Pular para o conteúdo principal

Nancy Grace Roman, considerada a “mãe do telescópio Hubble”, morre aos 93 anos



Por Catie Keck

Nancy Grace Roman, uma ex-executiva da NASA que é frequentemente descrita com a “mãe” do telescópio espacial Hubble, morreu aos 93 anos.

Roman, que foi funcionária por muito tempo da agência espacial dos Estados Unidos, foi a primeira mulher a ter um papel executivo na NASA, conforme reporta a Associated Press. Após obter o doutorado em astronomia na Universidade de Chicago em 1949, Roman entrou na NASA em 1959 como a primeira chefe de astronomia do escritório de ciência espacial na sede da organização e ficou na posição por quase 12 anos até se aposentar em 1979.

Ela estava envolvida em programas inovadores como o Cosmic Background Explorer, e como seu título informal sugere, o amado telescópio espacial Hubble.

Roman é lembrada pelo trabalho dela em reforçar as oportunidades de carreira por meio da American Association of University Women (Associação das Mulheres Universitárias), segundo informa o jornal norte-americano Washington Post. Ela resistiu ao status quo através de sua educação e carreira em um tempo em que não havia muitas mulheres no ramo, especialmente em nível executivo. Especificamente, ela é creditada por ter desenvolvido o programa inicial do Hubble, particularmente no que se refere a financiamento e propostas de observação.



De acordo o Washington Post, no livro “The Universe is a Mirror”, do autor e historiador espacial Robert Zimmerman diz: “Durante a década de 60 e início da década de 70, não havia ninguém mais importante que ela em fazer os primeiros conceitos e designs do Hubble receberem financiamento e serem completados.”

Segundo a NASA, os prêmios de Roman e honras incluem o Women in Aerospace’s Lifetime Achievement Award, NASA Exceptional Scientifical Achievement Award e NASA Outstanding Scientific Leadership Award, entre outros.

No ano passado, Roman foi homenageada como parte de conjunto de Lego que honrava mulheres da NASA, que também incluía pioneiras como Katherine Johnson, Sally Ride e Mae Jemison.


Roman faleceu na última terça-feira (25) em decorrência de uma doença. O jornal norte-americano diz que ela não tinha dependentes.


Lego em sua homenagem.

[Associated Press, Washington Post]

FONTE: GIZMODO BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…