Pular para o conteúdo principal

Fusão Nuclear: Janelas de diamante para alimentar uma estrela artificial


Cada janela de diamante destas custa quase meio milhão de reais. [Imagem: Tanja Meibner/KIT]

Girotrons

No calor do Sol e das demais estrelas, átomos de hidrogênio são fundidos em hélio e, no decorrer dessa reação de fusão nuclear, quantidades gigantescas de energia são liberadas.

Nas usinas de fusão nuclear na Terra, esse "fogo das estrelas" promete um dia contribuir para o fornecimento de energia sustentável e segura. Em todo o mundo, engenheiros e físicos especializados em fusão nuclear estão cooperando para colocar os primeiros reatores em operação.

No Instituto de Tecnologia Karlsruhe, na Alemanha, os chamados girotrons estão sendo desenvolvidos para o reator de pesquisa ITER e para reatores menores, como o Wendelstein 7X.

Girotrons são osciladores de micro-ondas que geram uma temperatura de até 150 milhões de graus Celsius no reator, semelhante a um forno de micro-ondas muito grande. Esta alta temperatura faz com que o combustível de trício atinja o estado de plasma necessário para a fusão nuclear.

Janelas de diamante

Para guiar a radiação de micro-ondas dos girotrons até o plasma magneticamente isolado dentro reator são necessárias janelas muito especiais.

Para fabricar essas janelas, apenas um material se mostrou adequado até agora: o diamante. "Nenhum outro material conhecido sobrevive à radiação de micro-ondas extrema e, ao mesmo tempo, tem a permeabilidade necessária com baixas perdas," disse o professor Dirk Strauss, que está desenvolvendo a tecnologia de janelas de diamante com seu colega Theo Scherer.

Para guiar a radiação de mais de um megawatt para o interior do reator de pesquisa ITER, várias janelas de diamante foram projetadas e produzidas em cooperação com parceiros da indústria. Enquanto isso, os pesquisadores já estão trabalhando em unidades de janela para o sucessor do ITER, chamado DEMO, no qual a energia será produzida a partir de 2050.

Outros reatores de fusão nuclear, no Japão e nos EUA, também escolheram o diamante, mas para conter o combustível do reator de fusão. [Imagem: Hiroki Kato/U.Osaka]

"Nossos discos têm um diâmetro de 180 mm e têm até 2 mm de espessura," conta Theo Scherer. "Isso os torna a maior estrutura de diamantes sintéticos já produzida pronta para uso."

Os discos são feitos de diamante sintético por deposição química a vapor (CVD), uma técnica especial de revestimento. Os diamantes CVD crescem em uma superfície de silício em um pequeno reator a vácuo no qual vai sendo inserida uma mistura de gases. Por meio de irradiação de micro-ondas, essa mistura é transformada em plasma, semelhante ao que acontece em um reator de fusão, mas com consumo de energia muito menor. O plasma consiste em hidrogênio atômico, que impede a formação indesejada de grafite, e uma pequena quantidade de metano, que fornece o carbono para o diamante.

"É um processo demorado e muito complexo," conta Strauss. "A janela de diamante cresce alguns micrômetros por hora."

O produto final é consequentemente caro: segundo Strauss, cada disco de diamante para o reator DEMO custa algo na faixa dos seis dígitos - mais de €$100.000 cada um.

Diamante monocristalino

A equipe está agora examinando a estrutura superficial e as características de alta frequência das janelas para avaliar as perdas de energia das micro-ondas ao atravessá-las.

"No momento, estamos trabalhando no desenvolvimento de discos de diamante monocristalino. Isso poderá reduzir ainda mais as perdas de micro-ondas durante a transmissão," adiantou Scherer.

FONTE: SITE INOVAÇÃO TECNOLOGICA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…