Pular para o conteúdo principal

Postagens

3 maneiras de impulsionar uma espaçonave interestelar

O canal científico do Youtube, Integrando Conhecimento, expôs três maneiras de se criar um sistema de propulsão para naves espaciais, que tivessem a capacidade de nos impulsionar além dos limites do sistema solar.



FONTE: Integrando Conhecimento
Postagens recentes

Matéria de Capa | Verão total | 15/07/2018

Nesta edição, falaremos da onda de calor que se espalha pelo hemisfério Norte, dos Estados Unidos à Europa e à Ásia. O início do século 21 já registra os maiores recordes de calor dos últimos 150 anos e, diante da escassez de água em todo o mundo, cientistas estão perto de divulgar a fórmula mais barata para dessalinizar a água do mar. Além disso, Ong anuncia o maior projeto de mapeamento dos recifes de corais no planeta e é descoberta área ainda intocada de corais no litoral norte da Sicília, na Itália.



FONTE: Matéria de Capa

Céu da Semana - 10/07 a 22/07/2018

Seguimos falando sobre os objetos do famoso Catálogo de Messier, e desta vez o destaque é M47, um aglomerado razoavelmente jovem encontrado na Constelação da Popa.



FONTE: UNIVESP TV

Confira a programação gratuita de férias do observatório da USP

ASTRONOMIA (FOTO: FLICKR/JEAN-PIERRE BOVIN)

O Observatório Abrahão de Moraes oferecerá oficinas, palestras, visitas guiadas e observações noturnas entre os dias 18 e 22 de julho

Se você está cansado da rotina ou de ficar em casa durante as férias, o Observatório Abrahão de Moraes pode ter uma solução para o seu tédio. Entre os dias 18 e 22 de julho, o observatório do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP estará de portas abertas com a programação gratuita do “Férias com Mais Estrelas”.

O evento é aberto para todos os públicos e conta com observações noturnas, visitas e palestras sobre sistema solar, elementos químicos, os telescópios Obelix (uma parceria entre pesquisadores brasileiros e chineses) e Argus (que pode ser usado em sala de aula). Entre outras atividades, também está programado um minicurso sobre astrofotografia, a arte de capturar imagens de belos eventos astronômicos.

Para o público infantil, são oferecidas oficinas sobre como construir seu p…

Do espaço, China estudará ondas gravitacionais a partir de 2020

ILUSTRAÇÃO DOS SATÉLITES DA GECAM, QUE SERÃO LANÇADOS EM 2020 (FOTO: INSTITUTE OF HIGH ENERGY PHYSICS, CAS)

A Academia Chinesa de Ciências anunciou quatro projetos para observar fenômenos diversos, como a colisão de buracos negros e as erupções solares

Depois de lançar uma série de missões bem-sucedidas, a Academia Chinesa de Ciências anunciou na última semana que, a partir de 2020, enviará para o espaço mais quatro satélites. Os lançamentos representarão o início de uma segunda fase de pesquisas sobre física solar e de caça aos sinais eletromagnéticos associados a ondas gravitacionais.

Uma das novidades chinesas é a missão GECAM (sigla para Gravitational Wave High-energy Electromagnetic Counterpart All-sky Monitor). Ela foi proposta pela primeira vez logo após o observatório LIGO, nos Estados Unidos, anunciar a detecção das primeiras ondas gravitacionais em fevereiro de 2016. Desde então, os cientistas se deslumbraram com a chance de desenvolver pesquisa científica em uma área compl…

Arqueólogos encontram 'oficina' que embalsamava múmias no Antigo Egito

NECRÓPOLE DE SACCARA, LOCAL ONDE A OFICINA DE MUMIFICAÇÃO FOI ENCONTRADA (FOTO: WIKIMEDIA COMMONS)

Local com idade superior a 2,5 mil anos estava soterrado a quase 30 metros de profundidade: pesquisadores esperam encontrar os óleos utilizados no processo de mumificação

Uma descoberta única que pode ajudar a compreender um dos rituais mais fascinantes do Egito Antigo: arqueólogos localizaram uma espécie de oficina de mumificação onde os corpos eram embalsamados de acordo com a tradição religiosa. Soterrado a quase 30 metros de profundidade na necrópole de Saccara, sítio arqueológico localizado a 30 quilômetros da cidade de Cairo, o local contém sarcófagos adornados com pedras preciosas, máscaras mortuárias, tecidos e cinco múmias parcialmente preservadas.

Considerada uma "mina de ouro" de informações sobre o período, a oficina de mumificação também contém jarros que armazenariam os óleos e substâncias utilizadas para embalsamar os mortos. De acordo com Ramadan Badry Hussein,…

Um terremoto danificou uma pirâmide no México – e expôs um templo Asteca escondido

Por: George Dvorsky

No dia 19 de setembro de 2017, um terremoto de magnitude 7.1 na escala Richter atingiu o México, matando quase 370 pessoas. Mas algo bom surgiu desse evento trágico: o terremoto danificou uma pirâmide centenária, revelando um templo Asteca desconhecido que estava escondido sob a construção.

Ao checar danos estruturais causados pelo terremoto de 2017, arqueólogos do Instituto Nacional de Antropologia e História do México (INAH) realizaram uma descoberta incrível: um templo localizado a cerca de dois metros abaixo do topo da pirâmide Teopanzolco, uma estrutura que os astecas dedicaram a Tláloc, o deus da chuva Asteca.

Não era incomum em culturas antigas fazer construções por cima de estruturas velhas, mas neste caso, os arqueólogos não tinham ideia de que havia um templo lá dentro.

Enquanto realizaram a pesquisa, os arqueólogos do INAH perceberam que algumas das pedras do topo da pirâmide estavam frouxas. O templo escondido se revelou quando os cientistas procuram p…