Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 16, 2018

Discovery Brasil | Inteligência Artificial - IBM

Inteligência Artificial, uma realidade de hoje.

Conheça como a inteligência artificial está trocando a maneira como você vê o mundo e como Stephen Hawking previu que o desenvolvimento da inteligência artificial pode levar à extinção da raça humana.



FONTE: Discovery Brasil

Este fóssil pode pertencer ao animal mais antigo do mundo já descoberto, com 558 milhões de anos

Por: George Dvorsky

Uma equipe internacional de pesquisadores está alegando ter descoberto traços de colesterol em um fóssil de Dickinsonia — uma misteriosa criatura que viveu durante os primórdios do período Ediacarano. Essa evidência, dizem os pesquisadores, faz do Dickinsonia o animal mais antigo de que se tem conhecimento no registro fóssil. Mas a descoberta não vem sem seus críticos, que dizem que o novo trabalho não é convincente.

Afinal, o fóssil é ou não é de um animal?

Essa é uma pergunta que cientistas têm feito há décadas em relação ao Dickinsonia. Medindo até 1,4 metro e com segmentos parecidos com costelas que percorriam seu corpo oval, esse enigmático organismo remonta ao Ediacarano (entre 571 milhões e 541 milhões de anos atrás), um período que precedeu o Cambriano — uma época em que a vida animal “explodiu” em termos de diversidade e número.


Planta? Fungo? Algo completamente diferente disso? Nova pesquisa sugere que o Dickinsonia (fóssil acima) foi um animal primitivo…

Pela primeira vez na história, sondas japonesas aterrissam em asteroide

FOTO DE ASTEROIDE ENVIADO POR UM DOS ROVERS (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Dois jipes exploradores foram lançados da espaçonave Hayabusa-2 e tocaram o solo do asteroide Ryugu com sucesso: veja fotos

Mais um passo importante da exploração espacial foi conquistado: na última sexta-feira (21 de setembro), duas sondas lançadas pela espaçonave japonesa Hayabusa-2 aterrissaramem um asteroide pela primeira vez na história. Batizados de Minerva II-1, os jipes (que também são conhecidos como rovers) enviaram fotos de sua chegada ao asteroide Ryugu, localizado a 280 milhões de quilômetros de distância da Terra.

A notícia da aterrissagem foi divulgada no Twitter oficial da missão conduzida pela Agência Japonesa de Exploração Espacial (JAXA). O procedimento da chegada da dupla de sondas foi complexo: a Hayabusa-2 aproximou-se a uma distância de 55 metros do asteroide para lançar o Minerva II-1.

As sondas pesam apenas 1 quilo cada uma e foram desenvolvidas para percorrer a superfície do asteroide e coletar …

Inteligência artificial pode desenvolver preconceito por contra própria

A inteligência artificial não precisará ser incorporada em máquinas complexas para criar seus próprios perigos. Por isso, pesquisadores defendem uma Lei Única da Robótica.[Imagem: CC0 Creative Commons]

Preconceito de máquina

Pode parecer que o preconceito seja um fenômeno específico do ser humano, que requer que a cognição humana forme uma opinião ou estereótipo de determinada pessoa ou grupo.

Contudo, especialistas em ciência da computação e psicologia da Universidade de Cardiff (Reino Unido) e do MIT (EUA) demonstraram matemática e experimentalmente que grupos de máquinas autônomas podem demonstrar preconceito simplesmente identificando, copiando e aprendendo esse comportamento umas das outras - sim, uma máquina se baseando nas outras, independentemente de seres humanos que as ensinem a odiar.

Embora alguns tipos de algoritmos de computador já tenham apresentado preconceitos, como racismo e sexismo, baseados no aprendizado de registros públicos e outros dados gerados por humanos, e…

Teoria da gravidade salva da morte

A galáxia ultra-difusa NGC 1052-DF2, vista pelo Telescópio Espacial Hubble. Apesar do seu pequeno tamanho, está no centro de um debate acerca de qual da lei da gravidade é a correta.
Crédito: HST/Oliver Müller

Uma equipe internacional de astrônomos, incluindo físicos da Universidade de St. Andrews, ressuscitou uma teoria da gravidade anteriormente descartada, argumentando que os movimentos dentro de galáxias anãs seriam mais lentos se perto de uma galáxia massiva.

A equipa de investigação examinou uma teoria previamente publicada na revista Nature que afirmava que a teoria MOND (MOdified Newtonian Dynamics) não podia ser verdadeira porque os movimentos internos eram muito lentos no interior da galáxia anã NGC 1052-DF2, uma galáxia pequena com cerca de 200 milhões de estrelas.

A teoria MOND é uma controversa alternativa à relatividade geral, a compreensão predominante e inspirada de Einstein do fenômeno da gravidade, que requer a existência da matéria escura, mas que até agora nunca f…

VLBA mede características de asteroide

Ondas de rádio de uma galáxia distante foram bloqueadas por um asteroide no nosso Sistema Solar. No entanto, num processo chamado difração, as ondas dobram-se em redor do asteroide e interagem para formar um padrão de círculos claros e escuros. Os astrônomos analisaram este padrão para aprender novos detalhes sobre o tamanho, forma e órbita do asteroide.
Crédito: Bill Saxton, NRAO/AUI/NSF

Numa observação invulgar, os astrônomos usaram o VLBA (Very Long Baseline Array) da NSF (National Science Foundation) para estudar os efeitos nas ondas de rádio oriundas de uma distante galáxia de rádio quando um asteroide no nosso Sistema Solar passou em frente da galáxia. A observação permitiu medir o tamanho do asteroide, obter novas informações sobre a sua forma e melhorar bastante a precisão com a qual o seu percurso orbital pode ser calculado.

Quando o asteroide passou em frente da galáxia, as ondas de rádio vindas da galáxia foram ligeiramente dobradas em torno da borda do asteroide, num proc…

Descobrindo os locais de nascimento estelar na Via Láctea

Esquerda: Foi usada uma amostra de mais ou menos 600 estrelas situadas muito perto do Sol (volume aproximado visto na seta). Direita: Usado medições precisas da idade e do conteúdo de ferro, os cientistas puderam recuperar os locais de nascimento estelar. As estrelas mais antigas tiveram origem, preferencialmente, nas porções mais interiores do disco (pontos mais claros), enquanto as estrelas mais jovens (pontos escuros) nasceram mais perto da sua posição atual no disco. A imagem de fundo mostra uma simulação de uma galáxia parecida com a da Via Láctea para perspetiva.
Crédito: I. Minchev (AIP)

Uma equipe internacional de cientistas liderada por Ivan Minchev do Instituto Leibniz para Astrofísica em Potsdam, Alemanha, encontrou uma maneira de recuperar os locais de nascimento estelar na nossa Galáxia. Este é um dos principais objetivos no campo da Arqueologia Galáctica, cuja intenção é reconstruir a história da formação da Via Láctea.

Há muito que sabemos que as estrelas nos discos ga…

A corrida para a criação do computador mais poderoso da história

Será que o quantum poderá desvendar os segredos do nosso corpo e do universo?

Mary-Ann Russon
Da BBC News

Os computadores quânticos são considerados máquinas incrivelmente poderosas capazes de resolver problemas extremamente complexos de forma muito mais rápida. Ainda não se sabe, contudo, qual seria a melhor maneira de fazê-los serem tão produtivos em larga escala. E muita gente se pergunta quem tem chances de ganhar essa corrida.

A expectativa é de que essas supermáquinas possam ajudar, por exemplo, a acelerar a cura de doenças, a descoberta de novos medicamentos e a desvendar os mais seguros sistemas criptografados.

Mas atualmente não há consenso sobre a melhor maneira de executar tais projetos nem como disponibilizar essas máquinas no mercado consumidor massificado.

Físicos, engenheiros e cientistas da computação em todo o mundo estão tentando desenvolver quatro diferentes tipos de computadores quânticos, a partir de partículas de luz, íons aprisionados, supercondutores ou centro…

Menor Torre Eiffel do mundo vira plataforma para computação quântica

A menor Torre Eiffel do mundo é formada por átomos individuais posicionados um a um. [Imagem: Daniel Barredo et al. - 10.1038/s41586-018-0450-2]

Cientistas franceses usaram pinças ópticas para fazer uma torre Eiffel com átomos de rubídio como "tijolos".

"Nós podemos criar 'armadilhas' em quase qualquer geometria desejada e carregar átomos nelas," disse o professor Daniel Barredo, da Universidade de Paris-Saclay.

O objetivo original, segundo Barredo, era oferecer um vislumbre do que será o futuro da química, quando os átomos serão manipulados individualmente para formar novos materiais e novas substâncias.

De fato, ao controlar cada átomo individualmente, mantendo-os separados por alguns micrômetros, é possível criar um sistema que pode ser adequado para os estudos e manipulações da química do futuro.

Contudo, o trabalho assumiu uma perspectiva mais a curto prazo, com uma possibilidade real de utilização para a computação quântica. A simulação de reações qu…

Robô que bate asas imita acrobacias aéreas de insetos

O robô-inseto voa batendo asas. [Imagem: Matej Karásek et al. - 10.1126/science.aat0350]

Robô que imita voo de insetos

Um robô que voa com grande agilidade batendo asas promete ajudar a esclarecer os complexos movimentos do voo de pássaros e insetos, como as moscas, que fazem curvas incrivelmente rápidas.

Os insetos estão entre as criaturas voadoras mais ágeis da Terra, capazes de girar rapidamente enquanto pegam presas ou evitam uma raquete chocante.

A pesquisa sobre a aerodinâmica que torna essas manobras possíveis tipicamente envolve observações de voo usando câmeras de alta velocidade, seguida de modelagem teórica. Mas, na hora de reproduzir as técnicas de voo na prática, os robôs voadores e os aviões não vinham dando conta do recado.

Por isso, Matej Karásek e seus colegas da Universidade Técnica de Delft, na Holanda, desenvolveram um robô autônomo biomimético, com quatro asas que batem e sem cauda. Assim, sua posição e orientação de voo são controladas apenas através de ajustes …

Aprovado novo sistema de coordenadas para o Universo

Cerca de 50 radiotelescópios na Terra vão monitorar 4.536 quasares, que servirão como âncoras da rede virtual para a Terra e o espaço. [Imagem: TuWien/Divulgação]

Coordenadas para o Universo

O céu ganhou um novo referencial de localização - a União Astronômica Internacional acaba de aprovar o Quadro de Referência Celestial Internacional (ICRF-3: International Celestial Reference Frame 3).

Este referencial tem validade global: ele serve como referência tanto para os sistemas usados na Terra, como os sistemas globais de navegação por satélite, quanto para a navegação das sondas e naves espaciais.

Os sistemas de posicionamento por satélite (GPS, Galileo, Glonass e Beidou) e suas aplicações são bem conhecidos, mas um sistema de referência também é necessário para medir coisas como o movimento das placas tectônicas, as mudanças no nível do mar e até mudanças na posição da Terra no espaço.

Para a superfície da Terra - que também pode ser alterada por terremotos e vulcanismo, por exemplo -,…

Picape é equipada com observatório móvel capaz de ver galáxias distantes

PICAPE EQUIPADA COM OBSERVATÓRIO MÓVEL (FOTO: DIVULGAÇÃO/NISSAN)

A montadora Nissan e o Observatório Europeu do Sul (ESO) estabeleceram parceria para desenvolver tecnologia inovadora de observação astronômica

Se o cientista não vai até o observatório, o observatório vai até o cientista: a montadora japonesa Nissan e o Observatório Europeu do Sul (ESO) anunciaram o projeto Navara Dark Sky Concept, uma picape equipada com tecnologia para a observação de galáxias distantes, podendo analisar com detalhes fenômenos astronômicos como nebulosas e supernovas.

De acordo com os responsáveis pelo projeto, um observatório móvel permite acessar locais de difícil acesso, distantes da luz noturna das cidades. O telescópio fica abrigado em um trailer rebocado pela picape, com refrigeração especial capaz de manter o equipamento estável e calibrado. O pequeno sistema também conta com redes de transmissão Wi-Fi e de frequência de rádio, capaz de transmitir as informações para diferentes locais do plane…

Descoberto exoplaneta que poderia ser Vulcano, o lar de Spock em Star Trek

Concepção artística do planeta HD 26965. (Crédito: Universidade da Flórida)

Em Star Trek, o meio-humano e meio-alienígena Spock nasceu no planeta Vulcano, que orbita a estrela 40 Eridani A, a cerca de 16 anos-luz da Terra. O planeta fictício foi criado por Gene Roddenberry com base na estrela real, que existe mesmo em nosso universo, e, agora, astrônomos encontraram um planeta na órbita desta estrela que é parecido com a Terra em alguns aspectos. Sendo assim, Vulcano, o planeta da ficção, pode realmente existir.

40 Eridani A faz parte de um sistema de três estrelas e, de acordo com uma carta escrita por Roddenberry em 1991, em conjunto com três astrônomos, a estrela foi escolhida para abrigar o planeta de Spock em Jornada nas Estrelas por conta de sua idade: 4 bilhões de anos, aproximadamente a mesma idade do nosso Sol. Sendo assim, baseado na história da vida na Terra, a vida em qualquer planeta ao redor de uma estrela precisa de tempo suficiente para evoluir ao longo das eras — jus…

O legado da sonda Dawn, perto do fim da missão

Ilustração da sonda Dawn manobrando acima de Ceres graças ao seu sistema de propulsão iônica.
Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA

A missão da sonda Dawn da NASA está chegando ao fim, após 11 anos de inovações na ciência planetária, a reunir imagens de tirar o fôlego e a realizar feitos sem precedentes de engenharia.

A missão da Dawn foi prolongada várias vezes enquanto explorava Ceres e Vesta, que, quando combinados, perfazem 45% da massa da cintura principal de asteroides. Agora, a nave está prestes a ficar sem combustível hidrazina. Quando isso acontecer, provavelmente entre setembro e outubro, a Dawn perderá a sua capacidade de comunicar com a Terra. Permanecerá numa órbita silenciosa em torno de Ceres durante décadas.

"Embora seja triste ver a saída da Dawn da nossa família de missões, estamos intensamente orgulhosos dos seus muitos feitos," comenta Lori Glaze, diretora da Divisão de Ciências Planetárias na sede da NASA em Washington. "Esta nave espacial não…

Cientistas encontram evidências de escaramuça planetária precoce

Cientistas do SwRI estudaram o asteroide binário Pátroclo-Menoetius, vistos aqui nesta impressão de artista, para determinar que provavelmente ocorreu uma escaramuça entre os gigantes gasosos no início da história do Sistema Solar, nos seus primeiros 100 milhões de anos.
Crédito: Observatório W. M. Keck/Lynete Cook

Cientistas do SwRI (Southwest Research Institute) estudaram um par invulgar de asteroides e descobriram que a sua existência aponta para um rearranjo planetário inicial no nosso Sistema Solar.

Estes corpos, chamados Pátroclo e Menoetius, são os alvos da futura missão Lucy da NASA. Têm aproximadamente 113 km de diâmetro e orbitam-se um ao outro enquanto giram coletivamente em torno do Sol. São o único grande binário conhecido na população de corpos antigos conhecidos como asteroides troianos. Os dois enxames troianos orbitam mais ou menos à mesma distância do Sol que Júpiter, um enxame orbita à frente do gigante gasoso e o outro atrás.

"Os troianos foram provavelmente …

Astrônomos testemunham nascimento de nova estrela a partir de explosão estelar

Ao contrário da maioria das explosões estelares que desvanecem, a supernova SN 2012au continua a brilhar ainda hoje graças a um novo e poderoso pulsar.
Crédito: NASA, ESA e J. DePasquale (STScI)

As explosões de estrelas, conhecidas como supernovas, podem ser tão brilhantes que ofuscam as suas galáxias hospedeiras. Elas demoram meses ou anos para desaparecer e, às vezes, os remanescentes gasosos da explosão colidem com gás rico em hidrogênio e tornam-se temporariamente brilhantes novamente - mas será que podem permanecer luminosas sem qualquer interferência externa?

É o que Dan Milisavljevic, professor assistente de física e astronomia da Universidade de Purdue, acredita ter visto seis anos depois da explosão "SN 2012au".

"Nunca tínhamos visto uma explosão deste tipo, numa escala tão tardia de tempo, permanecer visível a não ser que tivesse algum tipo de interação com o hidrogênio gasoso deixado para trás pela estrela antes da explosão," comenta. "Mas não há u…

Nasa revela primeira imagem feita pelo Tess, seu caçador de exoplanetas

Satélite lançado em abril de 2018 pretende encontrar 300 planetas semelhantes à Terra. Para isso, conta com câmeras potentes

Por Guilherme Eler

A imagem que você vê acima é a primeira assinada pelo “Satélite de Levantamento de Exoplanetas em Trânsito”, nome de batismo do Tess, da Nasa. Desde abril de 2018, ele está em uma missão pelo espaço, que deve durar pelo menos dois anos e tem um fim bastante nobre: coletar informações sobre o máximo de exoplanetas que conseguir mapear.

Ganham o nome de exoplanetas aqueles que não orbitam o Sol, e sim outras estrelas distantes. Por causa dessa diferença, estão em sistemas planetários diferentes do nosso. Encontrar novos planetas do tipo, ainda que nunca nem cheguemos a colocar os pés neles algum dia, pode garantir informações essenciais ao projeto humano de encontrar novos locais para chamar de casa.

“Em um mar de estrelas que transborda novos planetas, o Tess lança uma rede gigantesca e vai pescar uma boa quantidade de planetas promissores, qu…

Céu da semana - 17/09 a 23/09/2018

O professor Gustavo Rojas apresenta a Nebulosa do Haltere, um curioso objeto de aparência esfumaçada descoberto em 1780.



FONTE: UNIVESP TV

Cientistas encontram luz misteriosa no espaço e não sabem identificá-la

ILUSTRAÇÃO DA ESTRELA DE NÊUTRONS RX J0806.4-4123 (FOTO: PENNSYLVANIA STATE UNIVERSITY)

Irradiada de estrela de nêutrons, iluminação pode ser um disco de poeira ou a presença de um vento energético

Com o auxílio do Telescópio Espacial Hubble, da NASA, pesquisadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, detectaram uma estranha luz infravermelha emergindo de uma região ao redor da estrela de nêutrons RX J0806.4-4123. Eles acreditam que isso pode indicar a existência de características nunca antes vistas.

"Essa estrela de nêutrons pertence a um grupo de sete pulsares de raios-X próximos, apelidados de 'os Sete Magníficos', que são mais quentes do que deveriam ser, se considerarmos suas idades e reservatórios de energia disponíveis, fornecidos pela perda de energia de rotação", disse em comunicado Bettina Posselt, líder do estudo. "Observamos uma extensa área de emissão de infravermelho ao redor desta estrela, cujo tamanho total se traduz em …

Cervejaria mais antiga do mundo é descoberta em Israel

Pesquisadores da Universidade de Stanford encontraram vestígios de local, que pode ter idade entre 11,7 e 13,7 mil anos

O seu hábito de tomar cerveja rodeado por amigos para descansar de uma longa semana de trabalho pode ser, em parte, apenas mais um traço que nos conecta com um passado muito distante: arqueólogos da Universidade de Stanford encontraram o que aparenta ser a cervejaria mais antiga do mundo, no sítio arqueológico Raqefet Cave, na Montanha do Carmo, localizada na costa de Israel.

A descoberta pode transformar-se no registro mais longínquo de álcool criado por humanos, segundo o periódico Journal of Archaeological Science.

A cervejaria representa uma descoberta muito relevante para a ciência, levando em conta que a construção data de algum ponto entre 11,7 e 13,7 mil anos atrás.

Quer ficar de queixo caído? Então saiba que a evidência mais antiga da produção de pão aconteceu entre 11,6 e 14,6 mil anos atrás — o que torna possível a teoria de que a humanidade criou a cerv…

Bilionário japonês será o primeiro turista a viajar até a Lua

O empreendedor Yusaku Maezawa afirmou que convidará artistas para acompanhá-lo na missão, que deverá acontecer em 2023

Uma nova etapa da exploração espacial foi iniciada nesta segunda-feira (17 de setembro): o empreendedor Yusaku Maezawa será o primeiro turista a viajar em direção à Lua e dar uma volta ao redor de nosso satélite natural a bordo de uma espaçonave. O bilionário sul-africano Elon Musk, fundador da empresa SpaceX, realizou o comunicado na sede da companhia— o evento foi transmitido ao vivo pela internet e contou com a presença do futuro viajante.

Maezawa será o 25º humano a circundar a Lua e observar o seu "lado oculto" — por conta da sincronia de movimentos com a Terra, parte do nosso satélite sempre permanece oculto ao nosso olhar. Ao contrário das outras pessoas que tiveram o privilégio de realizar essa viagem, entretanto, Maezawa embarcará nessa aventura por fins exclusivamente turísticos. A última missão humana que visitou a Lua aconteceu em 1972, com o …

Descoberta indica que Igreja Católica já teve uma mulher como Papa

PAPA JOANA TERIA DADO À LUZ UMA CRIANÇA, DIZ UMA TEORIA (FOTO: GIOVANNI BOCCACCIO/WIKIMEDIA COMMONS)

Análise com moedas antigas afirma que símbolo pertencia à Papisa Joana

Lendas medievais afirmam que a Papisa Joana teria sido a primeira e única papa mulher do mundo. E uma nova pesquisa com antigas moedas de prata sugere que as teorias podem ser verdadeiras.

Segundo as histórias populares, um papa chamado Johannes Anglicus (ou João) que reinou em meados do século 9, era na verdade Joana, que chegou a dar à luz durante uma procissão da igreja. Contudo, há muito debate sobre a sua existência. Parte da dúvida vem da confusão na descrição das identidades dos papas naquele período. Por exemplo, uma cópia de "Liber Pontificalis" (livro de biografias de papas) não inclui o papa Bento III, conforme apontou Michael Habicht, arqueólogo da Universidade Flinders, na Austrália.

Quando Habicht estava investigando enterros de papas em Roma, na Itália, ele encontrou símbolos que mostram q…