Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 29, 2011

O grande 'Blackout' de 1965

Vários relatos de avistamentos de UFOs sobre centrais elétricas levaram pesquisadores a relacionar a pane ao fenômeno.

Em 09.11.65 a regiao nordeste dos Estados Unidos e do Canadá mergulhou abruptamente numa escuridão total.

Os fatos são bastante conhecidos, tendo havido na época grande repercussão pelo ocorrido. Às 17:16h, a energia elétrica fornecida para um sexto do continente foi repentinamente cortada, prendendo milhões de pessoas nas vias expressas, em elevadores e nos prédios comerciais. Ao todo, trinta milhoes de pessoas em oito Estados americanos, e na cidade de Ontário, no Canadá foram atingidas pela falta de energia.

A cobertura feita pelos meios de comunicação focalizou o aspecto humano do blackout e, numa extensão menor, a dificuldade encontrada para determinar a causa da interrupção.

Segundo os relatos da época, no momento do blackout foram avistados alguns prováveis UFO.s nas proximidades de instalações Hidrelétricas estratégicas. E a quantidade fora do comum de observações…

Planeta Saturno

"O planeta dos anéis", "a jóia do sistema solar". Assim Saturno é chamado algumas vezes pelas pessoas. Desde os primórdios o planeta Saturno é conhecido com seu forte brilho amarelado, movendo-se entre as constelações. É o planeta mais distante visível sem instrumento astronômico. Mesmo com telescópios amadores é possível perceber que Saturno é levemente achatado, vê algumas faixas horizontais da atmosfera e suas enormes luas, e é claro os magníficos anéis.
Dependendo da qualidade do telescópio e do local de observação vê-se os três principais grupos de anéis, bem como as duas maiores divisões. Os anéis também são um espetáculo visto da Terra devido às inclinações do nosso planeta e de Saturno. Desta maneira os anéis aparecem de diversos ângulos diferentes: por um período como um disco com o planeta no centro, outro período como dois braços de Saturno, ou ainda de outras maneiras. Ora dá até para vê as sombras projetadas no disco do planeta!.

O nome origina-se …

A Lua pode ter a mesma proporção de água que a Terra – abaixo de suas respectivas superfícies

Um grupo de cientistas anunciou recentemente que abaixo da superfície da Lua pode haver tanta água quanto na Terra. Esta revelação poderá mudar tudo que conhecemos a respeito da Lua, bem como abrir o cominho para colônias humanas naquele satélite nos próximos vinte anos.

Os pesquisadores usaram uma sonda especial de íon para analisar amostras de vidro vulcânico que foram trazidas à Terra pela tripulação da Apollo 17. Água e outros elementos das profundidades do solo lunar permanecem intactas neste vidro, e permitiu aos cientistas determinarem os níveis prováveis de água no manto lunar. Esses níveis foram 100 vezes mais altos do que os encontrados em estudos anteriores.

Se este estudo estiver certo, a Lua teria tanta água quando a Terra, proporcionalmente. Ou seja, não teria o mesmo volume total de água da Terra, mas o mesmo volume que a Terra teria em seu manto, se fosse do mesmo tamanho da Lua.

Em uma de suas declarações, o geólogo James Van Orman, da Case Western Reserve University…