Pular para o conteúdo principal

Postagens

Será mesmo possível construir uma civilização sustentável?

Da Ilha de Páscoa para o Universo: modelos encaram possibilidade de vida sustentável no cosmos. [Imagem: Michael Osadciw/University of Rochester]

Perspectiva astrobiológica

Diante das mudanças climáticas, do desmatamento e da perda da biodiversidade, criar uma versão sustentável da nossa civilização é uma das tarefas mais urgentes da humanidade.

Mas, quando decidimos encarar esse desafio imenso, raramente nos fazemos aquela que pode ser a questão mais crucial de todas: Como saber se a sustentabilidade é mesmo possível?

Os astrônomos já fizeram um inventário considerável de planetas fora do Sistema Solar e tem havido muita discussão em torno dos exoplanetas habitáveis e das possíveis civilizações extraterrestres.

A pergunta a seguir é: Existem planetas com civilizações sustentáveis? Ou todas as civilizações que surgiram no cosmos duraram apenas alguns poucos milênios antes de sucumbir nas próprias mudanças climáticas que desencadearam?

Estas foram as perguntas levantadas por uma equip…
Postagens recentes

O misterioso caso do 'fantasma de Enfield', o fenômeno paranormal mais bem documentado do Reino Unido

Até hoje, muitos acreditam que o fenômeno ocorrido com a família Hodgson se tratava realmente de um fantasma, ou poltergeist

O endereço 284 Green Street, em Enfield, no norte de Londres se tornou conhecido por uma razão macabra: é o local de atividade do poltergeist melhor documentado do Reino Unido.

A palavra poltergeist - utilizada em inglês e conhecida em todo o mundo por causa do filme de terror Poltergeist - O Fenômeno, de 1982 - vem do alemão. Poltern é um verbo que significa fazer barulho e Geist, um substantivo que significa fantasma.

Durante 18 meses, começando no verão de 1977, Peggy Hodgson, seus quatro filhos e mais de 30 testemunhas presenciais (incluindo vizinhos, detetives de fenômenos paranormais e jornalistas) viram e ouviram, dentro da casa da família, incidentes em que havia móveis em movimento e objetos voando sem razão aparente, ruídos inexplicáveis e até levitação.

A história atraiu o casal americano Ed e Lorraine Warren, investigadores de fenômenos paranormais …

Conheça a cidade que foi o Vale do Silício do século 15

Introdução da imprensa na Europa contribuiu para revolução que marcaria o fim da era medieval (LEBRECHT MUSIC AND ARTS PHOTO LIBRARY/ALAMY)

Madhvi Ramani
BBC Travel

A cidade alemã de Mainz fica às margens do rio Reno. É conhecida por sua catedral, pelos vinhos e por ser a terra natal de Johannes Gutenberg, pioneiro da imprensa na Europa.

Embora as três informações pareçam a princípio desconectadas, aqui elas se sobrepõem, se misturando e influenciando umas às outras.

Elas convergem principalmente nos dias de feira, quando produtores locais e vinicultores vendem suas mercadorias na praça principal em torno da Catedral de São Martin. Na diagonal oposta, fica o Museu Gutenberg, uma homenagem ao mais ilustre cidadão, que nasceu na cidade por volta de 1399 e morreu em 1468 - há 550 anos.

Foi Gutenberg quem inventou a primeira máquina de impressão com tipos móveis da Europa, dando início à revolução que marcaria a transição da Idade Média para a História Moderna no mundo ocidental.

Os chin…

A Blue Origin diz que vai começar a vender passagens para voos espaciais em 2019

Por: George Dvorsky

A empresa espacial privada Blue Origin anunciou que planeja vender passagens de voos espaciais suborbitais para aspirantes a turistas espaciais a partir do próximo ano. Nenhum preço foi revelado, mas a companhia disse que espera conduzir os primeiros testes com passageiros do sistema de lançamento New Shepard “em breve”.

Como informa Jeff Foust no SpaceNews, o vice-presidente sênior da Blue Origin, Rob Meyerson, fez o anúncio durante sua apresentação na Amazon Web Services Public Sector Summit, realizada no início desta semana em Washington, D.C.

“Planejamos começar a voar com nossos primeiros passageiros de teste em breve”, ele contou à plateia, acrescentando: “Esperamos começar a vender ingressos em 2019”. Não foram revelados preços para um passeio a bordo do sistema de lançamento reutilizável New Shepard, mas provavelmente não será barato. As estimativas vão de US$ 50 mil a US$ 250 mil por passageiro.

Aqueles que puderem bancar têm algo bem legal os esperando. …

Missão britânica finalmente começa a testar sistema com rede e arpão para coleta de lixo espacial

Por: Guilherme Tagiaroli

Há uns dois anos, falamos de um plano britânico maluco para tentar amenizar o lixo espacial: consistia em usar arpões e redes para tentar trazer parte desses materiais para a Terra e, então, destruí-los. Segundo pesquisadores do Centro Espacial de Surrey, no Reino Unido, os testes da missão RemoveDEBRIS vão finalmente começar.

A RemoveDEBRIS consiste em algumas técnicas para recolher dejetos espaciais. Entre elas estão atirar uma rede, usar um arpão e uma vela de arrasto. A ideia é que esses itens sejam anexados ao lixo espacial, diminuindo sua velocidade para forçar que eles voltem para a atmosfera e sejam desintegrados durante a volta à Terra. Abaixo, vão alguns gifs pra entender:

O arpão:



A rede:



E a vela de arrasto:



O grande problema é que, para esse processo acontecer naturalmente, pode levar décadas, e existem mais de 6.800 toneladas de lixo espacial ao redor da Terra na órbita baixa. A grande questão desses detritos é o risco de colisão.

Só a Estação E…

Céu da Semana - 18/06 a 24/06/2018

A Constelação de Sagitário abriga quatro Aglomerados estelares do tipo aberto, presentes no Catálogo de Messier. Neste programa, vamos contar algumas curiosidades sobre eles.



FONTE: UNIVESP TV

XMM-Newton encontra material intergaláctico em falta

Impressão de artista do meio intergaláctico morno-quente, uma mistura de gás com temperaturas que variam entre centenas e milhares de graus (morno) a milhões de graus (quente) que permeia o Universo numa teia cósmica filamentar.
Após duas décadas de observações, astrónomos usando o observatório espacial XMM-Newton da ESA (ilustrado no canto inferior direito) detetaram o componente quente deste material intergaláctico, diminuindo a lacuna no orçamento geral da matéria "normal" no cosmos.
A descoberta foi feita usando observações de um quasar distante - uma galáxia massiva com um buraco negro supermassivo no seu centro que está a devorar ativamente matéria e a brilhar intensamente em raios-X e no rádio. Observaram este quasar, cuja luz leva mais de quatro mil milhões de anos até chegar até nós, durante um total de 18 dias, divididos entre 2015 e 2017, na mais longa observação de raios-X já realizada para uma fonte deste tipo.
Depois de estudarem os dados, encontraram a assina…