Pular para o conteúdo principal

Sumiço de documentos comprova acobertamento do caso da Floresta de Rendlesham


O coronel Charles I. Halt retorna à floresta de Rendlesham.

Arquivos relacionados à principal ocorrência ufológica acontecida no Reino Unido desapareceram, e a informação oficial é de que foram "provavelmente destruídos"

O caso da Floresta de Rendlesham, também conhecido como Caso Bentwaters, é considerado o "Caso Roswell da Inglaterra". As ocorrências principais se deram nos dias 26 e 27 de dezembro de 1980, envolvendo pessoal da Força Aérea norte-americana (USAF) que naquela época da Guerra Fria utilizavam as bases de Bentwaters e Woodbridge da Real Força Aérea britânica (RAF). O principal nome da ocorrência é o do coronel Charles Halt, segundo em comando da base. Os dois governos envolvidos sempre foram acusados de acobertar as informações mais importantes sobre o evento, e recentemente surgiram ainda mais indícios nesse sentido.

No calor dos acontecimentos daqueles dias, em meio a uma onda ufológica que, conforme se sabe agora, motivou avistamentos em outras localidades mais distantes do palco principal, recentes liberações de documentos via Lei de Liberdade de Informações (FOIA) deixaram claro que um grande esforço foi feito para acobertar os fatos. As evidências disponíveis apontam que o governo britânico chegou a elaborar planos para a evacuação de prisões nas proximidades das bases, a HM Prison Highpoint North, além de Blundeston Prison e Hollesley Bay Youth Correctional Center. Conforme o pesquisador Nick Redfern (autor de MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto) e principal nome a vasculhar os arquivos oficiais, isso comprova que as ocorrências, de uma extensão ainda não inteiramente conhecida, de fato foram muito sérias.

Nick Redfern aponta o interesse que o caso despertou em Lord Hill-Norton, que entre 1971 e 1973 foi chefe da equipe de Defesa da Grã-Bretanha. Ele pressionou por respostas, e finalmente se descobriu que muitos dos registros haviam sumido. Em 23 de janeiro de 2001, em sessão na Câmara dos Lordes, Hill-Norton exigiu do governo respostas quanto à instruções para preparar uma evacuação das prisões entre 25 e 30 de dezembro de 1980. Registros das prisões Blundeston Prison e Hollesley Bay Youth Correctional Center não revelaram nada anormal porém, em HM Prison Highpoint North, descobriu-se que o livro de registros de dezembro de 1980 havia desaparecido. A única informação a respeito foi uma possível indicação de que o livro havia sido destruído por engano. O lorde continuou a pressionar por respostas, exigindo acesso aos registros de radar das várias bases da região do incidente, e surgiu a informação de que as fitas eram apagadas de forma rotineira para serem reutilizadas.



LIBERAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO COMPROVANDO O ACOBERTAMENTO

Em maio de 2011, graças à FOIA, um grande volume de documentos sobre o Caso Rendlesham foi liberado para o público, chamando a atenção inclusive da mídia em geral. Logo se descobriu que havia grandes lacunas nos registros, e memorandos internos que também foram liberados mostraram que o Ministério da Defesa (MoD) suspeitava que "uma tentativa deliberada havia sido feita para eliminar os registros relacionados ao incidente", conforme pode ser lido. Essa suspeita destruição de registros já aconteceu antes, envolvendo até o próprio Caso Roswell, o encontro do navio HMS Manchester com um UFO no Mar do Norte em 1999, e até mesmo no Brasil, onde os pesquisadores ainda aguardam a liberação total dos arquivos relacionados à Operação Prato da Força Aérea Brasileira em 1977, além de toda a documentação produzida pelo Exército a respeito do Caso Varginha, de 1996.




FONTE: REVISTA UFO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

A noite em que Lavras (MG) parou para ver um UFO

Serra da Bocaina no município de Lavras (MG)

Na noite de 1º de junho de 1969, um UFO sobrevoou a cidade de Lavras, região Sul do estado de Minas Gerais, sendo observado por centenas de pessoas. O fotógrafo amador e médico Dr. Rêmulo Tourino Furtini tirou diversas fotografias do estranho objeto, que chegou a fazer um pouso em um pasto existente na época. O sargento Inocêncio França do Tiro de Guerra local e vários atiradores comprovaram o pouso, constatado tecnicamente após o ocorrido. Na época, o caso foi notícia na mídia de todo o país, despertando o interesse da Nasa e até mesmo do extinto bloco soviético.


Ufo é fotografado na madrugada

Naquela fria madrugada de 1º de junho de 1969 algumas pessoas encontram-se nas ruas, já que no tradicional Clube de Lavras estava acontecendo um dos seus famosos bailes. Alguns bares encontravam-se abertos e alguns bêbados ziguezagueavam por aquelas ruas tranquilas.

Era uma noite comum de inverno, como tantas outras em uma cidade interiorana, quando…