Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 9, 2018

Ufologia perde Tatá Noronha

Tatá Noronha (06/04/1938 - 12/09/2018)

Pesquisador ufológico, ele escreveu livro e divulgou para todo o mundo sobre os diversos casos de OVNIs ocorridos na região de São Tomé das Letras.

Faleceu na quinta-feira, 13/09, aos 80 anos, por complicações de saúde, o microempresário e pesquisador ufológico Tatá Noronha, morador de São Tomé das Letras, conhecido em diversas partes do mundo graças a seu interesse pela temática.

Oriental Luiz Noronha nasceu em 06 de abril de 1938, na cidade de Cruzília, sul de Minas. Mudou-se para a vizinha São Tomé das Letras há alguma décadas, onde criou sua família e administrava sua “Pousada do Tatá”, situada ao lado da igreja de pedra da cidade.

Atraído pelos fenômenos luminosos avistados na região da montanha de São Tomé, Tatá realizou várias vigílias observacionais na região e escreveu palestras sobre o assunto, chegando a registrar algumas ocorrências insólitas em imagens. Tatá que se dizia contatado é autor do livro “São Thomé das Letras e o Mundo Subt…

Primeira tentativa da sonda Hayabusa2 de aterrissar no asteroide Ryugu não deu muito certo

Por: George Dvorsky

O projeto Hayabusa2, do Japão, sofreu um pequeno imprevisto nesta quarta-feira (12). A sonda falhou ao completar o exercício de prática durante as preparações para que ela aterrisse no asteroide Ryugu.

Lançado pela JAXA (a agência espacial japonesa) em dezembro de 2014, a Hayabusa2 tentará extrair materiais da superfície do Ryugu, um asteroide de 900 metros localizado a aproximadamente 95.400 km da Terra.

Ao estudar os fragmentos que compõem Ryugu, os cientistas esperam fazer descobertas importantes sobre a composição do antigo Sistema Solar e as condições que deram origem à vida na Terra. Os asteroides são objetos antigos e, muitas vezes, possuem traços de água ou de materiais orgânicos (ou ricos em carbono).

3D visualization of asteroid Ryugu#Ryugu#リュウグウ#Hayabusa2#はやぶさ2#Asteroidpic.twitter.com/sSlNtq6qJS— Roman Tkachenko (@_RomanTkachenko) 10 de setembro de 2018

A Hayabusa2 se aproximou do Ryugu em junho, e tudo tinha ocorrido bem desde então. Inclusive, nesse te…

Como vai ser a missão da NASA de colidir uma espaçonave contra um asteroide

Por: Ryan F. Mandelbaum

Uma missão para desviar asteroides que possam ameaçar a Terra começou sua fase de design e montagem finais, de acordo com um comunicado de imprensa. A NASA está testando uma técnica feita para proteger o planeta de um impacto iminente de asteroide, e ela é bem simples: eles vão chocar uma espaçonave contra a rocha.

A nave Double Asteroid Redirection Test (DART) seguirá até um sistema de dois asteroides, consistindo em um Didymos de 800 metros de diâmetro e no corpo de 160 metros que o orbita. A espaçonave vai colidir com o asteroide menor, chamado de “Didymoon”, a 21.436 km/h, na tentativa de desviá-lo.


Concepção artística da espaçonave indo em direção ao menor dos dois corpos que compõem o sistema Dydimos. Crédito: NASA/Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory

“Isso é legal por uma série de razões. É a primeira missão de defesa planetária da NASA”, disse Nancy Chabot, cientista de projeto da missão DART no Laboratório de Física Aplicada da Universi…

O instrumento musical que identifica remédios adulterados

(studiocasper; BEingNothing/Montagem sobre reprodução)

Remédios adulterados com uma substância chamada dietilenoglicol já mataram mais de 700 pessoas. Mas um antigo instrumento africano pode virar o jogo.

Por Bruno Vaiano

A Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que 10% dos remédios disponíveis em países subdesenvolvidos sejam adulterados. Uma dos golpes mais comuns é substituir o glicerol, que vai na fórmula de vários xaropes, pelo dietilenoglicol – que é tóxico e foi responsável por 13 casos de envenenamento coletivo entre 1937 e 2008 (somados, eles mataram 753 pessoas).

Identificar esse tipo de adulteração exige pessoas formadas em Farmácia e laboratórios com equipamento especializado – duas coisas que são raras lugares mais pobres, justamente os que mais sofrem com o problema. Em busca de uma solução mais acessível e democrática para o problema, o pesquisador William Grover, da Universidade da Califórnia, chegou a uma solução inusitada – nada menos que um instrumento musical,…

Altar maia de 1,5 mil anos revela trama digna de 'Game of Thrones'

DETALHE DO ALTAR MAIA MOSTRA O REI CHAK TOOK ICH'AAK, O GOVERNANTE DE LA CORONA (FOTO: GUATEMALA'S NATIONAL MUSEUM OF ARCHAEOLOGY AND ETHNOLOGY)

Inscrições em calcário revelam a disputa do Reino da Serpente pelo domínio do trono maia

Uma descoberta em um pequeno sítio arqueológico na Guatemala desvendou uma trama pela disputa do reino maia digna de 'Game of Thrones'. Um altar de 1,5 mil anos repleto de inscrições em calcário foi encontrado nas ruínas de La Corona, perto das fronteiras com o México e Belize, e conta as estratégias da dinastia de Kaanul para chegar ao poder.

Com 1,46 metro por 1,2 metro, contém a inscrição hieroglífica correspondente que mostra o rei Chak Took Ich'aak, o governante de La Corona, "sentado e segurando um cetro do qual emergem dois deuses protetores da cidade". Outras descobertas permitiram aos pesquisadores determinar que o rei Chak Took Ich'aak também governou a cidade vizinha de El Peru-Waka, cerca de 20 anos depois.

T…

SpaceX fecha primeiro contrato para levar passageiros em voo até a Lua

MODELO DO VEICULO DA SPACEX QUE ESTARÁ PRONTO ATÉ 2024 (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Criada em 2002, a SpaceX parecia ser apenas mais uma empresa saída da imaginação de um bilionário excêntrico: na época, o sul-africano Elon Musk afirmava que lideraria o transporte comercial de pessoas para o espaço. Após 16 anos, a ideia já é realidade: em uma mensagem divulgado no Twitter, a companhia afirmou que fechou seu primeiro contrato com um passageiro para realizar um voo em direção à Lua até 2024. O nome do cliente é mantido em segredo, mas deverá ser revelado na próxima segunda-feira (17 de setembro).

Em uma postagem na sua conta pessoal do Twitter, Musk manteve o mistério e apenas postou uma bandeira do Japão, despertando os rumores de que o primeiro astronauta comercial a viajar até a Lua seria do país asiático.

De acordo com a SpaceX, o voo comercial em direção ao nosso satélite será realizado por meio do veículo Big Falcon Rocket (BFR), um foguete reutilizável que será considerado o maior e mai…

Bactérias podem estar produzindo eletricidade no seu intestino

AS BACTÉRIAS DA LISTERIA TRANSPORTAM ELÉTRONS ATRAVÉS DE SUAS PAREDES CELULARES PARA O MEIO AMBIENTE COMO MINÚSCULAS CORRENTES, AUXILIADAS POR MOLÉCULAS DE FLAVINA ONIPRESENTES (PONTOS AMARELOS). (FOTO: AMY CAO / UC BERKELEY)

Biólogos descobriram que bactérias eletrogênicas, antes encontradas em ambientes extremos, são mais comuns do que se imaginava

Bactérias que produzem eletricidade não chegam a ser uma novidade para a ciência: elas já foram encontradas em ambientes exóticos como minas e profundezas de alguns lagos, mas pesquisadores da Universidade da Califórnia em Berkeley, nos Estados Unidos, descobriram que elas são bem mais comuns do que se acreditava, e podem estar dando “choques” dentro de você agora mesmo. Elas estão no seu intestino, embora a missão delas nem sempre seja benéfica.

A primeira encontrada produzindo eletricidade foi a Listeria monocytogenes, uma bactéria comum que causa desde diarreia até aborto espontâneo. Descobriu-se que outras, como as causadoras de gang…

Fóssil revela que humanos já habitavam Madagascar há mais de 10 mil anos

MARCAS DE CORTES NO FÓSSIL DA AVE-ELEFANTE DE MADAGASCAR (FOTO: ZOOLOGICAL SOCIETY OF LONDON)

Nova pesquisa derruba antiga teoria de quando a ilha começou a ser abrigo de antigas populações

A análise de ossos de uma ave-elefante, que já foi a maior ave do mundo, revelou que os humanos chegaram à ilha de Madagascar seis mil anos antes do que se pensava, conforme estudo publicado na revista Science Advances.

Cientistas da Sociedade Zoológica de Londres (SZL), organização internacional de conservação, descobriram que fósseis das extintas aves-elefante (Aepyornis Mullerornis) mostram marcas de corte e fraturas que são resultados de caça e abates.

Pesquisas anteriores apontavam que a habitação em Madagascar começou entre 2,4 e 4 mil anos atrás. Contudo, usando técnicas de datação por radiocarbono, a análise do fóssil determinou que já havia humanos em na ilha há 10,5 mil anos. Com isso, as ossadas se tornam as primeiras evidências conhecidas de pessoas no local.

"Já sabemos que a me…

Museu Nacional: O mistério da múmia que 'provocava transe' nos anos 60 e foi consumida pelo fogo

Kherima tinha os membros enfaixados separadamente, um estilo diferente do que era comum na época em que fora embalsamada

Luis Barrucho
Da BBC News Brasil em Londres

Entre os 20 milhões de itens que compunham o acervo do Museu Nacional e que foram consumidos pelo fogo no incêndio, um em particular despertava grande curiosidade entre os visitantes - e não apenas por sua raridade.

A múmia egípcia Kherima, com cerca de 2 mil anos, foi trazida ao Brasil em um caixote de madeira em 1824 pelo comerciante Nicolau Fiengo. Dois anos depois, foi oferecida em leilão e arrematada por Dom Pedro 1º, que a doou ao então Museu Real, fundado em 1818 e instalado à época no Campo de Santana, na região central da cidade do Rio de Janeiro.

Kherima destacava-se por apresentar membros enfaixados individualmente e decorados sobre linho, o que lhe dava aparência similar à de uma boneca - um estilo de mumificação diferente do da época, menos detalhista, em que os corpos eram "empacotados". Além dela,…

Creme para olhos de 2,2 mil anos é encontrado na Turquia

RECIPIENTES ENTERRADOS EM CEMITÉRIO ANTIGO DA TURQUIA (FOTO: DAILY SABAH)

Pesquisadores acreditam que o produto era usado para tratar secura ocular ou condição parecida com conjuntivite

O esqueleto de um soldado de aproximadamente 2,2 mil anos foi enterrado com os que os arqueólogos acreditam ser um antigo frasco de “creme para os olhos”. A descoberta aconteceu durante a escavação de um cemitério da antiga cidade de Ezani, onde hoje fica perto deKutahya, na Turquia.

Elif Özer de Pamukkale, chefe da pesquisa, e sua equipe apontaram que os restos humanos das sepulturas foram cremados antes do ritual de enterro, durante o qual os túmulos foram carregados com mercadorias para uma possível "vida após a morte". Aparentemente, o soldado (ou seus parentes vivos) priorizava a saúde de seus olhos. Isso porque entre os vários objetos dentro de sua tumba, foi identificado um recipiente usado para esse tipo de produto.

Segundo os especialistas, a substância deve ter sido usada para tra…

A planta que 'sangra' metal e pode ajudar a limpar solos contaminados

Pesquisadores descobriram que árvore do Pacífico Sul tem 25% de níquel em sua composição (ANTONY VAN DER ENT)

Metais pesados ​​como o níquel e o zinco são geralmente a última coisa que as plantas querem encontrar, especialmente em altas concentrações, no local em que crescem.

O grupo das "hiperacumuladoras", contudo, conseguiu, através da evolução, passar a absorver elementos normalmente tóxicos em seus caules, folhas e até sementes.

Pesquisadores vêm estudando uma em particular, a Pycnandra acuminata - que cresce na ilha de Nova Caledônia, no sul do Pacífico -, para entender como ela funciona e possivelmente usá-la para limpar solos contaminados ou permitir que terras pobres em nutrientes voltem a ser férteis.

Seu látex tem uma cor azul-esverdeada exótica e uma concentração de até 25% de níquel. Os cientistas acreditam que o metal pode ser útil para a planta, que o usaria para se defender de insetos.


De acordo com pesquisadores, a árvore, que pode chegar a 20 metros de alt…

Observatório perto de Roswell é evacuado pelo FBI às pressas

TELESCÓPIO SOLAR DUNN SOLAR É UM DOS INSTALADOS EM SUNSPOT. (FOTO: CREATIVE COMMONS/ FREDLYFISH4)

Localizado no Novo México, observatório Sunspot acompanha movimentos do Sol desde 1958. Ainda não se sabe motivo da evacuação

O Observatório Sunspot, a 30 km da cidade de Cloudcroft, no Novo México, desde 1958 mira seus telescópios para acompanhar o que se passa com o Sol. Isso pelo menos até semana passada, quando um helicópteros Blackhawk chegou à instalação ocupado com o que acreditam ser agentes do FBI.

Desde então o observatório, geralmente aberto para a visitação pública, foi evacuado. Funcionários também receberam a recomendação de ficar em casa. "Havia um helicóptero Blackhawk, um monte de gente em volta de antenas e equipes de trabalho em torres, mas ninguém nos dizia nada", afirmou o xerife do condado de Otero, Benny House.


Sikorsky UH-60A Blackhawk semelhante ao citado (Foto/JetPhotos)

"O FBI está se recusando a nos dizer o que está acontecendo", disse Hous…

Hubble começa missão para entender as galáxias mais antigas do universo

TELESCÓPIO ESPACIAL HUBBLE DA NASA (FOTO: RUFFNAX (CREW OF STS-125)/CREATIVE COMMONS)

Novo projeto pretende investigar como e quando as galáxias mais massivas e luminosas do espaço se formaram

O Telescópio Espacial Hubble da NASA começou uma nova missão para esclarecer a evolução das primeiras galáxias do universo. Nomeado de BUFFALO (Beyond Ultra-deep Frontier Fields And Legacy Observations, em inglês), o projeto vai analisar seis aglomerados de galáxias e seus arredores.

As primeiras observações de Hubble já mostram Abell 370 – um aglomerado localizado a aproximadamente quatro bilhões de anos-luz da Terra, na constelação de Cetus –, e uma série de galáxias em torno dele.

Segundo pesquisadores, aglomerados como o Abell 370 podem ajudá-los a encontrar objetos muito distantes no espaço. Isso porque as imensas massas dos aglomerados se inclinam e ampliam a luz de objetos mais distantes atrás dele, os tornando lentes de aumento cósmicas. Usando este método, o Hubble é capaz de explorar …

Arqueólogos encontram o desenho mais antigo do mundo em caverna africana

LINHAS CRUZADAS SÃO VISTAS EM ILUSTRAÇÃO MAIS ANTIGA DO MUNDO (FOTO: REPRODUÇÃO/CRAIG FOSTER)

Há mais de 70 mil anos, humanos caçadores-coletores desenhavam várias linhas cruzadas em pedra

Um grupo de arqueólogos encontrou o desenho mais antigo de que se tem notícia: trata-se de uma figura feita há mais de 70 mil anos em uma caverna na África do Sul.A expedição foi liderada pelo professor Christopher Henshilwood, da Universidade de Bergen, na Noruega, e resultou em um estudo publicado no periódico Nature.

Na pesquisa, o arqueólogo e sua equipe explicam que a descoberta ocorreu na caverna Blombos, onde acredita-se que um grupo de humanos caçadores-coletores tenha vivido por algumas semanas no passado. Em 2011, os pesquisadores estavam escavando outros artefatos da caverna quando, sem querer, encontraram a figura.

O "desenho" consiste em várias linhas vermelhas cruzadas em um silcrete, tipo de solo duro formado a partir de areia, cascalho e sílica e, segundo o estudo, provave…

Drones e produções 3D captam o presente e recriam o passado de Pompeia

RUÍNAS DE POMPEIA COM O VULCÃO VESÚVIO AO FUNDO (FOTO: WIKIMEDIA/ELFQRIN)

A fim de preservar a memória da cidade petrificada, tecnologia é utilizada para relembrar essência do patrimônio cultural

As ruínas de Pompeia estão entre os principais destinos turísticos da Itália. Em 2015, cerca de 35 mil pessoas passaram diariamente no local. Nos últimos 50 anos, no entanto, o sítio arqueológico reduziu seu espaço aberto ao público a um terço da área original como forma de preservar o seu legado do “fluxo insustentável” do turismo.

Para driblar essas barreiras e mostrar a beleza e a história do restante do lugar, drones estão sendo usados para sobrevoar e gravar imagens aéreas impressionantes da cidade petrificada.

No vídeo abaixo, a partir da visão comum que um turista teria, o drone sobrevoa a área do sítio arqueológico e dá uma nova dimensão da grandeza do local, revelando uma imensidão de antigas ruínas de moradias e negócios sem cobertura.



Acompanhando a corrida de um cachorro pelas ru…

Startup japonesa planeja levar turistas ao espaço até 2023

A PD Aerospace está bastante determinada a alcançar seus objetivos (Crédito: PD AeroSpace)

A PD AeroSpace está desenvolvendo uma espaçonave reutilizável, em forma de avião, para levar turistas ao espaço até 2023. A startup japonesa planeja oferecer voos espaciais até 110 km de altitude. Em resumo, a aeronave terá capacidade para transportar seis passageiros a um preço de US$ 153.000 por pessoa.

Turistas no espaço

A startup está trabalhando em uma fábrica na cidade de Hekinan, na província de Aichi. Em primeiro lugar, o objetivo é criar uma versão reduzida e não tripulada do avião. Assim que o trabalho estiver concluído, será conduzido um voo de teste que levará a aeronave a uma altitude de 100 km (Linha de Kármán).


Shuji Ogawa, presidente da startup, ao lado do modelo de teste (Crédito: The Japan Times)

Em segundo lugar, a PD AeroSpace planeja conduzir voos espaciais usando uma versão em grande escala dessa embarcação. Em resumo, o novo modelo será conduzido por dois pilotos e terá c…

Sondas espaciais detectam transferência de energia via plasma

O voo em formação das quatro sondas iguais permite que os instrumentos captem fenômenos dinâmicos. [Imagem: Universidade de Tóquio]

Interação onda-partícula

Um conjunto de quatro sondas espaciais voando em formação em órbita da Terra obteve medições diretas da magnetosfera terrestre que documentam um fenômeno que há muito tempo se acreditava existir, mas que nunca havia sido detectado diretamente: a transferência de energia via plasma.

A energia é transferida de íons de hidrogênio para as ondas de plasma, e então das ondas de plasma para íons de hélio, acelerando-os até altas energias, numa espécie de acelerador natural de partículas.

Estes dados fornecem informações importantes sobre as interações onda-partícula.

Plasmas são gases ionizados contendo elétrons (negativos), íons (positivos) e campos eletromagnéticos. Esses campos podem oscilar com o tempo, carregando a energia na forma de ondas.

Essas ondas podem atuar como intermediários que transferem energia entre dois tipos diferen…

Exoplaneta mais próximo da Terra pode ser "altamente habitável"

REPRESENTAÇÃO ARTÍSTICA DE PROXIMA CENTAURI B (FOTO: ESO/M. KORNMESSER/WIKIMEDIA COMMONS)

Cientistas afirmam que planeta teria condições de preservar água líquida em algumas áreas de sua superfície

Pesquisadores descobriram que o exoplaneta Proxima Centauri b pode sustentar enormes áreas de água líquida em sua superfície, aumentando as perspectivas de abrigar organismos vivos. Ele está localizado a cerca de 4,2 anos-luz de distância da Terra, na constelação de Centaurus e é chamado de exoplaneta por estar fora do Sistema Solar.

O resultado é de uma pesquisa que aplicou modelos usados para estudar as mudanças climáticas no planeta terrestre. "A principal mensagem das nossas simulações é que há uma boa chance de que o planeta seja habitável", disse Anthony Del Genio, cientista do Instituto Goddard de Estudos Espaciais da NASA, nos Estados Unidos.

Segundo o relatório da análise, publicado na revista Astrobiology, a massa de Proxima Centauri b é 1,3 vezes maior que a da Terra e…

Observatório capta imagem de galáxia a 65 milhões de anos-luz

OS BRAÇOS ESPIRAIS DA NGC 3981 CAPTADO PELO ESO. (FOTO: ESO)

O Observatório Europeu do Sul (ESO) é um dos mais produtivos do mundo. Pesquisadores de suas 15 nações-membro— time que o Brasil integrava até há pouco tempo — tem que se revezar para utilizar seus concorridos telescópios. Mas tem dias que não adianta nem tentar. Seja por nebulosidade ou pela luz da lua, em algumas circunstâncias os telescópios não conseguem coletar dados suficientemente confiáveis. Para essas horas, foi criado o projeto Joias Cósmicas.

Quando está em seu funcionamento normal, os dados coletados pelo ESO tem foco puramente científico. Esses dados, no entanto, não são muito bons para formar imagens coloridas do universo. Com o projeto, as horas que ficariam vagas são utilizadas para produzir imagens de objetos celestiais que, se não tem grande utilidade científica, são suficiente para encantar os apaixonados pela astronomia.

Uma dessas oportunidades apareceram em maio deste ano sobre o Very Large Telescope, …

Arqueólogos encontram cemitério de mais de 4 mil anos no Egito

ARQUEÓLOGOS TRABALHAM NO CEMITÉRIO LOCALIZADO NA VILA DE LISHT (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Necrópole abriga mais de 800 tumbas, que foram desenterradas pelos pesquisadores

Coberto pela areia do deserto durante os últimos séculos, um antigo cemitério do Antigo Egito foi estudado por arqueológos na vila de Lisht, que fica ao sul da capital Cairo. O local, com idade estimada de mais de 4 mil anos, abriga centenas de tumbas depositadas em escavações feitas nas rochas. De acordo com os pesquisadores da universidade norte-americana de Alabama-Birmingham e do Ministério de Antiguidades do Egito, 802 túmulos foram desenterrados da necrópole pelos especialistas.

A região do cemitério está situada próxima à pirâmide de Sesóstris I, que governou o Egito de 1971 a.C a 1926 a.C. De acordo com os arqueólogos, os túmulos encontrados foram esculpidos na rocha e estavam situados em um corredor decorado com diferentes hieróglifos e inscrições. Há ainda uma parte da necrópole localizada em um pátio aberto que p…

Astrônomos detectam novos sinais de rádio misteriosos vindos do espaço

RAJADAS RÁPIDAS DE RÁDIO SÃO UM DOS FENÔMENOS MAIS MISTERIOSOS DA ASTRONOMIA (FOTO: U HARVARD/WIKIMEDIA COMMONS)

Rajadas foram descobertas com o auxílio de inteligência artificial

Pesquisadores utilizaram o aprendizado de máquina noBreakthrough Listen, programa que procura comunicações extraterrestres inteligentes no universo, para encontrar 72 novas rajadas rápidas de rádio (FRBs, na sigla em inglês) vindas do FRB 121102, evento de rádio identificado em 2012.

As FRBs são um dos fenômenos mais misteriosos da astronomia. São extremamente poderosas e curtas, durando apenas milissegundos. A maioria só ocorre uma vez, sem aviso prévio. Por isso, astrônomos não conseguem planejar observações e identificam as rajadas em momentos posteriores.

A exceção é o FRB 121102, fonte repetidora de sinais, que pode ajudar especialistas na detecção de rajadas no exato momento em que acontecem. Segundo o portal Science Alert, isso foi o que os cientistas do Breakthrough Listen fizeram no ano passado, a…

Professora da PUC-Rio ganha prêmio científico da Royal Society

AGNIESZKA LATAWIEC, GANHADORA DO PRÊMIO DA ROYAL SOCIETY (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Agnieszka Latawiec foi agraciada com o The Royal Society Newton Advanced Fellowship Award

A professora Agnieszka Latawiec, do Departamento de Geografia e Meio Ambiente da PUC-Rio, foi agraciada com o The Royal Society Newton Advanced Fellowship Award, prêmio científico oferecido pela Coroa Britânica.

É a primeira vez que um professor de uma instituição brasileira recebe a honra. Latawiec é bacharel em Engenharia Ambiental e Mestre em Proteção Ambiental, atua como diretora-executiva do Instituto Internacional Para Sustentabilidade (ISS) e é professora associada da Faculdade de Produção e Engenharia de Energia da Universidade de Agricultura de Cracóvia, na Polônia.

Ela foi reconhecida pelo estudo "Sustentando a terra de baixo para cima: desenvolvendo modelo conceitual de valoração dos serviços ecossistêmicos para solos tropicais", no qual analisa os dados do solo brasileiro e propõe formas de os agric…

NASA divulga novas imagens que a sonda Juno captou de Júpiter

DETALHES DO SUL DO PLANETA (FOTO: NASA / SWRI / MSSS)

Vasta galeria de fotos é disponibilizada pela agência espacial no site da missão

A sonda Juno continua suas aproximações de Júpiter. No começo deste mês, a nave da NASA enviou novas imagens que mostram diferentes aspectos do planeta.

As dezenas de fotos foram disponibilizadas no site da missão Juno, onde astrônomos amadores e aficionados pelo espaço podem baixá-las, processá-las e analisá-las como preferirem.


(FOTO: NASA / SWRI / MSSS)


(FOTO: NASA / SWRI / MSSS)


(FOTO: NASA / SWRI / MSSS)


(FOTO: NASA / SWRI / MSSS)

Setembro tem sido um mês animado para a missão da agência espacial norte-americana: em estudo publicado no periódico Astronomical Journal, astrônomos relataram a descoberta da presença de água e monóxido de carbono na Grande Mancha Vermelha de Júpiter.

Com a ajuda da Juno, os pesquisadores identificaram esses elementos, o que os faz acreditar que a atmosfera do planeta tenha uma camada base de água gelada e água líqui…