Pular para o conteúdo principal

O que são os misteriosos cristais verdes encontrados após a erupção do vulcão Kilauea, no Havaí


Especialistas dizem que dificilmente pedras coletadas nos arredores do Kilauea são resultado das erupções recentes do vulcão

Será que o poderoso vulcão Kilauea, que entrou em erupção em maio em Big Island, a maior ilha do arquipélago do Havaí (EUA), estaria literalmente fazendo chover pedras verdes?

Muita gente está se perguntando, inclusive, se essa seria essa uma espécie de recompensa oferecida pelo vulcão aos milhares de habitantes afetados pela erupção.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram belos cristais de cor verde que teriam sido encontrados nos arredores do Kilauea.

"Amigos meus vivem no Havaí, bem ao lado da área afetada pelos fluxos de lavas mais recentes. No meio da destruição dos arredores e do estresse causado pelo desconhecido, eles acordaram com isso: pequenos pedaços de olivina por todo o chão. Está literalmente chovendo joias. A natureza é realmente incrível", escreveu a meteorologista Erin Jordan no Twitter.



Nas redes sociais, ganhou força a ideia de que as explosões de lava da cratera vulcânica resultaram em uma chuva de pedras que estariam colorindo de verde a paisagem do arquipélago.

Mas essas pedras seriam verdadeiras e realmente teriam "caído do céu" depois da recente erupção do Kilauea?

A BBC News consultou especialistas para averiguar que pedras seriam essas. A verdade é que, segundo eles, elas seriam resultado de erupções mais antigas, e não desse vulcão.

O que é a olivina
O serviço geológico dos Estados Unidos ainda não estudou em detalhes os efeitos da mais recente erupção do Kilauea.

Mas, de acordo com especialistas, as pedras que aparecem nas fotos que circulam nas redes sociais seriam fragmentos de olivina, mineral muito comum em áreas vulcânicas e que pode variar significativamente de tamanho – indo de um grão de areia a algo equivalente a uma unha.

No arquipélago, existem praias que parecem ter sido pintadas de verde, tamanha a concentração desse mineral.

"A olivina é muito frequente no Havaí. É um dos componentes fundamentais do basalto, um mineral que compõe 99,99% das rochas dessas ilhas", disse à BBC News Mundo, o serviço em espanhol da BBC, o geólogo e responsável pelo portal especializado GEOetc, Gary Lewis.


Olivina é um mineral muito comum no Havaí

Os cristais de olivina presentes no líquido de basalto vulcânico são expelidos durante as erupções na lava que flui em direção ao oceano.

Quando entra em contato com água ou a lava esfria, o mineral se converte em uma olivina com qualidade da pedra, conhecida como peridoto – usada por muitas pessoas como amuleto de proteção para afastar a inveja e maus espíritos.

Herança mais antiga
Como o Kilauea continua ativo, ainda estão sendo avaliados os efeitos mais recentes da atividade do vulcão.

Ainda assim, especialistas concordam que é difícil associar o aparecimento dessas pedras com suas últimas erupções.


O Kilauea, localizado numa das mais populosas regiões do Havaí, está à semanas em erupção

Cheryl Gansecki, geóloga da Universidade do Havaí-Hilo, acredita que a densidade e outras características desse último fluxo de lava fazem com que seja muito difícil encontrar olivina do tamanho das pedras que aparecem nas fotos.

"Se você separasse a lava e a esmagasse, poderia encontrar alguns minúsculos cristais de olivina, mas eles teriam apenas um ou dois milímetros de tamanho, difíceis de ver", disse à TV havaiana Khon TV.

Para o geólogo Gary Lewis, do portal GEOetc, a afirmação de que esses cristais caíram do céu é "mais um mito" fomentado pelas redes sociais.

"Não há dúvida de que parte do material rochoso que está se formando na erupção atual contém olivina, mas será pequeno (especialmente microscópico) e nunca terá uma qualidade de gema", diz ele, descartando a teoria de que as últimas explosões do Kilauea estariam provocando uma chuva de pedras verdes.

Lewis, assim como outros especialistas, afirma que pedras de olivina "estão aparecendo a partir de velhos fluxos de lava".

Alguns deles acreditam que elas podem estar relacionadas às erupções do vulcão Kapoho, em 1960.

Velhas ou novas, as pedras de cor verde podem ser compradas pela internet. O preço do quilate do peridoto pode variar de R$ 189 a R$ 302.

FONTE: BBC BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…