Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 18, 2019

Lembram de Projeto U.F.O.?

(E-D) Caskey Swain e Edward Winter em “Projeto U.F.O.”

A série foi produzida entre 1978 e 1979, com um total de 26 episódios, capitalizando a mania de objetos voadores não identificados que existia nessa época. Tendo como referência casos reais, as histórias acompanhavam as atividades de dois militares investigando o testemunho de diferentes pessoas, que alegavam ter visto discos voadores. “Projeto U.F.O./Project U.F.O.” foi […]

Por Fernanda Furquim

A série foi produzida entre 1978 e 1979, com um total de 26 episódios, capitalizando a mania de objetos voadores não identificados que existia nessa época.

Tendo como referência casos reais, as histórias acompanhavam as atividades de dois militares investigando o testemunho de diferentes pessoas, que alegavam ter visto discos voadores.

“Projeto U.F.O./Project U.F.O.” foi criada por Harold Jack Bloom a partir de uma ideia de Jack Webb, ator e produtor que ficara famoso pelas séries “Dragnet”, “Emergência” e “Marcus Welby”.

Fascinado pelo t…

Em raro estudo, NASA não encontra atmosfera em planeta que orbita estrela anã

Ilustração de um artista que retrata o exoplaneta LHS 3844b. Imagem: NASA/JPL-Caltech/R. Hurt (IPAC)

Por Daniele Cavalcante

Em busca de uma atmosfera, astrônomos coletaram informações sobre as condições da superfície de um exoplaneta chamado LHS 3844b, que fica a 48,6 anos-luz de distância da Terra. Com a ajuda do telescópio Spitzer, da NASA, eles encontraram indícios de que o planeta se parece mais com a Lua, ou com Mercúrio. Isso porque ele possui pouca ou nenhuma atmosfera, e talvez esteja coberto pela mesma matéria vulcânica resfriada que existe na superfície lunar.

Esses resultados sustentam uma teoria sobre os planetas que orbitam estrelas com cerca de 60% menos diâmetro do que o Sol. É que, segundo essa teoria, tais planetas de fato não possuem atmosferas substanciais devido à radiação de sua estrela anã. O LHS 3844b é 1,3 vez maior que a Terra e completa sua órbita em torno de sua estrela em meras 11 horas terrestres.

Para realizar o estudo, a equipe observou a luz da superfí…

Robôs devem ter aparência humana ou não?

Cena do episódio 'Rachel, Jack and Ashley Too', da série 'Black Mirror'; representantes do setor da tecnologia se dividem sobre o quanto robôs devem se parecer conosco - DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Mary-Ann Russon
Da BBC News

Robôs com aparências e movimentos parecidos com os dos humanos são figurinha fácil na cultura popular.

Dos romances robóticos de Isaac Asimov e o Número 5 do filme O incrível robôaos Vingadores: A Era de Ultron – parece que, no nosso imaginário, robôs aparecem cada vez mais como seres sensíveis, donos de uma consciência quase humana.

Mas será que a perspectiva dos robôs se tornarem quase indistinguíveis dos humanos é mesmo desejável e realista?

Ben Goertzel, que programou a inteligência artificial de Sophia, uma robô humanoide social da empresa Hanson Robotics, de Hong Kong, acredita que robôs devem ser parecidos com humanos para ajudar a "quebrar desconfianças e reservas que as pessoas possam ter".

"Robôs humanoides existirão porque as pes…

10 palavras que significam coisas diferentes para os cientistas

Palavras comuns podem ter significados bem diferentes na física.
[Imagem: Sandbox Studio/Chicago/Corinne Mucha]

Linguagem da física

A física é um campo repleto de conceitos estranhos e termos especiais. A linguagem muitas vezes não consegue captar o que realmente está acontecendo dentro da matemática e das teorias.

E, para tornar as coisas ainda mais complicadas, a física reaproveitou várias palavras familiares - e deu-lhes novos significados.

De forma muito parecida com brasileiros em Portugal, pessoas de fora do reino da física podem se ver cercadas por um mar de palavras que soam familiares, mas que transmitem coisas completamente estranhas.

Não se preocupe! Este artigo, preparado pela equipe do Fermilab, nos EUA, está aqui para ajudar a guiá-lo nessa linguagem da física, com uma lista de palavras que adquirem um novo significado quando faladas por físicos.

Canibalismo, estrangulamento e sufocação

[Imagem: Sandbox Studio/Chicago/Corinne Mucha]

Essas palavras horríveis assumem um …

Neurônios cultivados em nanotubos abrem caminho para interfaces neurais vivas

A malha de nanotubos mostrou-se o andaime ideal para o cultivo dos neurônios e o estabelecimento de sinapses entre eles.
[Imagem: Myriam Barrejón et al. - 10.1021/acsnano.9b02429]

Neurônios em nanotubos

Tidos como um dos materiais mais promissores para a área da eletrônica, os nanotubos de carbono podem estar encontrando sua verdadeira vocação na biologia.

Tratados com uma técnica química conhecida como reticulação, ou ligação cruzada, os nanotubos se transformaram em um substrato ideal para o crescimento de neurônios, com seus braços que estendem em várias direções.

Embora crescer neurônios em laboratório seja algo trivial, isso é feito em discos de Petri, formando apenas culturas planas. Culturas celulares 3D, por sua vez, dependem de um substrato adequado, que funcione como andaime para que as células formem tecidos.

Além do desenvolvimento de miniórgãos para estudos fundamentais e testes de medicamentos, uma estrutura neuronal 3D é um passo importante para a criação de interface…

30 anos da "Noite Oficial dos OVNIs" (Participação Especial)

Participação de Edison Boaventura Júnior na reportagem do Programa Fantástico, da TV Globo, exibido no dia 22 de maio de 2016, sobre os OVNIs que sobrevoaram os céus do Brasil na noite de 19 de maio de 1986. Após 30 anos, a Aeronáutica liberou gravações inéditas de pilotos e dos controladores de voo, que foram negociados por Edison e Josef Prado junto ao Arquivo Nacional para a liberação gratuita ao público. Depoimentos inéditos!



FONTE: Enigmas e Mistérios

O desenho secreto encontrado sob uma das obras-primas de Leonardo Da Vinci

Virgem das Rochas é o nome abreviado da famosa pintura de da Vinci - NATIONAL GALLERY

Neil Smith
Repórter de entretenimento

Uma análise em uma das obras mais famosas de Leonardo da Vinci revelou detalhes de uma composição escondida sob a pintura.

Especialistas encontraram projetos iniciais para o anjo e o menino Jesus sob a superfície da pintura Virgem das Rochas.

Os desenhos são significativamente diferentes da pintura final, que fica na National Gallery, em Londres.

Os traços ocultos foram revelados usando um sistema de raio-X e imagens infravermelhas e hiperespectrais.


Virgem das Rochas com o desenho original colocado sobre a superfície - NATIONAL GALLERY


O desenho sob a Virgem das Rochas - NATIONAL GALLERY

Uma descoberta anterior, de 2005, revelou que a postura da Virgem havia sido alterada, mas havia apenas indícios das outras figuras.

De acordo com o chefe de conservação da National Gallery, Larry Keith, as descobertas "dão uma nova visão de como Da Vinci estava pensando&q…

NASA prepara fase final de missão para explorar oceano de Europa, lua gelada de Júpiter

Ilustração mostra como será a missão da Europa Clipper, que tentará determinar se a lua de Júpiter pode ter condições de abrigar vida - NASA

Paul Rincon
BBC News

Cientistas responsáveis por uma audaciosa missão ao oceano da lua Europa receberam o aval da Nasa, a agência espacial americana, para a fase final de design e construção da aeronave.

O objetivo é chegar ao gelado satélite do planeta Júpiter, considerado um ponto importante de pesquisas sobre a possibilidade de vida extraterrestre.

A missão Europa Clipper busca investigar "se ela (lua de Júpiter) tem condições adequadas para abrigar vida, aprimorando nossos conhecimentos sobre a astrobiologia", afirmou a Nasa.

Acredita-se que, sob sua camada gelada, Europa tenha um corpo d'água de 170 km de profundidade, que talvez possa conter condições adequadas para desenvolvimento biológico.

Prevista para ser lançada em 2025, a Europa Clipper agora ultrapassa o estágio chamado de Ponto-chave Decisório C, considerado crucial …

A Lua brilha mais que o Sol em raios gama

A lua em raios gama. Imagem: Colaboração NASA/DOE/Fermi LAT

Por Ryan F. Mandelbaum

A Lua é mais brilhante que o Sol, se você estiver medindo em raios gama.

A NASA publicou este interessante fato em um comunicado de imprensa na semana passada enquanto promovia a pesquisa dos físicos Mario Nicola Mazziotta e Francesco Loparco no Instituto Nacional de Física Nuclear na Itália, que fez observações usando o Telescópio Espacial de Raios Gama Fermi.

A radiação eletromagnética, o que chamamos de luz, viaja como uma onda. As ondas têm um comprimento (a distância entre os picos) e amplitude (a intensidade) característicos. A energia da luz é proporcional ao seu comprimento de onda, onde comprimentos de onda mais curtos significam energia mais alta. Nossos olhos só percebem uma pequena faixa da luz possível, o que chamamos de luz visível. Então, aos nossos olhos, a Lua parece um círculo branco, refletindo a luz visível do sol muito mais brilhante.

Mas há mais na Lua do que os olhos podem ver, l…

Esta enorme supernova era diferente de tudo que já foi visto

Conceito artístico da estrela hospedeira da SN2016iet. Ilustração: Observatório Gemini/NSF/AURA/ilustração de Joy Pollard

Por Ryan F. Mandelbaum

Os astrônomos observaram uma supernova diferente de qualquer outra já vista antes, e ela pode ser uma forte evidência de um tipo importante de morte estelar que teria moldado as primeiras galáxias.

A supernova, chamada SN2016iet, não se encaixa nos esquemas de classificação que os cientistas usam para supernovas hoje. Ela se parece com uma “supernova por instabilidade de pares” que aconteceria entre as estrelas mais pesadas. E de acordo com a equipe de pesquisa, liderada pelo estudante de pós-graduação da Universidade de Harvard, Sebastian Gomez, esta poderia ser a estrela mais massiva já observada em uma supernova.

“Encontrar algo tão distinto de tudo o que sabemos é animador”, disse Edo Berger, autor do estudo e professor de astronomia da Universidade de Harvard, ao Gizmodo.

O telescópio Gaia de mapeamento da Via Láctea avistou o flash pel…

Dinossauros e companhia: a diversidade de animais do Brasil pré-histórico

Território onde hoje está o Brasil teve papel importante no surgimento e evolução de várias espécies de animais

Evanildo da Silveira
De São Paulo para a BBC News Brasil

É uma longa história a da vida sobre a Terra. Ela começou há cerca de 3,8 bilhões de anos - 800 milhões de anos depois do surgimento do planeta - e não parou mais de se diversificar em milhões de formas, que apareceram, evoluíram, deram origens a outras espécies e desapareceram para sempre.

Estima-se que hoje existam cerca de 8,7 milhões de tipos de animais - sem contar os microorganismos -, dos quais não mais que 1 milhão foram descritos e catalogados, o que representa, calcula-se, menos de 1% de todos os que já viveram neste mundo.

O território onde hoje está o Brasil teve um papel importante no surgimento e evolução de várias espécies de animais. Foi nele que viveram os primeiros dinossauros e, por isso, provavelmente foi onde surgiu este grupo de animais icônicos, que dominaram o planeta por 160 milhões de anos e …

Pássaros que imitam flores, animais 'daninhos' e outras insólitas criaturas do futuro na Terra

Os habitantes das árvores atuais podem se adaptar ao ar no futuro distante - EMMANUEL LAFONT

Mico Tatalovic
BBC Future

No início dos anos 1980, o escritor Dougal Dixon publicou After Man: A Zoology of the Future (Depois do homem: Uma zoologia do futuro, em tradução livre), em que imaginava como os animais seriam daqui a milhões de anos.

Dixon escreveu sobre musaranhos que usam caudas como paraquedas, macacos voadores, cobras muito compridas que atacam pássaros em pleno voo, marsupiais planadores que empalam suas presas com longos espinhos no peito, pássaros com cara de flor e morcegos que enganam insetos polinizadores para pousar em suas bocas famintas.

Décadas depois, Dixon diz que seu livro não foi uma tentativa de prever o futuro, mas sim uma exploração de todas as possibilidades do mundo natural: "Livros sobre evolução parecem sugerir que a evolução é algo do passado. Mas a evolução está ocorrendo hoje e continuará a ocorrer no futuro, muito depois de termos partido."

E…

Telescópios espaciais vão usar lentes para achar vida alienígena

O projeto Nautilus prevê a construção de uma frota de 35 telescópios esféricos, todos funcionando como se fossem um só.
[Imagem: Nautilus]

Paradigma dos telescópios

Pesquisadores da Universidade do Arizona, nos EUA, projetaram um novo tipo de telescópio que eles acreditam ser uma opção mais barata, mais leve e mais poderosa do que a criação de telescópios usando espelhos cada vez maiores.

Com uma frota de telescópios espaciais menores, eles acreditam poder vasculhar a atmosfera de até 1.000 exoplanetas em busca de assinaturas químicas indicativas de vida - mesmo os projetos mais ambiciosos da NASA falam em observar algumas dezenas de exoplanetas mais próximos.

A equipe sabe do que está falando: Eles são líderes na produção dos espelhos para os maiores telescópios do mundo. Atualmente eles estão fabricando espelhos para o maior e mais avançado telescópio terrestre: o Telescópio Gigante de Magalhães.

O problema é que há várias restrições em aumentar cada vez mais o tamanho dos espelho…