Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 8, 2015

OVNI em Pelotas (RS) em 1872

FONTE: http://www.portalburn.com.br/

Começa a funcionar telescópio virtual do tamanho da Terra

Telescópio virtual

O supertelescópio ALMA, instalado no Chile, uniu-se a outros dois radiotelescópios situados na Europa e na América do Norte para formar um telescópio virtual com uma dimensão próxima à do tamanho da Terra.

Nessa conexão, conhecida como VLBI (sigla em inglês para interferometria de linha de base muito longa), os dados coletados por dois ou mais telescópios são combinados para formar um único telescópio virtual com um tamanho igual à distância geográfica entre os telescópios.

Os testes iniciais, efetuados entre o ALMA e os telescópios VLBA e IRAM, confirmaram a formação de um telescópio virtual quase do tamanho da Terra, com uma resolução extraordinária.

E estes testes são um passo essencial para a formação definitiva do EHT (Event Horizon Telescope), uma rede global de telescópios que operam nos comprimentos de onda milimétricos e que terá a capacidade de estudar com detalhes sem precedentes o buraco negro supermassivo que se encontra no centro da Via Láctea, uma re…

Estas cinco regras devem ser aplicadas 100% na Ufologia

FONTE: Via Ronald R. Maidana Torres

Astrônomos identificam objeto mais remoto do Sistema Solar

Esta representação artística mostra o planeta anão Sedna, que antes era considerado um dos objetos mais distantes (Foto: Nasa/JPL - Caltech/R.Hurt)

V774104 provavelmente é gelado e fica a 15,5 bilhões de quilômetros do Sol.

Astrônomos identificaram o objeto mais distante no Sistema Solar: observações do telescópio japonês Subaru revelaram o corpo, que deve ser gelado, a 15,5 bilhões de quilômetros do Sol, cerca de três vezes mais longe do que Plutão.
O objeto foi catalogado com o nome de V774104 e, segundo estudos iniciais, teria entre 500 e mil quilômetros de extensão.
Agora os cientistas terão que rastrear o planeta anão durante um ano para descobrir qual é a forma e o tamanho de sua órbita em torno do Sol.
A descoberta do objeto mais distante do Sistema Solar foi anunciada no 47º Encontro Anual da Sociedade Americana de Astronomia - Divisão para Ciências Planetárias, que está ocorrendo perto de Washington.
A equipe responsável pela descoberta é liderada por Scott Sheppard, da Inst…

Cientistas conseguiram medir a “força forte” da antimatéria pela primeira vez na história

Por: Jennifer Ouellette
10 de novembro de 2015 às 18:34

A força nuclear forte une os pequenos pedaços de matéria para formar átomos, e assim permite que nosso mundo material exista. Agora físicos do Laboratório Nacional Brookhaven, nos EUA, conseguiram pela primeira vez medir uma força parecida para a antimatéria – a imagem espalhada da matéria normal que permanece sendo um dos nossos maiores mistérios cosmológicos.

Os experimentos foram conduzidos pela Star Collaboration no Colisor Relativístico de Íons Pesados (RHIC, na sigla em inglês) em Brookhaven; os resultados foram divulgados na Nature. O RHIC recriou condições parecidas com aquelas do universo logo após o Big Bang ao acelerar átomos pesados (como ouro) a velocidades próximas à da luz, e então esmagou um nos outros. A bola de fogo resultante criou um plasma pegajoso de quarks e glúons – os blocos fundamentais de construção – bem como toneladas de partículas de matéria e antimatéria.

Essas partículas não ficam por aí muito tem…

Vulcões em Plutão?

Montanhas vistas ao sul da Sputnik Planum, em Plutão, parecem ter caldeiras, como vulcões. (Crédito: Nasa)

POR SALVADOR NOGUEIRA
10/11/15 16:52

Ok, vamos lá. Que surpresas já tivemos em Plutão? Dunas numa atmosfera rarefeita, atividade geológica recente, neve de nitrogênio, montanhas de gelo de água… Quer mais uma? Dois possíveis vulcões foram avistados pela sonda New Horizons.

É o que sugere uma análise preliminar feita pela equipe de cientistas da missão, apresentada na segunda-feira (9), no início da 47a Reunião Anual da Divisão de Ciências Planetárias da Sociedade Astronômica Americana, em National Harbor, Maryland.

Duas das montanhas mais proeminentes registradas nas imagens da sonda durante seu sobrevoo histórico de Plutão, realizado em 14 de julho, chamadas informalmente de Wright e Piccard, têm depressões bem no pico.

“Essas são grandes montanhas com um grande buraco em seu cume, e na Terra isso significa geralmente uma coisa — um vulcão”, disse Oliver White, pesquisador do …

Falha primeira busca por sinais alienígenas em estrela piscante

A matriz de telescópios Allen, do Instituto SETI, é composta por 42 antenas, cada uma com 6 metros de diâmetro. [Imagem: Seth Shostak/SETI Institute]

Aliens superpoderosos

No mês passado, o anúncio da descoberta, pelo telescópio espacial Kepler, de uma estrela com brilho incomum animou as equipes que buscam por vida alienígena inteligente.

A estrela, chamada KIC 8462852, tem o estranho hábito de diminuir a intensidade do seu brilho em intervalos irregulares - alterações aperiódicas que podem chegar a 20% da sua luz.

Embora várias explicações naturais para essa forte mudança na luminosidade tenham sido aventadas, todas as hipóteses têm fragilidades. Sobressaiu-se então a possibilidade de que uma civilização tecnologicamente avançada poderia gerar sinais similares, produzidos por megaestruturas em órbita em torno da estrela, causando seu escurecimento temporário.

Será que haveria vida inteligente no sistema da estrela KIC 8462852?

"A história da astronomia nos diz que todas as vez…