Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 15, 2019

O que revela a incomum lista de compras de Galileu em 1609 que revolucionou a ciência

A lista que Galileu fez antes de sua viagem a Veneza revela mais do que seus gostos

Dalia Ventura
BBC News Mundo

Em um dia de inverno em Pádua, há 410 anos, Galileu Galilei fez uma lista das compras que queria fazer em sua próxima viagem a Veneza.

Era parecida com essas que às vezes encontramos esquecidas em nossos bolsos. A de Galileu, como alguma das nossas, estava escrita no verso de uma carta sem importância que havia recebido recentemente.

Começa com...

Calçados de pele e um gorro pequeno para Vincenzo (seu filho)

A caixa com as coisas de Marina (Gamba, sua companheira)

Lentilhas, grão de bico branco, arroz, passas, trigo

Açúcar, pimenta, cravo, canela, especiarias, geléias

Sabões, laranjas

Dois pentes de marfim

Malgavia (um tipo de vinho importado da Grécia) do senhor (Giovanni Francesco) Sagredo (um dos seus melhores amigos em Veneza)
A lista é preciosa por ter sido escrita de letra e punho pelo gênio de Pisa, e porque nos convida a imaginar seu cotidiano.

Mas há outra razão q…

Victor Vescovo, o 1º explorador a visitar os pontos mais profundos de todos os oceanos

Vitor Vescovo visitou os pontos mais profundos de todos os oceanos em menos de um ano - TAMARA STUBBS

Jonathan Amos
BBC News

O explorador americano Victor Vescovo se tornou a primeira pessoa no mundo a visitar os pontos mais profundos em todos os oceanos.

Seu quinto e último mergulho foi à Fossa de Molloy, no Oceano Ártico, a 5.500 metros de profundidade.

Nos últimos dez meses, o milionário havia feito mergulhos profundos nos oceanos Pacífico, Índico, Atlântico e Antártico. O time dele também visitou o naufrágio do Titanic.

A última parte da Expedição Five Deeps (Cinco Profundezas, em inglês) foi concluída em 24 de agosto, quando o explorador alcançou o ponto conhecido como Buraco Molloy, que fica a 275 km do arquipélago Svalbard, na Noruega.

A profundeza recorde da exploração foi de cerca de 5.500 metros – a primeira vez que um humano esteve nesse local.

Embarcação especial

Todas as explorações de Vescovo foram feitas usando um submarino do tipo DSV (Deep Sea Vehicle), um tipo de em…

Reconstrução facial mostra como eram os enigmáticos denisovanos, uma espécie humana extinta

Reconstrução artística de uma adolescente denisovana, baseada em evidências genéticas. Imagem por Maayan Harel

Por George Dvorsky

Um osso do dedo mindinho, alguns dentes e a parte de baixo de uma mandíbula. Estas são as únicas evidências que temos dos misteriosos denisovanos, um grupo extinto de hominídeos intimamente relacionado aos neandertais. Novas pesquisas oferecem uma reconstrução física dos denisovanos com base em evidências genéticas, fornecendo nosso primeiro vislumbre dessa espécie humana antiga.

Um estudo publicado nesta quinta-feira (19) no periódico Cell realizou o que aparentemente era impossível: uma reconstrução da anatomia denisovana usando informações genéticas. O novo trabalho, desenvolvido pelos arqueogeneticistas Liran Carmel e David Gokhman, da Universidade Hebraica de Jerusalém, sugere que os denisovanos possuíam várias características físicas distintas que os diferenciavam dos neandertais e dos seres humanos anatomicamente modernos, incluindo um rosto amplo e…

Veja o que aconteceu com o Portal Burn!!!

Programa onde comentamos os motivos do Portal da BURN – Brazilian UFO Research Network ou Rede Brasileira de Pesquisas Ufológicas ter saído “fora do ar” durante um longo período de tempo. Muitos dos nossos inscritos perguntaram os motivos desta inconsistência no site e, hoje, o proprietário do portal, o ufólogo Josef Prado, esclarece estas causas. Também é abordado neste programa sobre alguns aspectos do Canal da BURN no Youtube. Saiba as novidades que serão implementadas daqui para frente!

www.portalburn.com.br



FONTE: Enigmas e Mistérios

O que é a Área 51 e o que existe lá?

Entrada da Área 51, onde é prometida uma chegada massiva de pessoas - REUTERS

As pequenas cidades americanas de Rachel e Hiko, perto da altamente secreta área 51, em Nevada, se prepararam para uma possível "avalanche" de visitantes.

Marcado para ocorrer nesta sexta-feira (20/09), o evento no Facebook chamado "Invasão da Área 51: eles não podem parar todos nós" viralizou e centenas de milhares de pessoas disseram que compareceriam — mesmo que a pessoa que teve a ideia tenha dito que era uma piada.

Até o momento, a "invasão" não se confirmou e poucas pessoas parecem ter cumprido a promessa.

Mas, afinal, o que é a Área 51?

O que sabemos sobre a Área 51

A Área 51 é uma região onde fica uma base da Força Aérea dos Estados Unidos e foi batizada popularmente com esse nome.

Ela fica no lago Groom, um leito de lago seco no deserto de Nevada, a 85 milhas (135 km) ao norte de Las Vegas.

O que se passa lá dentro é extremamente secreto. O público em geral é mantido a…

No tempo quântico, você não precisará esperar o tempo passar

Imagine duas naves, uma querendo destruir a outra. Vencerá aquela que puder entrar no fluxo quântico do tempo, destruindo a outra mesmo se ambas atirarem no mesmo instante exato da nossa sequência temporal normal.
[Imagem: Magdalena Zych/Igor Pikovski]

Tempo quântico

Físicos afirmam ter demonstrado a existência de "um novo tipo de ordem quântica do tempo".

A constatação surgiu de um experimento projetado para reunir elementos das duas grandes - mas contraditórias - teorias da física desenvolvidas no século passado: a relatividade e a mecânica quântica.

O experimento proposto combina os elementos-chave das duas teorias que descrevem o fluxo do tempo, e revela que a ordem temporal entre os eventos pode apresentar características quânticas genuínas, algo que é muito diferente da experiência da passagem contínua do tempo que experimentamos.

"Nossa proposta procurava descobrir: O que acontece quando um objeto maciço o suficiente para influenciar o fluxo do tempo é colocado …

Corrente de luz transmite ondas de rádio em um único sentido

Este é o circuito usado para demonstrar o Efeito Hall aplicado aos fótons, que cria uma corrente de luz.
[Imagem: University of Illinois at Urbana-Champaign Department of Mechanical Engineering]

Corrente de luz

Um dos efeitos eletromagnéticos mais conhecidos da física, o Efeito Hall, largamente explorado em semicondutores, foi replicado usando fótons - no comprimento de ondas de rádio - em vez de elétrons.

Essa autêntica "corrente de luz" poderá ser usada para criar sistemas avançados de comunicação, que reforçam a transmissão de sinais em uma direção, enquanto absorvem simultaneamente os sinais na direção oposta.

Mais do que isso, a tecnologia promete reduzir pela metade a largura de banda necessária para uma determinada comunicação, permitindo que uma antena envie e receba sinais na mesma frequência simultaneamente, por meio de um processo chamado acoplamento não-recíproco.

Efeito Hall artificial

O Efeito Hall, descoberto em 1879 por Edwin Hall, ocorre devido à interação …

Material inteligente incorpora lógica sem processador

Todos os comportamentos são executados pelo próprio material, sem processamento centralizado.
[Imagem: Yang Jin et al. - 10.1038/s41467-019-12161-1]

Material inteligente

Este dispositivo não é um robô e nem um computador, mas tem características de ambos - uma das melhores demonstrações do que se convencionou chamar de "material inteligente".

Inspirada nos polvos, a estrutura detecta (sensor), calcula (computação) e responde (atuador) sem nenhum processamento centralizado, criando uma tecnologia promissora para uso em uma variedade de aplicações, da robótica macia a dispositivos protéticos.

"Nós chamamos isso de 'lógica tátil macia', e desenvolvemos uma série de protótipos que demonstram sua capacidade de tomar decisões no nível do material - onde o sensor está recebendo entrada - em vez de depender de um sistema lógico centralizado baseado em semicondutores.

"Nossa abordagem foi inspirada nos polvos, que têm um cérebro centralizado, mas também possuem est…

Painéis solares flexíveis mais próximos da realidade

De tão leves e finas, as células solares orgânicas podem ser aplicadas até a bolhas de sabão.
[Imagem: Joel Jean/Anna Osherov]

Células solares orgânicas

Painéis solares que poderão ser aplicados como revestimentos em superfícies curvas - como a lataria de um carro - estão um passo mais perto da realidade graças a uma descoberta que desafia o pensamento convencional sobre um dos principais componentes desses dispositivos.

O avanço envolve as células solares orgânicas - à base de carbono, por isso também chamadas de células solares de plástico - que usam moléculas de corantes para absorver a luz do Sol e transformá-la em eletricidade.

Uma célula solar orgânica básica consiste em um filme fino de semicondutores orgânicos ensanduichado entre dois eletrodos, que extraem as cargas geradas na camada semicondutora.

De forma um tanto óbvia, os cientistas supõem há muito tempo que 100% da superfície de cada eletrodo deve ser eletricamente condutora para maximizar a eficiência da extração dessa…

Os 500 anos da fantástica expedição de volta ao mundo iniciada por Fernão de Magalhães

Durante a grande aventura da primeira volta ao mundo, os europeus se depararam com animais e plantas que eram uma verdadeira novidade para eles

Marcos González Díaz
BBC News Mundo

O século 16 era o pleno apogeu do que os europeus chamaram de "era dos descobrimentos".

Foi um momento da história em que Espanha e Portugal repartiam o mundo. As potências de então competiam por expandir seus territórios em um planeta que, a julgar pelas travessias como a de Colombo, em 1492, ainda guardava grandes surpresas.

Isso foi confirmado pela primeira volta ao mundo iniciada há 500 anos pelo português Fernão de Magalhães sob patrocínio da Coroa espanhola e que, sem dúvida, é uma das maiores epopéias da história da humanidade.

Passaram-se quase três anos desde aquele 20 de setembro de 1519 até que vinte sobreviventes da expedição, capitaneados pelo espanhol Juan Sebastián Elcano depois da morte de Magalhães, concluíram a duras penas sua grande façanha marítima.



Mas antes de voltarem ao pon…

Comentando foto de OVNI (Cocoyoc - México - 1973) - 12

Programa onde comentamos sobre as fotos clássicas tiradas pelo Sr. Jimenez em 03 de novembro de 1973, às 16:45 horas, em Cocoyoc, no México. Ao assistir este programa você saberá detalhes inéditos sobre esta história e, inclusive sobre as análises e também sobre o engenheiro da NASA que patenteou uma aeronave semelhante a fotografada, com base nas visões do profeta Ezequiel, constante da Bíblia Sagrada.

Comentando foto de ovni (Alfena - Portugal - 1990) - 09



FONTE: Enigmas e Mistérios

Veja também:

No link abaixo siga os demais vídeos da série "Comentando foto de disco voador":

Foto diurna de OVNI na continuidade da Operação Prato (Manaus - Brasil - 1979) - 10

Comentando foto de disco voador (Nashville - Tennessee - EUA - 1989) - 11

Matéria de Capa: ciência do passado e do futuro (08/09/2019)

A descoberta de um crânio quase completo de um ancestral do homem, que viveu há 3 milhões e 800 mil anos, levou os cientistas a questionarem a ideia mais aceita até agora sobre a evolução humana - e a repensar a tese de que os humanos descendem de uma espécie particular de primata. Se as pesquisas para determinar de onde viemos caminham a passos mais lentos, um outro campo da ciência avança rapidamente e começa a criar um mundo novo que nos aproxima da ficção. Você consegue imaginar uma fibra elástica dez vezes mais resistente que o aço e feita de material vindo de uma cabra? Esta edição do Matéria de Capa apresenta esse admirável mundo novo.



FONTE: Matéria de Capa

Maior estrela de nêutrons já observada surpreende astrônomos

Representação artística do “atraso de Shapiro”, quando o pulso de uma estrela de nêutrons é atrasado pela deformação do espaço causada pela gravidade da anã branca. Crédito: BSaxton, NRAO/AUI/NSF

A J0740 + 6620 é tão massiva que está no limite de se tornar um buraco negro

As estrelas de nêutrons — os remanescentes compactos de estrelas massivas que se tornaram supernovas — são os objetos “normais” mais densos do Universo conhecido (tecnicamente, buracos negros são mais densos, mas estão longe de serem normais). Um único cubo de açúcar feito com o material de uma estrela de nêutrons pesaria 100 milhões de toneladas aqui na Terra — aproximadamente o mesmo que toda a população humana combinada. Embora astrônomos e físicos venham estudando e se maravilhando com esses objetos há décadas, muitos mistérios ainda restam sobre a natureza de seus núcleos. Os nêutrons lá se tornam “superfluidos” e fluem livremente ao serem esmagados? Eles se decompõem em uma sopa de quarks subatômicos ou em out…

Biorrobô meio máquina e meio vivo abre caminho para máquinas vivas

Visualização artística dos robôs híbridos, máquinas controladas e impulsionadas por células vivas.
[Imagem: Michael Vincent]

Robôs meio biológicos

Dispositivos robóticos macios, acionados por tecido neuromuscular que disparam quando estimulados pela luz, mostraram que podemos estar mais perto de construir biorrobôs autônomos do que imaginávamos.

Em 2014, as equipes dos professores Taher Saif e Rashid Bashir, da Universidade de Illinois, nos EUA, inspiraram-se nos espermatozoides para desenvolver os primeiros biobots autopropulsores alimentados por células musculares cardíacas derivadas de ratos.

"Aquela geração de bots de cauda única utilizou tecido cardíaco que bate por si só, mas eles não podiam sentir o ambiente ou tomar decisões," ressalva Saif.

Por isso eles construíram uma nova geração de biorrobôs de cauda dupla, impulsionados por tecido muscular esquelético, tecido este estimulado por neurônios motores. Os neurônios têm propriedades optogenéticas, disparando quando …

NASA aposta em transistores a vácuo para eletrônicos espaciais

O transístor a vácuo tem as vantagens das antigas válvulas, sem suas deficiências.
[Imagem: Jin-Woo Han et al. - 10.1021/acs.nanolett.6b04363]

Renascimento das válvulas

As válvulas tiveram um papel central no desenvolvimento dos aparelhos eletrônicos. Algumas décadas atrás, no entanto, elas foram substituídas pelos transistores semicondutores, criando a eletrônica de estado sólido.

Embora os tubos de vácuo das válvulas hoje sejam raramente usados - válvulas continuam sendo fabricadas, mas sua aplicação se restringe a alguns nichos de alta potência - eles têm várias vantagens importantes sobre os transistores. Por exemplo, eles normalmente permitem uma operação mais rápida, melhor imunidade a ruídos e maior estabilidade em ambientes extremos ou severos.

Por isso, não causou grande surpresa quando, em 2012, pesquisadores apresentaram um transístor a vácuo, uma versão modernizada das antigas válvulas.

Agora, pesquisadores do Centro de Pesquisa Ames, da NASA, demonstraram que os transist…