Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 17, 2017

Céu da Semana - 25/12/2017 a 31/12/2017

Na segunda parte da retrospectiva com as principais descobertas astronômicas de 2017, destaque para o fenômeno conhecido como Quilonova, que pela primeira vez foi observado de maneira conclusiva, comprovando a existência das ondas gravitacionais.



FONTE: UNIVESP TV

Planetas, Luas, Estrelas e Galáxias em ESCALA (Dados Atualizados)

As escalas do vídeo a seguir nos mostram uma dimensão incrível a nível de universo, demonstra o quanto infinitamente pequenos somos e nos leva a refletir nosso lugar, nossa pequenez diante do cosmos!



FONTE: Documentários Brasil

Porque os astrônomos querem usar o ALMA — O ALMA e as nuvens interestelares frias

O Universo não é espaço vazio — está cheio de poeira! Algumas regiões são, de fato, muito, muito poeirentas. Novas estrelas bebês, por exemplo, encontram-se rodeadas por um disco de poeira que alimenta de matéria a jovem estrela, fazendo-a crescer. Esta fase vital da vida de uma estrela jovem deve ser bem estudada de modo a compreendermos melhor a evolução estelar. No entanto, observar através da poeira é uma tarefa difícil para muitos telescópios. E é aqui que entra o ALMA.

O ESOcast 139 mostra como é que as capacidades observacionais do ALMA permitem aos astrônomos compreender melhor objetos que, de outro modo, estariam escondidos no nosso Universo.

O ALMA, uma infraestrutura astronômica internacional, surge no âmbito de uma parceria entre o ESO, a Fundação Nacional para a Ciência dos Estados Unidos (NSF) e os Institutos Nacionais de Ciências da Natureza (NINS) do Japão, em cooperação com a República do Chile.



FONTE: www.eso.org

Luzes de foguete da Space X surpreendem Los Angeles

Lançamento SpaceX (Foto/Divulgação)

Missão, que tinha o objetivo de colocar dez satélites em órbita, foi bem-sucedida

Por Ione Aguiar

O lançamento do foguete Falcon 9 iluminou o céu da região sul da Califórnia, nos Estados Unidos, nesta sexta (22). O fenômeno visual resultante da explosão se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter na noite de ontem.

Produzido pela companhia privada de transporte aeroespacial Space X, o Falcon 9 foi lançado a partir da base aérea de Vandenberg, ao norte de Los Angeles, às 17h27 do horário local (23h17 no horário de Brasília), meia hora após o pôr-do-sol. O objetivo da missão — colocar dez satélites de telecomunicações em órbita — foi um sucesso.

Vários registros do show de luzes foram publicados no Twitter. Este registro mostra claramente a movimentação do projétil no céu:

Here’s the video. #spacex#IridiumNEXTpic.twitter.com/mnVKrPjCcB— Amanda (@alias_amanda) 23 de dezembro de 2017

A filmagem de Elon Musk, fundador da SpaceX, foi retuitada ma…

Pesquisadores alertam para a necessidade de cautela diante da revelação do programa do Pentágono

Cresce a suspeita de que a revelação do programa do Pentágono é uma campanha de desinformação

Nick Redfern, autor de MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto, alerta que este não é o grande projeto ultrassecreto de investigação ufológica do governo

A Ufologia Mundial foi sacudida pela revelação, publicada no jornal The New York Times, de que o Pentágono manteve por cinco anos um programa de investigação ufológica que recebeu 22 milhões de dólares por ano. O vídeo da perseguição a um UFO por caças Boeing F-18 Hornet embarcados no porta-aviões USS Nimitz em 2004 também tem sido intensamente divulgado, até mesmo pela imprensa tradicional. Finalmente repercutiram intensamente as declarações do antigo funcionário da Inteligência que comandou o programa, Luis Elizondo, que se demitiu em outubro último por não concordar com o segredo excessivo e as ações contrárias ao programa, vindas de dentro do próprio Departamento de Defesa.

O pesquisador britânico naturalizado norte-americano Nick Redfern a…

A história de Nikola Tesla, o excêntrico inventor rival de Thomas Edison que inspirou Elon Musk

Os carros elétricos fabricados por Musk usam o motor de indução patenteado pelo inventor | Foto: Reuters, Library of Congress

Camilla Veras Mota - @cavmota
Da BBC Brasil em São Paulo

O fundador do Google, Larry Page, o bilionário da tecnologia Elon Musk, os terraplanistas, os ufologistas. O inventor sérvio-americano Nikola Tesla tem um grupo eclético de fãs, e não por acaso. O mesmo cientista que mudou a forma como o homem usa e distribui energia elétrica tinha pombos como animais de estimação, era germofóbico e acreditava que recebia sinais de Marte.

Sua personalidade excêntrica e a história cheia de altos e baixos - ele circulava pela alta sociedade nova-iorquina do fim do século 19, morava em hotéis luxuosos como o New Yorker e o Waldorf Astoria, morreu pobre e passou anos esquecido - são tão particulares que um de seus mais conhecidos biógrafos é um psicólogo, Marc Seifer. Tesla foi sua tese de doutorado. "Eu queria entender como funcionava a cabeça dele".

As invenções …

Morre Bruce McCandless II, primeiro astronauta a caminhar solto no espaço

Feito foi registrado em fevereiro de 1984, durante a missão STS-41-B.

A agência espacial americana (Nasa) anunciou nesta sexta-feira (22) a morte do astronauta Bruce McCandless II, com 80 anos. Natural de Boston, estado de Massachusetts, ele foi o primeiro homem a caminhar no espaço sem estar ligado à nave-mãe. O feito foi registrado em fevereiro de 1984, durante a missão STS-41-B.

De acordo com o perfil feito pela Nasa, Bruce gostava de fotografar, mergulhar, esquiar e voar. Formou-se pela Academia Naval dos Estados Unidos e fez doutorado em engenharia elétrica pela Universidade de Standford. Também serviu à marinha americana.


Bruce McCandless II retratado em sua caminhada espacial histórica (Foto: Nasa)

Foi selecionado pela agência espacial em 1966, junto com outros 18 colegas. Era um dos membros da equipe de apoio da missão Apollo 14.

Ao todo, registrou 312 horas no espaço, em duas viagens. Bruce deixa dois filhos. As causas da morte não foram divulgadas.

We’re saddened by the loss…

Podem existir planetas habitáveis em torno de pulsares

Impressão de artista de um planeta habitável em torno de um pulsar (direita).
Crédito: Amanda Smith, Universidade de Cambridge

É teoricamente possível a existência de planetas habitáveis em torno de pulsares - estrelas de nêutrons giratórias que emitem pulsos de radiação curtos e rápidos. De acordo com uma nova investigação, tais planetas devem ter uma atmosfera enorme que converte os mortíferos raios-X e partículas altamente energéticas do pulsar em calor. Os resultados, por astrônomos da Universidade de Cambridge e da Universidade de Leiden, foram publicados na revista Astronomy & Astrophysics.

Os pulsares são conhecidos pelas suas condições extremas. São estrelas de nêutrons de rápida rotação - o núcleo colapsado de uma estrela massiva que se tornou supernova no final da sua vida. Com apenas 10 a 30 km de diâmetro, os pulsares possuem enormes campos magnéticos, acretam matéria e produzem regularmente grandes rajadas de raios-X e partículas altamente energéticas.

Surpreendentem…

Bolhas gigantes na superfície de estrela gigante vermelha

Com o auxílio do VLT do ESO, os astrónomos observaram diretamente padrões de granulação na superfície de uma estrela exterior ao Sistema Solar — a gigante vermelha π1 Gruis. Esta nova imagem obtida com o instrumento PIONIER revela as células convectivas que constituem a superfície desta enorme estrela. Cada célula cobre mais de um-quarto do diâmetro da estrela e tem cerca de 120 milhões de km de comprimento.
Crédito: ESO


Com o auxílio do VLT (Very Large Telescope) do ESO, os astrônomos observaram diretamente pela primeira vez padrões de granulação na superfície de uma estrela exterior ao Sistema Solar — a gigante vermelha π1 Gruis. Esta nova imagem obtida com o instrumento PIONIER revela as células convectivas que constituem a superfície desta enorme estrela — com um diâmetro 350 vezes maior que o do Sol. Cada célula cobre mais de um-quarto do diâmetro da estrela e tem cerca de 120 milhões de km de comprimento. Estes novos resultados foram publicados esta semana na revista Nature.

Sit…

Observações de rádio apontam para explicação provável de fenômenos de fusão de estrelas de nêutrons

Cenários diferentes para o rescaldo da colisão entre duas estrelas de nêutrons. À esquerda, um jato de material que se move quase à velocidade da luz é impulsionado a partir do local da colisão para uma esfera de material inicialmente expelido pela explosão resultante. Se visto a partir de um ângulo desviado do centro do jato, a emissão a longo-prazo de raios-X e de ondas rádio teria ficado mais fraca. À direita, o jato não consegue furar a concha de detritos da explosão, e ao invés "varre" material para um grande "casulo", que absorve a energia do jato e emite raios-X e ondas rádio num maior ângulo. Neste caso, a emissão ainda está a crescer em intensidade, tal como observado tanto com radiotelescópios como com telescópios de raios-X.
Crédito: NRAO/AUI/NSF; D. Berry


Três meses de observações com o VLA (Karl G. Jansky Very Large Array) do NSF (National Science Foundation) permitiram aos astrônomos determinar a explicação mais provável para o que aconteceu após a vi…

Funcionário que liderou a investigação ufológica do Pentágono diz que objetos não são deste mundo

O secretário de defesa Jim Mattis durante uma entrevista coletiva no Pentágono em Washington

Luis Elizondo afirma que não existe nada parecido no inventário dos Estados Unidos ou de qualquer outra nação

A repercussão da revelação quanto à investigação ufológica oficial promovida pelo Pentágono entre 2007 e 2012, cujo orçamento investido foi de 22 milhões de dólares, não para de crescer. Foi divulgada recentemente uma entrevista com Luis Elizondo, ex-agente de Inteligência que comandou o projeto, e que afirmou: "Minha opinião é que existe uma evidência bastante contundente de que nós talvez não estejamos sozinhos". A entrevista foi concedida para a rede CNN. Elizondo agora faz parte, ao lado dos também ex-funcionários do Departamento de Defesa Christopher K. Mellon e Harold E. Puthoff, da To the Stars Academy of Arts and Science, iniciativa de investigação do polêmico Tom DeLonge.

Luis Elizondo comentou que o programa investigou vários casos envolvendo o que chama de aeronav…

Rochas de Marte escondem água, diz estudo de Oxford

Água em Marte (Foto: Jon Wade, James Moore/Nature Publishing Group/AFP )

Estudos anteriores apontam existência do líquido no planeta, mas não conseguiram explicar totalmente o sumiço dos oceanos.

O que aconteceu com toda a água que outrora preenchia lagos e oceanos em Marte? Boa parte, sugeriram pesquisadores nesta quarta-feira (20), pode estar presa em rochas.

Estudos anteriores concluíram que a água foi varrida para o espaço por potentes ventos solares quando o campo magnético do planeta entrou em colapso, enquanto uma parte foi capturada no gelo sob a superfície.

Mas essa teoria não explicava toda a água que estava faltando no planeta.


Marte é um planeta de condições extremas: as temperaturas vão de -80°C a 20°C (Foto: Nasa)

Para tentar rastrear o resto, uma equipe internacional de pesquisadores colocou o modelo científico à prova.

"Os resultados revelaram que as rochas de basalto em Marte podem conter aproximadamente 25% mais de água do que as da Terra e, como resultado, esta…

Nasa está em dúvida entre colher amostra de cometa e mandar drone a lua de Saturno

POR SALVADOR NOGUEIRA

E você que achava que uma dúvida cruel era casar ou comprar uma bicicleta. A Nasa anunciou nesta quarta-feira (20) os dois projetos finalistas na disputa por uma única vaga no topo de um foguete num lançamento em meados da próxima década. Um deles ambiciona fazer o primeiro retorno de amostras do núcleo de um cometa, e o outro quer colocar um drone para voar pelos céus de Titã, a maior das luas de Saturno. Qual deles é o seu favorito?

A disputa faz parte do processo seletivo de um programa chamado New Frontiers, que escala as missões de médio porte da agência, com custo ao redor de US$ 1 bilhão. Nessa mesma classe estão grandes hits, como a New Horizons, que foi a Plutão, e a Juno, que explora Júpiter, além da Osiris-Rex, que vai estudar o asteroide Bennu a partir do ano que vem.

Caso você esteja curioso, a Nasa tem três classes de missões não tripuladas. As mais poderosas são as Flagships, que custam um caminhão de dinheiro — vários bilhões de dólares — e são d…

Novas revelações a respeito do vídeo de perseguição de um UFO por caças norte-americanos

O porta-aviões Nimitz, cujas aeronaves perseguiram e filmaram um UFO em 2004

Piloto David Fravor afirma acreditar que objeto não era deste mundo, e a jornalista Leslie Kean comenta o caso em entrevista

Continua a intensa repercussão a respeito da revelação da existência de uma investigação ufológica oficial do Pentágono na mídia mundial. Cerca de 22 milhões de dólares foram investidos no programa, que durou de 2007 a 2012, e ainda restam questionamentos quanto à continuidade do projeto, chamado de Identificação de Ameaças Aéreas Avançadas, até os dias de hoje. Além disso outro destaque da revelação foi o vídeo, gravado a partir de um caça Boeing F-18 Hornet da Marinha norte-americana, baseado no porta-aviões Nimitz e que foi obtido sobre o Oceano Pacífico em 14 de novembro de 2004. As imagens mostram um UFO sendo perseguido pela aeronave pilotada pelo então comandante David Fravor.

Em entrevista à rede ABC News, David Fravor relatou sua experiência: "Posso dizer que acredito que…

Programa radial Primeiro Contato

Alguns conhecidos e interessantes casos ufológicos narrados na voz de Sérgio Luís.

O Caso Dionísio Llanca


O Caso Elias Seixas


O Caso Barney e Betty Hill


O Caso Travis Walton


O Caso Máscaras de Chumbo


FONTE: Programa Primeiro Contato

Estados magnéticos exóticos abrem caminho para redes neurais em hardware

As setas coloridas indicam as polarizações norte e sul - o maior interesse está nas conjunções dessas polarizações, que criam estados exóticos nunca antes vistos.[Imagem: Gartside et al. - 10.1038/s41565-017-0002-1]

Além do binário

Virtualmente toda a computação depende do armazenamento dos dados em memórias magnéticas. Cada bit é essencialmente definido com a direção em que estão apontando ímãs microscópicos - se ele aponta para o norte é 0, se para o sul é 1.

Agora, Jack Gartside e seus colegas do Imperial College de Londres descobriram como gravar qualquer padrão magnético em nanofios - gravar diferentes padrões magnéticos significa que os sistemas de armazenamento, como os discos rígidos, podem não ficar mais limitados a 0 ou 1.

Mais do que isso, a equipe demonstrou que sua técnica funciona como base para processadores neuromórficos, um hardware que funciona de forma mais parecida com o cérebro humano, e para as redes neurais artificiais.

Redes neurais em hardware

A novidade cons…

Rede quântica híbrida interliga qubits diferentes

Ilustração esquemática de uma rede de informação híbrida com dois nós quânticos compostos por uma nuvem fria de átomos de rubídio (nuvem vermelha à esquerda) e um cristal dopado com íons de praseodímio (cubo branco à direita).[Imagem: ICFO/Scixel]

Rede quântica híbrida

Físicos demonstraram pela primeira vez uma rede quântica híbrida, na qual a comunicação por fótons entrelaçados foi feita usando dispositivos quânticos diferentes - e também localizados à distância, em laboratórios diferentes.

Os elementos-chave de uma rede de informações quânticas são os chamados nós quânticos, que armazenam e processam a informação. Eles consistem em sistemas de matéria, como gases atômicos frios, sólidos dopados ou supercondutores, entre outros, e as partículas de luz comunicantes, os fótons.

Enquanto os fótons parecem ser portadores de informação perfeitos, ainda há incerteza sobre qual sistema de matéria será usado como um nó de rede na internet quântica do futuro porque cada sistema oferece funci…

Laser que emite átomos em vez de luz próximo da realidade

Equipamento usado para separar os diferentes estágios de resfriamento no espaço, em vez de no tempo. [Imagem: UVA]

Laser atômico

O laser já foi apontado como uma das invenções de mais longo alcance da nossa era tecnológica.

A expectativa é que um futuro laser atômico - um laser no qual as ondas de luz são substituídas pelas ondas quânticas dos átomos - possa ter aplicações igualmente importantes, por exemplo, na construção de relógios ultraprecisos, na litografia, em imageamento e, a bem dizer, em um número ainda não imaginado de aplicações.

Em um laser comum, as ondas de luz formam um estado coerente: quando essas ondas saem do laser, elas oscilam exatamente da mesma maneira, com a mesma frequência e na mesma fase. A mecânica quântica nos diz que as partículas de que somos feitos - quarks, elétrons e até mesmo átomos inteiros - também possuem propriedades semelhantes a ondas.

Mas será que os átomos também podem ser colocados em um estado coerente? Será que poderemos construir um las…

Enguia inspira gerador elétrico que produz mais de 100V

O gerador flexível e transparente imita o processo de produção de eletricidade da enguia. [Imagem: Thomas B. H. Schroeder et al. - 10.1038/nature24670]

Gerador biocompatível

Um gerador elétrico inspirado na enguia elétrica não apenas é flexível e biocompatível, como também pode gerar mais de 100 volts.

Isso o torna uma fonte de energia promissora para implantes médicos.

Thomas Schroeder, da Universidade de Friburgo, na Suíça, afirma que sua criação também poderá ser usada em dispensadores de medicamentos de vestir ou implantáveis, lentes de contato para realidade aumentada e inúmeras outras possibilidades.

Enguia artificial

Os elementos principais do gerador flexível são "células" feitas de hidrogel e sal.

Um dos segredos para a produção de eletricidade pela enguia é um fenômeno chamado transporte transmembranar. Seus órgãos elétricos especializados contêm milhares de compartimentos alternados, cada um com um excesso de íons de potássio ou de sódio. Os compartimentos são se…

Rumo ao melhor vidro do mundo

Amostra de coesita (cinza) envolta no mineral eclogito. A intrusão colorida é piroxeno, um silicato, e o rebordo cristalino é dióxido de silício. [Imagem: Ag.Fapesp/Divulgação]

Coesita

A busca pela fabricação do "melhor vidro possível" - um vidro de alta densidade e resistência - está encontrando inspiração em um mineral natural que é formado sob condições extremas.

O mineral coesita é um óxido de silício, ou sílica (SiO2), muito especial porque só é formado sob altíssimas pressões, cerca de 10 mil vezes mais do que a pressão atmosférica terrestre.

Isso ocorre, por exemplo, no impacto de corpos celestes, como cometas, meteoros ou meteoritos, em uma explosão nuclear ou no afloramento do manto terrestre - que se estende de 30 quilômetros a quase 3 mil quilômetros abaixo da crosta.

"Coesita é dióxido de silício. Sua composição química é a mesma do quartzo. A diferença é que a alta pressão desestrutura a rede cristalina característica do quartzo e compacta os átomos de silí…

Piloto da Marinha norte-americana que perseguiu UFO fala sobre sua experiência

O vídeo mostrando a perseguição de caças F-18 a um UFO surpreendeu a Ufologia Mundial

David Fravor pilotava o caça que gravou objeto desconhecido em vídeo liberado pelo Pentágono

A Ufologia Mundial não cessa de discutir a revelação da existência de um programa secreto de investigação ufológica, descoberto pelo jornal The New York Times. Um dos destaques da notícia original foi o vídeo, gravado com câmeras infravermelhas instaladas a bordo de dois caças Boeing F-18 da Marinha norte-americana, mostrando a perseguição a um UFO em 2004. O protagonista do vídeo, comandante David Flavor, é piloto reformado e concedeu entrevista à rede ABC relatando sua experiência.

David Fravor disse: "O objeto parecia um Tic Tac com incríveis capacidades", comparando o intruso ao conhecido doce. Ele prossegue: "Eu diria que duvido que fosse algo que nós, pessoas da Terra, desenvolvemos". O ex-piloto conta que até agora não havia revelado a experiência para ninguém fora do círculo milit…

Gaia e as nossas vizinhas galácticas

Imagens da Grande Nuvem de Magalhães pelo Gaia. Clique aqui para saber mais detalhes.
Crédito: ESA/Gaia/DPAC

Medindo as posições e os movimentos de mais de 1 bilhão de estrelas, a missão Gaia da ESA aperfeiçoará o nosso conhecimento sobre o nosso lugar no Universo, fornecendo o melhor mapa estelar da nossa Via Láctea e das suas galáxias vizinhas.

Uma das galáxias mais próximas da nossa Galáxia é a Grande Nuvem de Magalhães (GNM), localizada a cerca de 166.000 anos-luz de distância e visível a olho nu a latitudes intermédias e sul.

Com uma massa aproximadamente equivalente a 10 bilhões de vezes a massa do nosso Sol - a GNM é o lar de uma intensa atividade de formação estelar, produzindo estrelas a um ritmo cinco vezes superior ao da nossa Via Láctea. Diferentes aspetos da população estelar da Galáxia são retratados nestas duas imagens, com base em dados recolhidos pelo satélite Gaia durante os seus primeiros 14 meses de operações.

A imagem à esquerda, compilada por mapeamento da densi…

Um melhor método para "pesar" milhões de estrelas solitárias

Astrônomos da Universidade de Vanderbilt descobriram uma maneira de melhor estimar as massas de estrelas solitárias e, consequentemente, dos seus planetas.
Crédito: Michael Smelzer, Universidade de Vanderbilt

Os astrônomos desenvolveram um método novo e melhorado para medir as massas de milhões de estrelas solitárias, especialmente aquelas com sistemas planetários.

A obtenção de medições precisas da massa das estrelas não só desempenha um papel crucial na compreensão de como as estrelas nascem, evoluem e morrem, mas também é essencial na avaliação da verdadeira natureza dos milhares de exoplanetas que agora sabemos orbitarem outras estrelas.

O método parece feito sob medida para a missão Gaia da ESA, que está no processo de mapear a Via Láctea em três dimensões, e para o TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da NASA, com lançamento previsto para o próximo ano e que irá estudar as 200.000 estrelas mais brilhantes do céu à procura de terras alienígenas.

"Nós desenvolvemos u…