Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2020

Este pássaro robótico com penas artificias é incrivelmente ágil e realístico

Foto: Festo

Por Andrew Liszewski

Ao longo dos anos, a Festo, uma empresa alemã de automação com uma quedinha por robôs, projetou inúmeros autômatos inspirados na Mãe Natureza. Eles nadam, pulam e voam como seus colegas do mundo real. Isso inclui pássaros robóticos, que agora foram atualizados com penas falsas que permitem que eles voem pelo ar com a mesma capacidade de manobra e agilidade de uma ave de verdade.

Nove anos atrás, a Festo revelou uma gaivota robótica com asas que podiam se dobrar e bater como as das aves que aparecem nas praias na vida real. O pássaro robótico foi capaz de permanecer no ar simplesmente batendo as asas, sem a necessidade de uma hélice adicional ou outro mecanismo para criar impulso para a frente. Ele também podia virar para os lados, ajustando o ângulo de sua cauda. Embora fosse uma maravilha da engenharia, sua capacidade de manobra no ar era limitada.

A versão mais recente do pássaro robótico da Festo, BionicSwift, é completamente diferente. Para começa…

Com raro apoio da NASA, cientistas planejam criar guia para caçar sinais de civilizações alienígenas

Ilustração de um estudo feito pelo físico Adam Frank, que imaginou uma suposta população alienígena baseada na Ilha de Páscoa - DIVULGAÇÃO

Leonardo Neiva
De São Paulo para a BBC News Brasil

Ao longo dos próximos três anos, uma equipe de cientistas vai dar o pontapé inicial num projeto ousado. Financiados pela agência espacial americana, a Nasa, pesquisadores de diferentes universidades dos Estados Unidos desenvolverão uma espécie de guia para encontrar indícios de civilizações extraterrestres em outros planetas.

O projeto representa uma pequena revolução na busca por vida extraterrestre inteligente (SETI, na sigla em inglês) e é o primeiro do tipo a receber apoio financeiro da agência em três décadas.

Em entrevista à BBC News Brasil, o físico e astrônomo que lidera a pesquisa, Adam Frank, da Universidade de Rochester, contou que o trabalho vai se basear no conceito de "tecnoassinaturas", ou seja, na busca de indícios de uso de tecnologia por civilizações extraterrestres.

Di…

Qual será a espécie dominante na Terra se os seres humanos forem extintos?

Os dinossauros dominavam a Terra até que desapareceram há mais de 60 milhões de anos… Quem vai nos substituir? - ISTOCK

Com a ameaça das mudanças climáticas e da atual pandemia de coronavírus, mais e mais pessoas estão fazendo um alerta: nossa existência está em perigo.

Mas o que aconteceria se um dia os seres humanos deixassem de existir?

É muito provável que o fim da raça humana não signifique o fim do mundo: a Terra existia bilhões de anos antes de aparecermos e certamente continuaria a existir por muito mais tempo sem nós.

Além disso, os ambientalistas argumentam que, sem a presença dos maiores predadores (nós), a Terra provavelmente prosperará como nunca antes.

Mas como seria um mundo sem humanos? Quais outras espécies se tornariam dominantes?

Foi o que perguntou um ouvinte do programa da BBC "Os casos curiosos de Rutherford e Fry", que se dedica a responder perguntas científicas enviadas pelo público.


Há muito mais insetos que humanos no mundo, e é provável que eles s…

A Segunda Lei de Newton explicada (Episódio 5)

O quão importante uma coisa chamada de Princípio Fundamental da Dinâmica pode ser? MUITO. A Segunda Lei de Newton, que muitos conhecem por causa do F = ma é um dos conceitos mais importantes e utilizados na física clássica.

Curso de Física Básica do Ciência Todo Dia
Capítulo 3, Episódio 2.

Direção: Pedro Loos
Edição e Animação: Caique Oliveira
Direção de Arte: Eduardo Soldatti
Roteiro: Lucas Mitre (O Super Lento) e Pedro Loos



FONTE: Ciência Todo Dia

O que é energia? (Episódio 1)

A teoria do movimento (Episódio 2)

Quantidade de movimento explicada (Momento) - Episódio 3

A Primeira Lei de Newton (Lei da Inércia) explicada (Episódio 4)

Ex-diplomata brasileiro observou OVNI

Programa que aborda o avistamento inédito de um OVNI a bordo de um avião e, que foi testemunhado pelo embaixador e também, agente da CIA, Manuel Pio Corrêa Júnior. Durante a observação, ele estava acompanhado do coronel-aviador Rutênio Carneiro da Cunha Ribeiro, do primeiro-tenente Hélio Paes de Barros e dos secretários Carlos Bueno e Luiz Orlando Carone Gélio. A observação ocorreu numa madrugada de março de 1960 quando eles regressavam ao Brasil depois de uma missão diplomática junto ao presidente do Paraguai, Alfredo Stroessner Matiauda. O ex-diplomata brasileiro também foi secretário geral do Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores do Brasil), tendo contato com muitos Presidentes da República do Brasil e com o extinto SNI. Deixou este relato insólito descrito nas páginas 616, 617 e 618 de sua autobiografia: “Pio Corrêa – O Mundo em que vivi”, editada em 1994.





FONTE: Enigmas e Mistérios

Telescópio Espacial Hubble é homenageado em moeda de ouro de 1 dólar

Por Daniele Cavalcante

O Telescópio Espacial Hubble será homenageado nos Estados Unidos com uma moeda oficial de 1 dólar. A Casa da Moeda do país divulgou na última terça-feira (30) o design oficial nova moeda, que estampa a imagem do telescópio sobrevoando a órbita terrestre, com parte do globo de nosso planeta logo abaixo.

Esta moeda será um dos quatro dólares de ouro que serão emitidos este ano como parte de uma série especial de moedas para "homenagear a engenhosidade americana e celebrar os esforços pioneiros de indivíduos ou grupos de todos os 50 estados", de acordo com a Casa da Moeda dos EUA. O Hubble foi o selecionado para representar o estado de Maryland.

A moeda foi criada e esculpida por Joseph F. Menna, escultor e principal gravador da Casa da Moeda, que também trabalhou diversas mídias digitais e tradicionais de escultura. O logotipo da NASA está incluído na moeda, no corpo do telescópio. As inscrições na parte superior e inferior da moeda - "Estados Unid…

Eau de Space: esse perfume promete deixar sua pele com o cheiro do espaço

Por Patrícia Gnipper

Que cheiro tem o espaço? A resposta é: depende — e depende de que local ou objeto espacial você está imaginando. O espaço ao redor da Terra e da Lua, por exemplo, teria cheiro similar ao de pólvora queimada, enquanto o planeta Urano tem gases cujo odor é fétido como flatulências e urina. Mas também existem cheiros mais agradáveis espaço afora, como é o caso de uma nuvem de gás e poeira no centro da Via Láctea (Sagittarius B2), cujo aroma é algo similar ao cheiro de rum com framboesa.

A NASA já fez algums estudos nesse sentido, com especialistas em perfumes trabalhando no desenvolvimento de fragrâncias com "cheiro de espaço" para auxiliar o treinamento de astronautas antes de eles irem à órbita. A fórmula desse perfume espacial foi mantida em segredo por muitos anos, mas, agora, a Eau de Space colocou as mãos nessa preciosidade — e quer lançar o perfume com cheiro de espaço no mercado.



A equipe da Eau de Space conta com especialistas em moda, tecnologia,…

Encontrados metais em crateras da Lua que podem dar pistas sobre sua formação

Por Daniele Cavalcante

A hipótese mais aceita sobre a formação da Lua diz que ela surgiu após a colisão entre a Terra e um planeta do tamanho de Marte, chamado Theia. O suposto evento é chamado de “hipótese do grande impacto”, mas alguns cientistas têm questionado essa ideia. Agora, um novo estudo apresenta novas pistas para desvendar o mistério.

Na suposta colisão com Theia, a Terra teria perdido parte de sua crosta superior, e toda essa rocha destroçada orbitaram ao redor do nosso planeta até se aglutinar e formar a Lua. Só que essa camada do nosso planeta é pobre em metais, e novas pesquisas sugerem que o subsolo da Lua é mais rico em metal do que se pensava anteriormente.

Isso significa que a compreensão do processo de colisão com Theia pode estar errada - se é que o impacto de fato aconteceu. Em um estudo publicado na Earth and Planetary Science Letters, cientistas liderados por Essam Heggy utilizam novos conhecimentos sobre a composição da poeira encontrada no fundo das cratera…

Cérebros artificiais de silício? Não, cérebros de plástico

Dispositivo neuromórfico desenvolvido pela equipe.
[Imagem: Yamamoto/Malliaras (2020)]

Computadores neuromórficos

O termo "neuromórfico" refere-se a imitar o comportamento das células neurais do cérebro.

Quando se fala em computadores neuromórficos, a ideia é fazer com que os computadores processem as informações de modo mais parecido com o cérebro, operando em alta velocidade e com baixo consumo de energia.

Estão sendo pesquisadas várias abordagens. No campo da eletrônica orgânica, que trabalha com polímeros, a maioria dos experimentos feitos até agora usa a dupla PEDOT:PSS, um condutor misto que transporta elétrons e íons.

Contudo, os pesquisadores ainda não haviam conseguido encontrar um método eficaz para controlar a velocidade de resposta desses memoristores orgânicos.

Shunsuke Yamamoto (Universidade Tohoku) e George Malliaras (Universidade de Cambridge) superaram agora esse obstáculo.

Para isso, eles adicionaram ao PEDOT:PSS outro condutor orgânico, o PSS-Na, que tran…

Sinapse artificial interage com células vivas

Os componentes sintéticos funcionam com o mesmo princípio que os neurônios aos quais estão conectados.
[Imagem: Nature Materials]

Sinapse artificial orgânica

Em 2017, uma equipe da Universidade de Stanford, nos EUA, criou uma sinapse artificial orgânica para ser usada em processadores neuromórficos, ou seja, que imitam o modo de funcionamento do cérebro.

Agora eles conseguiram conectar as sinapses artificiais com células vivas, o que significa que esses componentes orgânicos poderão ser usados para criar interfaces entre o humano e o eletrônico, como próteses controladas pelo cérebro ou interfaces cérebro-computador com as mais variadas finalidades.

Enquanto outros dispositivos integrados ao cérebro - as chamadas interfaces neurais - exigem um sinal elétrico para detectar e processar as mensagens do cérebro, a comunicação entre estes novos componentes e as células vivas ocorre através da eletroquímica - como se o material fosse apenas mais um neurônio recebendo mensagens de seus vizi…

Buracos negros podem ser hologramas, propõem físicos

E se os buracos negros puderem ser explicados sem necessidade da força da gravidade?
[Imagem: Gerd Altmann/PIxabay]

Definições conflitantes

Como são realmente os buracos negros?

Esféricos, lisos e simples, de acordo com a Teoria da Relatividade, ou extremamente complexos e cheios de informações, como dizia Stephen Hawking, de acordo com a Física Quântica?

Não existe uma resposta única sobre como descrever esses objetos cósmicos misteriosos - não é demais lembrar que mesmo Hawking chegou a afirmar que buracos negros não existem, ao menos não como eles estão no imaginário popular.

Sem respostas definitivas, as pesquisas continuam, e agora uma dupla de físicos italianos propôs uma solução surpreendente para o dilema entre a versão quântica e a versão relativística: Para os dois, os buracos negros apenas parecem ser tridimensionais, assim como os hologramas.

Buracos negros são hologramas?

Para estudar os buracos negros, Francesco Benini e Paolo Milan, do laboratório SISSA, usaram uma ide…

Buraco negro pode funcionar como usina descomunal de energia

Foto do experimento no qual ondas de som foram usadas para mostrar que um buraco negro pode ser uma fonte virtualmente inesgotável de energia.
[Imagem: Universidade de Glasgow]

Com informações da Universidade de Glasgow

Usina extrema

Uma teoria pensada há mais 50 anos, que começou como uma especulação sobre como uma civilização alienígena poderia usar um buraco negro para gerar energia, foi verificada experimentalmente pela primeira vez.

Em 1969, o físico Roger Penrose sugeriu que a energia poderia ser gerada baixando um objeto na ergosfera do buraco negro - a camada externa do horizonte de eventos do buraco negro, onde um objeto teria que se mover mais rápido que a velocidade da luz para permanecer imóvel, algo como uma versão extrema de um satélite geoestacionário.

Penrose previu que o objeto poderia capturar uma energia negativa nessa área incomum do espaço. Ao soltar o objeto e dividi-lo em dois, de modo que uma metade caia no buraco negro, enquanto a outra é recuperada, a ação d…

Material muda de personalidade se você apertar rápido ou lento

O truque está em construir estruturas usando materiais com comportamentos diferentes.
[Imagem: Shahram Janbaz et al. - 10.1126/sciadv.aba0616]

Metamaterial mecânico

Pesquisadores finlandeses expandiram ainda mais o conceito de metamateriais mecânicos, materiais artificiais que se comportam não apenas de maneira que nenhum material natural consegue, mas também de modo programável.

O material, depois de pronto e sem nenhuma necessidade de manipulação adicional, altera dinamicamente seu comportamento mecânico de acordo com a força que lhe é aplicada e com a velocidade com que essa força é aplicada.

Por exemplo, uma estrutura feita com o metamaterial mecânico torce-se no sentido horário se a força lhe é aplicada lentamente, mas torce no sentido anti-horário se a força for aplicada rapidamente.

Esse mecanismo intrínseco tem grande potencial de aplicação, por exemplo, em estruturas robóticas, em exoesqueletos ou em apoios para evitar a queda de idosos e pacientes em recuperação.

Comportame…

Enigmas e Mistérios: live sobre tratamento de dados em Ufologia - Ufologia Mística e Científica - Experiências pessoais

Live com a entrevista do pesquisador e consultor da revista OVNI Pesquisa, Fábio Gomes. O programa é conduzido pelo Ufólogo Edison Boaventura Jr. e seu filhos Arthur Boaventura.



FONTE: Enigmas e Mistérios

OSNIs saem do mar no Espírito Santo (Relatos Misteriosos - 03)

Programa da seção RELATOS MISTERIOSOS que aborda um caso de observação de OSNIs – Objetos Submarinos Não Identificados, na cidade de Vila Velha – ES, no ano de 1996.

ENVIE O SEU RELATO PARA O E-MAIL:
relatosenigmasemisterios@gmail.com

OBSERVAÇÃO:
Este vídeo objetiva expor casos misteriosos. As informações contidas nestes relatos são de responsabilidade do autor e a nossa intenção é apenas relatar as experiências dos nossos seguidores, inscritos e colaboradores.



FONTE: Enigmas e Mistérios

A Primeira Lei de Newton (Lei da Inércia) explicada (Episódio 4)

A Primeira Lei de Newton, também conhecida como Lei da Inércia é um dos conceitos mais fundamentais no estudo das forças e movimentos. Nesse primeiro vídeo do capítulo de Leis de Newton vou definir ela de maneira simples e apresentar uma visão histórica de como o conceito foi desenvolvido.

Curso de Física Básica do Ciência Todo Dia
Capítulo 3, Episódio 1.

Direção: Pedro Loos
Edição e Animação: Caique Oliveira
Direção de Arte: Eduardo Soldatti
Roteiro: Lucas Mitre (O Super Lento) e Pedro Loos



FONTE: Ciência Todo Dia

O que é energia? (Episódio 1)

A teoria do movimento (Episódio 2)

Quantidade de movimento explicada (Momento) - Episódio 3

Cientistas encontram duas 'superterras' próximas ao sistema solar

Por causa da proximidade à estrela GJ 887, os planetas têm órbitas mais curtas do que a que Mercúrio faz ao redor do Sol. (MARK GARLICK/PA WIRE)

Dois planetas foram encontrados por uma equipe internacional de cientistas perto da zona habitável de uma estrela que fica próxima ao Sistema Solar.

E existe a possibilidade de que haja ainda um terceiro planeta.

Ambos os planetas orbitam muito perto da zona habitável de GJ 887 (também conhecida como Gliese 887), uma estrela anã vermelha com cerca de metade da massa do Sol e localizada a 11 anos-luz.

A proximidade entre esses planetas e sua estrela - maior que a proximidade entre Mercúrio e o Sol - transforma o grupo de GJ 887 em um conjunto "compacto" e é o sistema desse tipo mais próximo do Sistema Solar descoberto até agora.

Os dois planetas cuja existência foi confirmada foram classificados como "superterras" porque possuem entre quatro e sete vezes mais massa que o nosso planeta, mas são menores que Urano e Netuno.

&…

O que é o número gugol, que inspirou o Google

Um gugol é 1 seguido de 100 zeros; termo inspirou nome do mecanismo de pesquisa do Google - GETTY IMAGES

Ana Pais (@_anapais)
Da BBC News Mundo

Isto é um gugol:

10. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000. 000.

Não precisa contar: trata-se de um número 1 seguido de 100 zeros - ou, como preferem os matemáticos, 10 elevado a 100 (10^100). O gugol é tão grande que supera a quantidade de átomos que existem no Universo (estima-se hoje que eles seriam em torno de 10 elevado a 80 - ou 10^80).

Em 1937, durante uma conferência, o matemático americano Edward Kasner disse que "para a maioria das pessoas, o número é tão grande que é infinito, tão grande que não se pode nomeá-lo ou falar dele".

"Portanto, falarei dele. Direi a vocês exatamente o que ele é", acrescentou Kasner na ocasião.

Foi ele próprio quem criou o termo gugol, palavra que mais tarde serviria…

A descoberta da 'estrela impossível' que vai mudar a Astronomia

A colaboração LIGO-Virgo administra alguns dos instrumentos científicos mais ousados já feitos - EGO/VIRGO COLLABORATION/PERCIBALLI

Pallab Ghosh
Correspondente de ciências da BBC News

Cientistas descobriram um objeto astronômico que nunca havia sido observado antes.

Ele tem massa maior do que estrelas colapsadas (conhecidas como "estrelas de nêutrons") mas possui menos massa que buracos negros.

O novo objeto, uma espécie de "estrela de nêutrons negra", era algo que não se imaginava ser possível. Portanto, novas ideias de como se formam as estrelas de nêutrons e os buracos negros terão que ser formuladas.

A descoberta foi feita por uma equipe internacional de pesquisadores usando detectores de ondas gravitacionais nos Estados Unidos e na Itália.

Charile Hoy, um estudante de pós-doutorado da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, disse que a nova descoberta pode alterar a compreensão que temos da astronomia. Ele foi um dos pesquisadores da equipe.

"Não podemo…

Planeta gigante é descoberto ao redor de estrela próxima e jovem

Por Patrícia Gnipper

Já conhecíamos a estrela AU Microscopii, do tipo anã M que fica relativamente próxima de nós e é bastante jovem, ainda cercada por um disco de detritos remanescentes de sua formação. Desde sua descoberta, astrônomos vinham analisando dados dos telescópios espaciais Spitzer e TESS na busca por eventuais planetas ao redor do jovem astro — e acabaram de confirmar a existência de um planeta tão grande quanto Netuno em sua órbita.

O sistema foi chamado de AU Mic e nos permite uma compreensão ainda melhor de como planetas e suas atmosferas se formam, evoluem e interagem com suas estrelas — ainda mais uma estrela tão jovem quanto a AU Microscopii.



A estrela AU Microscopii tem idade estimada entre 20 e 30 milhões de anos (um suspiro na escala cósmica), sendo considerada uma "criança estelar" em comparação com nosso Sol, que é pelo menos 150 vezes mais velho. Ela é tão jovem que seu brilho é emitido principalmente do calor gerado quando sua própria gravidade a c…

Oceano subterrâneo da lua Europa seria capaz de sustentar vida, reforça estudo

Por Patrícia Gnipper

Não é impossível que exista algum tipo de vida no oceano subterrâneo da lua Europa, de Júpiter. Estudos anteriores já levantavam essa possibilidade e, para desvendar esse mistério, a NASA recentemente oficializou a missão Europa Clipper, que deve ser lançada em 2023 para analisar as plumas de água que são expelidas acima da superfície por meio de rachaduras na crosta desta intrigante lua joviana. Agora, mais um estudo apoia essa ideia de que o oceano subterrâneo de Europa é capaz de sustentar a vida como a conhecemos.

Cientistas da NASA fizeram um novo modelo computacional e calcularam que as águas interiores de Europa podem ter sido formadas pela decomposição de minerais contendo água, o que teria acontecido devido às forças das marés ou à deterioração radioativa existente ali. O trabalho, contudo, ainda não foi revisado por pares e, portanto, ainda não foi publicado em um periódico científico.


Conceito imagina as plumas de água saindo por meio de gêiseres na su…

UFOLOGIA: A FRONTEIRA FINAL

Em outubro, a equipe da OVNI PESQUISA vai se encontrar em Belo Horizonte para um debate amplo e esclarecedor sobre o maior enigma da humanidade, os "discos voadores". Será apresentado ao público as últimas pesquisas na área, levantamentos estatísticos e apresentação de documentação militar sobre a investigação do fenômeno OVNI e muito mais...

Presenças confirmadas até o momento:

Albert Eduardo - BH
Fábio Gomes - SP
Edison B. Júnior - SP
Paulo B. Werner - BH

Faça sua reserva no site da Revista OVNI PESQUISA clicando aqui.

FONTE: Revista OVNI PESQUISA

Mutilações Humanas - O Bizarro na Realidade Paralela

ATENÇÃO - IMAGENS FORTES!

A palestra "Mutilações Humanas - O Bizarro na Realidade Paralela" realizada pelo pesquisador Carlos Alberto Machado fez parte do 1º Debate Ufológico de Paranapiacaba, juntamente com a III SteamCom, realizados em 8 de agosto de 2015, em Paranapiacaba - SP.
Casos misteriosos ocorridos no Brasil, o homem que derreteu e a mulher que ficou sem rosto e, na Rússia, os aventureiros que foram misteriosamente atacados em Dyatlov Pass. Teriam esses casos relações com o fenômeno OVNI? Uma palestra que vale cada minuto!

OBS.: Como o palestrante é um participante ativo do movimento SteamPunk e tinha outros compromissos dentro da SteamCom, ele estava vestido a caráter para a conferência SteamPunk.

Este vídeo é fruto da parceria da BURN com o Canal Câmera Off, responsável pelo programa "Ufologia Com Morgana", que gentilmente filmou todo o evento e editou os vídeos. Obrigado Walter Lacerda.



FONTE: Enigmas e Mistérios

Teletransporte é realizado pela primeira vez envolvendo matéria

Envolver elétrons no teletransporte é importante porque permite usar semicondutores nos computadores quânticos.
[Imagem: J. Adam Fenster/Rochester]

Teletransporte de informações

Embora o teletransporte de seres humanos e objetos grandes exista por enquanto apenas na ficção científica - a maior "sala de teletransporte" existente hoje tem o tamanho de um chip - o teletransporte no mundo subatômico da mecânica quântica já é uma realidade há algum tempo.

No mundo quântico, o teletransporte tem envolvido o transporte de informações, e não o transporte de matéria - o mais avançado dos experimentos está tentando teletransportar a memória de um organismo vivo.

No ano passado, os cientistas confirmaram que as informações podem ser passadas entre fótons em chips de computador mesmo quando os fótons não estão fisicamente ligados - eles teletransportaram uma operação lógica inteira.

Com tantos progressos, começam a surgir indícios de que o teletransporte também possa ser feito envolven…