Pular para o conteúdo principal

Ovnis em partidas de futebol não é exclusividade do Brasil: (Itália) Há 62 anos, óvnis interromperam jogo da Fiorentina


Ilustração do fenômeno ovni num jornal italiano da época.

No dia 27 de outubro de 1954, um jogo de futebol entre as reservas da Fiorentina e o Pistoiese foi interrompido por um fenômeno nos céus de Florença que ainda hoje alimenta mitos e histórias no imaginário da Toscania.

Por Eduardo Santiago

O céu estava limpo sob o estádio Artemio Franchi enquanto a Fiorentina vencia os vizinhos do Pistoiese por 6-2 num jogo amigável. A formação "viola" estava a caminho de se tornar numa das equipes mais vitoriosas no futebol italiano durante a década de cinquenta, mas naquela tarde de outono os protagonistas deixaram de ser os jogadores quando no início da segunda parte (por volta das 14h20) uma série de objetos voadores não identificados sobrevoou o recinto desportivo para espanto geral das cerca de 10 mil pessoas presentes nas arquibancadas. O jogo esteve interrompido durante 10 minutos, e no final a história do jogo passou mesmo para segundo plano.

“Eu lembro-me de tudo, do início ao fim. Todos pararam de jogar para ver aquilo no céu. Era algo que parecia um ovo a mover-se devagar, devagar. Todos estavam a olhar para cima enquanto caía do céu uma substância com um brilho prateado. Ficamos espantados, nunca vi nada parecido depois. Estávamos absolutamente chocados a partir do momento que vimos aquilo", recordou Ardico Magnini, antigo internacional italiano que representou a Fiorentina em mais de 200 jogos.

Já do lado do Pistoiese, o antigo capitão Romolo Tuci acredita que houve efetivamente contato com extraterrestres nesse dia.

"Eu estava muito curioso e também muito, muito feliz. Nessa altura falávamos muito sobre alienígenas, sobre óvnis e nós tivemos essa experiência, nós vimo-los, diretamente, de verdade. Eu realmente acredito que eram seres de outra galáxia. Estávamos no estádio e vimos. Foi algo grandioso para se assistir”, recordou o antigo jogador italiano à imprensa italiana.

O caso foi investigado por um Comité de investigação que na altura chegou à conclusão de que os objetivos voadores não eram mais do que aviões militares em exercício. Já em relação à substância estranha que surgiu no céu após o avistamento, o fenômeno foi explicado com sendo produto de aranhas migratórias.

À parte de tudo isso, a Fiorentina viria a experimentar um dos seus períodos mais produtivos no futebol italiano nos anos posteriores ao avistamento de óvnis. Com Fulvio Bernardini, a equipe "viola" conquistaria o "scudetto" na época 1955/56, com 12 pontos de vantagem sobre o Milan, e um incrível registo de invencibilidade em 33 jogos seguidos. Nos anos seguintes, a Fiorentina foi uma das equipas mais temíveis em Itália tendo conquistado em 1961 a Taça de Itália e a primeira edição da Taça das Taças.

Da equipe "viola" que esteve em campo nesse célebre 27 de outubro de 1954, vários jogadores viriam a inscrever os seus nomes na história da Fiorentina nomeadamente Giuliano Sarti, Giuseppe Chiapella e Enrico Befan.

FONTE: http://desporto.sapo.pt/

UFOS WILSON: Vemos por esta matéria que o acobertamento ufológico vem de longa data, subestimando as testemunhas do caso em questão a crerem ter confundido objetos voadores com aviões e estranhos filamentos com teias de aranhas migratórias. Nada mais que absurdo, pois no local haviam mais de 10 mil expectadores, todos teriam confundido os objetos com aviões? (risos). A seguir clique no link e acesse o caso Morenão: http://ufos-wilson.blogspot.com.br/2015/05/caso-morenao-ha-33-anos-partida-entre.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…