Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 8, 2017

Ufologia com seriedade: Fenômeno UFO

O ufólogo Luiz Ricardo Geddo, um dos grandes estudiosos sobre a vida extraterrestre, apresenta o programa que destaca casos envolvendo a vida fora de nosso planeta e seres que não pertencem a ele. Investigue as muitas moradas, seus aspectos e nossos “próximos” mais distantes através do Programa Fenômeno Ufo.



















Assista o programa ao vivo todos os sábados ás 13 horas através dos dois modos simultaneamente:
http://radioboanova.com.br/
http://tvmundomaior.com.br/

FONTE: Programa Fenômeno Ufo

Almiro Baraúna, de fraudador á vitima de seu próprio veneno, "santo" ou "demônio"?

Especialista em fotos submarinas, foi fotógrafo das Revistas Mundo Ilustrado e Gazeta Esportiva Ilustrada. Convidado a participar da expedição do Ano Geofísico Internacional, estando a bordo do Navio Almirante Saldanha, tirou quatro fotografias de Disco Voador próximo ao Pico do Desejado, na Ilha da Trindade no Espírito Santo em 16 de janeiro de 1958. Estas fotos foram reveladas ainda à bordo na presença do capitão-de-corveta Carlos Alberto Bacellar. Trata-se sem dúvida de fotos autênticas, confirmadas pelas 48 testemunhas que estavam no barco, e afirmaram que as imagem que surgiram no negativo conferiam com o que eles tinham visto. Baraúna faleceu em 29/07/2000.


No ano de 2010 foram levantadas supostas afirmações feitas por uma amiga da família, Emília Bittencourt, ao relatar no programa Fantástico que Almiro sempre ria ao comentar sobre sua montagem, que teria sido feita com duas colheres embocadas usando um pano de fundo. Uma sobrinha de baraúna, que hoje é curadora do seu acervo,…

Observatório Europeu anunciará descoberta astronômica sem precedentes

Evento marcado para segunda-feira (16) revelará fenômeno nunca antes observado

O mundo vai conhecer uma descoberta “sem precedentes” na próxima segunda-feira (16). É isso que promete o Observatório Europeu do Sul (ESO), que realizará uma conferência em sua sede em Garching, na Alemanha, para apresentar “observações pioneiras relativas à um fenômeno astrofísico nunca antes visto”, de acordo com o comunicado à imprensa.

O Diretor Geral da organização, Xavier Barcons, fará o anúncio a partir do Observatório do Paranal, localizado no deserto do Atacama, no Chile. O evento, marcado para o meio-dia (horário de Brasília), ainda contará com uma série de palestras proferidas por representantes de grupos de investigação espacial na Europa.

A última grande descoberta anunciada pelo ESO foi em fevereiro deste ano. Na ocasião foi divulgada a descoberta de um sistema com sete planetas do tamanho da Terra a cerca de 40 anos-luz de distância, que orbitam a estrela anã superfria chamada TRAPPIST-1. Tr…

Cientistas conseguem medida mais distante já feita da Via Láctea

Por: Ryan F. Mandelbaum

Isso pode ser uma surpresa para você, mas nós não sabemos com o que nossa galáxia realmente se parece. Só conseguimos vê-la a partir de nosso ponto solitário no espaço e não podemos deixá-la para tirar uma foto de cima. Os cientistas querem mudar isso — e estão chegando perto.

Uma equipe de pesquisadores de Estados Unidos e Alemanha agora está relatando ter feito a observação mais distante de nossa Via Láctea até agora: cerca de 20,4 quiloparsecs, ou mais de 60 mil anos-luz. O centro galáctico dispersa a luz visível recebida, então os pesquisadores usaram radiotelescópios especiais para observarem sua fonte. Essa pesquisa recente é parte de um esforço maior para mapear nosso lar.

“Essa é uma conquista técnica incrível”, disse ao Gizmodo o autor do estudo, Alberto Sanna, do Instituto Max Planck de Radioastronomia. “Agora conseguimos mapear toda a extensão de nossa galáxia. Isso é o que vamos fazer nos próximos anos: responder à pergunta: ‘Com o que a Via Láctea…

Tempestades de metano esculpem a superfície da maior lua de Saturno

Por: George Dvorsky

Se você sobrevoar a superfície da maior lua de Saturno, Titã, verá montanhas, rios, lagos e mares, mas você também poderá dar de cara com uma tremenda tempestade. Clima severo não é comum em Titã, mas uma nova pesquisa sugere que, quando o tempo fecha, torrentes de metano líquido são despejados dos céus, causando enchentes e escavando a superfície de gelo da lua.

Titã é a maior das 60 luas de Saturno, cujo tamanho se iguala ao de Mercúrio. Um visitante da Terra reconheceria muitas caracteristicas, incluindo a atmosfera, vulcões, montanhas e dunas de areia. E, assim como a Terra, Titã também tem líquido de fluxo livre em sua superfície, manifestados em rios, lagos e mares. Uma nova pesquisa publicada na Nature Geoscience identifica algumas similaridades que não conhecíamos antes, como padrões climáticos regionais e temporadas de tempestades severas.


Um leque aluvial visto na China. Características similares foram descobertas em Titã, sugerindo a presença de tempest…

Discos Voadores - Imprevisíveis e Polêmicos

Fita vhs lançada em 1996 pelo Cipex - Centro de Investigação e Pesquisa Exobiológica, produzida e dirigida pelo ufólogo paranaense Carlos Alberto Machado. Essa primeira parte é dedicada ao caso Antonio Alves Ferreira, piloto James Courant e o polemico filme de Ray Santille mostrando suposta autópsia do E.T. de Roswell. Participações de Marco Antonio Petit, Claudeir Covo, Ademar Gevaerd e Stanley de Souza. (Direitos Autorais de "Fenômeno Produções"). A segunda parte é dedicada ao caso Joaçaba (SC), palco de onda ufológica de 1996, com depoimentos inéditos e filmagens de ufos realizadas pela TV Barriga Verde. Participações de Noeri Travessini, Valderino Veiger, Waldir Ferreira Jr., Alcioni Giacomitti, Rafael Curi, Cesar Antonio Alves, Lizeu Bortoli, João da Mata e Edi Sepra. (Direitos Autorais de "Fenômeno Produções"). Acervo: Nelson Pintaúde.




FONTE: Canal Youtube nelsonpinta

Série Relatos Extraterrestres: OVNI sobre Salvador

Bandeirante C-95

O documento apresentado hoje é um registro de avistamento de Objeto Voador Não Identificado ocorrido em dezembro de 1977. O objeto foi observado por pessoas em solo e pela tripulação de uma aeronave Bandeirante C-95, da Força Aérea Brasileira.

O ofício foi elaborado pela Base Aérea de Salvador e contém a transcrição do informe do piloto da aeronave. O documento foi classificado como confidencial e integra um processo que tramitou por três órgãos da Aeronáutica: Comando-Geral de Operações Aéreas – COMGAR, Comando Costeiro – COMCOS e Estado-Maior da Aeronáutica – EMAER.

Na imagem, Ofício n° 3/EC/044, da Base Aérea de Salvador, 23 de dezembro de 1977. Fundo Objeto Voador Não Identificado (OVNI). BR_DFANBSB_ARX_170, p. 4-5








Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: http://www.arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo.html

FONTE: ARQUIVO NACIONAL

Descoberta do nome de Alá em artefatos vikings intriga cientistas

Fragmentos de tecidos feitos de seda e prata foram encontrados em sítios arqueológicos suecos | Foto: Divulgação

Arqueólogos suecos anunciaram a descoberta de caracteres da escrita árabe em mantas mortuárias encontradas em cerimônias funerárias vikings.

A descoberta pode levar a novas informações sobre a influência do Islã na Escandinávia.

Curiosamente, os fragmentos estavam esquecidos em um arquivo, onde permaneceram por mais de cem anos, classificados como material genérico.

Mas uma nova análise dos tecidos, encontrados em túmulos dos séculos 9 e 10 agora revela detalhes desconhecidos sobre o contato entre os mundos viking e muçulmano.

E o exemplo mais gritante são os bordados em prata e seda que escrevem as palavras "Alá" e "Ali".

Padrões diferentes

A descoberta foi feita por Annika Larsson, da Universidade de Uppsala. A arqueóloga, especializada em tecidos, ficou intrigada ao constatar que as amostras, recuperadas em escavações ao longo dos últimos dois século…

A modelo inventora que está mudando o futuro da medicina espacial

Moss e o chefe técnico da Canaria, James Lynn, usando sua invenção | Foto: Sophia Smith Galer

Alex Sorina Moss é artista e modelo, mas esses são apenas trabalhos extras que lhe permitem ir atrás de sua maior ambição - fazer um brinco que possa transformar a viagem espacial para sempre.

A ideia de Moss já trouxe fama à sua equipe ao ganhar um prêmio da Nasa para Melhor Uso de Dispositivo em 2016. Mais do que isso, sinaliza uma nova direção para tecnologias wearables (dispositivos de tecnologias para vestir).

A Canaria é um pequeno brinco usado na parte externa da orelha (chamados brincos ear cuffs) que mede estatísticas vitais do corpo, além de outras métricas como os níveis de certos gases no ar em torno de quem o está usando - enquanto wearables biométricos mais conhecidos miram em consumidores que querem se exercitar, o aparelho está sendo desenvolvido para fins médicos.

Precisa, confortável, estilosa e potencialmente salvadora de vidas, essa nova tecnologia parece ser o primeiro p…

Cassini e os anéis de Saturno | Nerdologia

Faixas de nuvens de diferentes tonalidades realçadas na fotografia feita pela sonda Cassini.

No Nerdologia de hoje vamos nos despedir da sonda Cassini e conhecer um pouco mais de Saturno.



Livro citado na matéria Para explicar o mundo: A descoberta da ciência moderna, por Steven Weinberg:


Nesta envolvente história da ciência, o prêmio Nobel Steven Weinberg conduz o leitor através de séculos de grandes descobertas, da Grécia Antiga à Bagdá medieval, da Academia de Platão ao Museu de Alexandria e à Royal Society of London.
Os cientistas da Antiguidade e da Idade Média não apenas desconheciam o que sabemos hoje sobre o mundo - eles não sabiam o que era preciso conhecer, ou mesmo como descobri-lo.
Ao longo dos séculos, porém, na luta para resolver mistérios como o movimento dos planetas ou a alta das marés, a ciência moderna encontrou espaço para emergir. Essa é a história que figura no centro deste livro memorável.
Aristóteles, Descartes, Kepler, Copérnico, Galileu e Isaac Newton são alg…

NASA projeta robô para pousar em Plutão

A imagem mostra a linha de tempo de entrada em Plutão: (1) Aproximação em velocidade interplanetária de aproximadamente 50.000 km/h (14 km/s); (2) lançamento do desacelerador; (3) entrada e descida através da atmosfera; (4) separação, giro e pouso; e (6) saltos para exploração superficial.[Imagem: L. Calçada (ESO)/GAC]

Arrasto aerodinâmico

Contratada pela NASA, a empresa GAC (Global Aerospace Corporation) desenvolveu o conceito de uma sonda espacial para pousar em Plutão.

Se antes ir a Plutão era uma curiosidade científica - todos os planetas já haviam sido visitados -, agora essa curiosidade aumentou muito com os resultados obtidos pela sonda New Horizons, que mostrou um planeta-anão extremamente rico em formações geológicas e com estruturas que ainda estão fazendo os cientistas coçarem a cabeça em busca de hipóteses para explicá-las.

Ao contrário da New Horizons, que apenas passou chispando por Plutão, a ideia é desacelerar usando o atrito com a fina atmosfera de Plutão e então pou…

Aquele telescópio chinês incrível já fez suas primeiras descobertas

Por: Ryan F. Mandelbaum

Talvez você já tenha visto as imagens incríveis do Telescópio de Rádio Esférico de Abertura de Quinhentos Metros, ou FAST, um telescópio enorme na província de Guizhou, na China, que foi ligado no ano passado. Você talvez também tenha ouvido que, sim, muitos esperam que ele encontre sinais de vida alienígena. E ele já está começando a fazer descobertas.

A agência de notícias chinesa Xinhua relata que o telescópio de meia-cúpula do tamanho de 30 campos de futebol encontrou dezenas de candidatos a pulsares, vários dos quais foram confirmados pelo telescópio Parkes, na Austrália. Existem várias razões pelas quais os pulsares são legais: eles estão constantemente piscando como faróis distantes, o que os torna ferramentas astronômicas úteis para medir distâncias, por exemplo.

Além disso, talvez os alienígenas tenham construído megaestruturas em torno deles. Brincadeira, estou só especulando aqui.

Os pulsares são estrelas de nêutrons ou anãs brancas, cadáveres de es…

Planeta anão Haumea tem anel

Concepção artística de Haumea e seu anel, com proporções corretas para o corpo principal e o anel. O anel está localizado a uma distância de 2.287 km em relação ao centro do corpo principal elipsoidal e é mais escuro do que a superfície de Haumea.[Imagem: IAA-CSIC/UHU]

Haumea

Trabalhando em conjunto com uma equipe internacional, um grupo de astrônomos brasileiros descobriu a existência de um anel, similar aos anéis de Saturno, em um planeta anão vizinho de Plutão.

O anel circunda Haumea, um dos planetas anões próximos a Plutão. A 43,3 unidades astronômicas do Sol - mais de 43 vezes a distância da Terra ao Sol - o planeta anão está localizado no que os astrônomos chamam de Cinturão de Kuiper.

Situado após a órbita de Netuno, o cinturão é composto por objetos pequenos e frios, entre os quais se destacam quatro planetas anões: Plutão, Haumea, Makemake e Eris. Esses objetos são difíceis de estudar porque são pequenos, brilham pouco e, devido às enormes distâncias, são difíceis de visualiz…

Brasileiros encontram estruturas peculiares no interior de um meteorito marciano

POR SALVADOR NOGUEIRA

Um grupo de pesquisadores brasileiros identificou no interior de um meteorito proveniente de Marte estruturas que podem estar relacionadas com a presença de água líquida, e quem sabe vida, no passado recente do planeta vermelho. E o mais interessante: eles não precisaram estragar o meteorito para isso.

O astrobiólogo Bruno do Nascimento-Dias, do Laboratório de Instrumentação Eletrônica e Técnicas Analíticas (Lieta) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), juntamente com Marcelino dos Anjos, chefe do laboratório, e colaboradores do Laboratório de Instrumentação Nuclear da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) tiveram acesso a um fragmento de quatro milímetros do meteorito NWA 6963. Encontrado em setembro de 2011 em Marrocos, ele é uma rocha ígnea de origem basáltica que teve sua origem marciana identificada por conta de sua estrutura química e da distribuição de isótopos (variantes) do átomo oxigênio, que correspondem ao padrão do planeta verme…

Pesquisadores da USP criam equipamento para descobrir origem de raios cósmicos

Placas desenvolvidas em São Carlos serão acopladas a tanques (Foto: Reprodução/EPTV)

Sensor desenvolvido em São Carlos (SP) será instalado em um observatório na Argentina.

Pesquisadores do Instituto de Física (IFSC) da USP São Carlos desenvolveram um equipamento que vai ser instalado em um observatório na Argentina. Os cientistas tentam descobrir a origem dos raios cósmicos e encontrar um jeito de aproveitar essa fonte de energia.

Segundo o pesquisador Luiz Vitor Sousa Filho, as partículas chegam à Terra com energia mil vezes maior do que seria possível produzir em qualquer máquina humana.

“O nosso objetivo é tentar entender qual é o mecanismo físico que dá tanta energia assim para uma partícula microscópica”, explicou.


Equipamento desenvolvido pelos pesquisadores da USP (Foto: Marlon Tavoni/EPTV)

Monitoramento

Para isso, os pesquisadores desenvolveram um equipamento com placas de cobre e camada de gás. Quando o raio cósmico atinge essa placa, deixa marcas e essas informações são cap…

Na semana da criança, resgate da memória do Planetário de Brasília; conheça as histórias

Fachada do Planetário de Brasília (Foto: Marília Marques/G1)

Por Marília Marques, G1 DF

Inaugurado em 1974, local faz parte das memórias de infância de muitos brasilienses. Mais de 40 anos depois, cúpula para projeção ganhou adaptação digital; tecnologia aproxima visitantes de segredos do Universo.

Na semana em que se comemora o Dia da Criança – celebrado nesta quinta (12) –, o G1 resgatou a história de brasilienses que têm as memórias de infância associadas às visitas ao Planetário de Brasília. Devido à data, a programação do Planetário neste mês está voltada para esses adultos, que querem reviver as lembranças da época, e para as crianças curiosas em descobrir os segredos escondidos no céu.

Localizado no Eixo Monumental, entre a Torre de TV e o Centro de Convenções, o espaço que alia educação, ciência e lazer foi inaugurado em 1974. Em Brasília, o Planetário permaneceu 16 anos fechado ao público e só foi reinaugurado em 2013.

Passados 40 anos da primeira inauguração, as novidades t…

Sonda Odyssey, da NASA, tira sua primeira foto da lua marciana Fobos depois de 16 anos

Por: Ryan F. Mandelbaum

A sonda Odyssey tem pairado sobre Marte há 16 anos, fotografando sua superfície e coletando dados todo esse tempo. Existem, aparentemente, combinações infinitas de coisas a se estudar e instrumentos com os quais fazê-lo. Desta vez, tudo que a NASA teve que fazer, no entanto, foi virar a câmera.

A Odyssey tirou suas primeiras fotos da pequena lua marciana Fobos com seu “Sistema de Imagem de Emissão Térmica” (THEMIS, na sigla em inglês) em 29 de setembro. A lua tem apenas 22,5 quilômetros de diâmetro, e as imagens foram tiradas a cerca de 5.632 quilômetros, a distância entre Nova York e Londres, por exemplo.

Talvez você esteja confuso sobre como isso é notícia, já que outras naves, como o Orbitador de Reconhecimento de Marte, já tirou fotos da Fobos anteriormente. Mas essa é a primeira vez que a Odyssey especificamente deu uma olhadinha na lua, além de ser a primeira imagem infravermelha do satélite disponível.

A Odyssey normalmente usa o THEMIS para observar Ma…

Céu da Semana 09/10 a 15/10/2017

No programa desta semana, o astrofísico Gustavo Rojas fala sobre Uranometria, o primeiro grande atlas estelar produzido pelo astrônomo Johann Bayer.



FONTE: UNIVESP TV