Pular para o conteúdo principal

As fantasias do século 17 que a ciência transformou em realidade


A lista de desejos de Robert Boyle não se parece com as que costumamos fazer

É possível que alguma vez você tenha feito listas de tarefas a realizar, embora dificilmente elas sejam parecidas com a que foi escrita há mais de 350 anos pelo cientista Robert Boyle, considerado um dos fundadores da Química moderna.

A lista dele tinha 24 itens - e seu conteúdo a torna especialmente diferente das nossas.

Ela é encabeçada pelo seguinte top 3:

1. A prolongação da vida

2. A recuperação da juventude, ou ao de menos alguns traços dela, como novos dentes e novo cabelo, com a cor que tinha na juventude

3. A arte de voar


A lista de Boyle é uma mistura eclética de temas a serem investigados para que a ciência pudesse dar novos saltos

Boyle a redigiu na década de 1660, enquanto ajudava a fundar a Royal Society, o primeiro órgão científico do mundo.

Esse tipo de escrita havia sido inspirado em parte pelo filósofo natural e pai do empirismo Francis Bacon (1561-1626), que era muito admirado pelos membros dessa sociedade.

As listas de tarefas por realizar eram "marcadores do que a humanidade poderia alcançar unida... para expandir o horizonte de possibilidades", segundo a historiadora Vera Keller em seu livro O Novo Mundo das Ciências: A Temporalidade da Agenda de Investigação e as Intermináveis Ambições da Ciência.

Em outras palavras, eram listas de desejos ou desideratos, do latim desidero: desejar, pedir.


Francis Bacon (1561-1626), filósofo, cientista e escritor, era muito admirado pelos fundadores da Sociedade Real

O desiderato de Bacon foi impresso no fim de seu livro O Avanço do Saber na forma de uma lista de títulos de capítulos ainda não escritos.

A ideia era que eles fossem preenchidos gradualmente, ao longo do tempo e por mais de uma pessoa, à medida que a ciência avançasse.

O trabalho completo se chamaria O Novo Mundo da Ciência.

Embora ainda não tenha sido concluída como imaginada pelo cientista, a lista de desejos propiciou, entre outras coisas, investigações guiadas pelos títulos dos capítulos não escritos, a ideia de que o avanço científico é uma viagem sem fim e a prática generalizada de criar desideratos em várias disciplinas.

A lista de Boyle

Voltemos à lista de Boyle, encontrada entre seus documentos após sua morte.


A obra de Boyle foi fundamental na história da Química - ele é conhecido pela famosa Lei de Boyle sobre o comportamento dos gases

Quais sonhos a ciência realizou nesses três séculos e meio?

Vários de seus desejos tinham relação com a saúde e o bem estar:

- A prolongação da vida

A expectativa de vida na Europa do século 17 era muito baixa, em média de 30 a 40 anos.

Ainda que se leve em consideração que a estatística da época era influenciada pela alta mortalidade infantil, é inegável que esses números melhoraram de lá para cá: segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a expectativa de vida média da população global em 2016 era de 72 anos.

- A recuperação da juventude, ou ao menos alguns traços dela, como novos dentes e novo cabelo, com a cor que tinha na juventude

Impedir ou reverter o envelhecimento segue sendo um sonho impossível.

Desde a Antiguidade, entretanto, o homem desenvolve estratégias para esconder os sinais da velhice.

Quando Boyle escreveu sua lista, a cirurgia plástica dava seus primeiros passos.

Sobre os dentes, a partir da década de 1720 um grupo de profissionais com conhecimentos de cirurgia se autodenominaram dentistas e praticaram o que hoje conhecemos como a odontologia moderna.


Madame Vigée LeBrun provocou um escândalo quando apareceu nesta imagem sorrindo

- A cura de doenças à distância ou ao menos por transplante

Não estamos muito certos do que Boyle queria dizer com isso, mas os transplantes de órgãos humanos começaram a ser feitos em meados do século 20.

Com as radiografias, as máquinas de ressonância magnética e o ultrassom, por sua vez, pode-se observar o corpo por dentro "à distância".

Além disso, os médicos agora conseguem diagnosticar muitas enfermidades através de conversas em vídeo pela internet.

Porém...

- A cura de ferimentos à distância, que também estava na lista de Boyle, segue sendo inexequível.


Boyle sonhava com a existência de remédios para o corpo e para a alma

Sobre medicamentos, o químico tinha uma longa lista de desejos:

- Drogas potentes para alterar ou exaltar a imaginação, a memória e outras funções e reduzir a dor, oferecer sonhos inocentes e sonhos inócuos etc.

- Liberdade para suprimir a necessidade de dormir, tal como ocorre com o chá ou com os loucos

- Sonhos prazerosos e exercícios físicos exemplificados pelo electuário egípcio e pelo fungo mencionado pelo autor francês

- Conquista de grande força e agilidade corporais, como em frenéticos, epilépticos e histéricos

Apesar da linguagem pouco compreensiva em alguns dos casos, os itens acima provavelmente seriam uma expressão do que futuramente seria possível com a chegada dos anestésicos, anabolizantes, dos estimulantes e das drogas alucinógenas.


Muitos morriam no mar

O mar

Não espanta que vários dos pontos na lista do cientista do século 17 tinham a ver com o mar, dada a preponderância que a navegação tinha em tantos aspectos da vida naqueles tempos de descobrimento e conquista.

Boyle queria:

- Um barco que navegue com todos os ventos e um barco que não afunde, algo que se tornaria apenas em parte realidade, já que não há, pelo menos por ora, embarcação que não corra o risco de naufrágio.

A solução do "maior problema da época" integra parte da lista:

- A forma prática e certeira de medir distâncias, que acabou concretizada em outro de seus desejos:

- Uso de pêndulos no mar e em viagens e sua aplicação nos relógios

Hoje temos relógios de quartzo e o GPS, que pode determinar sua localização na Terra com precisão milimétrica.


Alexandre Magno com sua mulher em iluminura do século 15 (THE J. PAUL GETTY MUSEUM)

A água
Quando o assunto era a água, as ambições de Boyle não se limitavam à superfície. Ele queria que conseguíssemos dominar...

- A arte de ficar muito tempo embaixo d'água e de exercer funções livremente ali

Já nos tempos de Aristóteles, vislumbrava-se a construção de um submarino, e em 1661 o rei Jaime 1º da Inglaterra e milhares de súditos ficaram atônitos ao ver como a invenção do holandês Cornelius Drebbel - que era empregado da corte inglesa naquela época - submergiu nas águas do Tâmisa e permaneceu ali durante três horas.

Mas ainda levaria alguns séculos até que se produzissem os enormes e potentes submarinos atômicos e de uso militar e os supersofisticados minissubmarinos de controle remoto e uso científico e comercial.

Uma vez embaixo d'água, Boyle queria...

- A imitação do peixe sem motores, só com traje e educação

O avanço da tecnologia permitiu que equipes de mergulhadores explorassem o mar desde o fim do século 19.

Mais recentemente, o homem passou a conseguir permanecer até dois dias embaixo d'água - algo impensável na época de Boyle.


Não é exatamente assim, mas hoje temos aparatos para voar

Mas há outro sonho na lista que parecia ainda mais fantasioso três séculos e meio atrás:

- A arte de voar

Wilbur e Orville Wright inventaram, construíram e voaram com êxito uma aeronave pela primeira vez na história em 1903.

Ou talvez o voo que conte seja o de Santos Dumont, o brasileiro que, para alguns, é o verdadeiro pai da aviação.

De qualquer forma, essa tarefa que aparece em 3º lugar na lista de Boyle se concretizou, e hoje as viagens aéreas são tão rotineiras como era se deslocar em carruagem com cavalos no passado.

Se pudéssemos contar-lhe sobre as expedições espaciais...

Grandes ambições
É difícil saber precisamente o que Boyle imaginava ao escrever:

- A conquista de dimensões gigantescas

Se ele se referia ao ser humano, somos em média 10 centímetros mais altos que há 150 anos, graças a uma nutrição melhor.

Se ele estava pensando no que os humanos poderiam construir, é possível que o edifício Burj Khalifa ou o shopping Mall of America entrariam em sua definição de "gigante".


O Burj Khalifa tem 829,8 metros de altura

- A aceleração da produção de coisas a partir de sementes

Hoje temos inseminação artificial, hidroponia, estufas, os controversos organismos geneticamente modificados etc.

- Transmutação de espécies minerais, animais e vegetais, o que se conquistou com a biologia sintética e a engenharia genética.

Coisas variadas
- A fabricação de óculos parabólicos e hiperbólicos

As primeiras lentes não esféricas de alta qualidade foram feitas ainda enquanto Boyle estava vivo, e a tecnologia não deixou de avançar.

Os impressionantes telescópios com que os astrônomos exploram o universo também fazem com que esse desejo entre no rol dos que foram cumpridos.

- A fabricação do vidro maleável

Os métodos sofisticados de produção de vidro e de plásticos transparentes, que se desenvolveram pela primeira vez no século 19 e se aperfeiçoaram no século 20, talvez o tivessem deixado satisfeito nesse quesito.


Plínio o Velho (século 1), em sua História Natural, conta que mercadores usaram pedaços do mineral natrão para aquecer alimentos. Na manhã seguinte, viram assombrados que eles haviam se fundido e reagido com a areia para produzir o vidro

- A fabricação de uma armadura leve e extremamente dura

A armadura à prova de balas era conhecida na época de Boyle, mas o advento dos coletes Kevlar na década de 1970 passou a usar um material verdadeiramente leve e forte.

- Vernizes que cheiram a perfume quando aplicados

A 3M inventou o Scratch and sniff (ou raspa e cheira) em 1965.

Fica faltando...

Além de curar feridas à distância, há outros sonhos ainda por realizar:



- A transmutação de metais

- A invenção de um solvente universal

- Uma luz perpétua

Embora a lâmpada elétrica tenha sido inventada no século 19 e a de maior duração esteja em funcionamento há ao menos 116 anos, hoje sabemos que nem o Sol nos garante luz para sempre.

FONTE: BBC BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…