasionalmente, os buracos negros "comem" demais e expelem um vento ultrarrápido. Estes ventos são uma característica de estudo importante, porque poderiam ter uma forte influência na regulação do crescimento da galáxia hospede…

"Armadilhas de poeira" espontâneas: astrónomos descobrem elo perdido na formação planetária

Uma imagem de um disco protoplanetário, obtida usando resultados de um novo modelo, após a formação de armadilhas de poeira espontâneas, visível como um brilhante anel de poeira. O gás tem tons de azul e a poeira de vermelho.
Crédito: Jean-François Gonzalez

Pensa-se que os planetas se formam nos discos de gás e poeira encontrados em redor de estrelas jovens. Mas os astrônomos têm lutado para montar uma teoria completa da sua origem e que explica como é que a poeira inicial se desenvolve em sistemas planetários. Uma equipa francesa, britânica e australiana pensa que tem agora a resposta. As suas simulações mostram a formação de "armadilhas de poeira" onde fragmentos do tamanho de seixos se reúnem e aglomeram, para dar origem aos blocos de construção dos planetas. Publicaram os seus resultados na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

O nosso Sistema Solar (e outros sistemas planetários) começou com discos de gás e grãos de poeira em redor de uma estrela j…

Buracos negros podem ser muito mais mortíferos do que imaginávamos

Não me entendam errado, buracos negros são legais, mas eles também são grandes vazios: esses abismos gravitacionais são conhecidos por devorar estrelas em ocorrências chamadas de eventos de disrupção por forças de marés (TDEs, na sigla em inglês). É sempre a mesma história de terror: um estrela desavisada vaga muito perto de um buraco negro e acaba completamente destruída pela gravidade dele. O espaço não é um lugar agradável?

Tradicionalmente, já buscaram TDEs em pesquisas aéreas que abarcam milhares de galáxias, levando-os a acreditar que esses eventos são extremamente raros — apenas uma disrupção por forças de marés a cada 10 mil a 100 mil anos por galáxia. Mas após observar uma provável TDE em uma pesquisa aérea de apenas 15 galáxias, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Sheffield, no Reino Unido, concluiu que os buracos negros podem estar destruindo estrelas cem vezes mais frequentemente do que anteriormente suposto, baseados nessa amostra de tamanho relativamente pequ…

A enigmática joia que revela a agonia da civilização maia

Joia apresenta 30 hieróglifos gravados na parte de trás (Foto: G BRASWELL UC SAN DIEGO)

Para arqueólogo, pingente de jade, encontrado em Belize, pode servir de alerta sobre os riscos da mudança climática.

"A gente poderia esperar encontrar algo assim em uma das grandes cidades do império maia, mas não aqui", afirma o professor de Antropologia da Universidade da Califórnia em San Diego.
A joia a que Braswell se refere foi encontrada no sítio arqueológico de Nim Li Punit, localizado no distrito de Toledo, ao sul de Belize, na América Central.
Trata-se de um pingente de jade de cerca de 18cm de largura por 10cm de comprimento. A joia foi encontrada em 2015, mas só agora os cientistas começaram a entender o seu significado.
O objeto é a segunda maior peça maia de jade já encontrada em Belize. Mas, segundo Braswell, o que torna o pingente ainda mais especial é o fato de ser o único com inscrições gravadas que se tem conhecimento.
A parte de trás da joia apresenta 30 hieróglifos …

A possibilidade de vida em TRAPPIST-1 continua aumentando

Há pouco mais de uma semana, os habitantes da Terra foram apresentados (tecnicamente, reapresentados) a um sistema solar a 39 anos luz de distância, com sete exoplanetas do tamanho da Terra, três dos quais estão dentro da chamada zona habitável. Como se isso não fosse empolgante o bastante, pesquisadores agora estão sugerindo que um quarto planeta da TRAPPIST-1 pode ser habitável também, se forçarmos um pouco nossa imaginação.

Novos modelos da Universidade Cornell sugerem que a chamada zona habitável, onde planetas rochosos podem suportar água líquida e talvez vida, pode ser na verdade maior do que pensávamos anteriormente, se considerarmos o hidrogênio vulcânico (H2) como um potencial gás de efeito estufa. Não apenas planetas cujas atmosferas foram aquecidas por H2 (ao invés de CO2) permaneceriam habitáveis em órbitas mais distantes, certas marcas de vida poderiam ser mais facilmente identificadas em suas atmosferas.

Se a teoria for confirmada, então o TRAPPIST-1h, o planeta mais ex…

Veja o Grande Colisor de Hádrons receber uma importante atualização

O Grande Colisor de Hádrons do CERN, abaixo do solo de Genebra, na Suíça, não é apenas um experimento, mas vários deles espalhados ao longo de um túnel circular de 27 quilômetros. Um dos maiores desses experimentos, o Compact Muon Solenoid, ou CMS, está recebendo uma atualização importantíssima nesta quinta-feira (02), que o CERN está comparando a uma cirurgia de coração aberto.

A atualização irá substituir o mais profundo dos vários detectores de partículas. O novo detector, chamado de “detector de pixels”, irá ajudar os físicos a reunir informações importantes sobre partículas potencialmente novas, como aquelas previstas por supersimetria, de centenas de milhões de colisões de partículas que acontecem a cada segundo no GCH. O próprio GCH recentemente recebeu uma grande atualização, aumentando sua energia de operação de oito para 13 tera eletrovolts, o que permitirá aos físicos reunir ainda mais dados.


Imagem: CERN

“É como a data de lançamento de um satélite”, contou ao Gizmodo Aust…

Trump pede que Nasa estude colocar tripulação em voo de estreia de foguete

O presidente dos EUA, Donald Trump, em entrevista à Reuters (Foto: Jonathan Ernst/Reuters)

É o 1º passo do presidente dos EUA na elaboração de uma visão para a agência espacial.

O Governo Trump orientou que a Nasa estude se é viável ter astronautas no voo de estreia do foguete para carga pesada da agência, uma missão atualmente planejada para não ser tripulada e cuja meta para lançamento é o fim de 2018, afirmaram autoridades nesta sexta-feira (24).
O estudo representa o primeiro passo do presidente Donald Trump na elaboração de uma visão para a agência espacial.
Sob o governo do ex-presidente Barack Obama, a agência espacial norte-americana trabalhava no foguete Space Launch System para carga pesada e na cápsula Orion para ir até o espaço distante, com o objetivo de enviar astronautas para um encontro com um asteroide em meados de 2020 e depois para uma expedição humana a Marte nos anos 2030.
O pedido do estudo pelo novo governo ajusta esse plano ao explorar a possibilidade de haver…

Cientistas afirmam ter encontrado os fósseis mais antigos da história

Uma equipe internacional de pesquisadores diz ter encontrado fósseis datando pelo menos de 3,77 bilhões de anos atrás, o que os torna os fósseis mais antigos já encontrados em nosso planeta. A descoberta, embora certamente vá atrair muito escrutínio, tem implicações em nossa compreensão de como a vida começou na Terra e também em outros cantos.

O estudo, publicado nesta quarta-feira (1), na Nature, oferece evidência direta de atividade microbial dentro e em volta de fontes hidrotermais. Encontrados em uma praia no noroeste de Quebec, os fósseis datam de impressionantes 3,77 bilhões de anos, o que é menos de um bilhão de anos depois da formação do sistema solar e de nosso planeta. Essa descoberta sugere que condições habitáveis surgiram logo no começo da história da Terra, destacando a aparente facilidade com que a vida é capaz de emergir, seja em nosso planeta ou em outro lugar.

Onde e quando a vida surgiu pela primeira vez na Terra seguem sendo um mistério. Essa última pesquisa suge…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…

O alvorecer de uma nova era para a Supernova 1987A

Esta imagem do Telescópio Espacial Hubble mostra a Supernova 1987A no interior da Grande Nuvem de Magalhães, uma galáxia vizinha da nossa Via Láctea.
Crédito: NASA, ESA, R. Kirshner (Centro Harvard-Smithsonian para Astrofísica e Fundação Gordon e Betty Moore), e M. Mutchler e R. Avila (STScI)

Há três décadas, os astrônomos avistaram uma das explosões estelares mais brilhantes em mais de 400 anos. A supernova titânica, chamada Supernova 1987A (SN 1987A), brilhou com o poder de 100 milhões de sóis durante vários meses após a sua descoberta no dia 23 de fevereiro de 1987.

Desde esse primeiro avistamento que SN 1987A tem continuado a fascinar os astrônomos com o seu espetacular show de luz. Localizado na vizinha Grande Nuvem de Magalhães, é a explosão de supernova mais próxima dos últimos séculos e a melhor oportunidade dos astrônomos estudarem as fases antes, durante e depois da morte de uma estrela.

Para comemorar o 30.º aniversário de SN 1987A, foram divulgadas novas imagens, filmes em…

SpaceX planeja missão privada com duas pessoas para a Lua em 2018

Empresa de Elon Musk informou que os astronautas não são pessoas famosas

O CEO da companhia Space X, Elon Musk, anunciou que planeja enviar uma missão particular para a Lua, em 2018. A viagem que levará duas pessoas ao espaço será a estreia do foguete Falcon Heavy, que ainda não foi testado, mas é uma das apostas tecnológicas da empresa.

Em uma conferência por telefone com jornalistas, Musk explicou que a ideia é fazer um voo de uma semana em volta da Lua, sem pousar em sua superfície. O presidente informou ainda que a espaçonave voará entre 482 mil e 643 mil km no espaço, uma distância maior do que qualquer uma já feita -- a missão Apollo 11, que levou o homem à Lua, em 1969, alcançou 400 mil km.

Musk não quis informar quem são os dois astronautas, nem a quantia que eles pagaram pela viagem. Informou apenas que as pessoas “não são astros de Hollywood” e que o custo é comparável ao valor que a NASA paga para a agência espacial russa, Roscosmos, para enviar astronautas à Estação Espac…

Construindo um rádio telescópio

Pelo CAAA (Centro de Apoio a Astronomia Amadora)

Por muito tempo fiquei devendo aqui um conteúdo que falasse sobre rádio-Telescópios, cheguei a montar um para o CAAA no ano passado que no momento está desativado porque resolvi que só reativaria o mesmo assim que conseguir uma montagem EQ que suporte a antena assim como um motor para acompanhamento, pois mesmo assim ainda quero fazer umas coisas como trocar o LNB da antena que está velho e reformar os cabos.


Exemplo de Antena (Foto Tirada da Busca do Google)

Mas como eu fiquei devendo, aqui está um bom meio de se montar seu primeiro rádio-telescópio, este modelo proposto abaixo não vai servir para se fazer grandes coisas, mas com um pouco de adaptação é possível fazer medições precisas, este modelo apresentado pode com a prática e a devida calibração detectar até mesmo a distância prédios, morros, construções, pessoas passando na frente da antena, mas o objetivo aqui é primeiro o SOL, detectar o Sol mesmo com o céu nublado. (Este será …

Há vida nos planetas de Trappist-1?

POR SALVADOR NOGUEIRA

Estudo investiga chance de haver vida nos planetas recém-descobertos por telescópio da Nasa.

MÃOS À OBRA
Com a descoberta de sete planetas rochosos ao redor de uma pequena estrela a meros 40 anos-luz de distância, o mundo inteiro se perguntou: será que há vida neles? Mas Lisa Kaltenegger, diretora do Instituto Carl Sagan, fez mais que se perguntar. Ela decidiu investigar se formas de vida de tipo terrestre teriam vez nos mundos do sistema Trappist-1.

BANHO DE SOL
Em trabalho recém-divulgado, Kaltenegger realizou simulações de quanta radiação nociva banharia a superfície de quatro dos planetas do sistema, aqueles cuja chance de ter água em estado líquido era maior, em contraste com a capacidade de sobrevivência da bactéria extremófila Deinococcus radiodurans.

E VIVA O OZÔNIO
O nível de raios X e ultravioleta que chega ao chão depende, é claro, da atmosfera. Na Terra, uma camada de ozônio nos protege de boa parte da radiação nociva do Sol. Mas nem sempre foi assim…

Céu da Semana - 27/02 até 05/03/2017

Todas as semanas, Gustavo Rojas, do Laboratório Aberto de Interatividade (LAbI) da UFSCar, apresenta dicas de como olhar para o céu, quais constelações estão em destaque, fases da lua e os principais fenômenos astronômicos.
Essa semana falamos da constelação do Serpentário ou Ofiúco que está situado em uma região muito interessante do céu. Ela é atravessada pelo equador celeste, pela eclíptica e pelo plano galáctico. Sua localização no equador celeste implica que ele pode ser observado de boa parte do planeta.



FONTE: UNIVESP TV

Depoimento Zenita Costa - Ufos em Minas Gerais (2010)

Relato colhido pela equipe do Cipfani em Taboleiro - MG no ano de 2010. Região muito rica em observações e contatos imediatos.

Pesquisa: Paulo Baraky Werner e Albert Eduardo
Testemunha: Zenita Costa
Distrito de Taboleiro - Conceição do Mato Dentro - MG



FONTE: Canal Youtube Paulo Werner/Cipfani

Ufos Wilson: Espero de verdade que este material não seja retirado, pois além de ser um documento importante, mostra a esta nova geração de Ufólogos um método correto de trabalho, indo até a fonte e o principal, a casuística mineira que é riquíssima em casos que muitas vezes se perdem por falta de investigadores ou por alguns mesmos acharem não importante relatos de pessoas simples, um profundo engano!