Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 19, 2018

Livro de Joaquim Fernandes relata "fenômenos 'impossíveis'"

Um compêndio de descrições "pormenorizado" de "encontros imediatos" com objetos voadores não identificados (OVNI) em Portugal chega às livrarias, assinado pelo cofundador do Centro Transdisciplinar de Estudos da Consciência da Universidade Fernando Pessoa, Joaquim Fernandes.

No livro, intitulado 'Ficheiros Secretos à Portuguesa - Avistamentos de Ovnis, fenômenos 'impossíveis' e outros casos à espera de explicação', Joaquim Fernandes recolhe "uma série de histórias surpreendentes e casos até hoje desconhecidos, no todo ou em parte, revelados através dos seus protagonistas e de documentação oficial inédita".

"Há arquivos que não são do conhecimento público, mas que existem. Neles estão descritos ao pormenor 'encontros imediatos' no mar, no ar e em terra. Fenômenos 'impossíveis' que continuam à espera de uma explicação", lê-se numa nota de imprensa da Manuscrito, que edita a obra.

Entre os casos relatados estão "…

Mecanismo de Anticítera: a Enigmática Máquina do Universo

Encontrado por mergulhadores nas águas do Mediterrâneo em 1901, o mecanismo de Anticítera, enigmática máquina do Universo, é composta por mais de 30 engrenagens de bronze, que, movidas por uma manivela, mostram os surpreendentes acontecimentos do céu. Desde sua descoberta até os dias atuais, este dispositivo astronômico desafiou e desafia pesquisadores das mais diversas áreas do conhecimento a compreender sua estrutura, funções e finalidades.



FONTE: Instituto de Estudos Avançados da USP

"Buracos de Minhoca" explicado. Quebrando o Espaço-Tempo

Os "Buracos de Minhoca" são reais ou são apenas mágicos disfarçados de física e matemática? E se eles são reais, como eles funcionam e onde podemos encontrá-los?



Se sua conta do Google estiver aberta, siga as instruções abaixo para as legendas!



FONTE: Kurzgesagt – In a Nutshell



Hipparcos e Gaia ajudam a determinar a massa de Beta Pictoris b

O planeta Beta Pictoris b é visível em órbita da sua estrela-mãe nesta composição obtida pelo telescópio de 3,6 metros do ESO e pelo instrumento NACO acoplado ao VLT de 8,2 metros do ESO. O sistema Beta Pictoris só tem 20 milhões de anos, é aproximadamente 225 vezes mais jovem do que o Sistema Solar. A observação deste sistema dinâmico e em rápida evolução pode ajudar os astrônomos a lançar luz sobre os processos de formação planetária e sobre os estágios iniciais da sua evolução.
Crédito: ESO/A-M. Lagrange et al.

A massa de um exoplaneta muito jovem foi revelada pela primeira vez usando dados da missão Gaia da ESA e do seu satélite predecessor, o aposentado Hipparcos com um quarto de século.

Os astrônomos Ignas Snellen e Anthony Brown da Universidade de Leiden, na Holanda, deduziram a massa do planeta Beta Pictoris b a partir do movimento da sua estrela hospedeira durante um longo período de tempo, tanto com a ajuda do Gaia como com a do Hipparcos.

O planeta é um gigante gasoso pare…

Primeira ciência com as capacidades de frequências mais altas do ALMA

Ilustração que salienta as capacidades de observação nas mais altas frequências do ALMA.
Crédito: NRAO/AUI/NSF, S. Dagnello

Uma equipe de cientistas que usa as capacidades de maior frequência do ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) descobriu jatos de vapor de água quente saindo de uma estrela recém-formada. Os investigadores também detetaram as "impressões digitais" de uma surpreendente variedade de moléculas próximas desse berçário estelar.

O telescópio ALMA no Chile transformou a forma como vemos o Universo, mostrando-nos partes do cosmos que de outro seriam invisíveis. Este conjunto de antenas incrivelmente precisas estuda uma faixa de rádio comparativamente de alta frequência: ondas que variam de algumas décimas de milímetro até vários milímetros em amplitude. Recentemente, os cientistas empurraram o ALMA aos seus limites, aproveitando as capacidades de maior frequência (menor comprimento de onda), que espiam parte do espectro eletromagnético que cruza a …

Análise de DNA revelam detalhes de civilização perdida de 6,5 mil anos

ARTEFATOS ANTIGOS ENCONTRADOS NA CAVERNA PEKI'IN (FOTO: THE ISRAEL ANTIQUITIES AUTHORITY)

Restos mortais descobertos em caverna estavam bem preservados e possibilitaram o estudo por arqueólogos

Cientistas realizaram análises de DNA em esqueletos e objetos encontrados na Caverna Peki'in, em Israel, e sugerem que há cerca de 6 mil anos uma população até então desconhecida se instalou na área.

A caverna abriga mais de 600 pessoas enterradas nas paredes de estalactites. Entre os restos encontrados estão jarros, recipientes de cerâmica com ossadas dentro, e outros "presentes" destinados aos mortos para ajudá-los na transição para o "próximo mundo". De acordo com arqueólogos, alguns desses itens são típicos da região, enquanto outros são de áreas remotas, o que sugere uma troca de ideias e cultura entre diferentes povos.

Publicada na revista Nature Communications, a pesquisa examinou 22 indivíduos exumados do local, cujo DNA havia sido bem preservado nos ossos …

Cidade de 4,3 mil anos com pirâmide é descoberta na China

ESTA FIGURA MOSTRA IMAGENS DA PIRÂMIDE DE DEGRAUS. A) PARTE DOS MUROS DE PEDRA DO SEGUNDO E TERCEIRO DEGRAUS DA PIRÂMIDE; B) SÍMBOLOS DOS OLHOS QUE DECORAM A PIRÂMIDE C) UMA VISTA DOS MUROS SOB ESCAVAÇÃO; D) UMA VISÃO GERAL DA PIRÂMIDE ANTES DA ESCAVAÇÃO. (FOTO: ZHOUYONG SUN AND JING SHAO)

Arqueólogos também encontraram joias e vestígios que indicam sacrifícios humanos no local

Arqueólogos descobriram na China ruínas de uma cidade que floresceu há 4,3 mil anos. Com uma área de 400 hectares, era uma das maiores cidades do mundo na época, construída nos arredores de uma grande pirâmide, com 70 metros de altura e quase 100 mil metros quadrados na base. Com nome original desconhecido, ganhou o nome de Shimao. O achado foi publicado em agosto na revista Antiquity.

As escavações revelaram que a pirâmide era toda decorada com símbolos antropomórficos, que provavelmente tinha cunho religioso para época. Os onze degraus que a compõe são todos revestidos em pedra. O topo abrigava um grande pal…

5 dados que você talvez não saiba sobre 'The Big Bang Theory', que acabará após a 12ª temporada

É oficial: a série de televisão americana The Big Bang Theory chegará ao fim em 2019.

"Somos eternamente gratos aos nossos fãs pelo apoio a The Big Bang Theory", diz o comunicado conjunto divulgado nesta semana pela Warner Bros. Television, Chuck Lorre Productions e CBS.

"Nós, junto ao elenco, aos roteiristas e à produção, somos extremamente gratos pelo sucesso da série e queremos que a última temporada tenha um encerramento épico e criativo", acrescenta o texto.

O seriado, que gira em torno do relacionamento de um grupo de amigos nerds e uma vizinha aspirante a atriz, terminará após a 12ª temporada, prevista para ir ao ar em setembro nos Estados Unidos.

Quando terminar, terão sido rodados 279 episódios no total, o que faz de The Big Bang Theory a série de comédia no estilo sitcom mais longa da história da televisão nos Estados Unidos.

Antes de se despedir de Sheldon, Leonard, Penny e companhia, confira cinco curiosidades que talvez você não saiba sobre o seriado.

Fóssil de 230 milhões de anos revela segredos sobre a origem dos répteis

COM CERCA DE METROS DE COMPRIMENTO, OSSADA FOI IDENTIFICADA COMO UMA NOVA ESPÉCIE (FOTO: XIAO-CHUN WU)

Amostra de tartaruga pode ajudar pesquisadores a determinar como e quando os bichos desenvolveram alguns aspectos

O fóssil de uma tartaruga encontrado na China preenche uma lacuna na evolução dos répteis. A descoberta vai ajudar pesquisadores a determinar quando as tartarugas mordernas adquiriram singularidades como a casca, por exemplo, além de entender as origens do grupo animal.

Publicado na revista Nature, o estudo mostrou que a ossada tinha cerca de dois metros de comprimento. Chamada de Eorhynchochelys sinensis, a espécie viveu aproximadamente 230 milhões de anos atrás. O crânio do fóssil é semelhante ao de tartarugas modernas, enquanto o resto do corpo é mais parecido com um réptil antepassado que viveu há 10 milhões de anos.

Segundo Rainer Schoch, paleontólogo do Museu Estadual de História Natural de Stuttgart, na Alemanha, esta nova espécie se encaixa quase perfeitamente n…

Radiogaláxia mais distante da Terra é descoberta com participação de brasileiro - e dá mais pistas sobre o Big Bang

Radiogaláxias têm um grande buraco negro em seu centro (NASA/CXC/SAO)

Num trabalho conjunto, pesquisadores brasileiros e holandeses descobriram a radiogaláxia mais distante da Terra, a 12,4 bilhões de anos-luz, quando o universo tinha apenas 7% da sua idade e tamanho atuais.

Batizada de TGSS J1530+1049, ela bateu o recorde da TN J0924-2201, descoberta em 1999 a 12,2 bilhões de anos-luz. O encontro desse tipo de objeto é importante, porque ensina muito sobre a formação de galáxias e seus buracos negros logo após o Big Bang, a grande explosão que teria ocorrido entre 13,3 ou 13,9 bilhões de anos atrás e dado origem ao cosmo.

O estudo, publicado no Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, em 6 de agosto, foi feito pelos alunos de doutorado Aayush Saxena, do Observatório de Leiden, na Holanda, e Murilo Marinello, do Observatório Nacional, que fez um estágio naquele país, por meio um convênio entre os dois institutos e o projeto Jovem Cientista do Nosso Estado da Fundação Carlos…

Criados em laboratório por brasileiros, minicérebros ajudam a entender o cérebro humano

As estruturas representam um enorme avanço para o estudo do cérebro humano

Evanildo da Silveira
De São Paulo para a BBC News Brasil

Eles são bem pequenos, com tamanho médio entre três e cinco milímetros, mas representam um enorme avanço para o estudo do cérebro humano, suas doenças e reações a drogas e medicamentos.

São os minicérebros ou organoides, agregados tridimensionais de neurônios criados em laboratório a partir de células epiteliais (da pele) reprogramadas. Eles reproduzem, em parte, as estruturas, tipos celulares e respostas fisiológicas encontradas no cérebro.

Segundo Lívia Goto, pós-doutoranda do Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino (IDOR), da equipe do laboratório Stevens Rehen, pioneiro no desenvolvimento de minicérebros no Brasil, esses organoides apresentam algumas características semelhantes às observadas no cérebro humano em formação, principalmente no que diz respeito à organização das camadas primordiais e aos tipos celulares.

"Nesse sentido, são bons mode…

Físicos brasileiros começam a desvendar mistério da força da luz

Esquema do experimento inédito que está ajudando a desvendar um mistério que já dura 150 anos. [Imagem: Tomaz Pozar et al. - 10.1038/s41467-018-05706-3]

Momento e força da luz

A ideia de que a luz tem um momento, podendo exercer uma força sobre a superfície sobre a qual ela incide, foi proposta por Johannes Kepler em 1619, quando ele sugeriu que a pressão da luz solar poderia ser responsável pela cauda dos cometas sempre apontarem para longe do Sol.

Inúmeros experimentos, como os objetos rotativos mais rápidos do mundo e os raios tratores, e até aplicações espaciais, como as velas solares, têm demonstrado que de fato existe uma "pressão de radiação da luz".

Em 1873, James Clerk Maxwell previu que esta pressão de radiação devia-se ao momento que residia dentro dos campos eletromagnéticos da própria luz. É a ideia aceita até hoje, mas ainda estamos longe de uma explicação definitiva sobre o mecanismo inteiro.

"Até agora, não tínhamos determinado como esse momento é conve…

Gravado o som de um OVNI - Caso Javier Bosque

O som de um OVNI causou polêmica no ano de 1972 e, ainda continua um mistério mesmo após décadas! O episódio ocorreu em Logroño na Espanha com o seminarista Javier Bosque... Saiba os detalhes deste fato assistindo o vídeo!



FONTE: Enigmas e Mistérios

Tecidos eletrônicos: O advento do soft-hardware

As primeiras roupas eletrônicas chegarão ao mercado no próximo ano. [Imagem: Michael Rein/Yoel Fink]

Tecidos de fibra óptica

Engenheiros do MIT, nos EUA, incorporaram componentes semicondutores optoeletrônicos de alta velocidade - incluindo diodos emissores de luz (LEDs) e diodos fotodetectores - dentro de fibras ópticas, que foram então tecidas para criar tecidos laváveis e que funcionam de fato em sistemas de comunicação.

Isto representa um objetivo longamente esperado de criar "tecidos inteligentes", que incorporam componentes eletrônicos e optoeletrônicos funcionais - era a peça que faltava para chegarmos a roupas e acessórios com funcionalidades de comunicação e de processamento.

Michael Rein e Yoel Fink afirmam que já dá até para falar em uma "Lei de Moore para as fibras ópticas" - em outras palavras, uma progressão de inovações na qual as capacidades de processamento das fibras cresceriam rápida e exponencialmente ao longo do tempo, assim como as capacidade…

A mochila high-tech que pode 'coletar do ar' 40 litros de água por hora

A engenhoca seria capaz de obter até 40 litros de água limpa e potável por hora, mesmo em ambientes áridos.

Edison Veiga
De Milão para a BBC News Brasil

Em um cenário contemporâneo marcado por aquecimento global e sucessivas crises hídricas, muitos são os cientistas que buscam alternativas para a obtenção de água potável. E todos são unânimes em um ponto de vista: as soluções, neste quesito, jamais são concorrentes; elas se somam e precisam ser adotadas dentro de parâmetros de consciência ambiental e uso sustentável dos recursos do planeta.

Uma novidade neste campo é a proposta apresentada nesta terça-feira (21) pelo engenheiro mecânico Shing-Chung Josh Wong, professor da Universidade de Akron, nos Estados Unidos. Em um evento promovido pela American Chemical Society, ele demonstrou a viabilidade de uma engenhoca que promete servir para "coletar" partículas de água da atmosfera. Em forma de uma mochila, seria capaz de obter até 40 litros de água limpa e potável por hora, me…

Estas esculturas peruanas de 3.800 anos parecem emojis modernos

Por: George Dvorsky

Arqueólogos no Peru descobriram um antigo relevo de parede que data de antes da Civilização de Caral — a mais antiga civilização conhecida no Novo Mundo. Embora extravagantes na aparência, esses símbolos antigos têm um significado muito sério.

O encantador relevo foi descoberto por uma equipe da Zona Arqueológica de Caral (ZAC), no complexo arqueológico de Vichama, no Vale do Supe, a cerca de 180 km de Lima, capital do Peru, conforme noticiado pela Deutsche Welle. Remontando ao fim do Período Arcaico dos Andes Centrais, esse local já foi o lar da Civilização de Caral, também conhecida como Norte Chico, que é considerada a mais antiga civilização conhecida nas Américas. Em seu auge, estima-se que três mil pessoas viviam nesse complexo, que tinha praças, moradias e um grande templo. As escavações no Vichama começaram em 2007, e os arqueólogos têm descoberto artefatos desde então.


A parede completa. Imagem: Zona Arqueológica de Caral

A parede, feita de adobe, tem um…

Arqueólogos encontram esqueletos e objetos em sarcófago de Alexandria

UMA DAS ILUSTRAÇÕES MOSTRA UMA COBRA, QUE É VISTA POR MUITOS COMO REPRESENTAÇÃO DE RENASCIMENTO (FOTO: MINISTÉRIO DE ANTIGUIDADES DO EGITO)

Corpos pertenceram a uma mulher e dois homens e com eles haviam ilustrações feitas em folhas de ouro

A saga do sarcófago de Alexandria continua: encontrada na cidade egípcia em julho, a estrutura causou curiosidade global. Nesta semana, o Ministério de Antiguidades do Egito anunciou que, além de três esqueletos, foram descobertas ilustrações importantes dentro do sarcófago de 4,5 mil anos.

Os desenhos foram feitos em folhas de ouro e representam figuras diferentes: um retrata uma cobra, outro representa uma palmeira e o terceiro ilustra o que os arqueólogos acreditam ser um santuário dedicado ao ópio.

De acordo com o pesquisador Jack Olden, que não tem relação com o estudo conduzido no Egito, essas imagens podem ter diferentes significados na cultura da época: a cobra tende a representar o renascimento, já que troca de pele, e a palmeira pode est…

Arqueólogos encontram cemitério de sociedade igualitária de 5 mil anos

CÍRCULOS DE PEDRAS PODEM SER VISTOS NA PLATAFORMA CENTRAL DO CEMITÉRIO, NO QUÊNIA, ÁFRICA (FOTO: KATHERINE GRILLO)

Local foi construído pelos primeiros pastores que viveram em uma região do Quênia e sugere que a população antiga não era hierarquizada

Pesquisadores encontraram o maior e mais antigo cemitério monumental da África Oriental de que se tem notícia. O sítio arqueológico Lothagam Pilar do Norte foi construído há cinco mil anos pelos pastores primitivos que viviam em torno do Lago Turkana, na região do Quênia.

Acredita-se que a população da área tivesse uma sociedade igualitária, sem hierarquia social estratificada. O formato amplo do cemitério contradiz as narrativas sobre as primeiras comunidades complexas, que sugerem que uma estrutura social estratificada é necessária para permitir a construção de grandes edifícios públicos ou monumentos.

Estudiosos estimam que pelo menos 580 indivíduos foram enterrados lá. Homens, mulheres e crianças de diferentes idades – de bebês a ido…

A Ciência nossa de cada dia - Canal Nostalgia Ciência (Felipe Castanhari)

À frente do Canal Nostalgia – com mais de 10 milhões de seguidores –, Felipe Castanhari, o 7º youtuber mais influente do mundo, prepara-se para lançar seu segundo projeto fora do YouTube, tratando justamente de um dos assuntos que lhe rendeu a indicação para o Prêmio Veja-se de Educação em 2017: ciência. O quadro do Nostalgia dedicado a temas científicos chega agora no NOW, serviço de streaming da NET, em um documentário de uma hora intitulado “Onde estão todos os alienígenas?”. Em entrevista a VEJA, Castanhari falou sobre este projeto, sobre sua experiência anterior fora da plataforma – o Guia Politicamente Incorreto, série do History Channel da qual é apresentador – e os desafios para produzir conteúdo de qualidade na internet.

Você comanda um canal de sucesso. Por que decidiu investir em projetos fora do YouTube?

_Sempre me incomodou o senso de urgência que predomina no YouTube. Para manter o engajamento, eu tinha que publicar um vídeo novo praticamente toda semana. Isso comprome…