Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 24, 2016

Ovnis teriam assustado moradores de Trapiá e Santa Quitéria no Ceará

As duas notícias a seguir chegam do estado do Ceará e foram divulgadas pelo site www.avozdesantaquiteria.com.br.


Objetos voadores não identificados iluminam os céus do Trapiá



08/04/2015 - OVNIS (Objetos voadores não identificados) amedrontaram moradores do distrito Trapiá distante 32 km de Santa Quitéria no final de março e no início de abril deste ano.
Várias testemunhas fizeram relatos de avistamentos de objetos luminosos fazendo zigue-zague no céu da redondeza do distrito. Os fenômenos tem se repetido sempre no mesmo horário – por volta das 19 horas. O primeiro caso foi no final de março. Tivemos acesso as informações que dois rapazes em uma moto iam ao distrito numa estrada carroçal quando repentinamente avistaram sobre as árvores um objeto brilhante que emitia uma forte luz branca. Os tripulantes se assustaram com o raro fenômeno e preferiram não arriscar passar perto daquela luminosidade, resolveram retornar ao ponto de origem. Segundo relatos o OVNI não produzia som nenhum e fic…

Fantástica imagem!

imagem ID: 709846
Exibições: 10749
Operador: Cargolux - LX-VCK
Aeronave: Boeing - 747 -8F
Aeroporto: Rússia - Em voo - Rússia
Categoria: banco de dados principal
Photo taken on 2016/04/01 por JPC van Heijst [ contato ]
configuração de Câmara: NIKON D800, 8s, f / 2.8 em 10,5 milímetros ISO 5000

A observação do fotógrafo
(2016/04/25, 18:20 CET)
voo de noite sobre distante Norte da Rússia, como visto a partir do assento do comandante do cockpit Boeing 747-8. Uma mostra bonita de verde e roxo de uma Aurora boreal, um nascer do sol de início lento onde milhões de estrelas são visíveis, incluindo a Via Láctea.

FONTE: http://www.airplane-pictures.net/

Microsoft testa DNA que pode armazenar 1 trilhão de gigabytes em um grama

O DNA contém informações que definem a vida, e também pode ser usado para guardar conteúdo digital. A Microsoft anunciou que está levando esta técnica a sério, pagando uma empresa de biociência para criar dez milhões de fitas de DNA para armazenamento.

A Microsoft fez uma parceria com a startup de biotecnologia Twist para investigar o armazenamento de dados em DNA – um único grama pode conter um zettabyte de dados, ou cerca de 1 trilhão de gigabytes.

Talvez você esteja preocupado com possíveis mutações, mas estudos mostram que o DNA poderia armazenar dados por milhares de anos, e a Microsoft diz em comunicado que a fase inicial de testes teve 100% de sucesso em codificar e recuperar dados.

Uma equipe de cientistas da Universidade de Washington recentemente conseguiu armazenar imagens dentro do DNA e depois recuperá-las perfeitamente. E diversos estudos mostram o potencial dessa técnica para o futuro.

Por isso, a Microsoft adquiriu os direitos para dez milhões de sequências de DNA nos…

Filme de curta metragem recria invasão alienígena de Los Angeles em 1942

O curta de ficção científica UFO Diary recria os acontecimentos da Batalha de Los Angeles

UFO Diary é uma comédia de ficção científica que homenageia ainda o corpo feminino do Exército norte-americano que lutou na Segunda Guerra Mundial

A Batalha de Los Angeles é um dos mais conhecidos incidentes acontecidos antes da Era Moderna da Ufologia, iniciada em 1947. Na noite de 24 para 25 de fevereiro de 1942 objetos voadores desconhecidos invadiram o espaço aéreo sobre a cidade, e mais de 1.400 salvas de artilharia antiaérea foram disparadas. A população entrou em pânico, lembrando que o ataque japonês contra Pearl Harbour havia acontecido no mês de dezembro anterior, porém não se tem notícia de qualquer destroço dos invasores ter sido encontrado. Mais de 100.000 pessoas testemunharam os acontecimentos, que até hoje não têm uma explicação definitiva.

O incidente já foi explorado em algumas produções do cinema e da TV, e uma das mais originais foi lançada em fevereiro passado, para marcar m…

Confira o primeiro trailer oficial do filme sobre Edward Snowden

Vimos um pequeno teaser da versão cinematográfica da vida de Edward Snowden há um ano. Mas o primeiro trailer oficial, divulgado hoje (27), mostra mais do que o diretor Oliver Stone quer fazer com a história do delator mais famoso desta década.

Snowden tem todos as características obrigatórias de um trailer de um thriller de espionagem, com imagens de vigilância de topo, uma ligação telefônica ameaçadora, e uma boa quantidade de culto ao herói. Apesar de mostrar um poucos os personagens interpretados por Nicolas Cage ou Zachary Quinto, a estrela do trailer é Joseph Gordon-Levitt e sua representação bem estranha de Snowden. Lembra um Muppet constipado.



O filme chega aos cinemas dos EUA no dia 16 de setembro e ainda não tem previsão de lançamento no Brasil.

FONTE: GIZMODO BRASIL

NASA aponta as semelhanças entre Titã, lua de Saturno, e a Terra

A missão Cassini está nos enviando dados e imagens cada vez melhores do que exatamente está acontecendo na superfície de Titã, lua de Saturno. E segundo a NASA, ela compartilha várias semelhanças com a Terra.

Das centenas de luas no nosso sistema solar, Titã é a única que tem uma atmosfera densa e dominada pelo nitrogênio; e que tem grandes reservatórios de líquido na superfície. Os dados mais recentes da NASA mostram novos detalhes sobre os lagos e mares estranhos que escorrem pela lua gelada de Saturno.

Ao contrário do nosso planeta aquoso, os lagos e mares de Titã são compostos de metano líquido. Mas como os mares ficam cheios com tanto metano?

Uma nova explicação em potencial considera o ciclo da água que vemos aqui na Terra, e o ajusta um pouco para explicar as condições próprias de Titã. O ponto-chave é algo bastante familiar: a chuva.

É claro, em vez de ser composta de água líquida, a chuva de Titã é composta de metano líquido. Ainda assim, é chuva, e à medida que ela cai, ela…

Quatro raios laser vão criar as estrelas falsas mais potentes do mundo

Coloque os lasers no modo estelar. O Observatório Paranal, no Chile, do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês), agora tem quatro feixes de laser poderosos que podem criar estrelas artificiais no céu noturno.

Engenheiros do observatório vêm testando o sistema desde setembro passado. O primeiro uso bem sucedido dos lasers, na última terça-feira (26), marcou o nascimento da mais poderosa estrela guia laser já usada na astronomia.

O sistema de laser de ponta, chamado Infraestrutura de Quatro Estrelas Guia Laser (4LGSF), dispara quatro raios laser de 22 Watts na camada de sódio na alta atmosfera. Cada raio tem 30 centímetros de largura. Felizmente eles não serão utilizados para aniquilar planetas, como explica o ESO:

A Infraestrutura de Quatro Estrelas Guia Laser (4LGSF, sigla do inglês) lança quatro raios laser de 22 Watts para o céu, fazendo brilhar átomos de sódio que se encontram na camada superior da atmosfera, o que faz com que estes se pareçam com estrelas verdadeira…

Ancestrais humanos serviam de comida para predadores na era glacial

Humanos lutam entre si há milhares de anos, mas nossos ancestrais tinham que se preocupar com diferentes tipos de assassinos selvagens. Como um enorme fêmur antigo destaca, nem sempre estivemos no topo da cadeia alimentar.

Meio milhão de anos atrás, durante o Pleistoceno, acredita-se que humanos e nossos ancestrais hominídeos competiam por comida e espaço com grandes carnívoros. Mas até agora, havia pouca evidência da luta entre um homem e uma besta neste período do tempo. É por isso que este fêmur de 500.000 anos de idade, descoberto em um sítio próximo a Casablanca, em Marrocos, é uma descoberta arqueológica muito importante.

O osso carrega marcas de dentes de uma hiena, sugerindo que seu dono azarado ou foi caçado ou limpado pouco depois da morte. De qualquer forma, é uma pista de que antes das pessoas viverem em abrigos permanentes ou mesmo antes do domínio do fogo, nós servíamos de lanche para outros carnívoros. A descoberta, liderada por Camille Daujeard do Museu de História Na…

Ciência de Hoje - Ondas Gravitacionais - Riccardo Sturani

Pela primeira vez, cientistas detectaram as chamadas Ondas Gravitacionais - um fenômeno previsto por Einstein há cem anos. Os pesquisadores do projeto LIGO - Observatório de Interferometria de Ondas Gravitacionais, em Washington e na Louisiana, nos Estados Unidos, observaram o fenômeno e acompanharam distorções no espaço com a interação de dois buracos negros a 1,3 bilhão de anos-luz da Terra. Mas o que exatamente essa descoberta significa?

O pesquisador do Instituto de Física Teórica da Unesp e do Centro Internacional de Física Teórica - Instituto Sul Americano, Riccardo Sturani, foi um dos líderes da equipe brasileira responsável por analisar os dados gerados pela detecção dessas Ondas Gravitacionais e conversa conosco aqui na estreia do programa Ciência de Hoje.



FONTE: UNIVESP TV

Hubble descobre lua de planeta anão Makemake

Concepção artística mostrando o planeta anão Makemake e sua lua recém-descoberta, apelidada de MK 2. Os dois estão mais de 50 vezes mais longe do Sol do que a Terra.[Imagem: NASA/ESA/A. Parker]

Deus da criação

Enquanto espiava os arredores do Sistema Solar - procurando pelo Planeta Nove? - o telescópio espacial Hubble detectou uma pequena lua orbitando Makemake, o segundo planeta-anão mais brilhante - depois de Plutão - no Cinturão de Kuiper.

A lua foi provisoriamente designada "S/2015(136472) 1", mas já responde pelo apelido de MK 2. Seu brilho é 1.300 vezes mais fraco do que o brilho de Makemake.

A lua MK 2 foi vista a cerca de 20.800 quilômetros (km) do planeta anão, e seu diâmetro é estimado em 160 km - Makemake tem 1.390 km de diâmetro, mas ainda há dúvidas se ele é "perfeitamente" esférico.

O planeta anão Makemake, descoberto em 2005, tem esse nome em homenagem à divindade criadora do mundo do povo Rapa Nui, da Ilha de Páscoa.

Planetas anões reconhecidos

O C…

Faróis cósmicos revelam núcleo antigo da Via Láctea

O plano da Via Láctea, visto no infravermelho pelo satélite WISE.
Crédito: NOAO/AURA/NSF/AIP/A. Kunder

Uma equipe internacional de astrônomos liderada pela Dra. Andrea Kunder do Instituto Leibniz de Astrofísica de Podstam, Alemanha, e pelo Dr. R. Michael Rich da Universidade da Califórnia em Los Angeles, EUA, descobriu que os 2000 anos-luz centrais da Via Láctea abrigam uma população antiga de estrelas. Essas estrelas têm mais de 10 mil milhões de anos e as suas órbitas no espaço preservam o início da história da formação da Via Láctea.

Pela primeira vez, a equipe "desembaraçou" este componente antigo da população estelar que atualmente domina a massa central da Galáxia. Os astrônomos usaram o espectrógrafo AAOmega do AAT (Anglo Australian Telescope) perto de Siding Spring, Austrália, e focaram-se numa classe bem-conhecida e antiga de estrelas, as chamadas variáveis RR Lyrae. O brilho destas estrelas pulsa mais ou menos uma vez por dia, o que as torna mais difíceis de estud…

Novo estado das moléculas da água não se comporta como sólido, líquido ou gás

Sabe-se que a água tem três estados fundamentais: líquido, sólido ou gasoso. No entanto, um novo estudo mostra que a água se comporta de forma curiosa quando é colocada em um ambiente de escala ultrapequena.

Pesquisadores do Oak Ridge National Laboratory, do Departamento de Energia americano, estudaram o que acontece com a água em escala bem pequena, quando ela ocupa espaços minúsculos dentro de minerais, para tentar entender o que acontece com a água que fica em pedras e paredes celulares.

No mais recente experimento, descrito na Physical Review Letters, eles estudaram o que acontece com a água quando ela ocupa um canal ultrapequeno em formato hexagonal dentro de um pedaço de berilo — o mesmo material do qual são feitas as esmeraldas. Estes canais têm largura de apenas 5 angstroms (ou 0,0000005 milímetro).

Segundo os pesquisadores, os canais induzem as moléculas de água a terem um comportamento bem esquisito, conhecido como “tunelamento quântico“.

Basicamente, o efeito túnel permite…

Dezenas de buracos negros estão misteriosamente lançando energia para uma mesma direção

Algo estranho está acontecendo em um canto distante de nosso universo. Dezenas de buracos negros supermassivos estão lançando enormes jatos de energia para uma mesma direção. Poderia ser uma coincidência cósmica, mas alguns astrônomos suspeitam que há forças maiores em jogo.

Buracos negros supermassivos, que são encontrados no centro de quase todas as galáxias, periodicamente entram em erupção, arremessando correntes de energia plasma no espaço intergaláctico. Por exemplo, o buraco negro de nossa galáxia, Sagitário A, irá eventualmente engolir uma estrela e liberar energias raio-x pela Via Láctea. Essas explosões são fascinantes para os astrônomos, mas elas são tipicamente conhecidas por serem eventos independentes.

Agora, uma pesquisa com 64 galáxias localizadas no meio do universo conhecido revelou um alinhamento bizarro dos jatos de energia explodindo vindos de buracos negros, e todos eles estão localizados a uma distância de centena de milhão de anos-luz de cada um. Um padrão com…

Avião quase colidiu com UFO triangular sobre oceano

Um enorme UFO triangular se aproximou de um pequeno avião civil sobre o Atlântico

Caso aconteceu na costa norte-americana, e piloto realizou manobras para se desviar do objeto

Charlie Little era um aviador experiente, habilitado para voar aeronaves de mais de um motor e instrutor de voo. Em 27 de outubro de 1967 ele voava um Piper Twin Comanche, tendo como passageiros dois outros pilotos e uma quarta pessoa. Eles decolaram de Opa-Locka, Flórida, com destino a Morristown em New Jersey. O céu não apresentava nuvens e as estrelas eram visíveis, e eles estavam a aproximadamente 2.400 m de altitude sobre o Atlântico quando entraram em contato com o controle em terra, pois os instrumentos a bordo não funcionavam adequadamente.

Quando estavam praticamente na metade do caminho os ocupantes viram uma luz se movendo pelo céu, e assumiram que fosse um avião comercial a uma altitude mais elevada que a deles, rumando para Miami. Porém subitamente a luz começou a descer e se aproximar de seu avião…

Existe um enorme recife de coral na foz do rio Amazonas e ninguém havia reparado

Cientistas brasileiros descobriram um enorme recife de 9.500 km² na foz do rio Amazonas. Ele passou despercebido por muito tempo, e abriga algumas formas de vida bem curiosas.

O termo “recife de corais” costuma remeter a águas tropicais cristalinas e corais coloridos. Talvez por isso, ninguém nunca se preocupou em olhar para o escoamento do rio com a maior vazão de água do mundo.

O rio Amazonas tem uma taxa de escoamento que chega a 300.000 m³ de água repleta de sedimentos a cada segundo. Isso gera uma nuvem espessa, semelhante a smog, que reduz os níveis de luz e oxigênio no fundo do mar. Então você pode imaginar a surpresa dos cientistas em descobrir um enorme recife por lá. Um artigo descrevendo a descoberta foi publicado na revista Science Advances.

Eles explicam que este é um “recife biogênico”, isto é, um conjunto de animais, plantas e micróbios que vivem nas profundezas e mineralizam esqueletos de calcário ou sílica.

O tipo mais conhecido é o clássico recife de coral, que ocor…

Céu da Semana de 25/04 a 01/05/2016 - Satélite Cobe

FONTE: UNIVESP TV

Ouça trechos da música que ficou perdida por cerca de mil anos

Um antigo repertório de músicas perdidas desde o século XI foi reconstruído por pesquisadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Ele se chama Songs of Consolation, e foi uma releitura em música medieval da obra-prima A Consolação da Filosofia, do filósofo romano Boécio.

Naquela época, era comum atribuir uma melodia para os textos de obras clássicas, como as escritas por Horácio e Virgílio. Isto era feito para memorizar e ritualizar os textos, que muitas vezes consistiam de canções de amor e lamentos.

Você pode ouvir dois pequenos trechos da obra nos vídeos a seguir. É algo quase onírico, e a letra em latim evoca imagens de monges na Idade Média cantando em suas catedrais.

Reconstruir o Songs of Consolation não foi fácil, e exigiu muitos anos de trabalho árduo. As músicas foram registradas nele usando neumas, símbolos que representavam a notação musical na Idade Média, antes de surgir a forma moderna de notas musicais.

A reconstrução só foi possível devido à redescoberta de…

Laboratório do Grande Colisor de Hádrons divulga 300 TB de dados para qualquer um usar

A Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN) publicou uma quantidade impressionante de dados do Grande Colisor de Hádrons (LHC) para qualquer um usar – são 300 terabytes no total.

Parte disso corresponde a dados brutos que os próprios cientistas do CERN vêm usando, enquanto outra parte consiste em dados processados, para serem usados em cursos de ciências.

Isso inclui 100 TB “de dados de colisões de prótons a 7 TeV, compondo metade dos dados recolhidos no LHC pelo detector CMS em 2011″. Você pode dar uma olhada em toda esta informação através do portal CERN Open Data.

Os conjuntos de dados estão disponíveis para download neste link. Caso você não queira baixar terabytes de dados científicos, tudo bem – use a ferramenta deste link para visualizar eventos de detecção de partículas:



Divulgar estas informações tem finalidades práticas. Por exemplo, alguns cientistas já confirmaram resultados do CERN usando dados do LHC, e realizaram pesquisas de forma que o laboratório não antec…