Pular para o conteúdo principal

Postagens

O enigma resolvido há 300 anos pelo matemático Leonard Euler e que hoje nos permite navegar na internet

O matemático e físico suiço Leonhard Euler (1707-1783) fez descobertas em geometria, trigonometria, álgebra, teoria de números, física e teoria lunar, entre outros

Marcus du Sautoy*
Da série "Breve História da Matemática", da BBC

O desafio matemático anual apresentado pela Academia de Ciências em Paris em 1727 foi este: "Qual a melhor maneira de organizar mastros num barco?"

À primeira vista, é um problema muito prático, mas o jovem matemático suíço Leonhard Euler abordou-o como um quebra-cabeças puramente matemático.

Apesar de nunca ter posto o pé num barco, ele se sentiu perfeitamente qualificado para calcular a melhor disposição dos mastros.

"Não me pareceu necessário confirmar esta teoria com experimentos práticos, porque ela deriva dos princípios mais seguros da matemática. Não há dúvida sobre sua validade e funcionamento na prática", declarou.

Leonhard Euler tinha uma fé absoluta na matemática. Ele emprestou o nome a várias fórmulas e princípios e,…
Postagens recentes

Hubble mapeia estrelas e astros de galáxias vizinhas da Via Láctea

BRAÇOS ESPIRAIS ESPACIAIS (FOTO: REPRODUÇÃO/ NASA)

Dados coletados pelo telescópio da NASA permitiram que astrônomos desenvolvessem um catálogo rico em informações sobre Universo

Graças ao telescópio espacial Hubble, da NASA, a humanidade está cada vez mais aprendendo sobre e descobrindo segredos do próprio Universo.

Dessa vez, a proeza do equipamento, que está viajando pelo espaço desde 1990, foi a de coletar dados sobre estrelas e aglomerados celestes de 50 galáxias “vizinhas” da Via Láctea – as quais estão localizadas a um raio de distância de 60 milhões de anos-luz da Terra.

Somados os dados coletados nessas 50 galáxias, o Hubble conseguiu mapear cerca de oito mil aglomerados e aproximadamente 39 milhões de estrelas gigante azul, astros pesados que possuem uma massa 18 vezes maior do que a do Sol. Essas estrelas são pesadas, quentes e toda a energia que possuem é emitida através de radiação ultravioleta – uma luz invisível aos nossos olhos.


GALÁXIA UGCA 281 (FOTO: DIVULGAÇÃO/ NAS…

Uma formiga espacial dispara os seus lasers

A Nebulosa da Formiga, fotografada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, assemelha-se à cabeça e corpo de uma formiga. Na realidade, é o resultado da morte de uma estrela parecida com o Sol e de complexas interações de material no seu coração.
Crédito: NASA, ESA e Equipe de Arquivo do Hubble (STScI/AURA)

Um fenômeno raro, relacionado com a morte de uma estrela, foi descoberto em observações feitas pelo observatório espacial Herschel da ESA: uma emissão de laser incomum da espetacular Nebulosa da Formiga, que sugere a presença de um sistema duplo de estrelas escondido no seu coração.

Quando as estrelas de baixo a médio peso, como o nosso Sol, se aproximam do fim das suas vidas, tornam-se, eventualmente, estrelas anãs brancas e densas. No processo, expelem as suas camadas externas de gás e poeira para o espaço, criando um caleidoscópio de padrões intricados, conhecidos como uma nebulosa planetária.

As observações do Herschel, no infravermelho, mostraram que a morte dramática da …

Robôs cultivam sozinhos miniórgãos a partir de células-tronco humanas

Vista de cima de uma placa de micropoços contendo organóides renais, gerados por robôs de manuseio de líquidos a partir de células-tronco humanas. A região da caixa amarela é mostrada com maior ampliação. As cores vermelha, verde e amarela marcam segmentos distintos do rim. Freedman Lab/UW Medicine

Máquinas fazem em 20 minutos procedimento que para cientistas humanos demora um dia

Um sistema automatizado que usa robôs foi projetado para produzir rapidamente miniorgãos humanos derivados de células-tronco. Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Washington, em Seattle, desenvolveram o novo sistema.

A novidade promete expandir enormemente o uso de miniorgãos na pesquisa básica e na descoberta de medicamentos, de acordo com Benjamin Freedman, professor assistente de medicina da Divisão de Nefrologia da Escola de Medicina da Universidade de Wyoming (UW), que liderou a pesquisa.

"É uma `arma secreta` em nossa luta contra as doenças", disse Freedman, cientista do In…

Empresas vão lançar serviço de realidade virtual por satélite

(Spacetime Enterprises/Divulgação)

Elas pretendem capturar vídeo da órbita terrestre - e transmiti-lo ao vivo para capacetes de RV; veja como poderá funcionar

Por Ingrid Luisa

Se você já colocou algum óculos ou capacete de realidade virtual, deve ter percebido quão imersiva essa tecnologia pode ser – e dar a sensação de estar em lugares distantes, até mesmo outros planetas. Mas, convenhamos, a maioria das simulações não é tão real assim, principalmente com imagens de fora da Terra. E algumas empresas querem corrigir isso. Elas estão mandando satélites ao espaço para poder fornecer uma experiência única: transformar você em um astronauta de verdade sem precisar sair do sofá da sua casa.

O estúdio de realidade virtual Rewind e a empresa americana In-Space Missions fundaram a empresa SpaceTime Enterprises para se dedicar a esse objetivo. Ela lançará, até 2019, satélites que filmarão a Terra e transmitirão o vídeo em tempo real, e em formato imersivo, para capacetes de realidade virtual.…

Novo registro no melhor estilo "Pálido Ponto Azul" é feito pela NASA

A releitura de "Pálido Ponto Azul", com explicações em inglês (Foto: NASA)

Em 1990, a sonda Voyager 1, quando estava a seis bilhões de quilômetros da Terra, teve suas câmeras programadas a pedido de Carl Sagan para fazer um retrato longínquo da Terra. Essa foto histórica ficou conhecida como "Pálido Ponto Azul" (ou "Pale Blue Dot", no original em inglês), mostrando nosso planeta com um tamanho menor do que um pixel azulado em meio à escuridão. Agora, uma nova versão dessa imagem icônica acaba de ser registrada e divulgada pela NASA.

No início de maio, a agência espacial dos EUA lançou a missão InSight com destino a Marte. A sonda, que estudará os "terremotos" marcianos, foi acompanhada por dois satélites CubeSats com a função de auxiliar a comunicação do aparelho principal com os cientistas terráqueos. E um deles, o Mars Cube One (que foi carinhosamente apelidado de Wall-E), tirou a nova foto distante da Terra a mais de 800 mil quilômetros de n…

Nasa divulga 1ª imagem capturada por seu novo 'caçador de planetas'

Fotografia publicada nesta sexta-feira pela agência espacial mostra 200 mil estrelas concentradas na direção da constelação do Centauro

A Nasa divulgou nesta sexta-feira (18) a primeira imagem captada pelo seu novo observatório espacial, batizado de Tess (sigla em inglês para “satélite de levantamento de exoplanetas em trânsito”). As informações são do jornal O Globo.

Na foto captada por uma das câmeras do complexo, há mais de 200 mil estrelas agrupadas na direção da constelação do Centauro, próxima ao plano central da Via Láctea. O "caçador de planetas" obteve a imagem com uma exposição de dois segundos, durante um sobrevoo da Lua nesta quinta-feira (17).



O Tess dará continuidade ao projeto do observatório espacial Kepler, cuja missão está próxima de acabar já que o equipamento sem combustível. O novo telescópio espacial da Nasa vai explorar planetas em torno de algumas das estrelas mais brilhantes e próximas de nosso Sistema Solar.

On a mission to find thousands of new pla…