Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 12, 2020

Descoberto exoplaneta parecido com a Terra em meio a dados antigos do Kepler

Por Daniele Cavalcante

Um planeta do tamanho da Terra estava passando despercebido pelas análises de dados do telescópio espacial Kepler, da NASA, aposentado em 2018. Ao revisar os dados, cientistas descobriram o exoplaneta (mundos que orbitam uma estrela que não o Sol) que antes havia sido classificado erroneamente por um algoritmo de computador como outro tipo de objeto espacial.

Além de ter tamanho aproximado do nosso planeta, o planeta Kepler-1649c está na região habitável de seu sistema estelar, ou seja, a área ao redor de uma estrela onde um planeta rochoso poderia abrigar água líquida. De todos os exoplanetas encontrados pelo Kepler, este é mais o semelhante à Terra em questão de tamanho e temperatura superficial estimada.

Localizado a uma distância de 300 anos-luz, este mundo recebe o equivalente a 75% da quantidade de luz que a Terra recebe de nosso Sol. Daí a estimativa de que a temperatura do Kepler-1649c também pode ser semelhante à do nosso planeta. Porém, ele orbita uma…

Neutrinos dão pista sobre por que o Universo existe

O detector de neutrinos Super-Kamiokande é um tanque de 40 metros de altura e 40 metros de diâmetro, preenchido com 50.000 toneladas de água ultrapura e revestido com 13.000 detectores.
[Imagem: Kamioka Observatory/ICRR/The University of Tokyo]

Origem da matéria do Universo

Uma equipe internacional de físicos, trabalhando no detector de neutrinos SuperKamiokande, instalado no Japão, encontrou indícios que podem explicar para onde foi toda a antimatéria do Universo.

O experimento envolve um dos maiores mistérios da Física: Se o modelo do Big Bang está correto, então o Universo deve ter nascido com proporções idênticas de matéria e antimatéria. Como ambas se aniquilam assim que se tocam, tudo o que deveria ter restado seria uma "sopa" de energia, sem matéria. Ocorre que, hoje, 13,6 bilhões de anos depois, não existe virtualmente nenhuma antimatéria, e todo o nosso Universo material está aí para quem quiser ver.

A hipótese levantada pelos físicos para explicar essa incongruênc…

Fibra óptica converte água e energia solar em combustível limpo

O pesquisador segura o "tarugo" inicial de sílica, que depois é esticado a quente para formar as fibras ópticas, um processo chamado "puxamento".
[Imagem: Matthew E. Potter et al. - 10.1021/acsphotonics.9b01577]

Reator de fibra óptica

Os avanços na tecnologia das fibras ópticas desempenharam um papel crucial nas telecomunicações, no armazenamento de dados e nas redes de informática.

O que é menos difundido é que, se você recobrir essas fibras ópticas com materiais específicos - como óxido de titânio ou nanopartículas de paládio - é possível alcançar um controle sem precedentes da propagação da luz.

E, com componentes adequados, é possível adicionar catalisadores para otimizar reações químicas. Essas reações podem ocorrer no interior de fibras ópticas ocas - ou fibras ópticas multiestruturadas -, que são muito eficientes, por exemplo, transmitindo múltiplos dados em diferentes cores de luz, cada cor dentro do seu próprio canal.

Pesquisadores da Universidade de Sout…

Câmera quântica vira realidade e fotografa o invisível

As câmeras quânticas, bem como as chamadas câmeras de fóton único, que também são quânticas, vêm sendo desenvolvidas há vários anos, mas só agora estão-se tornando práticas.
[Imagem: Fraunhofer IOF]

Fotografia quântica

Engenheiros alemães construíram uma câmera ultrassensível que forma as imagens capturando uma luz que nunca entra em contato com o objeto que está sendo fotografado.

Ela funciona com base no entrelaçamento quântico - ou emaranhamento -, o mesmo comportamento que está sendo usado nos qubits usados pelos computadores quânticos, e que estabelece que duas partículas de luz, ou fótons, que estejam entrelaçadas, passam a influenciar-se mutuamente, qualquer que seja a distância que as separe.

As câmeras atuais funcionam capturando a luz que é refletida pelo objeto que está sendo fotografado ou filmado. Elas funcionam muito bem para a luz visível, mas não são boas em outras frequências ricas em informações sobre os objetos, como a faixa infravermelha (temperatura), ultraviolet…

Dossiê Chupacabras (Documentário completo)

Na década de 70, nosso planeta foi palco de insólitas mortes de gado, conhecidas como: Mutilações de Animais. Também na mesma década e em plena época de ditadura militar, o Brasil foi visitado pelo misterioso Chupa-chupa, fenomenologia predominante na região Norte brasileira. Na década de 90, um novo fenômeno assolou vários países, "O Chupacabras".

O maior mistério das últimas décadas desvelado neste documentário inédito na internet, produzido e apresentado pelo ufólogo Carlos Alberto Machado​, Doutor pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro​.

Inúmeras entrevistas com criadores, cientistas e pesquisadores sobre o fenômeno que assolou o Brasil de 1996 a 2001.


ink para livro na Amazon: https://www.amazon.com.br/Olhos-Drag%...

Fique por dentro de todos os detalhes através de estatísticas, imagens e depoimentos que não deixarão dúvidas.

Uma hora e meia de informação sobre o que ficou indevidamente classificado como um "mito" de nossa época.

O fenômeno C…

Transistores de proteínas transformam células em computadores

Esta é uma ilustração conceitual de células vivas contendo portas lógicas de proteínas projetadas para detectar múltiplos sinais e se tornar bioluminescentes quando todos os sinais estão presentes.
[Imagem: MolGraphics/UW Medicine Institute for Protein Design]

Computação biológica

As mesmas ferramentas básicas que permitem que os computadores funcionem - os transistores - agora estão sendo usadas para controlar a vida no nível molecular.

A diferença é que, em vez de serem feitos com materiais semicondutores, esses "biotransistores" são feitos de proteínas. Esta é a base da biocomputação.

Zibo Chen, da Universidade de Washington, nos EUA, criou agora proteínas artificiais que funcionam como portas lógicas moleculares. Esses componentes podem ser usados para programar o comportamento de sistemas mais complexos, da mesma forma que seus equivalentes eletrônicos.

"Os bioengenheiros já criaram portas lógicas de DNA, RNA e proteínas naturais modificadas, mas elas estão longe …

Laser de silício chega para fazer ponte entre eletrônica e fotônica

Um nanolaser de silício é a peça essencial para permitir que os processadores troquem dados usando luz.
[Imagem: Nando Harmsen/TU/e]

Laser de silício

Ao contrário dos elétrons, os fótons não experimentam resistência. Como eles não têm massa ou carga, eles se espalham menos dentro do material pelo qual viajam e, portanto, virtualmente nenhum calor é produzido.

Para usá-los dentro dos processadores - luz em vez de elétrons - você precisará de uma fonte de luz: um laser que possa ser integrado dentro do chip. E, para criar um laser compatível com o silício dos processadores, estava faltando produzir uma forma de silício que seja capaz de emitir luz de forma eficiente.

Elham Fadaly e um consórcio de universidades e empresas de tecnologia acaba de conseguir esse feito, viabilizando a colocação de nanolaseres de silício dentro dos chips fotônicos - é bom lembrar que os cientistas diziam ser impossível fabricar um laser de silício pouco mais de uma década atrás.

Ao mudar a estrutura atômica…

NASA estuda construir telescópio no lado oculto da Lua

Conceito de um radiotelescópio no lado oculto da Lua, onde ele ficaria imune às interferências da Terra.
[Imagem: Saptarshi Bandyopadhyay]

Radiotelescópio na Lua

Um pesquisador do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA divulgou planos para construir um radiotelescópio dentro de uma cratera da Lua.

O projeto é similar ao de radiotelescópios terrestres, como o de Arecibo, em Porto Rico, e o radiotelescópio chinês FAST, que entrou em operação em janeiro deste ano.

Batizado de LCRT (Lunar Crater Radio Telescope, ou radiotelescópio em cratera lunar), o primeiro telescópio lunar teria 1 km de diâmetro e teria como grande vantagem a capacidade de capturar comprimentos de onda que não chegam à superfície da Terra.

"Um radiotelescópio de comprimento de onda ultralongo no lado oposto da Lua teria enormes vantagens em comparação com os telescópios terrestres e orbitais da Terra, incluindo: (1) esse telescópio pode observar o Universo em comprimentos de onda superiores a 10 m (ou seja, fre…

Astrônomos encontram a supernova mais brilhante já registrada

Conceito artístico de uma supernova. Ilustração: Aaron Geller

Por Ryan F. Mandelbaum

Em 2016, um telescópio encontrou uma supernova que brilhava mais do que a sua própria galáxia. A estrela que havia explodido continuou a emitir radiação durante mais de 1.000 dias, liberando mais energia do que qualquer supernova anteriormente documentada. Mas isso é apenas o começo da história.

A supernova, chamada SN2016aps, era diferente de qualquer outra, principalmente por ter durado muito tempo. A explosão foi enorme, com 5 a 10 vezes a massa de uma típica supernova.

Foi uma das maiores estrelas já vistas a explodir. Os pesquisadores esperam que isso os ajude a compreender algumas das primeiras fases do universo.

“Uma estrela muito grande como esta poderia ser mais comum no universo primitivo”, disse Matt Nicholl, autor principal do estudo da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, ao Gizmodo. “Podemos ser capazes de utilizar esses dados para ver no tempo as explosões de algumas das primeir…

Nova teoria explica como o objeto interestelar ‘Oumuamua ficou com formato de charuto

Ilustração artística de como ‘Oumuamua se formou, com base no novo cenário proposto. Crédito: Yu Jingchuan, do Planetário de Pequim

Por George Dvorsky

Há três anos, ‘Oumuamua visitou nosso sistema solar, e desde então os cientistas tiveram dificuldades para explicar algumas de suas características mais enigmáticas, incluindo seu formato de charuto. Modelos de computador de última geração estão fornecendo novas pistas interessantes, mostrando como o objeto provavelmente se formou e como ele se tornou um intruso interestelar.

Uma nova pesquisa publicada nesta segunda-feira (13) na Nature Astronomy sugere que o objeto interestelar ‘Oumuamua é o fragmento distorcido de um corpo principal que se passou muito perto de sua estrela hospedeira. Esse processo, além de produzir sua forma alongada e outras características distintas, também resultou na ejeção do objeto no espaço interestelar, de acordo com o novo artigo, de autoria de Yun Zhang, da Universidade de Côte d’Azur, e Douglas Lin, da U…

Pilares da Criação: foto icônica do Hubble ganha bela versão em infravermelho

Nova versão da célebre imagem "Pilares da Criação" (Imagem: NASA/ESA/Hubble Heritage Team)

Por Daniele Cavalcante

Membros da equipe do Telescópio Espacial Hubble reviveram uma das imagens mais icônicas já capturadas pelo observatório, que é uma foto da Nebulosa da Águia, e criaram uma nova versão que revela detalhes incríveis do berçário estelar, só que na luz infravermelha.

Esta região está localizada a cerca de 6.500 a 7.000 anos-luz da Terra e, na verdade, é apenas uma parte da nebulosa, que é algo ainda maior, com 55 a 70 anos-luz de diâmetro. A imagem original é de 1995 e foi apelidada de “Pilares da Criação”, nos mostrando uma região que se estende por cerca de “apenas” 4 a 5 anos-luz.

As formas que lembram uma tromba de elefante na imagem são regiões formadoras de estrelas compostas por estruturas monolíticas incríveis de poeira e gás interestelar. A imagem original do Hubble nos mostrava apenas a luz visível, mas, agora, com a nova versão, a região é vista na luz in…

Novo estudo sobre expansão do Universo pode mudar o que sabemos sobre o cosmos

Por Daniele Cavalcante

Um dos pilares da cosmologia é que o universo é isotrópico, ou seja, o mesmo em qualquer direção e lugar que olharmos. Só que um novo estudo sugere outra coisa, e isso pode obrigar os astrônomos a reverem suas compreensões sobre o cosmos. De acordo com a pesquisa, a taxa de expansão do universo pode variar de um lugar para outro.

O universo se expande continuamente desde o Big Bang, a um ritmo cada vez maior, e os pesquisadores usam algo chamado Constante de Hubble para determinar a velocidade. Com equações baseadas na teoria geral da relatividade de Einstein, eles concluíram que essa expansão é isotrópica, conforme explica Konstantinos Migkas, principal autor do estudo.

Acontece que as observações de uma radiação chamada fundo cósmico de micro-ondas (CMB), que é algo remanescente do Big Bang, dão aos astrônomos e cosmologistas essa noção de que a expansão é isotrópica. Assim, eles concluem que essa propriedade encontrada no universo primitivo também é válida p…

Nave tira fotos da Terra enquanto segue seu caminho rumo a Vênus e Mercúrio

Por Daniele Cavalcante

Na última sexta-feira (10), a nave BepiColombo fez o seu primeiro e único sobrevoo sobre a Terra, a uma distância de 12.700 km do nosso planeta. Enquanto o centro de controle da missão conduzia a manobra com pessoal reduzido (devido às medidas de distanciamento social em resposta à pandemia de COVID-19), a BepiColombo fotografou nosso planeta brilhando na escuridão.

Essa aproximação foi feita para aproveitar a gravidade da Terra com o objetivo de ajustar a trajetória da nave espacial rumo ao seu destino final, Mercúrio. A estratégia faz com que a nave economize combustível, mas isso não torna as coisas mais fáceis para a equipe de controle. Durante 34 minutos logo após a aproximação, a BepiColombo passou pela sombra da Terra, ficando sem energia da luz solar pela primeira vez.


Fotos: ESA

O momento que a Terra vive empresta às novas fotos do planeta um significado diferente das muitas outras imagens que já foram registradas. Para Günther Hasinger, diretor de ciê…

Há 59 anos, era iniciada a perigosa aventura do soviético Yuri Gagarin no espaço

Conheça a trajetória do cosmonauta que se tornou o primeiro humano no espaço (Wikipédia)

Por Fernando Brito

Na manhã de 12 de Abril de 1961, Alan Shepard foi acordado na Flórida com uma péssima notícia. Ele não seria mais o primeiro homem no espaço. Foi por pouco. Havia dois meses, em vez de um astronauta, a Nasa decidiu lançar do Cabo Canaveral outro macaco, o terceiro desde o início dos testes.

Sobre a cabeça dos americanos, a cerca de 250 km de altura e algumas horas antes, a Vostok I deixava claro, mais uma vez, quem liderava a corrida do século.

A bordo da pequena cápsula, um filho de camponeses de 27 anos testemunhou que a Terra é azul. Enquanto Shepard escovava os dentes, Yuri Alexeyevich Gagarin já colhia as glórias de seus 108 minutos em órbita.

O dedicado membro do Partido Comunista da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas não poderia exigir mais de si mesmo. Na última noite antes do lançamento, sensores pregados em seu corpo indicaram um sono tranquilo. Às 5:30 da ma…

Incríveis ‘pedras’ deixadas por um OVNI

Esta é a menor das 10 a 15 "pedras" encontradas no local de pouso de OVNIs em Golabki, Polônia em 1998. Foto: Nautilus Foundation.

A formação de um material vitrificado encontrado em local de pouso e um OVNI na década de 90 intrigou pesquisados ufológicos e cientistas na Polônia, sobretudo, após serem feitas diversas analises.

Por Nautilus Foundation*
Varsóvia/Polônia
Tradução: Dante Villarruel
Originalmente para o site UFOVIA

As fotos e os laudos que você verá a seguir, com certeza, ou mudará seu conceito sobre as aparições de Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) ou fará com que passe a ver com mais seriedade.

Este caso ocorreu na cidade de Golalbki, na Polônia, em 1998. E teve como testemunhas a senhora Evelina Kuss e seu neto, Milosz Kusz. Um magistral avistamento de uma possível nave extraterrestre e posteriormente, o achado de incríveis pedras de estranha origem no local.

A Sra. Kuss relata que eram cerca de 2h da manhã (em julho ou talvez no início de agosto) e …