Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 18, 2012

Olho Biônico

Fotorreceptores sintéticos vão restaurar a visão aos cegos

Miikka Terho sabe a diferença entre uma maçã e uma banana. Ele pode dizer que uma é redonda, doce e crocante ao ser mordida e que a outra é longa e curva e fica pastosa se amadurecer demais. Mas, se você pedir que ele identifique uma fruta ou outra sem tocá-la, cheirá-la ou experimentá-la, ele não conseguirá. Terho é completamente cego. Por três meses em 2008, no entanto, ele recuperou a capacidade de distinguir uma maçã de uma banana pela visão graças a um pequeno chip eletrônico que os pesquisadores implantaram em seu olho esquerdo.

Embora breve, o sucesso inicial da nova tecnologia mudou permanentemente as perspectivas para Terho e muitos outros como ele.

Terho, que trabalha para uma organização de bolsas para atletismo na Finlândia, tem retinite pigmentosa, uma doença genética que destrói as células sensíveis à luz que recobrem a retina no fundo do olho. Ele enxergava perfeitamente até os 16 anos, quando sua visão noturna …

Nêmesis e a hipotética possibilidade do Segundo Sol

A olho nu não se percebe, mas estima-se que uma em cada três estrelas da Via Láctea tenha uma companheira. Se o número estiver correto, nosso Sol faria parte de uma minoria de estrelas. No entanto, algumas teorias afirmam o contrário e uma pequena estrela-irmã também estaria orbitando nosso Sol.

Em 1980, astrofísicos estadunidenses levantaram pela primeira vez a hipótese de que o Sol também teria uma companheira, o que tornaria o Sistema Solar um sistema duplo de estrelas, a exemplo de Alpha Centauro. Essa hipotética companheira foi batizada de Nêmesis.


Segundo Sol
Segundo a hipótese, Nêmesis seria uma estrela pequena e escura do tipo anã marrom, com uma orbita milhares de vezes mais distante que Plutão e que levaria pelo menos 26 milhões de anos para completar uma revolução ao redor do Sol.

De acordo com alguns estudos, essa longa periodicidade faria a estrela atravessar eventualmente a Nuvem de Oort, arremessando para todos os lados milhões de asteroides ou cometas que poderiam se …

Planeta-anão Makemake não tem atmosfera

Visualização artística de como pode se parecer o planeta-anão Makemake, com base nos novos dados obtidos observando um fenômeno chamado ocultação estelar. [Imagem: ESO/L. Calçada/Nick Risinger]

Criador da humanidade

Astrônomos utilizaram vários telescópios, inclusive um no Brasil, para observar o planeta-anão Makemake, no momento em que este passou em frente a uma estrela distante, bloqueando assim a radiação emitida pela estrela.

Makemake foi inicialmente conhecido por 2005FY9.

Descoberto alguns dias depois da Páscoa, em Março de 2005, o objeto adquiriu o nome informal de Coelhinho da Páscoa.

Em Julho de 2008 foi-lhe dado o nome oficial de Makemake. Makemake é o criador da humanidade e deus da fertilidade, nos mitos dos povos nativos da Ilha da Páscoa.

Makemake é um dos cinco planetas-anões atualmente reconhecidos pela União Astronômica Internacional. Os outros são Ceres, Plutão, Haumea e Éris.

As novas observações permitiram verificar pela primeira vez que o planeta-anão Makemake nã…

Ousadia: Brasil quer pousar sonda em triplo asteroide em 2019

O Brasil está prestes a dar um importante salto tecnológico e realizar o que poucos países já fizeram em termos de tecnologia espacial. Se tudo der certo, o país pousará uma pequena sonda em um raro mundo distante, dando início à primeira exploração espacial brasileira.

Batizada de Missão ASTER, o projeto é uma parceria entre diversas universidades e instituições brasileiras e tem como objetivo principal o desenvolvimento e a qualificação do país em tecnologias de ponta, além de fornecer uma grande oportunidade de pesquisa em diversos setores do conhecimento, especialmente a geologia planetária.

O alvo da missão ASTER é o triplo asteroide 2001 SN263, descoberto pelo projeto LINEAR em 2001. Na ocasião da descoberta, pesquisadores estadunidenses acreditavam se tratar de um objeto único, mas através de imagens de radar feitas em 2008 através do radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico, constatou-se que era um sistema triplo, com duas rochas orbitando o asteroide principal.

Programada i…

Curiosity pode ter feito descoberta histórica em Marte

O rover Curiosity da NASA pode ter feito uma descoberta descrita como "para os livros de História", de acordo com rumores que tomaram a Internet nesta quarta-feira. O pequeno jipe não tripulado da agência espacial norte-americana chegou ao Planeta Vermelho em 5 de agosto, pousando na imensa Cratera Gale.

De acordo com as poucas informações disponíveis, a descoberta foi feita pelo instrumento SAM [Análise de Amostras de Marte], que consiste em um laboratório químico a bordo do rover, projetado para identificar compostos orgânicos. Esses materiais, hidrocarbonetos e outros que contém carbono, são os blocos básicos de construção da vida como a conhecemos.

O SAM, de acordo com as discussões que tem ocorrido, aparentemente detectou algo muito interessante em uma amostra de solo recolhida pelo braço robótico de 2,1 m do Curiosity. De acordo com o cientista-chefe do rover, John Grotzingert: "Está parecendo algo realmente muito bom".

"Estamos recebendo dados do SAM e…

Cidade australiana monta força tarefa para investigar UFOs

Os cidadão de Springbrook, na região da costa australiana conhecida como Hinterland, estão convencidos de que sua região é um ponto focal de atividade extraterrestre. A área tem sido local de inúmeros avistamentos de estranhos objetos por muitos anos, e esse fato incentivou a formação da SMERF [Força de Resposta Extraterrestre Springbook Mountain].

O grupo tem 30 membros, que se reúnem uma vez por mês e tem também entre seus objetivos a investigação quanto ao Yowie, uma mítica criatura que alguns acreditam existir na mesma região, similar ao Pé-Grande norte-americano. A SMERF se declara como um serviço dedicado a responder e determinar a veracidade de contatos imediatos de todos os tipos.

O fundador do grupo, Greg Kernaghan, disse: "Somos uma organização de pronta resposta que visa a interceptação, interação e interrogação de fenômenos ligados ao Yowie e aos UFOs. Nossas operações incluem buscar evidências da atividade de ambos na montanha, usando uma combinação de estudo de camp…

Astrônomos encontram corpo celeste 12,8 vezes maior que Júpiter

Ele está no limite entre ser um planeta e uma anã marrom.
Kappa Andromedae b foi detectado por telescópio no Havaí.

A Nasa anunciou nesta terça-feira (19) a descoberta de um novo corpo celeste que pode ser um exoplaneta (planeta fora do Sitema Solar) ou uma anã marrom, categoria maior que os planetas mas menor que as estrelas. O objeto tem 12,8 vezes o tamanho de Júpiter e orbita em torno da estrela Kappa Andromeda. Por isso, foi batizado de Kappa Andromedae b. Ele foi detectado por um telescópio no Havaí, usando informações de radiação infravermelha.
Segundo a agência espacial americana, por seu tamanho, o objeto está no limite que separa os grandes planetas das anãs marrons. "De acordo com modelos convencionais de formação planetária, ele está só um pouco aquém de ser capaz de gerar energia por fusão, ponto em que seria considerado uma anã marrom em vez de um planeta. Mas isso não é definitivo, e outras considerações poderiam dar um empurrãozinho ao objeto, fazendo-o cruzar a l…

Ovni deixou perplexo aos habitantes de Punta Arenas, Chile

Durante a noite do sábado (18/11/2012), varias megalanicos puderam apreciar uma estranha luz no céu, que se deslocava de maneira irregular. Um ufologo deu crédito a versão das pessoas que captaram o avistamento. Veja o vídeo no link a seguir: http://www.chilevision.cl

FONTE: www.chilevision.cl

Ovni fotografado na planície platense argentina

Ovni na Ilha de Entre Rios, visto desde a costa de Rosario do Rio Parana

Testemunho de Vanesa Carreras Bianconi: Olá, sou de Rosario, no dia 18 de novembro (2012), saímos com um grupo de amigas fotografas, para fazer fotos da zona nautica de Rosario, a paisagem contava com o Rio Parana a frente e ao fundo com a panoramica das Ilhas de Entre Rios, fiz muitas fotografias que me interessaram mas, fio quando baixei as fotografias no computador que tive a grande surpresa... em uma das tantas fotografias tiradas me deparei con uma em particular que me chamou atenção e até certo espanto, era uma mancha no céu, sobrevoando as ilhas, do lado esquerdo do objeto principal. Esta forma tão característica que temos visto milhares de vezes nos noticiários. Sempre questionei sua veracidade mas não foi até agora que me dei conta de que tudo é possível e que com toda certeza não estamos sós, estamos acompanhados no universo por outros seres, claro que tudo isso é uma suposição. O mais estranho é que ao…