Pular para o conteúdo principal

Observatório capta imagem de galáxia a 65 milhões de anos-luz


OS BRAÇOS ESPIRAIS DA NGC 3981 CAPTADO PELO ESO. (FOTO: ESO)

O Observatório Europeu do Sul (ESO) é um dos mais produtivos do mundo. Pesquisadores de suas 15 nações-membro— time que o Brasil integrava até há pouco tempo — tem que se revezar para utilizar seus concorridos telescópios. Mas tem dias que não adianta nem tentar. Seja por nebulosidade ou pela luz da lua, em algumas circunstâncias os telescópios não conseguem coletar dados suficientemente confiáveis. Para essas horas, foi criado o projeto Joias Cósmicas.

Quando está em seu funcionamento normal, os dados coletados pelo ESO tem foco puramente científico. Esses dados, no entanto, não são muito bons para formar imagens coloridas do universo. Com o projeto, as horas que ficariam vagas são utilizadas para produzir imagens de objetos celestiais que, se não tem grande utilidade científica, são suficiente para encantar os apaixonados pela astronomia.

Uma dessas oportunidades apareceram em maio deste ano sobre o Very Large Telescope, no Chile. A galáxia espiral NGC 3981 foi o alvo de sua lente. Com a ajuda do FORS2, um espectrômetro que consegue captar imagens hiper sensíveis de grandes áreas do céu, revelaram grandes braços espirais, salpicados de enormes correntes de poeira e regiões de formação estelar, e um disco proeminente de estrelas jovens quentes.



A galáxia encontra-se inclinada na direção da Terra, permitindo aos astrônomos olhar diretamente para o coração da galáxia e observar o seu centro brilhante, uma região altamente energética que contém um buraco negro supermassivo. Podemos ver também a estrutura espiral mais exterior de NGC 3981, parte da qual parece estender-se para além da galáxia, provavelmente devido à influência gravitacional de um encontro galáctico passado.

Situada a aproximadamente 65 milhões de anos-luz de distância da Terra, a galáxia faz parte do grupo NGC 4038, o qual contém as Antenas, duas galáxias em interação. Esse grupo é um componente menor do Superaglomerado de Virgem, uma enorme coleção de galáxias que engloba a nossa própria Via Láctea.

O NGC 3981 não é o único objeto interessante capturado nesta imagem. Além de várias estrelas em primeiro plano pertencentes à nossa galáxia, a Via Láctea, o FORS2 capturou ainda um asteroide que corta o céu, visível como um risco fraco na direção do topo da imagem.

FONTE: REVISTA GALILEU

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…