Pular para o conteúdo principal

A Via Láctea não é um disco totalmente plano e deve ter bordas distorcidas


Uma impressão ligeiramente exagerada da forma real da nossa Via Láctea, que apresenta um formato parecido com um disco que vai ao chão e fica oscilando antes de cair totalmente.[Imagem: Xiaodian Chen/NAO/CAS]

Por Patrícia Gnipper

Um novo estudo, publicado na Nature Astronomy, revela que a nossa galáxia não é exatamente um disco plano como se acreditava até então, tendo, na verdade, bordas distorcidas.

Como vivemos na Via Láctea, não temos como observar o formato de nossa galáxia à distância, como fazemos com as outras galáxias e, por isso, precisamos estudar galáxias similares para estimarmos como é a aparência verdadeira da nossa. Andrômeda, por exemplo, é maior do que a Via Láctea, mas ambas são muito grandes, ambas são galáxias espirais e ambas têm mais ou menos a mesma idade. Portanto, Andrômeda serve como comparativo para tirarmos conclusões sobre a nossa galáxia.

Mas, de acordo com o novo estudo, astrofísicos descobriram que quanto mais longe do centro galáctico, mais distorcido e torcido o disco da Via Láctea se torna. Então, o plano galáctico da nossa galáxia não é uma linha reta, parecendo-se mais como uma letra "S" alongada. E essa conclusão foi possível a partir de novas medições das distâncias de estrelas nas regiões externas da galáxia.


Em cima: Distribuição 3D das Cefeidas Clássicas no disco empenado da Via Láctea. Embaixo: Precessão da linha de nós helicoidais com raio galactocêntrico. [Imagem: CHEN Xiaodian]

Essas estrelas são do tipo Cefeida, gigantes ou supergigantes amarelas que são bastante massivas e brilhantes, que pulsam a uma frequência precisa e, portanto, permitem aos astrônomos calcularem sua magnitude absoluta, o que, por sua vez, permite o cálculo das distâncias dessas estrelas, que fazem parte da classe variável pulsante.

Os cientistas usaram a radiação infravermelha para fazer as medições, já que essa radiação pode penetrar nas nuvens de gás e poeira que ficam entre nós e as estrelas, resultando em dados mais precisos do que a observação do espectro óptico (pois a percepção do brilho das estrelas pode ser atrapalhada pelas nuvens de gás e poeira). De acordo com o astrofísico Richard de Grijs, da Universidade Macquarie, a equipe usou um novo catálogo de observações infravermelhas obtidas com o observatório espacial WISE, o que permitiu determinar as distâncias das Cefeidas com incertezas de menos de 3 a 5%.

Então, combinando essas observações com suas aparentes localizações no céu, a equipe criou um mapa tridimensional da Via Láctea, constatando que o modelo não era exatamente o de um disco achatado. Não é algo incomum encontrarmos galáxias espirais com bordas deformadas, mas no caso da Via Láctea em espacial a descoberta é interessante pois essas bordas distorcidas incluem estrelas. Para de Grijs, "a precessão do disco parece implicar que o disco interno maciço da Via Láctea pode ter forçado o disco externo a seguir sua rotação, mas a rotação do disco externo fica para trás, o que causa a torção".

O estudo nos dá uma melhor compreensão da estrutura tridimensional e dinâmica da nossa galáxia, e ajudará os cientistas a entenderem melhor o relacionamento da Via Láctea com suas galáxias-satélites, em especial a Grande Nuvem de Magalhães, que deverá se colidir com a nossa galáxia dentro de 2 bilhões de anos — antes mesmo da colisão com a galáxia de Andrômeda, que deve acontecer somente em 4 bilhões de anos.


A galáxia ESO 510-G13 tem estrutura de disco retorcido, e a Via Láctea deve ter bordas deformadas de acordo com o novo estudo (Foto: NASA)

FONTE: Science Alert via canaltech.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…