Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 20, 2019

Ciência Aberta: origem do Universo

As questões sobre a origem do Universo têm acompanhado o ser humano por toda a história e foram discutidas no programa Ciência Aberta no dia 4 de setembro.

Participaram dessa edição os pesquisadores:

- João Steiner, coordenador do Telescópio Gigante Magalhães - GMT, e professor no Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosférias da USP.

- Carola Chinellato, física e líder da participação brasileira no Observatório Pierre Auger e professora no Instituto de Física da Unicamp.

- Elisabete de Gouveia Dal Pino, astrofísica e coordenadora brasileira do projeto ASTRI-Mini-Array, membro do comitê gestor do LLAMA e professora-associada do IAG USP.



FONTE: Canal USP

Michel Mayor: “Não há lugar para Deus no Universo”

O descobridor do primeiro exoplaneta fala sobre como encontrar vida além do nosso sistema solar

Por Nuño Domínguez

Em 1994, Michel Mayor fez uma descoberta histórica, de alcance mundial, por isso não disse nada a ninguém e esperou até que ela estivesse mais do que confirmada. No ano seguinte, em junho, esse astrofísico e seu aluno Didier Queloz voltaram a usar seu telescópio do observatório de Haut-Provence (França) para observar a 51 Pegasi, uma estrela a 50 anos-luz da Terra. O sinal ainda estava lá.

“Naquela época, este campo de estudo era muito menosprezado porque durante décadas tinham sido feitos muitos anúncios de exoplanetas e todos provaram ser falsos”, recorda Mayor. A luz de seu astro cintilava, indicando que havia um mundo descomunal, do tamanho de Júpiter, orbitando a estrela, mas era impossível. As leis da física previam que, para descobrir um planeta assim, eram necessários 10 anos de observação, o tempo que demoraria para tal planeta dar uma volta completa em torno de…

ALMA testemunha formação planetária em ação

Ilustração do gás que flui como uma cascata para uma abertura num disco protoplanetário, provavelmente provocado por um planeta em formação.
Crédito: NRAO/AUI/NSF, S. Dagnello

Pela primeira vez, os astrônomos que usam o ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) testemunharam os movimentos 3D de gás num disco protoplanetário. Em três locais do disco em torno de uma jovem estrela chamada HD 163296, o gás flui como uma cascata para aberturas que são provavelmente provocadas por planetas em formação. Estes fluxos gasosos há muito que foram previstos e influenciam diretamente a composição química das atmosferas dos planetas. Esta investigação foi publicada na edição mais recente da revista Nature.

Os locais de nascimento dos planetas são discos feitos de gás e poeira. Os astrônomos estudam estes chamados discos protoplanetários a fim de entender os processos de formação planetária. As incríveis imagens destes discos, obtidas com o ALMA, mostram lacunas distintas e característica…

Será que a extinção dos animais da Era do Gelo foi causada por algum impacto com um objeto cósmico?

Estudo de arqueólogos parece apoiar teoria, que é vista com desconfiança - Shutterstock

Pesquisas desenvolvidas em vários locais do mundo estão gerando evidências que apoiam uma controversa teoria sobre o impacto de um objeto com origem extraterrestre, há 13 mil anos. A hipótese diz que um corpo extraterrestre colidiu com a Terra e causou a extinção de muitos animais, além de um provável declínio populacional nos nossos ancestrais.

A Hipótese do Impacto do Dryas Recente, que tem gerado controvérsia desde que foi apresentada em 2007, propõe que um asteróide ou um cometa atingiu a Terra há cerca de 12.800 anos, causando um período de resfriamento extremo que contribuiu para a extinção de mais de 35 espécies da megafauna, incluindo preguiças gigantes, tigres-dentes-de-sabre, mastodontes e mamutes. Esse período também coincide com um sério declínio nas populações humanas primitivas, como a Cultura Clóvis, e acredita-se que tenha causado incêndios florestais maciços que poderiam ter bloqu…

Encontro Internacional de Exopolítica: o fenômeno OVNI... rumo às Nações Unidas! (Atualizado)

O local do evento foi alterado, permanecendo a data e programação! Acesse a programação do evento clicando aqui.

FONTE: Latin American Academy Of Scientific Ufology

Ufofilatelia (Curiosidades)

Você colecionaria selos postais com o tema OVNI? Este programa aborda o Fenômeno OVNI dentro da Filatelia mundial. Conheça alguns dos catálogos específicos existentes e, revistas que abordaram o tema ufológico. Mostraremos alguns selos raros de OVNIs, seus tripulantes, eventos e, até com personagens de desenho animado.



FONTE: Enigmas e Mistérios

Veja também:

Teria um deus maia inspirado o Batman? (Curiosidades)


A pré-história da internet – e a palavra bíblica que deu seu pontapé inicial

O Pentágono nos anos 60; a partir dali, nasceu a rede precursora da internet - GETTY IMAGES

Tim Harford
Da série '50 Things That Made the Modern Economy'

Na década de 1960, Bob Taylor, um engenheiro que já havia estudado psicologia, trabalhava no Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA na capital, Washington DC.

Ele ficava no terceiro andar, perto do secretário de Defesa e do chefe de uma agência fundada em 1958 como parte desse setor: a Agência de Projetos de Pesquisa Avançada (Darpa, na sigla em inglês).

Estava agência tinha entrado inicialmente na corrida espacial, mas a Nasa, criada alguns meses depois, a eclipsou.

Tudo parecia indicar que a Darpa não tinha futuro, mas ela se reergueu e teve um papel fundamental em tecnologias transformadoras.


Taylor estudou psicologia na universidade antes de trabalhar como engenheiro aeronáutico, passar pela Nasa e chegar à Darpa - GARDNER CAMPBELL/WIKIPEDIA

Três terminais espalhados pelos EUA

A ressurreição começou em 1966, q…

Google afirma ter atingido “supremacia quântica”, mas o que isso significa?

Computador quântico do Google. Todos esses fios são dedicados ao controle de qubits individuais e a manter tudo em temperaturas incrivelmente baixas. Foto: Google

Por Erika Nishida

No mês passado, a NASA havia vazado o rascunho de um artigo de pesquisa do Google em que a empresa alegava ter atingido a “supremacia quântica”. Nesta quarta-feira (23), a companhia publicou oficialmente em seu blog um post confirmando as informações vazadas em setembro.

O Google explica que, ao contrário da computação tradicional, encontrada nos dispositivos eletrônicos atuais – de celulares a computadores -, a computação quântica é baseada em propriedades da mecânica quântica. Dessa forma, ela tem o potencial de desenvolver baterias melhores, aprimorar a eficiência de algumas medicações ou minimizar as emissões de carbono provenientes da criação de fertilizantes, exemplifica o Google.

Segundo o New York Times, pesquisadores acreditam que a computação quântica poderá trazer avanços em inteligência artific…

Acidentalmente, astrônomos descobrem galáxia monstruosa do Universo primitivo

Representação artística da galáxia primitiva. O gás esconde a maior parte da luz das estrelas, fazendo com que a galáxia pareça descontínua e desorganizada. Crédito: James Josephides/Swinburne Astronomy Productions, Christina Williams/University of Arizona, Ivo Labbe/Swinburne

Apelidada de “Yeti cósmico” por ser considerada uma lenda até então, a galáxia estava escondida em poeira e pode ajudar a explicar um dos maiores mistérios da Astronomia

Acidentalmente, uma equipe de astrônomos descobriu pegadas de uma galáxia monstruosa do Universo primitivo, nunca vista antes. Até então, parte da comunidade científica tratava essas galáxias como algo folclórico — uma espécie de “Yeti cósmico” — dada a falta de evidências sobre sua existência, mas astrônomos dos Estados Unidos e da Austrália conseguiram tirar uma foto da besta pela primeira vez.

Publicada na revista Astrophysical Journal, a descoberta fornece novas informações sobre os primeiros passos de algumas das maiores galáxias do Univer…

Teoria das Cordas diz que buraco de minhoca atravessável é possível

A matemática dos buracos negros é praticamente a mesma do entrelaçamento quântico, indicando que podem ser diferentes manifestações da mesma realidade física.
[Imagem: Alan Stonebraker/American Physical Society]

Com informações da New Scientist

Buracos abertos e buracos tapados

Os buracos de minhoca são essencialmente dois buracos negros conectados entre si.

Teoricamente, podem existir dois tipos deles. Um buraco de minhoca não atravessável é como uma sala com duas portas que só podem ser abertas pelo lado de fora - as portas são buracos negros através dos quais as coisas podem entrar, mas nunca conseguem sair.

"Esses não são muito interessantes, uma vez que qualquer astronauta que seja corajoso o suficiente para se aventurar não poderá voltar para contar a história," comenta o professor Diandian Wang, da Universidade da Califórnia, nos EUA.

Buracos de minhoca atravessáveis também são possíveis, mas até agora não sabíamos se eles poderiam existir por tempo suficiente para q…

Teoria Camaleão explica formação de galáxias e expansão do Universo

Imagens geradas por computador mostrando uma galáxia de disco - de cima e de lado - a partir de uma simulação com uma gravidade modificada. As imagens mostram (lado direito da imagem, na cor vermelho-azul) a densidade do gás dentro do disco da galáxia, com as estrelas mostradas como pontos brilhantes. O lado esquerdo mostra as mudanças de força no gás dentro do disco, onde as regiões centrais escuras correspondem às forças padrão da Relatividade Geral, e as regiões amarelas brilhantes correspondem a forças modificadas.
[Imagem: Christian Arnold/Baojiu Li]

Com informações da Universidade de Durham

Gravidade f(R)

A teoria da Relatividade Geral de Einstein é mundialmente famosa - mas pode não ser a única maneira de explicar como a gravidade funciona e como as galáxias se formam.

Físicos da Universidade de Durham, no Reino Unido usaram supercomputadores para criar enormes simulações do Universo para testar uma dessas teorias alternativas.

Eles descobriram que a "Teoria Camaleão"…

A nave espacial criada para fotografar e filmar o Sol de 'perto'

Satélite europeu já concluiu etapa de testes e está pronto para ir à Flórida, de onde será lançado - AIRBUS

Jonathan Amos
Repórter de ciência da BBC


A sonda europeia projetada para tirar as fotos mais próximas do Sol já feitas teve sua construção concluída e está pronta para o lançamento.

A sonda Solar Orbiter, ou SolO, fará seu trabalho de dentro da órbita do planeta Mercúrio, o ponto mais próximo que ela chegará de nossa estrela.

Com esta aproximação, os cientistas esperam que as observações obtidas os ajudem a entender melhor o que impulsiona a atividade do Sol.

E ela varia em rodadas de 11 anos, conhecidas como o ciclo solar. As rajadas de partículas - o chamado vento solar - têm a capacidade de danificar satélites, atrapalhar astronautas, interferir nas comunicações de rádio e até mesmo derrubar redes elétricas na Terra. Por isso, a empreitada fascinante do Solar Orbiter tem relevância direta para todos terráqueos.

"Estamos fazendo isso não apenas para aumentar nosso conhec…

'Blob': o que é a misteriosa criatura com 720 sexos e sem cérebro

O Physarum polycephalum é considerado um dos maiores mistérios da natureza - REUTERS

Ele não tem boca, estômago, olhos, tampouco pode detectar ou digerir alimentos. Também não tem braços ou pernas, mas consegue se locomover — e, em um único dia, dobrar de tamanho.

É capaz de aprender e transmitir conhecimento, apesar de não ter cérebro. Se for cortado ao meio, tem a capacidade de se regenerar em dois minutos.

Os cientistas sabem que não se trata de uma planta, tampouco de um animal ou fungo — embora aja como uma mistura destes dois últimos. E, no seu mundo, não existem machos ou fêmeas, mas 720 sexos diferentes.

Nota: Em termos científicos, a quantidade de sexos de um organismo refere-se ao número de células sexuais que este organismo produz, sem nenhuma relação com o conceito cultural normalmente usado, muitas vezes confundido com o gênero de cada indivíduo. As células sexuais são produzidas pelos organismos para serem combinadas com as de outros indivíduos da mesma espécie com obje…

A verdade sobre o nióbio

Nós temos falado muito sobre Nióbio nos últimos meses. Esse vídeo - feito em parceria com a CBMM - é a minha tentativa de focar na ciência por trás desse elemento. O que é verdade e o que não é?



FONTE: Ciência Todo Dia

Curso de Astrobiologia para surdos expande linguagem científica em Libras

A iniciativa conta com duas turmas: uma de crianças surdas e outra de adultos (EJA). Foto: Adriana Horvath/Prefeitura de Diadema

Iniciativa em escola municipal de Diadema, na região metropolitana de São Paulo, contribui para despertar interesse científico em crianças e adultos surdos

A escola municipal Olga Benário Prestes, em Diadema (SP), é palco de um inovador projeto: um curso de astrobiologia totalmente voltado e adaptado para crianças e adultos surdos. Desde o começo de 2019, professores da unidade, em parceria com a empresa LUCA – Ciência para Educar, oferecem aulas sobre a possibilidade de vida no contexto cósmico, combinando conceitos de astronomia e biologia, totalmente adaptadas para a população surda — algo inédito, já que muitos termos usados na área não existem na língua brasileira de sinais (Libras).

O primeiro semestre de 2019 recebeu a primeira experiência da iniciativa, com aulas quinzenais para 37 alunos surdos, sendo seis deles da Educação de Jovens e Adultos (EJA…