Pular para o conteúdo principal

Os pequenos satélites da NASA a caminho de Marte já enviaram seus primeiros sinais



Por: George Dvorsky

O aterrissador InSight, da NASA, está a caminho de Marte depois do lançamento bem-sucedido de um foguete Atlas V, no sábado (5), a partir da Base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia. Mas o pousador não está sozinho — ele conta com um par de satélites de comunicação CubeSats. Chamados de MarCO-A e MarCO-B, as minúsculas máquinas já passaram por seu primeiro marco importante em sua missão inovadora no Planeta Vermelho.

Quando o MarCO-A e o MarCO-B chegarem em Marte no fim deste ano, eles serão as menores máquinas a visitar um planeta. Conhecidos como nanossatélites, esses dispositivos pesam meros 13,6 quilos e medem apenas 36,57 cm x 24,13 cm x 11,68 cm quando colocados dentro do porão de um foguete. Uma vez em Marte, os pequenos satélites vão fornecer um link de comunicação com estações na Terra, conforme o InSight faz sua perigosa entrada na superfície. Mas o aterrissador da NASA não depende do Mars Cube One (MarCO) para ter sucesso; os CubeSats fazem parte de uma missão de prova de conceito para testar a viabilidade de se enviar satélites pequenos para os cantos mais distantes do Sistema Solar.


Ilustração de um artista para os CubeSats em Marte (Imagem: NASA/JPL-Caltech)

A NASA recebeu os primeiros sinais do MarCO-A e do MarCO-B no sábado, às 17h15 (horário de Brasília), pouco depois de seu lançamento. O recebimento desses sinais é uma boa notícia — significa que os dispositivos se ligaram. Mas o sinal também significa que os CubeSats abriram com sucesso seus painéis solares, estabilizaram sua orientação, viraram-se em direção ao Sol e ligaram seus rádios. Engenheiros da NASA ainda precisam conduzir uma série de testes antes que os CubeSats iniciem sua jornada a Marte (eles estão atualmente orbitando a Terra). Porém, indicações iniciais sugerem que as máquinas estão funcionando devidamente.

O MarCO-A e o MarCO-B então passarão os seis meses seguintes viajando até Marte. Os CubeSats gêmeos são versões redundantes um do outro, enviados como um par para o caso de um deles não funcionar direito. Sua aproximação mais perto de Marte, marcada para 26 de novembro de 2018, será a uma distância de 3,5 mil quilômetros.

Durante essa fase crítica da missão, chamada de Sete Minutos de Terror, os CubeSats vão monitorar o progresso do InSight, fornecendo informações aos controladores da missão durante um fase em que, normalmente, não se sabe nada. MarCO-A e MarCO-B vão acompanhar o progresso do InSight e enviar informação de volta à Terra a uma taxa de 8 kbps (kilobits por segundo) via UHF, quase em tempo real.

Como apontado, o InSight não precisa do MarCO para ter sucesso. Uma vez que a sonda pouse com segurança em Marte, ela usará o Orbitador de Reconhecimento de Marte e estações terrestres para suas necessidades de comunicação. Cientistas da NASA estão usando a missão para entender se e como os CubeSats podem funcionar no espaço sideral, testando sua resistência e capacidades navegacionais. Se tudo der certo, a NASA pode começar a pensar em missões parecidas para outros corpos do Sistema Solar, como os planetas gigantes de gás e, possivelmente, até o Cinturão de Kuiper.

[NASA]

Imagem do topo: NASA/JPL-Caltech

FONTE: GIZMODO BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…