Pular para o conteúdo principal

Ataques “sônicos” contra diplomatas dos EUA podem ter sido radiação de micro-ondas armada



Por: Tom McKay

Pesquisadores determinaram a causa mais provável por trás dos relatos bizarros de diplomatas norte-americanos em Cuba e depois na China de que estavam ouvindo sons perturbadores antes de sentirem sintomas muito parecidos com os de trauma cerebral — e não é alguma forma de dispositivo sônico misterioso, como se especulou anteriormente.

Em vez disso, de acordo com uma reportagem do New York Times publicada neste sábado (1), os pesquisadores estão cada vez mais convencidos de que pessoas desconhecidas atacaram os diplomatas com algum tipo de emissor de radiação de micro-ondas, possivelmente um pequeno o bastante para caber dentro de uma van. O jornal escreveu:

A equipe médica que examinou 21 diplomatas afetados em Cuba não mencionou micro-ondas em seu relatório detalhado publicado no periódico JAMA, em março. Mas Douglas H. Smith, autor principal de um dos estudos e diretor do Centro de Lesão e Reparação Cerebral, da Universidade da Pensilvânia, disse em uma entrevista recente que as micro-ondas eram agora consideradas um dos principais suspeitos e que a equipe estava cada vez mais certa de que os diplomatas sofreram lesão cerebral.

“Todo mundo estava relativamente cético inicialmente”, ele disse, “e todos agora concordam que existe algo aí.” O Dr. Smith comentou que os diplomatas e os médicos, em tom de brincadeira, se referem ao trauma como a “concussão imaculada”.

Alguns especialistas agora argumentam que golpes com micro-ondas explicam de forma mais plausível os relatos de sons, males e traumas dolorosos do que os outros possíveis culpados — ataques sônicos, infecções virais e ansiedade contagiosa.

Outras pesquisas científicas concluíram que ou radiofrequência pulsada ou radiação de micro-ondas poderiam ter produzido os efeitos apontados pelos diplomatas e pela equipe médica, conforme escreveu o Science Daily durante a semana passada. Um artigo revisado por pares feito pela professora médica Beatrice A. Golomb, da Universidade da Califórnia em San Diego, que será publicado na Neural Computation neste mês, argumenta que os sintomas relatados são parecidos com aqueles vistos em outras doenças pouco compreendidas relacionadas à exposição a radiofrequência/micro-ondas.

Em vez de um som de fato, as vítimas poderiam estar sofrendo de delírios auditivos da exposição à radiação de micro-ondas — um fenômeno chamado de Efeito Frey, batizado em homenagem ao cientista Allan H. Frey, de 83 anos. A radiação de micro-ondas concentrada, quando direcionada aos córtices auditivos de processamento de sinais de cada um dos lobos temporais do cérebro humano, pode desencadear a percepção de áudio mesmo em pessoas surdas. Uma peça fundamental de evidência é que: parte dos diplomatas que ouviram os barulhos disse que não conseguia pará-los ao cobrir as orelhas.

Frey disse ao New York Times que russos estavam interessados em desenvolver tecnologias que poderiam explorar esses efeitos em humanos, apelidando-as de armas psicofísicas e psicotrônicas (a certa altura, ele acrescentou, funcionários da inteligência russa o escoltaram até um laboratório em que estavam construindo algumas delas). Entretanto, pesquisadores norte-americanos alegaram que eles eram capazes de usar o Efeito Frey para disparar sinais inteligíveis (ou seja, linguagem) diretamente para dentro da cabeça de pessoas em um teste, escreveu o jornal. O Pentágono construiu uma arma aterrorizante chamada de Sistema de Negação Ativa, que causa sensações de queimadura na pele, usando uma tecnologia relacionada.



De acordo com o New York Times, a tecnologia necessária para construir esses tipos de sistemas de armas são agora mais ou menos um segredo aberto, embora não esteja claro quais países além dos EUA podem ser capazes de construir uma versão avançada:

Rússia, China e muitos estados europeus são vistos como detentores do know-how para criar armas de micro-ondas básicas capazes de debilitar, semear ruídos ou até matar. Poderes avançados, segundo os especialistas, podem conquistar objetivos mais nuançados, como disparar palavras faladas nas cabeças das pessoas. Apenas agências de inteligência sabem quais nações de fato possuem e usam tais armas desconhecidas.

A teoria das micro-ondas é apenas a mais recente em uma longa série de possíveis explicações, que incluiu desde equipamentos de vigilância ultrassônica defeituosos a exposição a toxinas ou doenças psicogênicas (o que foi anteriormente chamado de histeria em massa, mas cuja dor real é um sintoma conhecido). Entretanto, o New York Times apontou que aqueles que parecem concordar sobre sua plausibilidade incluem o cientista da Universidade de Illinois e editor-chefe da Bio Electro Magnetics Dr. James C. Lin, investigadores federais e o Departamento do Estado:

Francisco Palmieri, um oficial do Departamento do Estado, foi questionado durante a audiência aberta do Senado dos EUA se os “ataques contra diplomatas norte-americanos em Cuba” haviam sido levantados com Moscou.

“Essa é uma pergunta muito boa”, respondeu Palmieri. Mas ele acrescentou que falar disso exigiria “um ambiente confidencial”.



(“5/ O trabalho americano em armas de micro-ondas dos EUA destinadas a visar humanos tem sido um desastre absoluto, na minha visão. Repleto de segredos, alegações exageradas e, por fim, armas de utilidade questionável, como o Sistema de Negação Ativa, que nunca foi implantado no campo de batalha.”)

Estão crescendo as evidências de que algo obscuro de fato está acontecendo. Mas nenhuma das explicações, por ora, é definitiva, mesmo que essa história fique cada vez mais estranha.

[New York Times]

Imagem do topo: AP

FONTE: GIZMODO BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…