Pular para o conteúdo principal

ONU revela projeto de "cidades flutuantes" para o futuro


CIDADE FLUTUANTE OCEANIX CITY, CRIADA POR PROJETO DA ONU (FOTO: OCEANIX / BIG-BJARKE INGELS GROUP)

Chamada de OCEANIX City, as construções ajudariam as regiões afetadas por conta das mudanças climáticas

Em uma reunião especial do UN-Habitat, programa da Organização das Nações Unidas (ONU) para assentamentos humanos, uma equipe revelou o conceito para uma a primeira cidade flutuante sustentável do mundo, adequada para até 10 mil pessoas.

O projeto foi idealizado pela empresa de arquitetura BIG, pela organização sem fins lucrativos OCEANIX, e pelo Centro de Engenharia Oceânica do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). A cidade é chamada de OCEANIX City.

Inovadores, exploradores, engenheiros navais e cientistas buscaram soluções para as ameaças que comunidades costeiras enfrentam devido ao aumento do nível do mar por causa das mudanças climáticas. Em particular, foi estudado como as comunidades flutuantes poderiam produzir seus próprios alimentos, além de energia e água potável.


PROJETO DA CIDADE FLUTUANTE OCEANIX CITY (FOTO: OCEANIX / BIG-BJARKE INGELS GROUP)

“Estamos prontos para o diálogo sobre as Cidades Flutuantes Sustentáveis ​​para assegurar que este setor seja mobilizado com bons resultados e para o benefício de todas as pessoas”, disse Maimunah Mohd Sharif, diretor executivo da ONU-Habitat e subsecretário-geral da ONU, em um comunicado enviado por email para o portal IFLScience.

A cidade conceitual é formada por plataformas flutuantes interligadas que fornecem moradias e estruturas de negócios. Além disso, veículos elétricos futuristas semelhantes a cápsulas serão fornecidos para transportar pessoas da costa até o centro.

A OCEANIX declarou que o projeto pode se transformar e se adaptar organicamente ao longo do tempo, evoluindo de um bairro de 300 moradores para um município com 10 mil habitantes.

Três dúzias de comunidades flutuantes e dezenas de postos avançados produtivos podem se expandir e contrair. Os idealizadores observaram que as estas cidades serão capazes de viver em harmonia com o ecossistema marinho. Por exemplo, os recifes flutuantes chamados "Seacrete", abaixo das plataformas, abrigam algas marinhas, ostras, mexilhões, vieiras e amêijoas que "limpam a água e aceleram a regeneração do ecossistema".


BASE DA ESTRUTURA FLUTUANTE DA CIDADE OCEANIX CITY (FOTO: OCEANIX / BIG-BJARKE INGELS GROUP)

“Não é uma questão de um contra o outro. A tecnologia existe para nós vivermos na água, sem matar ecossistemas marinhos”, falou Mark Collins Chen, co-fundador e CEO da OCEANIX. “O nosso objetivo é garantir que as cidades flutuantes sustentáveis ​​sejam acessíveis a todas as áreas costeiras necessitadas. Elas não devem se tornar um privilégio dos ricos."

A OCEANIX City também é, supostamente, à prova de inundação e foi projetada para resistir a mega tempestades. Ela pode ser desatada e rebocada para um local mais seguro no caso de outras mudanças nos padrões climáticos.


PROJETO DA CIDADE FLUTUANTE OCEANIX CITY (FOTO: OCEANIX / BIG-BJARKE INGELS GROUP)

FONTE: REVISTA GALILEU

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…