Pular para o conteúdo principal

Sonda Dawn: tudo o que você precisa saber sobre a nave da NASA


CONCEPÇÃO ARTÍSTICA DA SONDA DAWN (FOTO: NASA)

Depois de 11 anos explorando o Cinturão de Asteroides entre Marte e Júpiter, a sonda está prestes a ficar sem combustível

Depois da provável morte da Opportunity, que explora Marte e não envia notícias à Terra há meses, chegou a hora de dar adeus a Dawn, sonda que está há 11 anos enviando informações diretamente do Cinturão de Asteroides.

Segundo o time que acompanha a missão, ela deverá ficar sem seu principal combustível, a hidrazina, em algum momento no fim de 2018. Quando isso acontecer, perderá sua capacidade de se comunicar com a Terra e permanecerá orbitando Ceres, um planeta anão, por décadas. Relembre a vida e trajetória da sonda:

Ela viajou por muito tempo

A sonda partiu do Cabo Canaveral, na Flórida, em setembro de 2007, para estudar dois dos três protoplanetas (matéria cósmica que pode se transformar em um planeta) conhecidos no Cinturão de Asteroides localizado entre Marte e Júpiter, Vesta e Ceres.


CRATERAS DE VESTA REGISTRADAS PELA DAWN EM 2013 (FOTO: NASA)

O objetivo era identificar e caracterizar as condições do processo de formação do Sistema Solar, visto que esses são os maiores protoplanetas que permaneceram intactos desde o surgimento do sistema. Ela chegou ao primeiro em 2011.

E foi pioneira em vários sentidos

A Dawn foi a primeira sonda espacial a orbitar objetos fora do sistema Terra-Lua, a primeira a visitar protoplanetas e a chegar em um planeta anão (Ceres é considerado um planeta anão, assim como Plutão).

Ela sobreviveu por mais do que o previsto

A missão estava prevista para durar nove anos, mas foi tão bem que a NASA chegou a considerar levá-la a um terceiro protoplaneta. Em 2017, a agência espacial anunciou que a missão seria estendida até acabar o combustível da nave.


ILUSTRAÇÃO REPRESENTANDO A SONDA DAWN SAINDO DA ÓRBITA DA TERRA (FOTO: NASA)

Tecnologia de ponta

Avaliada em US$ 467, a missão é equipada com tecnologia de ponta para enviar imagens e informações sobre o espaço. Feita de alumínio de grafite, pesa cerca de 750 quilos e tem um sistema de propulsão muito eficiente. Embora seu motor não seja potente (levaria quatro dias para alcançar a velocidade de 100 km/h), ela consegue superar a velocidade por estimular seus motores de forma constante.

Muitas descobertas

A sonda passou 14 meses orbitando Vesta e está há três anos orbitando Ceres. Além de fornecer as primeiras fotos de Vesta, Dawn também informou que o protoplaneta provavelmente é um dos últimos corpos celestes que formaram o Sistema Solar. Também confirmou que é a fonte de uma família comum de meteoritos. Já em Ceres, os cientistas conseguiram identificar a química de um oceano antigo. E há sinais de que talvez ainda exista líquido embaixo da superfície, com regiões que foram ativas geologicamente até recentemente, graças a reservatórios profundos.


CRATERA DE CERES EM IMAGEM REGISTRADA PELA SONDA DAWN (FOTO: NASA)

FONTE: REVISTA GALILEU

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…