Pular para o conteúdo principal

Muito legal! Astronomia em libras



Por http://press.exoss.org

Ensinar astronomia é um grande desafio para todos. Despertar o interesse pela ciência desde cedo nas crianças é uma das forças que move os amantes da astronomia, amadores e profissionais.

Mas a astronomia precisa também ser de inclusão. E esta necessidade de traduzir a astronomia para pessoas surdas, foi o que o motivou o Bruno Xavier a iniciar o trabalho Astronomia em Libras em 2017, produzindo conteúdo de excelente qualidade e gratuitamente para este público.

Mas afinal, quem é o Bruno? Acompanhe a entrevista a seguir, que ele gentilmente nos concedeu.



Conte-nos um pouco quem é o Bruno Xavier?

Atuo como designer e astrônomo amador. Sou graduado pelo Universitário Centro Universitário Belas Artes de São Paulo em Design Gráfico e também cursei pós-graduação em Ensino de Astronomia, na Unicsul. Além de minhas atividades ligadas à Astronomia, trabalho em uma agência de publicidade.

Nasci em São Paulo/SP, moro nessa cidade, sou casado e portador de deficiência auditiva devido à uma rubéola que minha mãe teve quando estava grávida. Uso dois aparelhos auditivos e me comunico em linguagem oral ou através de Libras.

Por que você teve interesse em iniciar este trabalho em libras?

Na verdade, ao final do meu curso de Pós-Graduação fiz um artigo em co-autoria com dois de meus professores, sobre o ensino de Astronomia para os surdos. Nesse artigo, se discute as dificuldades e limitações desse ensino, bem como alternativas para torná-lo mais prático e efetivo.

Ao mesmo tempo, meus pais me recomendavam fazer um vídeo e publicar no Youtube ou Facebook, porque ficavam impressionados com tudo o que eu explicava a eles sobre Astronomia. No começo não liguei muito, enrolei mesmo. Mas um dia acabei postando um vídeo, usando linguagem de Libras.

Foi apenas teste, uma curiosidade, mas funcionou. Após um dia de publicação fiquei surpreso, foi uma bomba, muitos entraram no meu Facebook para ver. É como se aquele dia fosse o dia D, pois a partir de lá criei duas páginas, no Facebook e Youtube, e comecei a desenvolver materiais. Hoje, por exemplo, “Astronomia em Libras” está com cerca de 70 vídeos que produzi e já tem quase 3 mil membros.

Quando você fez o seu primeiro vídeo?

Foi no início de dezembro de 2017.

Onde você estudou astronomia?

UNICSUL – Pós-graduação em Ensino de Astronomia (Lato Sensu)
Observatório Nacional – EAD (2 cursos: Astrofísica Geral e Cosmologia)
Escola Municipal de Astrofísica – EMA (7 cursos)

Qual seu principal objetivo com este trabalho?

Meu objetivo é informar como os corpos celestes evoluem, qual a relação entre eles e o que acontece no universo. Tudo isso em Libras, claro. Na verdade, nunca tinha visto antes alguém comentando e ensinando aspectos da Astronomia, em Libras. Acho que um pouco de conhecimento sobre astronomia é importante, pois ajuda as pessoas e entenderem melhor o mundo da ciência em geral. Então pensei: eu posso fazer isso, talvez seja até o único e pode ser importante para os surdos.

Esse trabalho também mudou a minha vida, meu compromisso com os estudos de Astronomia e posso dizer que é um imenso prazer ensinar aos surdos.

Alguns vídeos do canal:






Siga os demais vídeos diretamente pelo canal Astronomia em Libras clicando aqui.

FONTE: http://press.exoss.org

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Sintomas bizarros de “ataque sônico” estariam se espalhando por diplomatas americanos pelo mundo

Por: Rhett Jones

Por mais de um ano e meio, diplomatas norte-americanos sofreram de doenças parecidas, que incluíam danos cerebrais leves e perda de audição, depois de terem alegado ouvir sons incomuns. Os incidentes começaram em Cuba, mas os relatos agora se espalharam para outros países. À medida que as autoridades ampliaram os esforços para tratar os casos potenciais, quase 200 pessoas teriam se apresentado para serem examinadas.

O Departamento de Estado dos Estados Unidos teve pouco a dizer sobre os incidentes que começaram em Havana, no fim de 2016, e o vácuo de informações abriu as portas para teorias da conspiração e outras alegações não checadas. Por ora, ninguém pode dizer com certeza o que está acontecendo nesses casos, mas parece que diplomatas norte-americanos estão sendo alvos de algum tipo de ataque que tem deixado os especialistas perplexos. No começo, os oficiais acreditavam que algum “dispositivo sônico” desconhecido estivesse sendo usado contra as vítimas, mas outra…

Fazendeiro grego encontra túmulo de 3.400 anos debaixo de suas oliveiras

Por: George Dvorsky

Um túmulo de 3.400 anos contendo dois caixões e dúzias de artefatos que remontam ao fim da era Minoica estava escondido debaixo do olival de um fazendeiro grego, no sudeste da ilha de Creta, na Grécia.

Como noticiado pelo Cretapost, o homem, que não teve seu nome revelado, estava tentando estacionar seu veículo debaixo da sombra de uma oliveira quando o solo debaixo dele começou a afundar. Depois de se afastar, o fazendeiro notou que um buraco medindo cerca de 1,2 metro de largura apareceu de repente. Quando ele olhou para o vazio abaixo, rapidamente percebeu que havia se deparado com algo importante.


O buraco. Imagem: Eforato de Antiguidades de Lasithi

O fazendeiro contatou o Eforato de Antiguidades de Lassithi — ministério de patrimônio local —, que enviou arqueólogos para investigar. Descobriram então que o fazendeiro havia se deparado com um túmulo da era Minoica contendo um par de caixões, cada um deles com um só esqueleto. Duas dúzias de vasos com ornamentos…