Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 8, 2016

Caso Papuda (1991) pesquisado pela universidade de Brasília UNB

Presídio Papuda

Afastada da Rodovia DF 001, na altura do km quatro, está a DF 465, pista de acesso a área de segurança do Presídio da Papuda, 15 km a sudeste do Plano Piloto, localizada em um vale, cerca de 950 m acima do nível do mar. À sua volta, as regiões mais altas atingem uma altitude de 1.150 m. O Centro de Internamento e Reintegração (CIR) e o Núcleo de Custódia de Brasília (NCB) comportam os presidiários. É um local isolado do meio urbano, onde a maior parte de sua área não possui nenhuma iluminação. Sob guarda da 3ª Companhia de Polícia Militar Independente (3ª CPMInd), 10 holofotes de alta potência e 10 guaritas para vigia superior e postos de guarda em terra. Foi nesse ambiente que, no dia 11 de abril de 1991, das 19h00 às 22h40 aproximadamente, foi observado um UFO pelo tenente Jorge Fidelis Damasceno e os soldados que cuidavam da guarda naquela noite, mais cerca de 25 policiais da 3ª CPMInd. Segundo depoimentos de muitos deles, ali já aconteciam coisas estranhas, como d…

Planador vai tentar recorde de altitude na Argentina

Projeto “Pelan II” busca alcançar 90.000 pés de altitude com ajuda das correntes de ar dos Andes

A Airbus já tentou bater o recorde na Nova Zelândia, mas não conseguiu; o teste agora será na Patagônia (Airbus)

Um grupo de engenheiros do Grupo Airbus está em El Calafate, na Argentina, em busca de um novo recorde. Mas em vez dos habituais aviões de passageiros, a fabricante levou para o país um planador, o ou melhor, o super-planador “Perlan II”.

O planador da Airbus foi projetado para colher dados atmosféricos em grandes altitudes e, aproveitando a oportunidade, esmagar alguns recordes. Aproveitando as condições climáticas da região de testes escolhida na Argentina, na Patagônia e próximo a Cordilheira dos Andes, o Perlan II vai tentar alcançar 90 mil pés de altitude, o equivalente a 27,4 mil metros.

Como comparação, aviões comerciais, como os modelos A320 ou até o gigante A380, não passam da faixa dos 15 mil metros. Para alcançar tal altitude, o planador da Airbus recebeu equipamento…

Um planeta anão quase do tamanho de Plutão vem se escondendo no sistema solar

Mesmo em um universo cheio de planetas, o 2007 OR10 é especial. Ele é relativamente grande, apenas um pouco menor do que Plutão; e ele está próximo, dentro do nosso próprio sistema solar. Ainda assim, ele pegou astrônomos de surpresa.

Pesquisadores do Observatório Konkoly (Hungria) revelam no Astronomical Journal que descobriram novos detalhes sobre o planeta 2007 OR10: ele é o terceiro maior planeta anão já visto em nosso sistema solar.

O 2007 OR10 tem diâmetro de 1.535 km, o que o torna um monstro se comparado a outros planetas anões em nosso sistema solar – só é menor que Plutão (2.374 km) e Eris (2.326 km). Ele também é o maior planeta sem nome próprio em nosso sistema solar.

Até mesmo planetas anões que são consideravelmente menores, como Haumea e Makemake, são tidos como grandes o suficiente para precisar de nomes.


Imagem: Konkoly Observatory/András Pál, Hungarian Astronomical Association/Iván Éder, NASA/JHUAPL/SwRI

Novos planetas são descobertos o tempo todo, graças ao telescó…

Estrela tem quatro mini-Neptunos em ressonância orbital

A ressonância orbital 8:6:4:3 dos quatro mini-Neptunos do sistema Kepler-223.
Crédito: W. Rebel, Wikimedia Commons

Um sistema com quatro planetas, observado há vários anos atrás pelo telescópio Kepler, é verdadeiramente raro: os planetas, todos mini-Neptunos situados perto da estrela, orbitam numa ressonância única bloqueada há milhares de milhões de anos. Por cada três órbitas do planeta mais exterior, o segundo orbita quatro vezes, o terceiro seis vezes e o mais interior oito vezes.

Estas ressonâncias orbitais não são incomuns - o nosso próprio planeta anão, Plutão, orbita o Sol duas vezes durante o mesmo período que Neptuno leva a completar três órbitas - mas uma ressonância entre quatro planetas é.

Astrônomos da Universidade de Chicago e da Universidade da Califórnia, Berkeley, que relatam a descoberta na edição online de 11 de maio da revista Nature, estão particularmente interessados neste sistema estelar porque pensa-se que os quatro planetas gigantes do nosso Sistema Solar - …

The New York Times fala sobre Hillary Clinton e os UFOs

Apesar das promessas, será improvável que Hillary Clinton, caso eleita, promova a abertura ufológica

Famoso jornal relembra o longo interesse do casal Clinton quanto ao tema, enquanto pesquisadores apontam as dificuldades no cumprimento da promessa de abertura

Repercutiu enormemente uma matéria publicada no jornal the New York Times no último 11 de maio, comentando as recentes declarações de Hillary Clinton, provável candidata do Partido Democrata para as eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para o próximo 08 de novembro. O artigo destaca todas as recentes declarações da ex-primeira dama e ex-secretária de estado durante a atual campanha, como por exemplo quando esteve no programa Jimmy Kimmel Live e chamou o Fenômeno UFO de fenômeno aéreo inexplicável. Muitos vêem esse fato como uma tentativa de substituir um termo considerado em alguns círculos como pouco sério.

Joseph G. Buchman, que milita há muitos anos na defesa da abertura ufológica, afirmou: "Hillary abraç…

Programa TV Mundo Maior (Ufologia e Espiritismo)

FONTE: Canal Youtube marco antonio do santos Santos/TV Mundo Maior

Cidade de Buritama (SP) institui o Dia do Ufólogo

Foto da solenidade que instituiu o Dia do Ufólogo, na Câmara Municipal de Buritama

Depois de Campinas e Curitiba, cidade no oeste paulista é mais uma a estabelecer o Dia do Ufólogo em 24 de junho; iniciativa teve o apoio do conselheiro especial da Revista UFO Gener Silva

O dia 24 de junho é reconhecido pela Ufologia Mundial como o Dia Internacional dos Discos Voadores. A data foi escolhida por ser aquela quando, no ano de 1947, o piloto civil Kenneth Arnold observou nove objetos voadores desconhecidos enquanto realizava um voo próximo ao Monte Rainier, no estado de Washington. O relato de Arnold deu início à Era Moderna da Ufologia, sendo o marco inicial do moderno estudo do Fenômeno UFO.

O Brasil, com sua riquíssima casuística ufológica, não poderia ficar para trás nessa questão, especialmente pelo reconhecimento em nível internacional da Ufologia que se pratica aqui, e a qualidade e a seriedade de nossos pesquisadores e conferencistas. Dessa maneira, duas cidades já haviam reconhec…

Estávamos completamente errados em relação ao que acontece dentro do manto da Terra

Pela primeira vez, geólogos compilaram um mapa global dos movimentos chamados “correntes de convecção” dentro do manto da Terra. Eles descobriram que essas correntes estão se movendo até dez vezes mais rápido do que se imaginava. A descoberta pode ajudar a explicar de tudo, desde como a superfície da Terra muda com o passar do tempo à formação dos depósitos de combustíveis fósseis, além da mudança climática de longo prazo.

“Em termos geológicos, a superfície da Terra vai para cima e para baixo como um ioiô,” explicou o geólogo Mark Hoggard da Universidade de Cambridge em um comunicado. Hoggard é o autor principal de um artigo científico publicado na Nature Geoscience.

O interior profundo do nosso planeta é um grande mistério científico. Nunca perfuramos mais do que alguns quilômetros abaixo da superfície da Terra, e assim geólogos dependem de medições indiretas e modelos para ter ideia do que acontece lá embaixo. O manto é uma camada de quase 3000 km de uma gosmas e rochas comprimida…

Jatos de Encélado: surpresas na luz de uma estrela

A atração gravitacional de Saturno muda a quantidade de partículas expelidas a partir do polo sul da lua Encélado em diferentes pontos da sua órbita. Mais partículas tornam a pluma mais brilhante na imagem infravermelha à esquerda.
Crédito: NASA/JPL-Caltech/Universidade do Arizona/Cornell/SSI

Durante uma recente sessão de observação, a sonda Cassini da NASA viu uma estrela brilhante a passar por trás da pluma de gás e poeira expelida da lua gelada de Saturno, Encélado. Ao início, os dados dessa observação puseram os cientistas a coçar as suas cabeças. O que viram não encaixava nas suas previsões.

A observação levou a uma nova pista surpreendente sobre a incrível atividade geológica de Encélado: parece que pelo menos alguns dos jatos estreitos libertados a partir da superfície da lua são expelidos com mais fúria quando esta está mais longe de Saturno.

Exatamente como ou porque é que isto acontece está ainda longe de se saber com certeza, mas a observação dá aos teóricos novas possibil…

Hidra, a lua gelada de Plutão

Novos dados de composição obtidos pela sonda New Horizons revelam uma distinta assinatura da água gelada à superfície da lua mais exterior de Plutão, Hidra. Caronte, a maior lua de Plutão, mede 1210 km de diâmetro, enquanto Hidra tem aproximadamente 50.
Crédito: NASA/JHUAPL/SwRI

A sonda New Horizons da NASA enviou os primeiros dados de composição de quatro dos satélites de Plutão. Os novos dados mostram que a superfície de Hidra, a lua mais exterior de Plutão, é dominada por água gelada quase pura - confirmando indícios que os cientistas descobriram em imagens da New Horizons que mostravam a superfície altamente refletiva de Hidra.

Os novos dados de composição, recentemente recebidos na Terra, foram recolhidos pelo instrumento LEISA (Ralph/Linear Etalon Imaging Spectral Array) no dia 14 de julho de 2015, a uma distância de 240.000 quilômetros.

Os novos dados - espectro infravermelho - mostram a assinatura inconfundível de água gelada cristalina: uma absorção ampla entre os 1,50 e os …

Canadense de 15 anos descobre vestígios de cidade maia perdida

William Gadoury em visita à Agência Espacial Canadense (Foto: Reprodução/Twitter/Canada Space Agency)

Analisando constelações maias, ele chegou à conclusão de que refletem posições de cidades. Assim, descobriu formações geométricas na selva.

Um garoto canadense de 15 anos está ganhando fama mundial após conseguir um feito incrível: ele descobriu vestígios de uma cidade maia perdida após um complexo trabalho de investigação usando imagens de satélite. O resultado de sua pesquisa deve ser publicado em breve numa revista científica, informa o diário local "Journal de Montreal".
William Gadoury tinha grande interesse pela civilização maia, que floresceu mil anos atrás na região que hoje é o sul do México e países da América Central, como Guatemala e Belize. Ele teve a ideia de sobrepor 22 constelações que encontrou no Códice Maia de Madri, um conjunto antigo de escritos levado para a capital espanhola pelos conquistadores, ao Google Mapas, e descobriu que as posições das estrel…

Mais 1.284 exoplanetas descobertos — de uma vez!

POR SALVADOR NOGUEIRA

Em anúncio realizado no Quartel-General da Nasa, em Washington, a equipe responsável pelo satélite Kepler comunicou a descoberta de mais 1.284 planetas fora do Sistema Solar — nove deles potencialmente rochosos e na zona habitável de suas estrelas.

É, de longe, o maior anúncio já feito no campo. Sozinho, ele mais que dobra o catálogo de exoplanetas identificados pelo Kepler, que até então tinha 1.041 mundos e agora passa a cerca de 2.325. (No total, agora, são cerca de 3.300 exoplanetas conhecidos.)

Os achados se baseiam nos dados colhidos pelo telescópio espacial entre 2009 e 2013, enquanto ele monitorava cerca de 150 mil estrelas num pequeno pedaço de céu entre as constelações Cisne e Lira.

O grande sucesso foi possível graças a uma nova técnica estatística usada para analisar os cerca de 5.000 potenciais sinais candidatos a planeta identificados pelo satélite.

O Kepler mede as pequenas reduções no brilho de estrelas causadas por planetas conforme eles transit…

Robô humanoide caça tesouros no oceano

O robô pode interagir com mergulhadores humanos ou atuar "sozinho", funcionando como um avatar de um mergulhador a bordo do navio. [Imagem: Osada/Seguin/DRASSM]

Avatar robótico

Engenheiros da Universidade de Stanford, nos EUA, demonstraram que um robô submarino com aspecto humanoide pode ter várias vantagens.

O OceanOne não chega a lembrar uma sereia, mas tem dois braços, uma cabeça e uma "cauda", onde ficam as hélices motorizadas responsáveis por sua movimentação.

Tradicionalmente, em termos de forma, os robôs submersíveis oscilam entre os extremos, existindo opões com o aspecto de tubo, aerodinamicamente mais eficiente e capaz de suportar maiores pressões, ou de paralelepípedos, mais fáceis de construir e de manobrar.

Mas a intenção da equipe era criar uma espécie de avatar, por meio do qual um mergulhador pudesse acionar o equipamento à distância, como se estivesse no fundo do mar.

"A intenção aqui é fazer um mergulhador mergulhar virtualmente. É quase com…

Arquivo Ovni: Prof. Flávio Pereira - O Livro Vermelho dos Discos Voadores - TV Manchete

O programa "Marcia Peltier Pesquisa", exibido pela Rede Manchete em meados da década de 1990, mostra a jornalista carioca entrevistando o Prof. Flávio Pereira, pioneiro da ufologia brasileira, autor do Livro Vermelho dos Discos Voadores (1966), obra fundamental sobre o tema. Apesar da brevidade da entrevista, Pereira fala dos ufos na 2ª Guerra Mundial (foo-fighters), casos da década de 1950, queda em Ubatuba, Operação Prato, Caso Villas Boas e o livro "Confrontos", de Jacques Vallée.



FONTE: CEPUA

Úteros artificiais estão um passo mais próximos de se tornarem realidade

Cientistas sustentaram embriões humanos em uma placa de Petri por 13 dias, superando o recorde anterior de nove dias. A novidade vai permitir que eles estudem o início do desenvolvimento fetal em detalhes nunca vistos antes, e também nos levará um passo mais próximos a “úteros artificiais.” Mas isso está iniciando um novo e acalorado debate ético.

Dois diferentes artigos publicados nesta semana, um na Nature e um na Nature Cell Biology, relatam a cultura de embriões humanos por quase duas semanas, indo muito além do que esforços anteriores conseguiram. Não há motivos para acreditar que embriões não podem sobreviver além da marca de duas semanas, mas o experimento precisou ser encerrado para aderir ao acordo internacional que limita a pesquisa com embrião humano a um período de 14 dias.

Antes desse estudo, cientistas só eram capazes de estudar esse estágio misterioso do desenvolvimento humano até o sétimo dia. Eles então tinham que implantar os embriões no útero da mãe para que ele so…