Pular para o conteúdo principal

FAB terá centro de controle para satélite em Brasília, Salvador e Florianópolis



O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, e o Presidente da Telebras, Antonio Loss, assinaram, nesta segunda-feira (30/01), um termo de cessão de área relacionado à operação do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que será lançado em 21 de março.

A Força Aérea Brasileira (FAB) está cedendo uma área total de quase 70 mil m2 nas cidades de Brasília (DF), Salvador (BA) e Florianópolis (SC) para instalações de apoio ao satélite que, além de atender à área de defesa (banda X), também levará banda larga para todo o território brasileiro (banda Ka).

Segundo explica o vice-presidente executivo da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais (CCISE), Coronel José Vagner Vital, são dois terrenos na capital federal, na área onde já está instalada a antena de controle do satélite e outros dois em Florianópolis e Salvador, onde serão construídos os chamados gateways, para comunicação e distribuição de sinal do satélite. “Além da Força Aérea Brasileira, Exército e Marinha também irão ceder áreas militares para o projeto, em Campo Grande (MS) e Rio de Janeiro (RJ), respectivamente”, explica.

Apesar da assinatura ter acontecido hoje, a cooperação da Força Aérea com o projeto de lançar um satélite que tenha uso dual, ou seja, civil e militar, existe desde sua concepção. “Isso porque, pela Estratégia Nacional de Defesa, nós, Aeronáutica, somos os responsáveis por fomentar a área espacial brasileira”, afirma o presidente do CCISE, Major-Brigadeiro Fernando Cesar Pereira Santos.



O Presidente da Telebras aproveitou a ocasião para reforçar a importância do satélite não só na área de defesa, mas também na inclusão social e digital dos brasileiros. “Nenhuma região do País vai ficar de fora. Já em sua concepção, o objetivo do projeto é ajudar a construir um Brasil mais igual”, explica Loss. “O satélite vai iluminar o País”, finaliza ele.

Para o Comandante da Aeronáutica, esse satélite irá mostrar a importância da questão espacial para o Brasil. Com isso, a população conseguirá entender o que isso representa. “Precisamos mais do que antenas de solo para controlar, por exemplo os quase 17 mil quilômetros de fronteira seca. A melhor solução de que dispomos hoje são os satélites”, disse.

Próximos passos – O SGDC está em etapa de finalização de testes em Cannes, na França, onde fica a sede da Thales Alenia Space – empresa fornecedora do equipamento. Dia 14 de fevereiro está prevista a chegada do satélite à cidade de Kourou, na Guiana Francesa, onde está o centro espacial de onde vai acontecer o lançamento, em 21 de março.



FONTE: http://www.fab.mil.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…