Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 30, 2018

Gaia avista estrelas voando entre galáxias

As posições e órbitas reconstruídas de 20 estrelas de hipervelocidade, representadas no topo de uma impressão de artista da nossa Galáxia, a Via Láctea. Estas estrelas foram identificadas usando dados do segundo catálogo da missão Gaia da ESA.
As sete estrelas vistas em vermelho estão a "correr" para longe da Galáxia e podem estar a viajar depressa o suficiente para eventualmente escapar à sua gravidade. Surpreendentemente, o estudo revelou também treze estrelas, vistas em laranja, que estão a deslocar-se para a Via Láctea: estas podem ser estrelas de outra galáxia, atravessando a nossa.
Crédito: ESA (impressão de artista e composição); Marchetti et al. 2018 (posições estelares e trajetórias); NASA/ESA/Hubble (galáxias de fundo)

Uma equipe de astrônomos, ao utilizar o mais recente conjunto de dados da missão Gaia da ESA para procurar estrelas em alta velocidade a ser expulsas da Via Láctea, ficaram surpresos.

Em abril, o topógrafo estelar da ESA, Gaia, lançou um catálogo se…

Cientistas fazem três pessoas se comunicarem por pensamento

PROFESSOR XAVIER USA O CÉREBRO EM X MEN. (FOTO: REPRODUÇÃO )

Dispositivo chamado de BrainNet conectou três pessoas que, sem trocarem uma palavra, jogaram Tetris juntos

Em um futuro, se comunicar por pensamento pode deixar de ser um privilégiodo professor Xavier e alguns outros portadores do gene X. Um novo sistema, chamado de BrainNet, conseguiu conectar três pessoas por pensamento, que juntas jogaram um jogo no estilo do Tetris.

"Nós apresentamos a BrainNet que, até onde sabemos, é a primeira interface direta entre cérebro multi-pessoa não invasiva para a resolução colaborativa de problemas", escrevem os pesquisadores. "A interface permite que três seres humanos colaborem e resolvam a tarefa usando comunicação direta de cérebro a cérebro".

Para conseguir essa proeza, os neurocientistas das universidades de Washington e Carnegie Mellon utilizaram uma combinação de eletroencefalogramas (EEGs), para registrar os impulsos elétricos que indicam a atividade cerebral e…

Meteorito que era usado como peso de porta pode valer mais de R$ 385 mil

O METEORITO QUE ESTAVA NA RESIDÊNCIA DE UM HOMEM QUE MORA NO MICHIGAN (FOTO: DIVULGAÇÃO)

O dono do artefato precioso, que vive em uma fazenda no estado norte-americano do Michigan, usava o meteorito para segurar portas há 30 anos

Um peso de porta ou um tesouro para a ciência? Um homem que vive em uma fazenda no estado norte-americano de Michigan adquiriu em 1988 um meteorito de aspecto interessante, mas que não parecia ter muita utilidade prática. Assim como o antigo dono do artefato, ele usou o objeto como peso de porta e, eventualmente, deixava que seus filhos mostrassem a rocha vinda do espaço em exposições na escola.

Neste ano, entretanto, ele começou a ler notícias sobre meteoritos que podiam valer centenas de milhares de dólares: após décadas, o homem cogitou que podia estar com um objeto precioso em sua casa. Ele levou o meteorito à Universidade Central de Michigan (CMU), onde a pesqusiadora Mona Sirbescu avaliou as propriedades físicas e químicas do item.

De fato, o meteorit…

O Grand Finale da Cassini revela que os anéis de Saturno despejam material orgânico no planeta

Por: Ryan F. Mandelbaum

A espaçonave Cassini-Huygens, que orbitava Saturno, morreu lutando – na verdade, ela continuou coletando dados até despencar no gigante gasoso. Seu mergulho revelou incríveis novidades sobre o carismático planeta, como um anel de chuva orgânica.

Cientistas estão publicando um caminhão de resultados do Grand Finale da sonda, incluindo seis artigos no periódico Science e cinco no Geophysical Research Letters. Estes resultados contam uma história incrível sobre Saturno.

O planeta tem um campo magnético misterioso cujos pólos se alinham quase perfeitamente com o eixo rotacional, por exemplo — é bem esquisito. E, ainda mais estranho, é que seus anéis despejam toneladas de material, incluindo moléculas orgânicas ou com conteúdo orgânico, na atmosfera do planeta.

“Eu acho que é tremendamente empolgante ver todos estes novos resultados da Cassini”, Linda Spilker, cientista do Projeto Cassini, afirma ao Gizmodo. “Muitos deles são, além de tudo, coisas que nunca esperáv…

Cientistas encontram primeira evidência de uma lua fora do Sistema Solar

Concepção artística de exolua do tamanho de Netuno ao redor do planeta Kepler-1625b. (Crédito: ESA/Nasa/STScI)

Salvador Nogueira
Quando o primeiro exoplaneta fora do Sistema Solar foi descoberto, em 1992, era uma bizarrice impensável: planetas que orbitavam um pulsar, o cadáver de uma estrela de alta massa. Quando o primeiro exoplaneta a orbitar uma estrela similar ao Sol foi descoberto, em 1995, era uma bizarrice impensável: um gigante gasoso que completava uma volta ao redor de seu astro-rei em meros 4 dias. Agora, em 2018, começam a se consolidar as primeiras evidências da descoberta de uma exolua, ou seja, uma lua de um planeta fora do Sistema Solar. E, adivinhe só, é uma bizarrice impensável.

Se Alex Teachey e David Kipping, da Universidade Columbia, em Nova York, estiverem certos, trata-se de uma lua do tamanho de Netuno a orbitar um planeta do tamanho de Júpiter. É para fritar a cabeça dos cientistas que tentam explicar como satélites naturais se formam. Mas primeiro precisa s…

O que é a 'pasta nuclear', material mais duro já descoberto no Universo

Material de estrutura única e considerado o mais forte até agora faz parte da composição das chamadas estrelas de nêutrons

Existe um material 10 bilhões de vezes mais resistente que o aço.

É o que aponta um estudo que calculou a dureza do material encontrado no interior da crosta das estrelas de nêutrons.

Essas estrelas são aquelas que surgem quando as estrelas "convencionais" chegam a certa idade e então estouram e colapsam em uma massa de nêutrons.

O que os cientistas descobriram é que o material debaixo da superfície delas - batizado como pasta nuclear- é o mais forte do Universo.

'Lasanha e espaguete'


Ilustração da pasta nuclear com estrutura em formato semelhante ao do espaguete, waffle e lasanha (ASTROCIÊNCIA DE MATERIAIS E PASTA NUCLEAR/CAPLAN)

O pesquisador Matthew Caplan, da Universidade McGill, no Canadá, e colegas da Universidade de Indiana e do Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos Estados Unidos, realizaram juntos as mais importantes simulações de …

Gravuras rupestres recém-descobertas podem dar pistas sobre civilização perdida

Gravações retratam animais familiares, como o tubarão que aparece no centro desta imagem

Mayuresh Konnur
BBC Marathi

A descoberta de gravações em rocha que teriam sido feitas há dezenas de milhares de anos no Estado de Maharashtra, no oeste da Índia, foi celebrada por arqueólogos, que acreditam que elas podem conter pistas de uma civilização perdida.

As gravuras, conhecidas como petróglifos, foram achadas aos milhares nos topos rochosos e planos de morros na região de Konkan.

A maioria estava oculta sob camadas de terra e lama, mas algumas estavam a céu aberto, e eram consideradas sagradas e reverenciadas pela população local.

A grande variedade de gravações impressionou especialistas. Há figuras de pássaros e outros animais, de humanos e desenhos geométricos.

Pela forma como os petróglifos foram feitos e sua similaridade com outros encontrados em diferentes partes do mundo, acredita-se que eles tenham sido criados em tempos pré-históricos e estão entre os mais antigos já achados.

Es…

Módulo lunar gigante pode levar quatro astronautas à superfície da Lua

MÓDULO LUNAR DA LOCKHEED MARTIN (FOTO: DIVULGAÇÃO/LOCKHEED MARTIN)

Sem precisar reentrar na atmosfera da Terra, construção poderia realizar 5 a 10 voos na superfície lunar

O Centro de Inovação Lockheed Martin apresentou o conceito de um módulo lunar que poderia, um dia, levar humanos para a superfície lunar, como parte do plano da NASA de voltar ao nosso satélite natural.

O conceito foi revelado na última quarta-feira (3) no Congresso Internacional Astronáutico (IAC), em Bremen, na Alemanha. Ele é consideravelmente maior do que o módulo lunar que levou os astronautas da Apollo à Lua, com a possibilidade de chegar lá na próxima década.

“Este módulo lunar pode ser usado para estabelecer uma base lunar, entregar cargas científicas ou comerciais e conduzir explorações extraordinárias à Lua” afirmou Lisa Callahan, vice presidente e gerente geral do Commercial Civil Space em Lockheed Martin Space.

O módulo lunar, que ainda não foi batizado, pesaria 24 toneladas sem combustível – o módulo d…

Aliens ainda não foram encontrados porque não procuramos o suficiente

MESMO DEPOIS DE TANTAS PESQUISAS, AINDA HÁ MUITO MAIS O QUE DESVENDAR DO UNIVERSO (FOTO: FLICKR / JONELSKI)

De acordo com pesquisa, o universo é tão grande quanto o oceano, e o ser humano só analisou até agora o equivalente a uma banheira de água

Uma dúvida que tira o sossego dos cientistas e astrônomos há anos é se existe ou não vida inteligente em outros planetas. Segundo uma pesquisa, mesmo depois de tantos programas de exploração espacial, o ser humano não chegou a nenhum resultado positivo porque simplesmente ainda existe muito mais a ser percorrido do que realmente foi.

Uma dúvida que tira o sossego dos cientistas e astrônomos há anos é se existe ou não vida inteligente em outros planetas. Segundo uma pesquisa, mesmo depois de tantos programas de exploração espacial, o ser humano não chegou a nenhum resultado positivo porque simplesmente ainda existe muito mais a ser percorrido do que realmente foi.

Em 2010, Jill Tarter, ex-diretor do programa SETI (Busca por Inteligência Extra…

Físico explica importância de invenções vencedoras do Nobel de Física

Todd Addams delibera sobre o trabalho fantástico de dois homens e uma mulher que abriram novos caminhos para a física

Nosso mundo está repleto de luz, e dependemos dela para a manutenção da vida em nosso planeta. Sendo assim, é apropriado honrar três cientistas que inventaram novas maneiras de usar raios de luz para explorar o nosso mundo.

O Prêmio Nobel de Física de 2018 foi dado a Arthur Ashkin, Gérard Mourou e Donna Strickland pelo desenvolvimento de ferramentas feitas de feixes de luz. Ashkin venceu metade do prêmio por seu trabalho com pinças ópticas – feixes de luz que podem manipular pequenos objetos como células ou átomos, enquanto Mourou e Strickland levaram a outra metade ao criarem uma tecnologia que gera pulsos de laser ultra curtos e de alta intensidade, usados para cirurgias oculares, ciências materiais, estudos de processos velozes e física de plasma, entre outras coisas.

Alfred Nobel foi específico em seu testamento: o prêmio de Física deveria ser entregue pelas desco…

Nobel de Física: quem é a primeira mulher a ganhar o após 55 anos

Strickland recebeu o prêmio por suas descobertas em física de lasers

Donna Strickland, do Canadá, é apenas a terceira mulher a receber o Nobel de Física desde que a premiação foi criada.

Antes dela, ganharam o Nobel a polonesa Marie Curie, pioneira no estudo da radiação, em 1903, e a germano-americana Maria Goeppert-Mayer, que recebeu a honraria em 1963 por seus estudos de física teórica.

Strickland divide o prêmio deste ano com Arthur Ashkin, dos Estados Unidos, e Gerard Mourou, da França.

A honraria é um reconhecimento às pesquisas do trio no campo da física dos lasers.

Ashkin criou uma técnica conhecida como "pinça óptica", usada para o estudo de sistemas biológicos.

Mourou e Strickland, por sua vez, pavimentaram o caminho para a obtenção dos pulsos de laser mais curtos e intensos já feitos. Eles desenvolveram uma técnica chamada Chirped Pulse Amplification (CPA, na sigla em inglês). O nome poderia ser traduzido como "amplificação do pulso entrecortado" - chir…

Análise de vaso com mais de 3,3 mil anos indica presença de ópio

JARRA TEM O FORMATO DA SEMENTE DA PAPOULA (FOTO: DIVULGAÇÃO/BRITISH MUSEUM)

Cientistas realizaram análise química que verificou consumo da droga na ilha do Chipre

Um vaso que repousa no acervo do Museu Britânico, em Londres, chama a atenção por seu formato: com idade estimada de mais de 3,3 mil anos, o item se assemelha a uma semente de papoula quando virado de cabeça para baixo. Após uma análise química realizada por pesquisadores, a "homenagem" à flor que é matéria-prima do ópio deixou de ser uma coincidência: foram encontrados rastros da substância utilizada para fins medicinais (sendo utilizada como analgésico) e também consumida como droga.

De acordo com cientistas da Universidade de York, que trabalharam em parceria com pesquisadores do Museu Britânico, o vaso encontrado no Chipre (ilha europeia localizada no Mar Mediterrâneo) passou por uma análise técnica detalhada que vasculhou a presença das substâncias que interagiram com o item nos últimos milênios. Além da pres…

Por que problemas gastrointestinais podem dificultar ida do homem a Marte

Viagens longas podem acarretar graves problemas de saúde nos astronautas, de danos aos tecidos a alto risco de incidência de câncer

Edison Veiga
De Milão para a BBC News Brasil

Sonho antigo da humanidade e projeto cada vez mais próximo de se tornar realidade, viagens espaciais longas - da Terra a Marte, por exemplo - podem acarretar problemas gastrointestinais graves aos astronautas. De danos aos tecidos a alto risco de incidência de cânceres.

Essa é a principal conclusão de um estudo desenvolvido pelo Centro Médico da Universidade de Georgetown, em Washington, nos Estados Unidos, sob financiamento da Nasa, a agência espacial americana. Os pesquisadores realizaram simulações em animais, reproduzindo em laboratório a exposição a radiações cósmicas a que os astronautas estão sujeitos quando fora da atmosfera terrestre.

E os resultados foram alarmantes. Segundo os cientistas, esse bombardeio espacial de radiação poderia danificar significativamente o tecido gastrointestinal, provocando …

Pesquisadores querem mapear — uma por uma — trilhões de células humanas

Programa Atlas Biomolecular Humano planeja classificas as células por tipo de organização, especialização e cooperação com as demais para a formação de um tecido

Entender as nuances do funcionamento de uma célula pode fazer toda a diferença diante de uma grave doença, como as enfermidades autoimunes. As células do sistema imunológico residem em tecidos normais como parte de seus deveres regulares de vigilância.

Detectar mudanças sutis na atividade de células e em suas interações com outras dentro dos tecidos ajudaria a sinalizar o surgimento da doença antes que os sintomas sejam clinicamente detectáveis.

O problema é que o corpo de um adulto é composto por dezenas de trilhões de células, cada uma com um tipo de organização, especialização e cooperação diferentes dentro de cada tecido, com impacto profundo em seu crescimento, função e envelhecimento.

Mapear cada uma individualmente pode parecer um trabalho hercúleo, mas é justamente a isso que se dedica o Programa Atlas Biomolecular H…

Novo objeto desconhecido é identificado no Sistema Solar

PEQUENOS CORPOS CDLDTES (FOTO: NASA)

Cientistas das universidades de Carnegie, Arizona e Havai encontraram um objeto não identificado nos limites do Sistema Solar. O copo celeste, que está 80 vezes mais distante do Sol do que a Terra, foi oficialmente chamado de 2015 TG387 e apelidado de Goblin (ou “duende”, em português).

Segundo informações do Minor Planet Center da União Astronômica Internacional, os astrônomos acreditam se tratar de um planeta anão de 300 km de diâmetro. Ele está localizado cerca de 65 unidades astronômicas (UA) do Sol, onde 1 UA é a distância Terra-Sol. Apenas dois outros corpos no Sistema Solar estão mais longe: o planetoide 2012 VP113 e o planeta anão Sedna. Para se ter uma ideia, Plutão encontra-se a cerca 34 AU do Sol, ou seja, metade da distância onde se localiza o novo objetivo.

"Acreditamos que possa haver milhares de pequenos corpos como o TG387 2015 nas margens do Sistema Solar, mas seu distância torna muito mais difícil encontrá-los", disse…

De onde veio a vida na Terra? Ciência pode estar mais perto da resposta

A ATMOSFERA DA TERRA VISTA DO ESPAÇO (FOTO: NASA)

Chegada de fósforo através de cometas pode ter sido determinante no processo

Cientistas sugerem que um dos elementos mais importantes para a vida, o fosfato, pode ter sido entregue na Terra em seu primeiro bilhão de anos através de cometas ou meteoros.

O estudo foi conduzido pela University of Hawaii e publicado no periódico Nature Communications. Nele, os estudiosos usaram uma câmera de vácuo chamada W.M Keck Research Laboratory in Astrochemistry, para resfriar a simulação de grãos interestelares a temperaturas de até -270ºC.

Esses grãos foram revestidos em dióxido de carbono e água, algo comumente encontrado em moléculas de nuvens que deram origem às estrelas, e também fosfina – este último, no caso, venenoso para nós na Terra, mas muito útil quando é reagido para formar outros químicos.

Na câmara de vácuo, os pesquisadores expuseram a poeira interestelar á radiação ionizada, simulando raios cósmicos no espaço. Isso produziu coisas …

Primeiro documento oficial da Gendarmería Nacional Argentina envolvendo um caso Óvni

A passagem de uma situação estática para uma situação dinâmica por este OVNI, somada a mudanças aparentes em sua forma e cor, demonstraria um comportamento inteligente do mesmo.

Depois de mais de três anos verificando informações e entrevistando testemunhas, a Comissão de Estudos do Fenômeno Óvni (CEFORA), tornou público no ano de 2012 documentação ligando a Gendarmería Nacional Argentina a um caso ocorrido em 2 de novembro de 1972 na Província de Buenos Aires, mais precisamente sobre Campo de Mayo. O fato foi observado por membros desta força abordo de uma pequena aeronave Cessna 182, por volta das 20:30 h, horário local.


Vista aérea do Campo Especial de Operações Militares Especiais 25 de Mayo, palco do acontecimento.

"A partir da campanha de pedido de desclassificação de documentação sobre óvnis na Argentina, começamos a tomar conhecimento não só de novos casos, mas a documentação oficial que geraram", disse Andrea Perez Simondini, diretora do CEFORA.

"Sempre soub…

A épica história do mapa que deu nome à América

A América recebeu esse nome em homenagem a Américo Vespúcio, que afirma ter desembarcado no continente antes de Colombo

Madhvi Ramani
Da BBC Travel

Saint-Dié-des-Vosges é uma pequena cidade no vale Meurthe, no nordeste da França. Está localizada a 68 km a sudoeste de Estrasburgo, também na França, a 93 km a noroeste da Basileia, na Suíça, e a 74 km a noroeste de Freiburg, na Alemanha.

Hoje, graças a mapas e métodos precisos de cálculo de longitude e latitude, podemos identificar exatamente sua localização.

Mas, há algumas centenas de anos, quando grande parte do planeta era misteriosa e desconhecida, um grupo de humanistas europeus se reuniu ali para elaborar um mapa extraordinário do mundo - completamente diferente dos que existiam até então, e cujos efeitos podem ser observados até hoje.

Essa cidade foi responsável por dar o nome de América ao nosso continente.

O mapa, impresso em 1507, mede cerca de 1,4 m por 2,4 m - tamanho que corresponde à grande ambição de retratar o mundo em …