Pular para o conteúdo principal

Avião quase colidiu com UFO triangular sobre oceano


Um enorme UFO triangular se aproximou de um pequeno avião civil sobre o Atlântico

Caso aconteceu na costa norte-americana, e piloto realizou manobras para se desviar do objeto

Charlie Little era um aviador experiente, habilitado para voar aeronaves de mais de um motor e instrutor de voo. Em 27 de outubro de 1967 ele voava um Piper Twin Comanche, tendo como passageiros dois outros pilotos e uma quarta pessoa. Eles decolaram de Opa-Locka, Flórida, com destino a Morristown em New Jersey. O céu não apresentava nuvens e as estrelas eram visíveis, e eles estavam a aproximadamente 2.400 m de altitude sobre o Atlântico quando entraram em contato com o controle em terra, pois os instrumentos a bordo não funcionavam adequadamente.

Quando estavam praticamente na metade do caminho os ocupantes viram uma luz se movendo pelo céu, e assumiram que fosse um avião comercial a uma altitude mais elevada que a deles, rumando para Miami. Porém subitamente a luz começou a descer e se aproximar de seu avião, e o piloto se comunicou com o controle, que respondeu que não havia qualquer outro tráfego na área. O comandante Little acionou as luzes de pouso e de taxiamento do Piper, porém o objeto desconhecido continuava a se aproximar, parecendo que passaria muito perto do avião. Little então pediu permissão para realizar uma descida imediata, o que foi concedido.

Ele então fez o Piper descer até cerca de 1.900 m, porém o objeto desconhecido continuava cada vez mais próximo, sendo que agora viam seis luzes em linha horizontal, grandes e muito brilhantes. A colisão parecia iminente, e o piloto, em princípio de pânico, gritou aos passageiros que não conseguiriam impedir o choque. Little ainda cobriu os olhos com a mão devido ao intenso brilho, mas então a cabine foi tomada por uma luz verde muito suave, o UFO realizou uma manobra de 180 graus e se evadiu após acompanhar o avião por mais alguns segundos. Dois dos passageiros afirmaram que o UFO era um triângulo cinza, com cada lado medindo aproximadamente 60 metros e espessura de seis metros, sem detalhes como rebites, antenas, portas ou janelas. No centro havia uma abertura também triangular pela qual o Piper poderia passar.

SOFRENDO RIDICULARIZAÇÃO


Um Piper Comanche como o que protagonizou o encontro próximo com o enorme UFO triangular

Charlie Little relatou via rádio a observação que tiveram, contudo sua descrição foi recebida com ridículo e piadas. Nervoso, ele chegou a jogar ao chão da aeronave o microfone. Depois se instalou entre os pilotos a bordo o medo de que fossem impedidos de seguir em suas carreiras, pois pretendiam ser pilotos comerciais e o episódio poderia prejudicá-los. Um investigador da Narcap descobriu que Little recebeu a informação do controle radar de que um Boeing 727 da United Airlines teria observado o mesmo objeto nas proximidades de Washington, a 860 km de distância. A Narcap não encontrou documentos relacionados a esse outro avistamento. Os especialistas do grupo ainda discutem se o radar pode na verdade ter detectado o UFO e não o Piper, que em comparação, por ter tamanho significativamente menor, teria um correspondente retorno muito mais fraco.

FONTE: REVISTA UFO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…