Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 7, 2018

A composição dos planetas

Investigadores usaram bases de dados e ferramentas estatísticas para caracterizar exoplanetas e as suas atmosferas.
Crédito: iStock.com/Arkadlusz Wargula

Investigadores da Universidade de Zurique analisaram a composição e estrutura de exoplanetas distantes usando ferramentas estatísticas. A sua análise indica se um planeta é parecido com a Terra, se é composto por rocha pura ou um mundo de água. Quanto maior o planeta, mais hidrogênio e hélio tem.

Será que existe uma segunda Terra no espaço? O nosso conhecimento de sistemas planetários distantes está a evoluir constantemente, à medida que surgem novas tecnologias que continuam a melhorar as nossas observações astronômicas. Até à data já foram descobertos mais de 3700 planetas para lá do nosso Sistema Solar. As massas e os raios dos planetas podem ser usados para inferir a sua densidade média, mas não a sua composição e estrutura química exatas. A intrigante questão sobre o aspeto desses planetas está, portanto, ainda em aberto.

"…

Arqueologia galáctica

A estrela Pristine 221.8781+9.7844 foi formada a partir do material expelido pelas primeiras supernovas.
Crédito: Gabriel Pérez, SMM (IAC)

Uma equipe internacional de investigadores descobriu uma estrela com uma baixíssima metalicidade, uma das mais antigas da Via Láctea e, por essa razão, uma excelente mensageira do Universo primitivo.

A estrela Pristine 221.8781+9.7844 é uma das estrelas mais antigas da Via Láctea. Nós sabemos isto graças à sua atmosfera. Logo após o Big Bang, o Universo estava repleto de hidrogênio e hélio, tinha muito pouco lítio e não existiam elementos mais pesados porque estes são sintetizados no interior das estrelas. David Aguado, do IAC (Instituto de Astrofísica das Canárias), afirma: "Dado que a atmosfera da estrela que analisamos é muito pobre em metais, podemos dizer com confiança que este é um dos objetos mais antigos da Via Láctea e, claro, muito mais antigo do que o Sol". E acrescenta que "esta estrela vai ajudar-nos a entender melhor a…

Uma nova abordagem na procura de vida em outros planetas

Ampliação de uma fotografia, pelo Telescópio Espacial Hubble, de uma enorme bolha em forma de balão soprada para o espaço por uma estrela gigante e superquente. O objeto tem o nome Nebulosa da Bolha, ou NGC 7635.
Crédito: NASA, ESA e Equipe de Arquivo do Hubble (STScI/AURA), F. Summers, G. Bacon, Z. Levay e L. Frattare (Equipe Viz 3D, STScI)

Desde o início da civilização que a Humanidade se pergunta: "estamos sozinhos no Universo?" À medida que a NASA e outras agências espaciais exploram o nosso Sistema Solar e além, são desenvolvidas ferramentas sofisticadas para abordar esta questão fundamental. Dentro do nosso próprio Sistema Solar, as missões têm procurado sinais de vida antiga e atual, especialmente em Marte e em breve na lua de Júpiter, Europa. Para lá do nosso Sistema Solar, missões como Kepler e TESS estão a revelar milhares de planetas em órbita de outras estrelas.

A explosão de conhecimento de planetas em órbita de outras estrelas, os chamados exoplanetas, e os re…

Nova simulação lança luz sobre buracos negros supermassivos em espiral

Esta animação gira 360 graus em redor de uma versão "parada no tempo" da simulação e no plano do disco.
Crédito: Centro de Voo Espacial Goddard da NASA

Um novo modelo está a aproximar os cientistas da compreensão dos tipos de sinais de luz produzidos quando dois buracos negros supermassivos, que têm milhões a milhares de milhões de vezes a massa do Sol, espiralam em direção a uma colisão. Pela primeira vez, uma nova simulação de computador que incorpora completamente os efeitos físicos da teoria da relatividade geral de Einstein mostra que o gás em tais sistemas irá brilhar predominantemente no ultravioleta e em raios-X.

Por norma, cada galáxia com o tamanho da nossa Via Láctea ou maior contém um monstruoso buraco negro no seu centro. As observações mostram que as fusões de galáxias ocorrem com frequência no Universo mas, até agora, ninguém viu uma fusão destes gigantescos buracos negros.

"Sabemos que as galáxias com buracos negros supermassivos centrais se fundem regu…

Óvnis são avistados por 6 aviões comerciais no norte do Chile

Os pilotos de pelo menos seis aviões comerciais - cinco da Latam Chile e um da Copa Airlines - informaram ter notado no céu do norte chileno diversos objetos voadores não identificados, dados que foram reportados e documentados pelo Comitê de Estudos de Fenômenos Aéreos Anômalos (Cefaa).

Um áudio disponibilizado no Youtube e divulgado pelo jornal "La Estrella" narra a reação de alguns pilotos que sobrevoavam a cidade de Antofagasta no dia 7 de maio, 1.364 quilômetros ao norte de Santiago.

Um piloto do voo COPA 174, começa a narrar com ênfase "que na altura do posto Livor (um posto de controle situado no céu, a 380 quilômetros do litoral de Antofagasta) aparecem três luzes".

"Não temos reportado trânsito e não sabemos o que é", alertou, pouco antes de avisar: "Neste momento, uma luz desapareceu".

Quase ao mesmo tempo, a voz de um piloto do Latam 639 entra em contato com a torre de controle. "Posição, para baixo. Aparentemente, sobre o mar&q…

Astrônomos querem saber se luas podem ter suas próprias luas

Por: Ryan F. Mandelbaum

Crianças, às vezes, perguntam coisas que os pais não sabem responder. O filho da astrônoma Juna Kollmeier a deixou sem palavras em 2014:

“As luas podem ter luas?”

Então, ela foi atrás de uma resposta.

Até onde os cientistas sabem, nenhum dos planetas do Sistema solar tem sub-luas, isto é, luas orbitando suas luas. Kollmeier, que trabalha nos Observatórios do Instituto Carnegie de Washington, e o astrônomo Sean Raymond, da Universidade de Bordeaux, se juntaram para procurar a resposta — e, bem, ela é complicada. Mas as evidências de uma enorme exolua, possivelmente orbitando outra estrela, torna a questão mais visionária do que nunca — e ela pode revelar informações importantes sobre a história do nosso próprio Sistema Solar.

“Nós estamos apenas arranhando a superfície aqui ao tentar usar a ausência de sub-luas para entender nossa história primitiva”, diz Kollmeier ao Gizmodo.

• Nossa galáxia pode estar repleta de exoluas habitáveis
• A Lua vai receber uma rede…

O espaço está inacessível para astronautas depois da falha de ontem da Soyuz

Por: George Dvorsky

Todos os lançamentos tripulados foram suspensos pela agência espacial russa depois da falha com o foguete Soyuz ocorrida. Isso é um problema, já que grande parte do mundo depende das naves da Rússia para levar carga e pessoas para o espaço. Consequentemente, estamos encarando a possibilidade bastante real de ter uma Estação Espacial Internacional sem astronautas — algo que não aconteceu em quase duas décadas.

Na manhã de 11/10/2018, um foguete de propulsão Soyuz-FG com uma espaçonave tripulada Soyuz MS-10 acoplada passou por um sério problema depois de cerca de três minutos de voo, forçando o astronauta americano Nick Hague e o cosmonauta russo Alexey Ovchinin a fazer um pouso de emergência nos estepes cazaques. De acordo com comunicados, os dois estão em “boas condições”, mas o mesmo não pode ser dito do foguete, que caiu a cerca de 40 quilômetros da cidade de Dzhezkazgan, na região de Karaganda, no Cazaquistão.



Este foi o primeiro incidente do tipo para a Roscos…

Pinturas preservadas são descobertas em ruínas de Pompeia, na Itália

AFRESCOS EM QUINTAL DE CASA DE POMPÉIA ESTÃO BEM PRESERVADOS (FOTO: CIRO FUSCO/POMPEII - PARCO ARCHEOLOGICO)

Gravuras decoravam interior de casas e tinham oferendas para espíritos

Na primeira semana de outubro, arqueólogos encontraram afrescos (obras feitas em paredes) coloridos e bem preservados em um larário – que ficava no interior de casas romanas e era dedicado à adoração de divindades – na região de Pompéia, cidade italiana do Império Romano que foi destruída pela erupção do Monte Vesúvio.

As pinturas decoram um pátio de cerca de 4 por 5 metros, e retratam duas serpentes, usadas para representar espíritos, em frente a um altar com uma pinha e ovos empoleirados no topo – acredita-se que esses objetos eram oferendas aos espíritos para pedir prosperidade e boa sorte. Em outra área na mesma parede, em torno da altura de um canteiro de flores, há pinturas de um pavão, pássaros voando e folhas.


OVOS E PINHA PODEM TER SIDO OFERENDA PARA ESPÍRITOS (FOTO: CIRO FUSCO/POMPEII - PARCO AR…

Pergaminho danificado de 500 anos tem mensagem revelada por cientistas

TEXTO DANIFICADO (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Pesquisadores utilizaram técnica inovadora que permitiu entender o conteúdo do documento

Pesquisadores a Universidade Cardiff, no Reino Unido, utilizaram uma técnica que envolve tomografia computadorizada para revelar o conteúdo de um documento de 500 anos que estava completamente danificado— o pergaminho estava parcialmente carbonizado e não era possível descolar as páginas sem destruí-las.

Utilizando um recurso que é conhecido na Medicina, os pesquisadores expuseram o documento à emissão de feixes de raios-X em um tubo, criando diferentes graus de contraste em uma imagem. A partir de milhares de linhas criadas com a varredura, as informações foram processadas por um computador equipado com algoritmos complexos capazes de destacar o conteúdo do pergaminho que estava escrito à tinta.

De acordo com os cientistas da Universidade Cardiff, o pergaminho possuía quatro folhas e diferentes camadas sobrepostas, o que aumentou a dificuldade para que os al…

“Dynamoterror”, primo de T-Rex, é novo dinossauro descoberto

DESENHO DE UM DYNAMOTERROR (FOTO: REPRODUÇÃO/DONT MESS WITH DINOSAURS)

Mais velho e ligeiramente menor que seu parente mais famoso, espécie é importante para entender dinossauros gigantes

O Tiranossauro Rex é o rei dos dinossauros. Mas milhões de anos antes do gigante pisar na Terra, outro membro do gênero reinava supremo – com um nome igualmente incrível: Dynamoterror dynastes.

Um novo estudo publicado no periódico PeerJ descreve a besta, recém-descoberta com a utilização de fósseis encontrados em San Juan Basin, no Novo México, por um time liderado pelos paleontólogos Andrew McDonald e Douglas Wolfe. Estima-se que ele teria até 9,1 metros da cabeça até a calda, aproximadamente 80% do tamanho de um T-Rex adulto.

Ele também é um dos Tiranossauros mais antigos a serem descobertos na América do Norte. Enquanto o T-Rex viveu entre 68 e 66 milhões de anos atrás, outros da espécie datam de 77 milhões de anos atrás. Já esta descoberta vai mais longe: 80 milhões. Seu habitat era conhecido c…

Eu conheci a primeira cápsula em tamanho real do Hyperloop

Por: Matías S. Zavia

Enquanto eu dirigia de Málaga para Cádiz para a apresentação da primeira cápsula de Hyperloop em tamanho real, eu fiquei com uma questão matemática na cabeça: “Se eu levo duas horas e meia nesse caminho de 240 quilômetros, o Hyperloop levaria…”

Não importa. A estrada é íngreme e as chances de que alguém venha a construir um tubo gigante entre as duas cidades antes de eu morrer são mínimas. De repente, eu entro em uma neblina bastante densa — cortesia do Estreito de Gibraltar) e penso: “Bem, esta é a metáfora perfeita do Hyperloop. Ninguém sabe o que vem por aí ou qual é o limite.” Agora que eu vi de perto, estou ainda mais incerto sobre o seu futuro.

Assim como a ideia de carros elétricos, o conceito de um trem que viaje a uma velocidade altíssima por meio de um tubo tem mais de um século de idade. De modo semelhante, o projeto de um trem que viaje por um tubo a uma velocidade altíssima e que seja economicamente viável, assim como o de carros elétricos economicam…

Lançamento de foguete da SpaceX gera efeito visual nos céus dos EUA

CÉU ILUMINADO COM A PASSAGEM DO FOGUETE FALCON 9 (FOTO: DIVULGAÇÃO/ SPACE X)

É um pássaro? É um avião? Ou seria um óvni? Os moradores da cidade norte-americano de Los Angeles, na Califórnia, ficaram intrigados com o clarão que cortou os céus na noite do último dia 7 de outubro (domingo). A explicação para o efeito visual surpreendente, entretanto, não tem nada de sobrenatural: após o lançamento do foguete Falcon 9, desenvolvido pela SpaceX,o módulo principal do equipamentos se separou e iniciou seu processo de propulsão para sair do planeta. Como isso aconteceu no final de tarde, ainda havia luz solar, que ajudou a "incrementar" a perturbação na atmosfera.

Lançado na Base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia, o foguete Falcon 9 carregou para o espaço o satélite SAOCOM 1A, desenvolvido pela agência espacial da Argentina. O equipamento conseguirá realizar diferentes funções, como monitorar desastres naturais ou enviar informações a agricultores a respeito da evolução …

Vítimas do Vesúvio podem ter tido sangue evaporado e crânio explodido

PINTURA DE JOHAN CHRISTIAN DAHL RETRATA ERUPÇÃO DO VULCÃO DO VESÚVIO (FOTO: DOMÍNIO PÚBLICO)

A erupção do vulcão Vesúvio (Itália), em 79 d.C., é conhecida até hoje como uma das piores catástrofes da humanidades, tendo destruído completamente duas cidades do Império Romano: Pompeia e Herculano. Mas o que já parecia bem ruim, ficou ainda mais chocante depois que cientistas descobriram que, durante o desastre, o sangue de algumas pessoas pode ter evaporizado e, seus crânios, explodidos por conta do vapor.

Um grupo de arqueólogos do Hospital Universitário Italiano Federico II estudaram alguns ossos humanos recuperados de 12 câmaras cheias de cinzas que estavam no litoral da cidade de Herculano. Ao analisarem os restos mortais, descobriram um estranho resíduo vermelho e preto impregnado nos ossos (incluindo o interior dos crânios) e ao redor das cinzas.

Usando as técnicas de espectrometria de massa com plasma indutivamente acoplado e microespectroscopia Raman, descobriu-se que esse resídu…

Neandertais sobreviveram à era do gelo na Europa graças a cuidados médicos eficazes

Por: George Dvorsky

Os neandertais cuidavam daqueles que estavam doentes e feridos. Uma nova pesquisa sugere que esse comportamento, que é bem documentado por especialistas, foi mais do que um fenômeno cultural ou uma expressão de compaixão — ele realmente os ajudou a sobreviverem.

Para suportar as duras condições da Europa em uma era do gelo, os neandertais adotaram várias estratégias, incluindo a caça em grupo, a paternidade colaborativa e o compartilhamento de alimentos. Uma nova pesquisa publicada na Quaternary Science Reviews acrescenta um outro truque ao guia de sobrevivência dos neandertais: os cuidados com a saúde.

“Argumentamos que, ao invés de ser simplesmente um traço cultural, os cuidados médicos podem ser vistos como parte de várias adaptações que permitiram aos neandertais sobreviver em ambientes únicos, onde viviam ao lado de grandes predadores carnívoros e eram frequentemente dependentes de grandes [mamíferos]… como um grande fonte de alimento”, escreveram os autores,…

Louça suja ajuda a descobrir como se alimentavam nossos antepassados

O INÍCIO DAS ESCAVAÇÕES NA TURQUIA (FOTO: WIKICOMMONS)

A arqueóloga Eva Rosenstock, que trabalha observando antigos artefatos em locais antigamente ocupados pela sociedade, voltou grande parte de seu trabalho para Çatalhöyük, uma famosa cidade neolítica em Anatolia, na Turquia. Rosenstock foi uma das principais investigadoras da área, que teve o fim de sua civilização em um período próximo de 5700 a A.C.

Observando dezenas de quilos de cerâmicas utilizadas para os mais diversos fins, ela descobriu um depósito calcificado que, com algum material acumulado dentro das próprias cerâmicas, levantou a hipótese de conservar algo para além dos efeitos da passagem do tempo.

Foi quando ela conheceu o trabalho de Jessica Hendy, arqueóloga da University of New York, que envolve extrair proteínas de cálculos dentários em dentes fossilizados para analisar as moléculas ali contidas e aprender sobre as dietas de nossos antepassados. Ambas, então, mergulharam na análise das cerâmicas.

O resultado des…

Tumba que abrigaria sacerdote do Egito Antigo é encontrada

PARTE DO COMPLEXO DA TUMBA JÁ FOI DESTRUÍDO (FOTO: CZECH INSTITUTE OF EGYPTOLOGY)

Os restos de um complexo de tumba pertencente ao "único amigo" de um faraó egípcio foram descobertos perto de uma pirâmide em Abusir, no Egito. O local também possui resquícios de uma pequena câmara religiosa, junto de um sarcófago.

Dentro do túmulo, que foi saqueado nos últimos séculos, arqueólogos encontraram uma estátua com inscrições referentes a um sacerdote religioso chamado Kaires que era o "único amigo do rei" e "guardião do segredo da Casa da Manhã" – o lugar onde o faraó se vestiu e tomou café da manhã, conforme o Instituto Tcheco de Egiptologia afirmou em comunicado.

Os especialistas ainda não sabem a que faraó a inscrição está se referindo, mas eles têm algumas pistas: o complexo da tumba foi encontrado perto de uma pirâmide do faraó Neferirkaré (que reinou de 2.446 a 2.438 a.C.); e os escritos na estátua falam que Kaires era "inspetor dos sacerdotes servi…

Processador neuromórfico faz inteligência artificial 200 vezes mais rápido

As sinapses artificiais são feitas com memórias de mudança de fase, que guardam dados e computam ao mesmo tempo. [Imagem: Nature Nanotechnology/IBM Research]

Memória que computa

Engenheiros da IBM estão desenvolvendo uma nova arquitetura de computador, melhor equipada para lidar com a carga de dados exigida pelas aplicações de inteligência artificial.

O novo conceito, inspirado no cérebro humano, superou em larga margem os computadores convencionais nos primeiros testes comparativos.

Os computadores de hoje são construídos segundo a arquitetura von Neumann, desenvolvida na década de 1940. Os sistemas de computação von Neumann têm um processador central (CPU) que executa a lógica, uma unidade de memória, sistema de armazenamento permanente e dispositivos de entrada e saída. Os computadores inspirados no cérebro, por sua vez, contam com unidades coexistentes de processamento e memória - cálculo e memória são funções do mesmo componente.

"No cérebro, as sinapses tanto computam quan…

Roupa espacial para bactérias será útil no espaço e na Terra

O traje espacial é "personalizado": ele se enrola ao redor da bactéria e se expande conforme a bactéria cresce ou se multiplica. [Imagem: Zhe Ji et al. - 10.1073/pnas.1808829115]

Traje espacial para bactérias

Assim como os trajes espaciais ajudam os astronautas a sobreviver em ambientes inóspitos, trajes espaciais para bactérias permitem que esses microrganismos sobrevivam em ambientes que os matariam se eles estivessem sem proteção.

Zhe Ji e seus colegas da Universidade da Califórnia em Berkeley desenvolveram as roupas de proteção para prolongar a vida útil das bactérias e fazê-las trabalhar por mais tempo na produção de biocombustíveis e vários outros produtos químicos.

O traje bacteriano consiste em um sistema poroso dotado de semicondutores absorvedores de luz para capturar dióxido de carbono (CO2) e usar as bactérias para converter o gás em produtos químicos que podem ser usados pela indústria ou, no futuro, em colônias espaciais.

O sistema imita a fotossíntese das pla…