Pular para o conteúdo principal

Cientistas detectam possível sinal de comunicação extraterrestre


Sinal detectado em maio de 2015 pelo radiotelescópio RATAN-600,operado pela academia de ciências da Rússia.

Uma equipe internacional de cientistas está investigando um misterioso pico de radiofrequência emitido a mais de 95 anos-luz da Terra. O sinal foi detectado há mais de dois anos, mas só agora foi tornado público.

O estranho sinal foi detectado em 15 de maio de 2015 através do radiotelescópio RATAN-600, operado pela academia de ciências da Rússia e de acordo com os cientistas do projeto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), tem todas as características que os pesquisadores esperam de um sinal emitido por uma fonte inteligente.

Segundo um comunicado do Instituto SETI, o sinal é extremamente forte e veio da direção de HD164595, uma estrela parecida com nosso Sol, ao redor da qual gira o exoplaneta HD 164595 b, similar a Netuno. No entanto, outros planetas ainda não descobertos podem orbitar essa estrela.

O sinal detectado é um pico de alta energia com 2.5 segundos de duração, no comprimento de onda de 2.1 cm, ou de 11 Ghz. Esta frequência está dentro de um espectro eletromagnético que os astrofísicos chamam de "Janela Mágica", que compreende as frequências de emissão do hidrogênio.

Segundo a maioria dos estudiosos, se alguma civilização extraterrestre quiser estabelecer contato com outra civilização, provavelmente usará as frequências de emissão do hidrogênio já que este é o elemento mais comum no Universo.


No filme "Contato", Jodie Foster interpreta uma cientista do Projeto SETI, que busca por inteligência fora da Terra. O filme é baseado em livro escrito por Carl Sagan.

Naturalmente, a detecção do sinal não pode ser considerada como prova da existência de vida, nem tampouco de que tenha sido emitido por alguma civilização inteligente.

De acordo com o matemático italiano Claudio Maccone, ligado ao SETI e do russo Nikolai Bursov, Special Astrophysical Observatory, o sinal é tão emblemático que a partir de agora a região de HD164595 passará a ser investigada com muito mais cautela.

Escala Kardashev

Na tentativa de encontrar sinais de inteligência extraterrestre, os estudiosos criaram a escala Kardashev, que determina o progresso e desenvolvimento de uma civilização através da medição da quantidade de energia usada para enviar uma mensagem interestelar.


Diagrama esquemático mostra uma hipotética esfera de Dyson, uma possível fonte emissora de sinais extraterrestres.

Por essa escala, uma emissão isotrópica (emitida em todas as direções) significa que o sinal tem a mesma potência em qualquer direção e seria possivelmente oriunda de uma civilização do tipo II.

Em seu aclamado trabalho "transmissão de informações por Civilizações Extraterrestres", o astrônomo soviético Nikolai Kardashev explicou que uma civilização de Tipo II seria capaz de aproveitar toda a energia de sua estrela hospedeira. O exemplo hipotético mais comum seria a chamada "Esfera de Dyson", uma estrutura artificial maciça que poderia encapsular completamente uma estrela e transferir a energia para um planeta vizinho.

Extraterrestre?

Um dos objetivos dos pesquisadores será determinar de que forma esse sinal foi emitido e quanta energia foi necessária para chegar até a Terra com a intensidade registrada. Dependendo das respostas podemos estar diante do primeiro sinal com chances reais de ter sido emitido por uma civilização extraterrestre. Quem viver verá.

FONTE: SITE APOLO 11

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Sintomas bizarros de “ataque sônico” estariam se espalhando por diplomatas americanos pelo mundo

Por: Rhett Jones

Por mais de um ano e meio, diplomatas norte-americanos sofreram de doenças parecidas, que incluíam danos cerebrais leves e perda de audição, depois de terem alegado ouvir sons incomuns. Os incidentes começaram em Cuba, mas os relatos agora se espalharam para outros países. À medida que as autoridades ampliaram os esforços para tratar os casos potenciais, quase 200 pessoas teriam se apresentado para serem examinadas.

O Departamento de Estado dos Estados Unidos teve pouco a dizer sobre os incidentes que começaram em Havana, no fim de 2016, e o vácuo de informações abriu as portas para teorias da conspiração e outras alegações não checadas. Por ora, ninguém pode dizer com certeza o que está acontecendo nesses casos, mas parece que diplomatas norte-americanos estão sendo alvos de algum tipo de ataque que tem deixado os especialistas perplexos. No começo, os oficiais acreditavam que algum “dispositivo sônico” desconhecido estivesse sendo usado contra as vítimas, mas outra…

Fazendeiro grego encontra túmulo de 3.400 anos debaixo de suas oliveiras

Por: George Dvorsky

Um túmulo de 3.400 anos contendo dois caixões e dúzias de artefatos que remontam ao fim da era Minoica estava escondido debaixo do olival de um fazendeiro grego, no sudeste da ilha de Creta, na Grécia.

Como noticiado pelo Cretapost, o homem, que não teve seu nome revelado, estava tentando estacionar seu veículo debaixo da sombra de uma oliveira quando o solo debaixo dele começou a afundar. Depois de se afastar, o fazendeiro notou que um buraco medindo cerca de 1,2 metro de largura apareceu de repente. Quando ele olhou para o vazio abaixo, rapidamente percebeu que havia se deparado com algo importante.


O buraco. Imagem: Eforato de Antiguidades de Lasithi

O fazendeiro contatou o Eforato de Antiguidades de Lassithi — ministério de patrimônio local —, que enviou arqueólogos para investigar. Descobriram então que o fazendeiro havia se deparado com um túmulo da era Minoica contendo um par de caixões, cada um deles com um só esqueleto. Duas dúzias de vasos com ornamentos…