Pular para o conteúdo principal

Nervos artificiais dão sentido de toque a próteses e robôs


A funcionalidade dos nervos biológicos sensoriais foi reproduzida com a ajuda da eletrônica orgânica. [Imagem: Yeongin Kim et al. - 10.1126/science.aao0098]

Nervos mecanossensoriais artificiais

Pesquisadores dos EUA e da Coreia do Sul se juntaram para desenvolver nervos mecanossensoriais artificiais que emulam os nervos sensoriais biológicos aferentes.

Nervos aferentes são aqueles que recebem os estímulos do ambiente, por isso são conhecidos também como neurônios sensoriais.

A equipe usou os nervos mecanossensoriais artificiais para controlar a perna de um inseto com deficiência, distinguir caracteres em braille e detectar uma série de texturas diferentes, mostrando que o material, construído com compostos orgânicos flexíveis, pode funcionar como uma pele artificial de alto desempenho.

Dispositivos que imitam o processamento de sinais e a funcionalidade dos sistemas biológicos podem simplificar o projeto de sistema bioinspirados e reduzir o consumo de energia.

"Os mecanismos de processamento de informação recentemente descobertos nos nervos mecanossensoriais biológicos foram adotados em nosso sistema artificial," disse a professora Zhenan Bao, da Universidade de Stanford.

A equipe afirma também que os dispositivos orgânicos usados para construir os nervos artificiais são vantajosos porque suas propriedades funcionais podem ser ajustadas, eles podem ser fabricados sobre grandes áreas a um custo baixo e são flexíveis como os sistemas biológicos.


A demonstração envolveu o reconhecimento de caracteres em Braille e o acionamento de músculos de um inseto deficiente. [Imagem: Yeongin Kim et al. - 10.1126/science.aao0098]

Nervos artificiais

Os nervos mecanossensoriais artificiais são compostos por três componentes essenciais: mecanorreceptores (sensores resistivos de pressão), neurônios (osciladores em anel orgânicos) e sinapses eletrônicas (transistores eletroquímicos orgânicos).

A informação de pressão de cada mecanorreceptor é convertida em potenciais de ação através dos neurônios artificiais. Múltiplos potenciais de ação podem ser integrados em uma sinapse artificial para fazer atuar os músculos.

Isso já seria interessante o suficiente para o uso em robótica, acionando músculos artificiais, mas a equipe demonstrou que seus dispositivos podem ativar diretamente os músculos biológicos - os experimentos foram feitos em insetos.

O material é um passo importante em direção à criação de peles artificiais para membros protéticos, para restaurar a sensação de amputados e, no futuro, dar aos robôs algum tipo de capacidade reflexa e mesmo recobri-los inteiramente com peles artificiais.

"Nossos nervos mecanossensoriais artificiais podem ser usados para robôs e próteses bioinspiradas, biocompatíveis e confortáveis para os seres humanos. Nosso trabalho poderá ajudar no desenvolvimento de robôs e próteses tipo humano que poderão ajudar pessoas com deficiências neurológicas," disse o professor Tae-Woo Lee, da Universidade Nacional de Seul.

A equipe da professora Zhenan Bao trabalha com peles eletrônicas há vários anos, enquanto a equipe do professor Tae-Woo Lee ganhou destaque internacional no campo das sinapses eletrônicas.

Bibliografia:

A bioinspired flexible organic artificial afferent nerve
Yeongin Kim, Alex Chortos, Wentao Xu, Yuxin Liu, Jin Young Oh, Donghee Son, Jiheong Kang, Amir M. Foudeh, Chenxin Zhu, Yeongjun Lee, Simiao Niu, Jia Liu, Raphael Pfattner, Zhenan Bao, Tae-Woo Lee
Science
Vol.: 360, Issue 6392, pp. 998-1003
DOI: 10.1126/science.aao0098

FONTE: SITE INOVAÇÃO TECNOLOGICA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Fazendeiro grego encontra túmulo de 3.400 anos debaixo de suas oliveiras

Por: George Dvorsky

Um túmulo de 3.400 anos contendo dois caixões e dúzias de artefatos que remontam ao fim da era Minoica estava escondido debaixo do olival de um fazendeiro grego, no sudeste da ilha de Creta, na Grécia.

Como noticiado pelo Cretapost, o homem, que não teve seu nome revelado, estava tentando estacionar seu veículo debaixo da sombra de uma oliveira quando o solo debaixo dele começou a afundar. Depois de se afastar, o fazendeiro notou que um buraco medindo cerca de 1,2 metro de largura apareceu de repente. Quando ele olhou para o vazio abaixo, rapidamente percebeu que havia se deparado com algo importante.


O buraco. Imagem: Eforato de Antiguidades de Lasithi

O fazendeiro contatou o Eforato de Antiguidades de Lassithi — ministério de patrimônio local —, que enviou arqueólogos para investigar. Descobriram então que o fazendeiro havia se deparado com um túmulo da era Minoica contendo um par de caixões, cada um deles com um só esqueleto. Duas dúzias de vasos com ornamentos…