Pular para o conteúdo principal

Cerâmica de alta temperatura para aviões hipersônicos


A nova cerâmica é 12 vezes melhor do que a melhor existente atualmente para a mesma aplicação. [Imagem: Yi Zeng et al. - 10.1038/ncomms15836]

Voo hipersônico

Um novo tipo de revestimento cerâmico promete resolver os problemas com que estão se deparando os projetistas e engenheiros que tentam tornar realidade as viagens hipersônicas.

Viagem hipersônica significa mover-se a Mach 5 ou mais - pelo menos cinco vezes mais rápido do que a velocidade do som, ou 6.125 km/h.

Quando um avião se move a uma velocidade tão alta, o calor gerado pelo atrito com o ar atmosférico é extremamente elevado, com um impacto sério na integridade estrutural da aeronave. Isso porque as temperaturas que atingem a frente e os bordos de ataque do veículo podem atingir entre 2.000 e 3.000 °C.

Esses problemas estruturais são causados principalmente pelos processos de oxidação e ablação, com o ar e o gás extremamente quentes removendo as camadas superficiais dos materiais externos da aeronave.

Para combater o problema, são necessários materiais conhecidos como UHTC, sigla em inglês para cerâmicas de temperatura ultra-alta. Essas cerâmicas são usadas nos motores aeroespaciais e nos primeiros protótipos de veículos hipersônicos, incluindo foguetes e veículos de reentrada.

Contudo, até o momento, as UHTCs convencionais não conseguem satisfazer os requisitos de ablação exigidos pelo voo hipersônico atmosférico, com suas temperaturas e atrito extremos por longos períodos.

Carbureto

A boa notícia está chegando pelas mãos de Yi Zeng e sua equipe das universidades de Manchester (Reino Unido) e Central Sul (China).

Eles sintetizaram um novo revestimento de carbureto que é muito superior às UHTCs atuais, resistindo bem a temperaturas de 3.000° C.

Os testes mostraram que a cerâmica é 12 vezes melhor do que o tradicional carbureto de zircônio (ZrC) - o ZrC é um material cerâmico refratário extremamente resistente e utilizado em ferramentas de corte.

O que torna este novo revestimento único é que ele foi fabricado usando um processo chamado infiltração por fusão reativa (RMI: Reactive Melt Infiltration), o que reduz drasticamente o tempo necessário para sua produção.

Além disso, a cerâmica, cuja fórmula completa é Zr0.8Ti0.2C0.74B0.26, foi reforçada com o composto carbono-carbono, o mesmo que era usado para proteger os ônibus espaciais. Isso torna o material não apenas forte, mas extremamente resistente à degradação superficial.

FONTE: http://www.inovacaotecnologica.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…