Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 4, 2014

Repórter visita observatório que estuda Ovnis durante 24h por dia na Noruega

As aparições de ovnis são numa pequena cidade de Hessdalen, onde ficou famosa depois que luzes brilhantes começaram a aparecer no céu. Especialistas monitoram 24 horas por dia a movimentação de objetos voadores não identificados.




Abaixo extrato de um programa espanhol tratando de casos ocorridos na década de 1980 em Hessdalen:


FONTE: TV RECORD

Encontrada estrela irmã do nosso Sol

Localização da estrela HD 162826 irmã do nosso Sol, em maio de 2014

Pela primeira vez astrônomos identificaram uma estrela que emergiu da mesma nuvem de poeira e gás que o nosso Sol. De forma intrigante, há uma pequena chance de que a nossa estrela irmã abrigue planetas hospitaleiros à vida.
Para aqueles que têm assistido a nova série Cosmos (EUA), este anúncio não poderia ter chego em melhor hora. O astrônomo e apresentador Neil de Grasse Tyson recém apontou em um recente episódio, que o nosso Sol, junto com outras estrelas, foram formados dentro de uma enorme nuvem de poeira e gás, chamada nebulosa. Consequentemente, devem haver ‘irmãs estelares’ boiando por aí, numa distância relativamente próxima, mas até hoje nenhuma havia sido encontrada.
Análise química e orbital
A estrela HD 162826 foi identificada por Ivan Ramirez e sua equipe, na Universidade do Texas, em Austin. Ela está localizada a 110 anos luz de distância, na constelação de Hércules e é aproximadamente 15% mais mas…

Arquivo Ovni: Ovnis na Serra do Roncador, MT

FONTE: TERRÍCOLA

Cientistas farão experimento para ver se plantas podem crescer em Marte

O homem ainda não encontrou vida em Marte, mas será que ela seria possível no planeta vermelho? Essa é a pergunta que a NASA pretende responder em breve. É que uma equipe de cientistas da agência espacial norte-americana pretende testar se uma planta pode crescer nas condições atmosféricas e ambientais do nosso vizinho vermelho.
O plano da missão conhecida como Mars Plant Xperiment (MPX) foi apresentado durante uma conferência pela equipe do Centro de Pesquisa Ames. Os testes poderiam começar quando a próxima sonda exploradora chegar ao planeta em 2021.
Segundo Chris McKay, um dos autores do projeto, o experimento seria autossuficiente, o que eliminaria a possibilidade dessa forma de vida escapar e gerar alguma muda ou árvore em Marte. Por isso, a ideia é colocar um cubesat, um pequeno satélite, fora da sonda.

Esta caixa funcionaria como uma pequena estufa com ar da atmosfera terrestre e levaria cerca de 200 sementes de Arabidopsis, uma planta com flor muito usada em pesquisas cientí…

DNA alienígena e o design inteligente

Cientistas persuadem bactéria a usar DNA “alienígena”, com seis letras genéticas

POR SALVADOR NOGUEIRA
09/05/14 06:05
Não tem outro jeito de apresentar esta notícia: cientistas americanos criaram em laboratório uma bactéria que usa DNA “alienígena”. Em vez de ter quatro letrinhas genéticas, como as usadas por todas as formas de vida na Terra, esse pequeno ser vivo trabalha com seis letrinhas.

A ideia de que o DNA poderia não estar preso às quatro bases tradicionais (adenina, timina, citosina e guanina, as populares A, T, C e G) já é antiga, e faz mais de década que cientistas conseguiram criar e sintetizar letrinhas adicionais complementares e inseri-las no DNA. Mas o novo avanço é um marco, porque mostra que o maquinário celular contido nas formas de vida também pode se adaptar perfeitamente para usar esse alfabeto genético expandido, sem igual na biosfera terrestre (daí a tentação de chamá-lo de alienígena).

Fazendo alterações genéticas numa bactéria da espécie Escherichia coli, F…

Clássico da Ufologia: "Contatos Imediatos do Terceiro Grau"

Clássico filme de Steve Spielberg do ano de 1977

Em uma pequena cidade americana vive Roy Neary (Richard Dreyfuss), um chefe de família que, ao pressentir a chegada de alienígenas, tem o seu comportamento alterado. Ele fica obcecado pela ideia e começa a investigar a situação, buscando o local de contato dos ET's. Como ele, diversas outras pessoas sentem a presença extraterrestre e rumam para o local do pouso da nave.




FONTE: TERRÍCOLA

Civilizações extraterrestres podem estar utilizando neutrinos e onda gravitacionais para sua comunicação

Vários astrônomos de renome mundial – inclusive o ex-astrônomo real da Grã-Bretanha, Sir Martin Rees – areditam que civilizações extraterrestre avançadas, ao invés de estarem usando diferentes ondas de rádio ou luz visível para se comunicarem, podem estar usando um meio de comunicação totalmente diferente, tal como os neutrinos, ou até mesmo as ondas gravitacionais (que são ondas no tecido do espaço-tempo), ou ainda usando mecanismos de comunicação que ainda nem imaginamos.
Até agora [de acordo com a ciência 'convencional/corporativa'], não temos nenhuma evidência que prove não sermos as únicas formas de vida consciente no universo. Todavia, do ponto de vista estatístico, as chances de não haver nenhum outro planeta com vida inteligente são ínfimas. Há um estimado 250 bilhões (2.5 x 10¹¹ ) de estrelas só na Via Láctea e mais de 70 sextilhões (7 x 10²² ) no universo visível, e muitas dessas estrelas são cercadas por múltiplos planetas. Enquanto isso, nosso sistema solar de 4,…

Estamos sós no Universo?

Artigo, escrito por Kelly Cline, Ph.D. e professora de astronomia e matemática na Faculdade Carrol, em Helena, Montana – EUA:

Existe vida lá fora? Há outros planetas com seres inteligentes, ou a Terra é o único? Estórias de ficção científica são repletas de alienígenas, com seres como o Sr. Spock e o Yoda, mas há realmente uma chance de que algo, mesmo que se pareça vagamente com eles, poderia ser real? Os fatos científicos são surpreendentemente otimistas.
Aqui na Terra, nosso corpos podem funcionar devido às leis da física e da química. Nossa células são feitas de átomos, principalmente de carbono, hidrogênio, nitrogênio, oxigênio e fósforo. Os astrônomos descobriram que quando apontamos nossos telescópios para o universo lá fora, encontramos estes átomos por toda a parte. As estrelas são feitas exatamente destes mesmos tipos de átomos que temos aqui na Terra. Quando estudamos as galáxias mais distantes, a bilhões de anos luz de distância de nós, descobrimos que estas mesmas …

NASA disponibiliza imagens da Terra em tempo real

Com quatro câmeras HD instaladas na parte externa da Estação Espacial Internacional (EEI), a NASA disponibilizou imagens em tempo real do nosso planeta por meio da plataforma Ustream. As informações são do site Extreme Tech.
O projeto, chamado de High Definition Earth Viewing (HDEV), teve início no dia 1° de maio, e faz parte de um estudo que irá analisar os efeitos da radiação solar em equipametos dessa natureza no espaço. As câmeras foram protegidas por um compartimento preenchido com nitrogênio seco e com temperatura controlada. O design desses compartimentos foi desenvolvido com a ajuda de estudantes americanos do ensino médio, uma pareceria que busca estimular o interesse dos jovens por ciência e tecnologia.

Como as imagens captadas pelas câmeras são reformatadas pela NASA antes de serem enviadas para o Ustream, podem ocorrer problemas na conexão. A EEI leva cerca de 90 minutos para completar sua órbita pela Terra, o que torna possível visualizar um pôr do sol a cada 45 minutos.…

Simulação realística do Universo recria evolução cósmica

Universo simulado

Astrônomos recriaram em computador uma parcela do nosso universo, do Big Bang até hoje.

A simulação, chamada Illustris, revelou-se incrivelmente realística, produzindo imagens que se parecem muito com fotografias feitas pelo telescópio Hubble.

Os 12 bilhões de pixels da imagem final, em 3D, recriam a evolução cósmica em um cubo de 350 anos-luz de aresta.

Na verdade, a simulação recria a matéria - a matéria bariônica, essa de que nós as estrelas somos feitos, e usa as teorias sobre a matéria escura para considerar o impacto dessa parcela ainda desconhecida de "materialidade".

A história começa apenas 12 milhões de anos após o Big Bang. Quando alcança o hoje, o universo cúbico simulado contém mais de 41.000 galáxias.


Esta imagem está centrada no maior aglomerado de galáxias que se conhece hoje, mostrando os filamentos de matéria escura (azul e roxo). As bolhas em vermelho, laranja e branco mostram gás sendo ejetado de supernovas ou jatos emitidos por buracos…

NASA recria poeira interestelar em laboratório

Imagem feita por microscópio eletrônico de um dos grãos de poeira produzidos, com cerca de 1,5 micrômetro de diâmetro - considerado grande para os padrões da poeira interestelar.[Imagem: NASA/Ames/Farid Salama]

Poeira interestelar

Uma equipe de cientistas da NASA fabricou em laboratório grãos microscópios de poeira que eles acreditam reproduzir a poeira interestelar.

Para isso, eles simularam o que ocorre na atmosfera de uma estrela gigante vermelha que, no fim de sua vida, lança ao espaço o material que poderá levar à formação de planetas e outras estrelas.

Os resultados mostraram que os materiais resultantes são mais complexos do que se previa.

Segundo a equipe, os resultados têm implicações importantes e ramificações para a astrofísica interestelar e para a ciência planetária, permitindo, por exemplo, elucidar o tipo de grãos presentes no pó em torno de estrelas, uma espécie de condensação das chamadas nuvens moleculares.

Os grãos de poeira que se formam em torno de estrelas que c…

John Mack e as abduções em um capítulo de "Sequestros, Encontros Com Extraterrestres"

John Edward Mack (1929-2004) foi um conceituado médico psiquiatra, escritor e professor da Universidade de Medicina de Harvard, que dedicou um longo período da sua vida e da sua carreira ao minucioso estudo e análise das abduções alienígenas. O seu livro 'Sequestro' mereceu o prêmio Pulitzer de 1994 e constituiu um marco na ovnilogia.

Um autor que se lança num empreendimento tão manifestamente inovador como este tem inevitavelmente de interrogar-se acerca das possíveis ligações com o seu trabalho anterior. Para mim, a ligação reside no tema da identidade — quem somos nós, no sentido mais profundo e mais lato.

Em retrospectiva, este tema tem estado comigo desde o início, dominando as minhas abordagens clínicas dos sonhos, dos pesadelos e do suicídio de adolescentes e as minhas pesquisas biográficas, bem como os estudos relativos à geração das armas nucleares e aos conflitos etnológicos e, mais recentemente, a psicologia trans pessoal, com a qual tenho estado envo…