Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 16, 2016

Obama visita projeto espacial da Boeing e SpaceX

O atual presidente americano, Barack Obama, visitou no dia 13 de outubro dois projetos da Boeing e SpaceX, que estão desenvolvendo a próxima geração de naves espaciais dos EUA para levar astronautas da NASA em órbita e para a Estação Espacial Internacional. Durante o tour realizado nas exposições da Boeing e SpaceX, na Carnegie Mellon University e University of Pittsburgh, em Pittsburgh, Obama discutiu o futuro imediato da exploração do espaço e elogiado os avanços feitos nas parcerias público-privadas entre as empresas e Programa de Tripulação Comercial da NASA. Ele elogiou a forma como a nova espaçonave permitirá transportar uma maior tripulação para a Estação Espacial Internacional (ISS) e permitir um tempo maior de pesquisa no espaço, eles são vistos como caminhos críticos para ajudar cientistas e astronautas explorar os melhores métodos para enviar tripulações no espaço profundo e eventualmente para Marte. O objetivo é “levar a humanidade mais longe na fronteira do espaço”, diss…

USP pública livro sobre Astrobiologia

A Astrobiologia é uma área recente de pesquisa científica, que procura entender o fenômeno da vida em nosso Universo, não se restringindo apenas à vida na Terra, ou mesmo à vida como a conhecemos. Ela aborda algumas das questões mais complexas sobre os sistemas biológicos, como sua origem, evolução, distribuição e futuro, na Terra e, possivelmente, em outros planetas e luas. Por ser multi e interdisciplinar é, acima de tudo, uma ferramenta para facilitar a comunicação e interação entre especialistas de diferentes áreas, e também com a população em geral, já que trata de temas que despertam o interesse geral.

Pela primeira vez, temos as ferramentas tecnológicas e o rigor científico à disposição para lidar com alguns dos problemas mais complexos e antigos da humanidade: De onde viemos? Para onde vamos? Estamos sozinhos no Universo? A Astrobiologia procura responder essas perguntas baseando-se na história da vida na Terra e suas relações com o planeta, extrapolando esse conhecimento pa…

Conheça as metas do programa espacial da China

Tripulação da Shenzhou 11, na estação espacial Tiangong 2

A China é como um dragão que come dinheiro e alça voos até o espaço. Desde que o Partido Comunista implantou reformas no país, há 40 anos, a economia não parou mais de crescer — e isso se refletiu nas aventuras espaciais. Com orçamento de até US$ 3 bilhões, a agência espacial chinesa (CNSA) há décadas coleciona êxitos. Nos últimos 15 anos, porém, a coisa ficou séria. A prova mais recente foi o lançamento do laboratório espacial Tiangong 2, que deve recebe dois taikonautas em outubro. Por um mês, testarão tecnologias para uma futura estação de grande porte. Conheça alguns marcos e metas do programa espacial chinês.

1970 - Primeiro satélite | Dongfanghong 1

(ILUSTRAÇÃO: ESTÚDIO BARCA) Hoje, a China tem mais de 180 satélites em órbita


2003 - Primeira missão tripulada | Shenzhou 5

O major-general Yang Liwei orbitou a Terra 14 vezes


2011 - Primeiro laboratório espacial | Tiangong 1

Desativado neste ano, o módulo pesa 8,5 toneladas


Estrelas jovens podem tirar seus próprios planetas de órbita

A Terra tem sete irmãos planetários (desculpa, Plutão, sentimos muito sua exclusão). Uma família que, agora se sabe, é muito grande para os padrões da nossa galáxia. O observatório espacial Kepler identificou mais de mil sistemas planetários nos últimos anos, e 80% deles é composto por estrelas de filho único. Isso mesmo, um só planeta solitário em órbita.

O mais curioso é que não há meio termo na prole de poeira e gás: os outros 20% que optaram por uma família maior não costumam possuir dois ou três planetas, mas sete ou oito. Esse problema de 8 ou 80 foi denominado “dicotomia Kepler”. Agora, os pesquisadores Christopher Spalding e Konstantin Batygin, do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), nos Estados Unidos, acreditam ter encontrado uma explicação para tanta solidão — e a culpa é das próprias estrelas.

A dupla de pesquisadores propôs em um artigo publicado no periódico The Astrophysical Journal que estrelas jovens de rotação muito rápida podem estar arremessando seus p…

Noites nubladas e dias ensolarados nos distantes Júpiteres quentes

Esta ilustração representa como os Jupiteres quentes de temperaturas diferentes e composições de nuvens diferentes podem aparecer a quem voa por cima do lado diurno destes planetas numa nave espacial, com base em modelos de computador.
Crédito: NASA/JPL-Caltech/Universidade do Arizona/V. Parmentier

A previsão meteorológica para planetas distantes e quentes denominados "Júpiteres quentes" pode ser algo como isto: noites nubladas e dias ensolarados, com uma temperatura máxima de 1300 graus Celsius.

Estes mundos misteriosos estão demasiado longe para podermos observar nuvens nas suas atmosferas. Mas um estudo recente usando o Telescópio Espacial Kepler da NASA e técnicas de modelagem por computador encontou pistas de onde essas nuvens se podem reunir e da sua provável composição. O estudo foi publicado na revista The Astrophysical Journal e está disponível online.

Os Júpiteres quentes, entre os primeiros dos milhares de exoplanetas (planetas para lá do nosso Sistema Solar) des…

Imagem de Eta Carinae com maior resolução obtida até à data

Este mosaico mostra a Nebulosa Carina (parte esquerda da imagem), local onde se encontra o sistema estelar Eta Carinae. Esta parte da imagem foi observada com o instrumento Wide Field Imager montado no telescópio MPG/ESO de 2,2 metros no Observatório de La Silla do ESO. A parte central mostra o meio que rodeia a estrela: a Nebulosa Homunculus, formada a partir de material ejetado pelo sistema Eta Carinae. Esta imagem foi obtida pelo instrumento infravermelho próximo de ótica adaptativa NACO montado no VLT do ESO. A imagem da direita mostra a zona mais interna do sistema observada com o Interferômetro do Very Large Telescope (VLTI). Trata-se da imagem com mais resolução obtida até à data deste objeto.
Crédito: ESO/G. Weigelt

Uma equipe internacional de astrônomos utilizou o Interferômetro do VLT para obter imagens do sistema estelar Eta Carinae, as mais detalhadas obtidas até à data. A equipe descobriu estruturas novas e inesperadas no sistema binário, incluindo uma região entre as du…

A inclinação estranha do nosso Sol pode significar que o Planeta 9 realmente existe

Uma nova pesquisa publicada na Astrophysical Journal liga a inclinação estranha e inexplicável de seis graus do nosso Sol a um planeta ainda não descoberto no limite do nosso sistema solar. São mais evidências apontando que o Planeta 9 realmente existe.

Todos os planetas em nosso sistema solar orbitam em um plano em relação ao Sol (com poucos graus a mais ou a menos), mas esse plano é inclinado em seis graus em relação ao Sol. O motivo para esse ângulo não foi explicado. No entanto, os cientistas Mike Brown e Konstantin Batygin, do Caltech, e a estudante de pós-graduação Elizabeth Bailey, mostram em um novo estudo que um grande planeta a uma longa distância poderia produzir esse efeito.

Este ano, Batygin e Brown apresentaram algumas evidências da existência de um planeta desconhecido, com cerca de 10 vezes o tamanho da Terra e com um período orbital de cerca de 15 mil anos. A sua existência é inferida pelas configurações improváveis das órbitas de objetos distantes do cinturão de Kui…

NASA encontra sonda da missão ExoMars que caiu em Marte

Na quarta-feira, a Agência Espacial Europeia tentou aterrissar uma sonda em Marte, e as coisas correram mal. A equipe da missão ExoMars continua a analisar por que a Schiaparelli perdeu contato com a Terra, e a NASA obteve provas fotográficas do que parece ser uma aterrissagem forçada.

Uma nova imagem do local de pouso da Schiaparelli, capturada pela Mars Reconnaissance Orbiter em 20 de outubro, mostra várias características da superfície que parecem relacionadas à sonda.


Imagens capturadas pela Mars Reconnaissance Orbiter da NASA em 29 de maio de 2016 e 20 de outubro de 2016. O antes-e-depois mostra duas características associadas à sonda Schiaparelli. (NASA/JPL-Caltech/MSSS)

De acordo com um comunicado emitido hoje pela ESA, o ponto brilhante no canto sudeste da imagem deve ser o paraquedas de Schiaparelli, enquanto a mancha distorcida mais escura ao norte seria o local de impacto, “após uma queda livre muito mais longa do que o previsto, depois de os propulsores serem desligados p…

O primeiro mapeamento de manchas estelares

POR SALVADOR NOGUEIRA

Desde que Galileu começou a investigar o céu com um telescópio, sabemos que o Sol tem manchas em sua superfície. Mas agora, pela primeira vez, um grupo internacional de astrônomos fez imagens diretas de manchas em uma outra estrela. E elas revelam que nem todas as estrelas espalhadas pelo Universo se comportam da mesma maneira, em termos magnéticos.

A pesquisa tem como primeira autora Rachael Roettenbacher, da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. Ela está no Brasil para discutir seu trabalho em um simpósio da IAU (União Astronômica Internacional) co-organizado pela Sociedade Astronômica Brasileira em Maresias (SP).

Chamado “Vivendo em torno de estrelas ativas”, o evento, que vai até sexta-feira (21), trará novidades sobre todos os aspectos do estudo de estrelas e de sua relação com planetas circundantes.

A estrela investigada por Roettenbacher e seus colegas é conhecida como Zeta Andromedae. Os pesquisadores conseguiram monitorá-la durante uma rotação c…

Astronomia: Um Sistema Solar, muitos mundos

POR SALVADOR NOGUEIRA

Cientistas precisarão de milhares de anos para catalogar todos os mundos ao redor do Sol.

FELIZ SISTEMA SOLAR NOVO
Apenas duas décadas atrás, parecia que o Sistema Solar havia sido completamente desvendado, salvo por pequenos objetos genéricos. Ledo engano. Hoje, temos a convicção de que ainda levará milhares de anos até que possamos catalogar todos os mundos em órbita do Sol.

EXAGERO?
Foi exatamente isso o que me disse David Gerdes, pesquisador da Universidade de Michigan, nos EUA, logo após anunciar a descoberta de mais um planeta anão nos confins do Sistema Solar. O astro é conhecido pelo código 2014 UZ224, e seus descobridores o chamam informalmente de DD: sigla inglesa para “anão distante”. Com o tempo, ele deve ganhar um nome mitológico apropriado.

PÁLIDO PONTO
Completando uma órbita a cada 1.136 anos, ele é membro do cinturão de Kuiper, do qual o mais famoso dos planetas anões, Plutão, também faz parte. A essa distância, ele não parece mais que um ponto b…

8 reflexões para conhecer a linha de pensamento de Stephen Hawking

STEPHEN HAWKING (FOTO: FLICKR/CHARIS TSEVIS PARA REVISTA MONET)

As contribuições do físico e cosmólogo para a sociedade ultrapassam o campo da ciência

Stephen Hawking é, sem dúvidas, uma das mentes mais brilhantes da história da ciência. Aos 73 anos, ele fez grandes contribuições à comunidade científica, com teorias como a do espaço-tempo e do funcionamento dos buracos negros, a partir das quais conseguiu aproximar o público de temas que poderiam parecer complexos para muitos.

Você pode conhecê-lo por meio do livro Uma Breve História do Tempo, da representação feita dele pelo ator Eddie Redmayne no recente A Teoria de Tudo ou pode ter ouvido falar do cientista por conta de ele sofrer da raríssima condição esclerose lateral amiotrófica. No entanto, a produção dele vai muito além.

Separamos oito reflexões a partir das quais é possível ter uma visão mais profunda da linha de pensamento — e das contribuições científicas do cosmólogo:

“Deus pode existir, mas a ciência consegue explicar o …

O pouso da sonda Schiaparelli da missão ExoMars não saiu como o planejado

A sonda Schiaparelli da Agência Espacial Europeia (ESA) não pousou em Marte como era esperado ontem (19). Durante uma coletiva de imprensa na manhã de hoje (20), cientistas da missão ExoMars confirmaram que o sinal da sonda foi cortado cerca de 50 segundos antes do pouso, e que alguma coisa deu errada nos passos finais, na hora que ele se soltou do paraquedas. A ESA está analisando os dados coletados por satélites e telescópios para saber exatamente o que aconteceu.

A ExoMars, uma missão feita em colaboração entre a ESA e a agência espacial russa Roscosmos para buscar indícios de atividade biológica e geológica no planeta vermelho, chegou a Marte ontem depois de uma jornada de sete meses. A nave-mãe da sonda, a Trace Gas Orbiter (TGO), realizou sua manobra de inserção orbital com sucesso, se tornando o segundo satélite da ESA a circular em Marte.

O Módulo de Entrada, Descida e Pouso Schiaparelli (também chamado de EDM) não se saiu tão bem, no entanto. Sua tarefa ontem era chegar na s…

Astronautas podem navegar para dentro de um buraco negro e não morrer

Se der um jeito de vencer as condições extremas do interior de um buraco negro, é provável que um aventureiro espacial saia do outro lado intacto e volte a navegar por um oceano de espaço-tempo tranquilo. É isso que sugere uma pesquisa publicada no início do ano no periódico Physical Review D.

O estudo foi realizado com base em um modelo que, graças a um supercomputador, simula com precisão inédita o funcionamento de um buraco negro em rotação — esses fenômenos são verdadeiros monstros cósmicos cuja gravidade e densidade infinitas transformariam um incauto viajante em espaguete, cuspindo seus “pedacinhos” quânticos ao longo de milênios. Mas se o buraco negro girar rápido o suficiente, podem-se criar as condições para que a singularidade, onde tudo é tão doido que as leis da física perdem o sentido, fique fraca.

Em uma singularidade fraca, o processo de “espaguetificação” também existe, só que ele ocorre tão depressa que os efeitos de esticamento e compressão quase não afetariam o ast…

E-mails de John Podesta vazados apontam novamente para a abertura ufológica

John Podesta em recente evento da campanha presidencial de Hillary Clinton; é cada vez mais evidente seu interesse na questão ufológica

Boa parte da comunidade ufológica norte-americana acredita que as comunicações, vazadas pelo site Wikileaks, confirmam a intenção de Hillary Clinton, se eleita, revelar documentos secretos sobre UFOs

A Ufologia norte-americana continua a debater intensamente a nova leva de e-mails divulgados pelo site Wikileaks. Boa parte destes é de John Podesta, atual dirigente da campanha de Hillary Clinton para a eleição presidencial do próximo dia 08 de novembro. Novas informações sobre a reunião com o astronauta Edgar Mitchell (comentada anteriormente, confira os links abaixo) apontam que este, falecido em fevereiro último, pretendia discutir com Clinton e Podesta outros assuntos, como quanto o Vaticano está informado sobre a presença alienígena na Terra e mesmo a direta interferência dos visitantes não agressivos em nossa tecnologia, como aparelhos movidos por…

Bateria atômica para naves espaciais fica melhor com escuterudita

Os novos termopares substituirão os atuais, mantendo todo o projeto dos geradores de radioisótopos já em uso, o que irá acelerar o uso da nova tecnologia.[Imagem: NASA/JPL-Caltech]

Baterias atômicas

Agora que as viagens interestelares e a exploração de luas distantes do Sol começaram a ser levadas a sério, pesquisadores da NASA estão trabalhando em novos tipos de geradores que possam suprir energia para naves que não possam contar com a energia solar para alimentar seus equipamentos.

E eles descobriram que um material natural com nome estranho - escuterudita - pode dar um novo impulso às chamadas "baterias nucleares", um meio caminho entre uma bateria e um reator nuclear.

Várias sondas espaciais usam esses "Geradores Termoelétricos de Radioisótopos", nos quais substâncias radioativas como o plutônio-238 geram calor naturalmente conforme decaem, transformando-se em outros elementos. Esse calor é então usado para gerar eletricidade para os equipamentos da nave.

Sist…

Céu da Semana de 17/10 a 23/10/2016 - Planetários – parte 02

FONTE: UNIVESP TV

É possível existir um planeta com um sistema de anéis 200 vezes maior que Saturno

Há alguns anos, astrônomos descobriram um objeto bizarro orbitando uma estrela distante. Estudos preliminares sugeriram que se tratava de um exoplaneta com um sistema de anéis ridiculamente grande, 200 vezes maior do que Saturno. Novos estudos provaram que essa estrutura celeste gigantesca pode sim existir – mas, para funcionar, os anéis precisam girar na direção errada.

Este exoplaneta glorioso pode ser tanto um gigante gasoso enorme quanto um anão marrom, e está em uma órbita ao redor de J1407, uma jovem estrela parecida com o Sol localizada a 420 anos-luz da Terra. Observações feitas em 2007 por Steven Rieder do instituto de pesquisa japonês RIKEN e por Matthew Kenworthy, da Universidade de Leiden, na Holanda, revelaram uma série estranha de eclipses, os quais foram interpretados pelos pesquisadores como um planeta enorme com um sistema de anéis gigantes, talvez até 200 vezes maior do que os anéis que embrulham Saturno.


Os anéis são tão grandes que poderíamos vê-los da Terra se o …

A sonda espacial New Horizons está se aproximando de um objeto vermelho misterioso

A sonda New Horizons da NASA atualmente está viajando em direção a um objeto misterioso no Cinturão de Kuiper conhecido como MU69. Observações recentes indicam uma superfície bastante avermelhada – possivelmente ainda mais vermelha do que as manchas encontradas em Plutão.

Este pequeno objeto no Cinturão de Kuiper, que mede entre 30 e 40 km de diâmetro, está localizado a 1,6 bilhão de km além de Plutão. Quando a New Horizons chegar por lá no dia 1 de janeiro de 2019, ela estará 43,3 vezes mais distante do Sol do que a Terra. Incrivelmente, a New Horizons vai voar mais próximo a MU69 do que esteve de Plutão quando fez seu sobrevoo histórico no dia 15 de julho de 2015.

A cor avermelhada do MU69, assim como as manchas vermelhas em Plutão e em sua lua Caronte, sugere a presença de tolina, uma classe de moléculas formadas através da irradiação ultravioleta de compostos orgânicos simples como o metano e o etano.

A tolina não é formada naturalmente na Terra, mas é abundante na superfície de …

Sonda espacial pousa em Marte para iniciar missão de busca por indícios de vida

Após uma jornada de sete meses, a missão ExoMars finalmente pousou em Marte. Lançada pela Agência Espacial Europeia em parceria com a Roscomos (agência espacial russa), a sonda Schiaparelli chegou ao planeta vermelho no começo da tarde desta quarta-feira (19).

O pouso não foi dos mais simples: foram seis minutos de atrito intenso com a atmosfera de Marte até a Schiaparelli chegar ao solo às 12h47. O sinal foi perdido por um tempo e os cientistas não sabiam dizer se ela conseguiu tocar o chão, mas logo tudo foi normalizado.



O que os cientistas ainda não sabem é se a sonda está funcionando como o esperado: os engenheiros ainda vão analisar os dados enviados pela Mars Express, outra sonda europeia que está em Marte desde 2003; e da Mars Reconnaisssance Orbiter, da NASA, para avaliar as condições da Schiaparelli.

A ExoMars é uma missão que pela primeira vez em quatro décadas vai buscar traços de vida em Marte – sejam traços recentes ou vidas passadas. Além disso, a sonda também vai anali…

Brasileiros desenvolvem espectrógrafo que ajudará em pesquisas sobre estrelas

AGLOMERADO DE ESTRELAS NA VIA LÁCTEA É CONSIDERADO UM PONTO IMPORTANTE PARA PESQUISAS (FOTO: NASA / GODDARD FOTO AND VIDEO)

Instrumento foi despachado de Itajubá (MG) até um telescópio no Chile

Feito no Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), o espectrógrafo Steles custou R$ 2,5 milhões. Foi enviado em agosto rumo ao observatório Soar, do qual o Brasil é sócio. Bruno Castilho, diretor do LNA, fala do projeto e da logística delicada.

Quais pesquisas poderão ser conduzidas com o Steles?
A mais importante delas é a composição estelar. O espectro de uma estrela é como um arco-íris com linhas pretas no meio, que surgem quando o elemento químico captura a luz que ia sair. O estudo das linhas determina o elemento e sua quantidade. Analisando muitas estrelas, aprendemos a história dos elementos dentro delas e também do Sol, que tem relação com a formação da Terra e de nós mesmos.

O instrumento se destaca diante de outros parecidos?
Comparado com seus similares, é mais leve, mais barato e …

Este robô humanoide transpira para manter a temperatura

O progresso é uma briga entre o que funciona melhor e o que é viável para se fabricar o mais barato possível em grande escala. Geralmente, a última opção ganha. É o motivo pelo qual o VHS venceu o Betamax, e pelo qual a maioria dos produtos industrializados não tem gosto nenhum. É também o motivo para uma equipe de pesquisadores criar um robô humanoide que transpira.

Um dos maiores desafios com os robôs é o calor, que começa a afetar a performance se não for dissipado corretamente. Existem diversos sistemas de resfriamento ativo que podem resolver esse problema ao bombear um líquido frio por meio de veias e artérias artificiais, mas costumam ser muito caros (sem dizer que são pesados).

Para solucionar isso de forma mais barata e não menos elegante, pesquisadores do JSK Lab da Universidade de Tóquio pegaram o conceito de suor emprestado para o robô Kengoro.

A transpiração (água desionizada) escorre pelos 108 motores do Kengoro, resfriando-os por meio da evaporação. Embora não seja tão…

Algo deu errado com o motor da sonda Juno, que orbita Júpiter

Um momento crítico na missão Juno da NASA foi adiado enquanto engenheiros do Laboratório de Propulsão a Jato tentam solucionar um problema misterioso no motor da sonda. Se eles não conseguirem resolver isso logo, pode ser que a quantidade de dados de alta qualidade coletados pela sonda que orbita Júpiter seja consideravelmente reduzida.

No dia 19 de outubro, no momento de maior aproximação de Júpiter (chamado de periápside), a nave Juno deveria realizar a queima do motor principal final, uma “manobra de fase de redução” que diminuiria sua órbita de 53,4 dias para duas semanas. Assim que estivesse em sua “órbita de ciência”, a fase de coleta de dados principal da nave começaria.

Mas, na sexta-feira (14), a agência espacial decidiu adiar essa fase devido a um problema inesperado em um par de válvulas de hélio, que fazem parte do sistema de pressurização de combustível do motor. Como explica o gerente de projeto da missão Juno Rick Nybakken, essas válvulas “não operaram como o esperado …