Pular para o conteúdo principal

Brasil verá o mais longo eclipse lunar do século



Por Josélia Pegorim

O ano de 2018 tem vários eventos astronômicos especiais e um deles é o segundo eclipse total da Lua que ocorre na noite da sexta-feira, 27 de julho. Já tivemos um eclipse total lunar com a lua cheia do dia 31 de janeiro.

Mas o eclipse lunar total do fim de julho está sendo muito aguardado pelos astrônomos porque será o mais longo eclipse do século 21! A duração total será de 103 minutos e será visível em muitas áreas do planeta, inclusive em grande parte do Brasil. Atenção! O eclipse lunar poderá ser apreciado ao anoitecer de 27 de julho de 2018, quando a Lua cheia estiver surgindo no horizonte, se as nuvens deixarem...

O segundo eclipse lunar total de 2018 será visível, total ou parcialmente em na Austrália, Ásia, África, Europa e América do Sul. Quem estiver nos Estados Unidos, no Canadá, Groenlândia, México e a maioria das áreas da América Central não verá nenhuma fase deste eclipse.


Esquema de visibilidade do Eclipse lunar total de 27-28/07/2018

O que vamos ver?
A Lua cheia vai perder seu brilho natural quando passar pela sombra feita pelo planeta Terra. No eclipse lunar, a Terra fica entre o Sol e a Lua.


Esquema do eclipse lunar

O eclipse lunar total ocorre no período em que a Lua fica imersa na umbra, que é a região de sombra feita pela Terra.

Nas zonas de penumbra, temos o eclipse penumbral, quando a Lua cheia fica com um aspecto opaco. Neste tipo de eclipse, a lua cheia perde um pouco do seu intenso brilho, como se alguém colocasse um filtro na frente do disco lunar, uma espécie de insulfilm. O filtro na verdade é a penumbra provocada pela Terra. A passagem da Lua cheia pela penumbra da Terra é chamada eclipse lunar penumbral.

Quando a Lua cheia fica no limite entre a penumbra e a umbra, um pequeno pedaço da Lua cheia fica escurecido, como se alguém tivesse tirado um pedaço da lua, como se fosse uma mordida de maçã.


Eclipse penumbral de 24/abril/2015

Quem vai ver?

Todo o Brasil poderá ver este eclipse lunar total lunar de 27/28 de julho de 2018, mas não em sua totalidade, com todas as suas fases. Quanto mais próximo do litoral leste do país (costa leste do Nordeste, áreas próximas ao litoral do Sudeste e do Sul, maior será o tempo de visualização do fenômeno.

Entre as capitais, se não houver problema com nebulosidade, o maior tempo de visualização será em Recife, onde o evento terá duração total de 3h14min, com início às 17h15min, em Natal, onde o eclipse começa às 17h19 e terá duração de 3h09min, e em João Pessoa, onde o eclipse total lunar poderá ser visto por 3h12min, a partir de 17h16min.

Em São Paulo, o eclipse total lunar de 27 de julho de 2018 terá duração total de 1h49min, começando às 17h41min.

Em Porto Alegre, o eclipse total lunar começa às 17h42min e terá duração de 2h42min.

Em Brasília, o eclipse total lunar terá início às 17h57min e ocorre durante 3h31min.

Em Manaus, o evento terá duração total de 1h23min e começará às 18h05 de 27/77/18.

Condição do tempo

O ar seco que predomina sobre o Brasil dificulta a formação de nebulosidade. No fim da tarde e na noite de 27 de julho de 2018, a maioria das áreas do país terá pouca nebulosidade, o que vai favorecer a apreciação de todo o eclipse total lunar. Porém, o excesso de nebulosidade poderá atrapalhar a apreciação do eclipse total lunar no nordeste do Rio Grande do Sul, no centro-sul e leste de Santa Catarina e no leste do Paraná, incluindo as capitais Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba. A região entre Natal, João Pessoa e Recife também poderá ter problemas com muitas nuvens e até chuva durante o eclipse. No Norte, há risco de muita nebulosidade e chuva no norte do Pará, norte do Amazonas, Amapá e Roraima, incluindo as capitais.

Não precisa de equipamento

Você não vai precisar de nenhum equipamento especial para ver o eclipse lunar total, apenas dos seus olhos e de um tanto de paciência. Eclipses lunares podem ser observados a olho nu, mas se você tiver um binóculo, de preferência um especial para a observação astronômica, ou uma câmera fotográfica digital terá uma visão privilegiada.

Porém, o excesso de nebulosidade poderá prejudicar a visualização do eclipse total lunar no anoitecer e 27/7/18 no nordeste do Rio Grande do Sul, incluindo Porto Alegre, no centro-sul e leste de Santa Catarina e no leste do Paraná, incluindo as capitais Curitiba e Florianópolis.

A visualização do eclipse total lunar também poderá ser prejudicada por muitas nuvens na faixa litorânea do leste do Rio Grande do Norte ao leste de Pernambuco. Assim, as nuvens poderão atrapalhar a apreciação do evento em Recife, Natal e em João Pessoa, justamente as três capitais que tecnicamente terão o maior tempo de visualização.

Importante

No período do eclipse penumbral, mesmo que o céu esteja sem nuvens, se você estiver num centro urbano, onde há muita luz artificial que produz o que os astrônomos chamam de "poluição luminosa", a visualização do eclipse não será boa quanto num lugar escuro, com pouca luz artificial . Mas se você for, por exemplo, para uma estrada onde já não tenha mais os postes de iluminação pública, já estará num local suficientemente escuro para ter uma visão mais nítida do eclipse. Então, a dica é: saia da cidade, vá para o campo, em lugares escuros.

Eclipse melhora a visualização de Marte

Quando ocorre um eclipse total lunar, a noite fica mais escura, o que possibilita a melhor visualização de outros astros. Durante o eclipse dos dias 27 e 28 de julho, Marte estará muito próximo da Lua eclipsada e será possível ver melhor o planeta vermelho. Dá para ver a olho nu!

Veja o eclipse ao vivo através do site https://www.timeanddate.com/

FONTE: www.climatempo.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…