Pular para o conteúdo principal

Por que a humanidade pode ter um destino semelhante ao dos dinossauros?


BOLETIM DE AMEAÇAS NUCLEARES CONSIDERA O MOMENTO ATUAL MUITO PERIGOSO (FOTO: PUBLIC DOMAIN PICTURES)

A extinção em massa não acontece apenas pela ação de meteoros e vulcões, alertam especialistas

A humanidade vive mais precariamente do que pensamos, pesquisadores do Centro para o Estudo do Risco Existencial da Universidade de Cambridge alertam. A explicação é que dependemos de vários sistemas globais que podem se desestabilizar facilmente, do ambiente que nos abastece com alimentos, água, ar limpo e energia à economia global que fornece bens e serviços. E isso pode nos levar a um destino semelhante ao dos dinossauros.

A extinção dos dinossauros, segundo paleontólogos,, aconteceu pelo impacto de um asteroide que colidiu com a Terra, 66 milhões de anos atrás. Mas ela também foi influenciada por outros eventos, como uma série de vulcões colossais em erupção e atividades submarinas devastadoras. Em outras palavras, os sistemas globais que sustentam a vida foram desestabilizados por mudanças profundas.

Nos dias atuais, os sistemas globais também estão relacionados a fatores como alterações climáticas, desenvolvimento de armas nucleares e inteligência artificial. Os cientistas já identificaram fenômenos que podem levar os atuais sistemas globais a colapsar. Entre eles estão a mudança de clima autossustentável, que deixa de ser causada apenas pelo homem, as alterações no ecossistema, pela perda de algumas espécies-chave, causando o desaparecimento de ecossistemas inteiros, e a hiperinflação, na qual instituições econômicas anteriormente estáveis param de funcionar e o dinheiro perde valor.

A história indica que não existe lei da natureza que impeça tais mudanças de se tornarem de natureza catastrófica global. Se forçados ao limite, os sistemas globais podem colapsar. O dano a uma espécie, ecossistema ou processo ambiental causaria problemas para os outros, acelerando a mudança e tornando-a autossustentável.


POLUIÇÃO FAZ PESSOAS FUGIREM DE NOVA DELI, CAPITAL DA ÍNDIA. (FOTO: CREATIVE COMMONS / ALVIPICS)

Astro-biologistas da Universidade Nacional da Austrália sugerem que uma das razões pelas quais a vida pode ser rara em outros planetas é que seu surgimento frequentemente afasta as condições necessárias para sua existência. Para o Centro para o Estudo do Risco Existencial, não é impossível que isso ainda aconteça na Terra, uma vez que sistemas concebidos pela humanidade tampouco são menos frágeis nesse sentido.

No entanto, isso tudo pode não ser uma má notícia para a humanidade. Talvez possamos nos confortar com o fato de que os seres humanos se mostraram capazes de sobreviver em todos os habitats da Terra e até mesmo no espaço, ainda que nem sempre prosperem.

Mas devemos também refletir sobre o fato de que a maior parte dessa flexibilidade de adaptação não vem da biologia, mas de tecnologias desenvolvidas pela humanidade. Além de serem as mesmas tecnologias que levaram os sistemas globais ao estado atual, elas estão saindo rapidamente dos domínios da compreensão humana em sua complexidade e sofisticação. Agora, é preciso um imenso conhecimento para usá-las e mantê-las, fazendo de cada um de nós, individualmente, mais vulneráveis durante uma extinção em massa -— o que não é uma boa notícia, no fim das contas.

Traduzido e condensado do site The Conversation.

FONTE: REVISTA GALILEU

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…