Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 23, 2014

Cientistas conseguem reconstruir rostos ao ler a sua mente

Fantasiando sobre uma antiga paixão? Prefere uma celebridade em vez do seu parceiro atual? Cuidado: cientistas podem reconstruir os rostos que você pensa a partir de uma varredura do cérebro.

Pesquisadores de Yale estão usando exames de ressonância magnética funcionais para reconstruir imagens de rostos de pessoas que outras pessoas estão pensando. Ao mostrar a seis indivíduos 300 rostos diferentes e então realizar as varreduras cerebrais, Alan S. Cowen e Brice Juhl conseguiram ensinar a um software como usar raciocínio estatístico para associar sinais cerebrais com características faciais.

Então, eles mostraram aos seis indivíduos novos conjuntos de rostos, e escanearam os cérebros enquanto eles pensavam neles. Usando apenas os exames de ressonância magnética, os pesquisadores conseguiram fazer o software reconstruir os rostos que as pessoas pensavam. Os resultados de alguns experimentos estão na imagem que ilustra o post.

As reconstruções não são perfeitas, mas vale lembrar que é p…

Cientistas produzem pela primeira vez cromossomo artificial de levedura

Descoberta permitirá criação de fármacos, nutrientes e biocombustíveis.
Equipe internacional levou sete anos para desenvolver cromossomo.

Cientistas conseguiram produzir um cromossomo artificial de levedura, um grande avanço no campo emergente da Biologia Sintética, que permitirá conceber novos fármacos, nutrientes e biocombustíveis, de acordo com o estudo publicado nesta sexta-feira (28) na edição impressa da revista "Science".
Até agora, os pesquisadores haviam conseguido fabricar cromossomos de bactérias e de DNA viral, com estruturas muito mais simples. Desta vez, foram necessários sete anos de trabalho de uma equipe internacional de cientistas para construir esse genoma e reunir 273.871 pares de bases de DNA de levedura. Esse total é inferior a seu equivalente natural, que tem 316.667.
Os pesquisadores fizeram várias alterações na base genética desse cromossomo, incluindo a eliminação de porções redundantes para a reprodução do cromossomo e seu crescimento. "Nossa…

O que era aquilo? Documentário reconta o dia em que um OVNI passou pelo estádio do Morenão

O dia era 6 de março de 1982. Época em que o Operário de Mato Grosso do Sul brilhava no cenário nacional e fazia frente a grandes times do país. Com Roberto Dinamite, Cláudio Adão, Mazaropi, Rondinelli e outros cracks, o Vasco da Gama foi a Campo Grande enfrentar o Operário no mítico estádio Morenão.

O Operário venceu por 2 a 0, dois gols de Jones. Mas a partida ficou marcada por um fato extracampo. E bota extracampo nisso. Extraterrestre, inclusive. Muitas pessoas afirmam ter visto um objeto luminoso sobrevoando o estádio em alta velocidade. Não podia ser um avião. Era certamente um disco voador, concordaram todos.

O documentário “O Que Era Aquilo?”, realizado por André Patroni, Kleomar Carneiro e Paulo Henrique Higa e produzido por João Conrado Kneipp e Pedro Heiderich, conta a história do OVNI que sobrevoou o estádio Morenão naquela histórica partida. Com imagens da época e depoimentos de personagens que estiveram presentes naquele dia no estádio, como Rondinelli e COCADA, o docum…

Mulher recebe implante de um novo crânio feito em impressora 3D

Você já deve saber que, com a impressão 3D, é possível criar diversas partes do corpo – incluindo ossos. Mas uma equipe de neurocirurgiões holandeses levou isso a outro nível, substituindo a maior parte do crânio de uma mulher por uma cúpula impressa em 3D.

Esta operação salvou a vida da paciente: ela tem 22 anos e sofre de uma doença rara que fez seu crânio engrossar, aumentando a pressão sobre o cérebro. No momento da cirurgia, o osso tinha 5 cm de espessura – mais que o triplo do normal.

A equipe de médicos da Universidade de Utrecht usou uma impressora 3D para criar uma cópia perfeita de seu crânio, feita de plástico transparente. Depois, eles o encaixaram na cabeça dela em uma cirurgia que durou 23 horas. Todo o processo levou três meses.

“Os implantes costumavam ser feitos à mão na sala de cirurgia, usando uma espécie de cimento que estava longe do ideal”, explica Ben Verweij, que liderou a operação. “Usando a impressão 3D, podemos fazer um implante com o tamanho exato. Isto nã…

Brasileiros usam quase-átomos para criar moléculas fotônicas

A grande novidade do trabalho dos brasileiros foi a utilização de "quase-átomos" para criar moléculas fotônicas.[Imagem: Luis Barêa et al./Photonics Journal]

Processamento com fótons

Pesquisadores da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas - SP) criaram moléculas fotônicas que estão chamando a atenção da comunidade científica internacional.

Luís Alberto Barêa e Newton Frateschi afirmam que as moléculas fotônicas poderão ser a solução para o "aumento exponencial da demanda por bits", que está trazendo dois problemas principais: a necessidade de sistemas de transmissão de dados cada vez mais rápidos e a exigência de um consumo de energia cada vez menor.

"O objetivo é produzir dispositivos capazes de conduzir e confinar a luz, ou então atrasar um sinal, a fim de separá-lo, modificá-lo ou combiná-lo," explica Frateschi.

A solução consiste em dispositivos optoeletrônicos e fotônicos baseados em microrressonadores ópticos, que permitem confinar fótons forte…

Cientistas identificam objeto mais longínquo do Sistema Solar

Possível planeta-anão fica na região chamada Nuvem de Oort.
Objeto fica 80 vezes mais longe do Sol do que a Terra.

Pesquisadores identificaram, por meio de observações feitas a partir da Terra, um objeto em órbita ao redor do Sol que pode ser considerado o mais longínquo do Sistema Solar. A descoberta foi publicada na edição desta quarta-feira (26) da revista "Nature".

De acordo com o estudo, trata-se possivelmente de um planeta-anão que está localizado na região mais externa do Sistema Solar, chamada Nuvem de Oort.
Até então, o objeto identificado como o mais distante em nosso sistema era o planeta-anão Sedna, descoberto há 10 anos. Sua distância mínima do Sol ao longo da órbita é de 76 unidades astronômicas, ou seja, 76 vezes a distância entre a Terra e o Sol. Já o novo objeto - chamado de 2012 VP113 - se mantém a uma distância mínima do Sol de 80 unidades astronômicas.
Segundo os pesquisadores responsáveis pela descoberta, o Sedna (com diâmetro de mil quilômetros) e o 20…

Estudo liderado por brasileiro descobre anéis ao redor de asteroide

Concepção artística mostra o sistema de anéis detectados ao redor do asteroide Chariklo (Foto: Lucie Maquet/Divulgação)

Observações mostraram que asteroide Chariklo apresenta dois anéis.
Trata-se do menor objeto do Sistema Solar a ter anéis identificados.

Um estudo liderado por um pesquisador brasileiro descobriu a existência de anéis ao redor do asteroide Chariklo, que orbita o Sol entre Júpiter e Netuno. A descoberta foi publicada na edição desta quarta-feira (26) da revista "Nature".
Para chegar à conclusão, foram necessárias observações a partir de 13 telescópios diferentes localizados em sete pontos da América do Sul. Um dos instrumentos que mais contribuiu para a descoberta foi o telescópio dinamarquês localizado no Observatório de La Silla do Observatório Europeu do Sul (ESO). As observações foram feitas no dia 3 de junho de 2013, exatamente quando o objeto passaria em frente à estrela UCAC4 248-108672.

Foi possível detectar a presença dos anéis por meio da análise d…

Teria um disco voador descido em plantação próxima à cidade de Tocantins, MG

Moradores de Tocantins, na Zona da Mata, estão assustados com o que eles acreditam ser um disco voador que pousou na zona rural da cidade. Durante a noite eles avistaram luzes e escutaram barulhos estranhos. Nesta quarta-feira pela manhã, descobriram uma marca em círculo num canavial.




UFOS WILSON: VEMOS NA MATÉRIA QUE O PRÓPRIO TÉCNICO DA EMATER AO INVESTIGAR O LOCAL, CHEGOU A CONCLUSÃO DE SE TRATAR DE ALGO ALHEIO AOS SEUS CONHECIMENTOS.

FONTE: PortalUai

Jimmy Carter, ex-Presidente dos EUA, fala novamente sobre seu avistamento ovni

Durante todos esses anos, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Jimmy Carter, tem falado sobre seu encontro com um objeto voador não identificado em 1969. Ele nunca foi da opinião de que o objeto tenha sido uma nave alienígena, mas mantém a palavra de que era um objeto voador não identificado.
No mais recente episódio do The Brian Lehrer Show, Carter novamente explicou sua experiência, sendo direto quanto ao avistamento: “Eu não alego que ele tenha vindo do espaço“, ele diz a Lehrer, “Mas não era identificado e estava voando, e era um objeto“.
Carter participou do programa para promover seu novo livro, A Call to Action: Women, Religion, Violence and Power, que foca na desigualdade dos sexos ao redor do mundo. O assunto do OVNI ocorreu de forma espontânea.
Em 2005, Carter falou sobre seu incidente com o OVNI numa entrevista:

“Eu vi um objeto voador não identificado. Eu nunca acreditei que ele veio de Marte. Eu sei o suficiente sobre física para conhecer que você não há veículos que sej…

Gravity transforma desenhos feitos com luz em objetos em 3D usando realidade aumentada

E se você pudesse desenhar um objeto e ver ele ganhando vida além da folha de papel? O Gravity, um bloco de desenhos 3D, faz mais ou menos isso.

O Gravity é um bloco de rascunho de vidro que, com a ajuda de dispositivos de realidade aumentada, você consegue ver aquilo que está sendo desenhado em luz ganhar forma – flutuar no ar, como se fosse um objeto real, com a possibilidade de ser manipulado. É fantástico.

Criado por um grupo de estudantes de engenharia da Royal College of Art, em Londres, no Reino Unido, o Gravity se apoia na teoria de múltiplas inteligências de Howard Gardner – a defesa de que a inteligência humana não pode ser medida em uma escala de menor para maior, e sim em múltiplas formas. Assim, ele combina a capacidade de fazer alguns traços no papel com a inteligência espacial de saber como as coisas se encaixam no espaço.



O projeto pode ser especialmente útil para quem trabalha com espaço físico – arquitetos e designers de interior – que podem criar uma imagem em 3D d…

Garrafa promete retirar 99,9% das impurezas da água

A falta de água potável será uma preocupação crescente no futuro. As mudanças climáticas deverão afetar o abastecimento de água e já causam perdas de R$ 300 bilhões/ano. Imagine se você pudesse ter uma garrafinha que, além de carregar, filtrasse a sua água? Essa é a ideia da Okopure, uma garrafa desenvolvida com tecnologia da Nasa, informa o site do Planeta Sustentável.

Segundo o fabricante, a Okopure elimina cerca de 99,9% das impurezas da água. Isso é feito por meio de 400 membranas com dois microns (milésima parte de um milímetro). A garrafa filtra até 380 litros de líquido e é vendida por US$ 25 (R$ 60) no site da empresa. O preço é caro, mas pode ajudar populações de países pobres ou afetados por desastres naturais: 2 milhões de pessoas morrem todo ano por causa de água contaminada.

FONTE: YAHOO NOTÍCIAS

Astrônomo da NASA descobre primeiro planeta do tamanho da Terra e em zona habitável

A busca por uma nova Terra fora do sistema solar parece estar chegando ao fim. O astrônomo Thomas Barclay, do Centro de Pesquisa Ames da NASA, encontrou um planeta quase do tamanho da Terra na zona habitável de uma estrela na Via Láctea.

Barclay anunciou a descoberta na conferência Busca Por Vida Além do Sistema Solar. Ela ainda não foi oficialmente publicada, portanto os detalhes são escassos. Mas sabemos que:

1. A estrela é uma anã vermelha M1.

2. O planeta orbita dentro da zona onde a água líquida – e vida – podem existir. Talvez devêssemos chamá-lo de Krypton.

3. Seu raio é de apenas 1,1 vez o tamanho da Terra. Até agora, o tamanho mínimo para um novo candidato a Terra era de 1,4 vez – caso do Kepler-62F, que fica a 1.200 anos-luz de distância e orbita uma estrela.

4. Pelo menos outros cinco planetas orbitam esta anã vermelha.

Mal posso esperar até que o telescópio do projeto PlanetQuest nos permita tirar fotos reais desses novos mundos.

FONTE: GIZMODO.COM

Lua provoca também marés atmosféricas

Flutuações na temperatura da atmosfera a 108 km de altura, decorrentes da influência das marés lunares e do relevo. [Imagem: Paulino, A.R et al./JGR]

Marés lunares

A Lua não provoca apenas marés nos mares e oceanos.

Assim como faz as águas subirem e baixarem ao longo do dia, a Lua também deforma a atmosfera do planeta, esticando-a cerca de 1 metro.

Esse esticão sutil, decorrente da atração gravitacional lunar, gera perturbações na alta atmosfera que foram agora mapeadas em escala global por uma equipe do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Inez Staciarini Batista e Ana Roberta Paulino usaram dados coletados durante 10 anos para produzir o mais detalhado levantamento das variações na temperatura a altitudes superiores a 30 quilômetros (km) - três vezes mais alto do que voam os aviões comerciais.

Na faixa que vai dos 30 km aos 110 km de altura - cobrindo a estratosfera e a mesosfera - a temperatura pode oscilar até 8 graus ao longo do dia por influência dessa "maré a…

UFO imenso fotografado no Chile

A represa de El Yeso, onde o imenso UFO foi fotografado

Objeto, grande como dois campos de futebol, teria sido fotografado sobre uma represa

O Comitê de Estudos de Fenômenos Aéreos Anômalos (CEFAA), da Força Aérea Chilena, divulgou uma foto que recebeu de um casal de venezuelanos, obtida na região da represa de El Yeso. O UFO visto na imagem seria grande como dois campos de futebol, de acordo com a análise.

O diretor do CEFAA, general Ricardo Bermudez, analisou a foto e foi categórico: "Após pesquisas que levaram algum tempo, concluímos que a foto é real e não se trata de uma farsa. A incidência da luz nas nuvens vistas na imagem é a mesma que no objeto. E este último parece também emitir luz, sendo visíveis uma série de portinholas ou janelas".

Bermudez completa: "Essas conclusões são de nosso perito em meteorologia, e de acordo com as nuvens presentes na imagem, podemos concluir que o objeto tem o dobro do tamanho do Estádio Nacional". O militar ainda afirmou qu…

Ufologia com muita seriedade: Entrevista com o ufólogo Mário Rangel

Por Pepe Chaves/Ufo Via

A TV FANZINE apresenta entrevista em vídeo com o ufólogo e pesquisador Mário Rangel no programa UFOvídeo, em duas partes, de meia hora cada. Esse documentário conta com trilha sonora original assinada pelo músico e compositor paulista F.C. Perini e ilustrações de Fábio Vieira, Fernando Chaves e Pepe Chaves.

Na entrevista, gravada em sua residência em São Paulo, Rangel nos fala de alguns casos que pesquisou usando hipnose e sobre a possibilidade da presença alienígena estar agindo em nosso meio. Ele é o principal pesquisador do caso "João de Freitas", ocorrido no litoral paulista em 1956, cujo especial foi também produzido pela TV FANZINE em 2012, no formato de documentário.

Mário Nogueira Rangel é autor do livro "Sequestros Alienígenas I e II", que trata casos de abdução ocorridos no Brasil em décadas passadas. Ele também é autor de materiais exclusivos sobre o tema, publicados pelo portal UFOVIA e mantidos em acesso aberto e irrestrito ao …

StratoBus, primeiro híbrido de ‘drone’ e satélite na historia da aviação

Os cientistas franceses da Thales Alenia Space apresentaram um projeto de híbrido de ‘drone’ e satélite.

Segundo o projeto inicial, o Stratobus, de 23 metros de diâmetro e mais de 100 metros de longitude, terá forma de dirigível sendo construído de plástico hidrocarboneto.

Não necessitaría de nenhum tipo de lançador para ascender as camadas baixas da estratosfera, até os 20 kilômetros de altura, segundo os idealizadores de Thales. Sua imobilidade na estratosfera será possível graças a dois motores eletrônicos. O Stratobus estaria equipado com painéis solares para obter energia.

O híbrido poderia cumprir uma ampla serie de funções: controle de fronteiras, vigilância, observatório meteorológico, transporte de carga de até 450 libras (uns 205 kilogramos), segundo comentam seus projetistas. Além disso, o ‘Stratobus’ poderia baixar à superfície para tirar fotos de alta resolução.

A vida útil do equipamento estaria em torno dos cinco anos.



FONTE: RT NOTICIAS

Samambaias são fósseis vivos, afirma estudo

Samambaia (Osmunda japonica), parente próxima da espécie encontrada no fóssil do período Jurássico (Benjamin Bomfleur/Swedish Museum of Natural History)

Pesquisadores suecos analisaram um fóssil de 180 milhões de anos da planta e descobriram que seu genoma não mudou ao longo dos anos

Cientistas encontraram evidências de que as samambaias de hoje são “fósseis vivos”. É o que indica um exemplar da planta de 180 milhões de anos encontrado no sul da Suécia. A análise das estruturas celulares bem preservadas do fóssil mostrou que ele é praticamente idêntico à espécie Osmundastrum cinnamomeum, uma samambaia presente na Europa, na América e na Ásia.

"O genoma dessas samambaias continuou essencialmente o mesmo desde o período Jurássico (entre 199 milhões e 145 milhões de anos)", afirma a pesquisadora Vivi Vajda, da Universidade Lund, na Suécia, coautora do estudo publicado na última quinta-feira na revista Science. "Trata-se de um exemplo supremo de estagnação evolutiva.&quo…

Pesquisa cria imagem 3D de rosto humano a partir de amostra de DNA

Modelos de rosto humano criados a partir de informações genéticas. A imagem mostra faces projetadas com base em características associadas à ascendência africana ou europeia (Shriver Claes/Penn State)

Autores do estudo acreditam que, no futuro, será possível descobrir como é a face de uma pessoa por meio de um fio de cabelo — o que poderia ajudar, por exemplo, em investigações de crimes

No futuro, um fio de cabelo deixado na cena de um crime pode ser uma pista tão importante quanto a fotografia do próprio criminoso. Isso porque pesquisadores americanos desenvolveram um programa de computador capaz de criar imagens tridimensionais da face de uma pessoa a partir de amostras de seu DNA.

De acordo com esses especialistas, prever a cor dos olhos ou do cabelo de uma pessoa pela análise de um gene é relativamente fácil. Já as informações genéticas relacionadas ao formato do rosto e ao tamanho do nariz são mais complexas, porque um gene sozinho não determina um nariz grande ou pequeno.

Em um…

Imagem de nebulosa Cabeça de Macaco 'celebra' 24 anos do Hubble

A Nebulosa Cabeça de Macaco, captada pelo telescópio Hubble (Foto: AFP/NASA/ESA/the Hubble Heritage Team)

Agência espacial europeia divulgou imagem em aniversário do telescópio.
Nebulosa na constelação de Órion fica a 6.400 anos-luz de distância.

Para comemorar o aniversário de 24 anos do telescópio Hubble, a Agência Espacial Europeia (ESA) divulgou em 17/03/14 uma imagem inédita captada pelo equipamento da Nebulosa Cabeça de Macaco.
A nebulosa, registrada como NGC2174, fica a cerca de 6.400 anos-luz de distância, na constelação de Orion. Com ajuda de raios infravermelhos, o Hubble captou essa parte do céu em 2011. A colorida região é formada por estrelas jovens em meio a poeira e gás cósmico.
Todos os anos, a ESA e a agência espacial americana (NASA) divulgam uma imagem para celebrar o aniversário do telescópio espacial Hubble, que está em órbita desde 1990.

FONTE: G1.COM

Explore o panorama infravermelho da Via Láctea mais nítido já capturado

Acima, está parte de um panorama infravermelho da Via Láctea. Com 20 gigapixels, ele é o mais nítido que a humanidade já viu – e você pode explorá-lo aqui.

Revelado na Conferência TEDActive 2014, em Vancouver (Canadá), o panorama da nossa galáxia é feito a partir de mais de 2 milhões de imagens tiradas pelo Telescópio Espacial Spitzer, da NASA, ao longo dos últimos dez anos.

São imagens infravermelho, que conseguem atravessar as nuvens de poeira na galáxia e mostrar o que se esconde além do centro da Via Láctea. Com isso, o Spitzer ajuda a determinar onde estão os limites da nossa galáxia, e permite aos cientistas criar um modelo teórico mais preciso sobre a formação de estrelas.



O panorama é grande. Muito grande. Robert Hurt, especialista em imagem no Centro Spitzer de Ciência Espacial da NASA, explica isso:

“Se nós fôssemos imprimir esta imagem, precisaríamos de um outdoor tão grande quanto o estádio Rose Bowl [com 7.354 m²] para exibi-lo. Ao invés disso, criamos um visualizador di…