Pular para o conteúdo principal

Tipos comuns de nuvens



Classificando as Nuvens, 1 – Quanto a altura de sua Base, Nuvens Baixas – Até 2 KM acima da superfície , todas podem produzir precipitações e são de estrutura LIQUIDA, Nuvens Médias - Até 2 a 4 KM (nos pólos) , de 2 a 7 KM (nas regiões temperadas) e de 2 a 8 KM (nas regiões tropicais e equatoriais). São de Estrutura mista (água e cristais de gelo), Nuvens Altas - Todas as nuvens que se encontram acima das médias . São sempre de estrutura SÓLIDA (cristais de gelo) e não produzem precipitações, 2 – Quanto ao Gênero São Nuvens Cumuliformes – Todas aquelas que possuem a palavra CUMULUS associada ao seu nome (Cc , Ac , Cu , Cb ) Formam se em equilíbrio instável , sendo portanto turbulentas tanto dentro quando fora delas, São Nuvens Estratiformes – Todas aquelas que possuem a palavra ESTRATUS associada ao seu nome (Cs , As , Ns , St ) . Formam – se em equilíbrio estável , portanto não são turbulentas.

O gradiente adiabático é nada mais do que a diferença de temperatura entre a superfície e a tropopausa dividida pela altitude. AStratus St Nuvem escura de aspecto ameaçador , sem contudo ser turbulenta no seu interior , pode produzir chuva de moderada a forte e até neve. Pode haver formação de gelo tipo Escarcha quando se voa dentro desta nuvem,
Stratocumulus Sc É uma nuvem que tem uma característica especial : Ela tem 2 equilibrios estabilidade e instabilidade . Só é turbulenta no seu interior e é a única que se forma em equilíbrio condicional. Pode produzir chuva fraca e neve,
Cumulus Cu Pode ser encontrado na forma de Cumulus Humílis ou Cumulus de bom tempo , não produz nenhum tipo de precipitação , sua estrutura é líquida e são de pequeno desenvolvimento

razão para esta diferença de temperatura é que a absorção de radiação solar ocorre na superfície, aquecendo as porções mais baixas da troposfera, mas a perda de radiação pela Terra ocorre no topo da atmosfera terrestre. Este processo mantém o balanço geral térmico da Terra.

Cumulonimbus Cb É a nuvem de maior desenvolvimento . Tem em média 8 KM de espessura , e se forma normalmente entre 700 a 1.500 m . É a nuvem da trovoada , por isso é a mais perigosa , quando se vê esta nuvem pode se esperar um fenômeno denominado WINDSHEAR , no qual é extremamente prejudicial a qualquer aeronave , ela pode também gerar queda de granizo.

Altostratus As Véu Espesso e uniforme que encobre total ou parcialmente o céu , podendo produzir chuva leve , normalmente contínua e até neve. Não provoca o HALO , se voar dentro deste tipo de nuvem pode estar sujeito a formação do Gelo tipo ESCARCHA, Nimbostratus Ns Nuvem escura de aspecto ameaçador , sem contudo ser turbulenta no seu interior , pode produzir chuva de moderada até forte e inclusive neve . Também esta sujeito a formação de gelo ESCARCHA quando se voa dentro desta formação.

MAIS EXEMPLOS DE NUVENS - Variedades Especiais de Nuvens : 1)Lenticulares – Adquirem uma forma de lente , formam – se na presença de ondas orográficas , a sotavento no TOPO destas ondas, - Stratocumulus Lenticularis (Ate 2 KM), - Altocumulus Lenticularis (Níveis Médios), - Cirrostratus Lenticularis (Níveis Altos), 2) Mammatus – Indicam Agitação extrema e grande turbulência dentro da nuvem . Surgem com formas arredondadas na base da nuvem , exatamente lembrando um seio feminino.




Mais exemplos de nuvens, NESTE CASO ESTA EM FT, PARA NÓS PILOTOS ESTA DENTRO DO PADRÃO PARA CÁLCULOS E PARA MINHA DIVISÃO TAMBÉM

As massas de ar na atmosfera sobem e descem, e também sofrem mudanças de temperatura. A taxa de mudança da temperatura em uma determinada massa de ar pode ser maior ou menor do que o gradiente adiabático. Quando uma massa de ar sobe, esta se expande, porque a pressão atmosférica é menor nas altitudes mais altas. Assim que a massa de ar se expande, desloca o ar ao seu redor, fazendo trabalho. Entretanto, a massa de ar não ganha calor do ambiente em seu torno porque a condutividade térmica é baixa e é por isso que tal processo é denominado adiabático não há compartilhamento de calor Já que a massa de ar exerce trabalho e não ganha calor, perde, então, energia, e então a temperatura dessa massa de ar diminui. O processo inverso também ocorre

Cirros, São as mais altas e apresentam aspecto de plumas. Na verdade, como a temperatura da atmosfera nessa altura é muito baixa, os cirros muitas vezes são formados por cristais de gelo, Estratos, Têm a forma de camadas horizontais, Cúmulos, Semelhantes a flocos de algodão, os cúmulos são nuvens bonitas e divertidas; são as que geralmente aparecem nos desenhos infantis! Mas, quando associadas a nimbos, podem provocar temporais e chuvas de granizo Nimbos, Nuvens mais baixas, geralmente muito densas, que dificultam a passagem da luz do sol, o que torna sua coloração escura! Provocam fortes chuvas.



Você sabe o que está olhando no céu? A meteorologia classifica 10 tipos principais de nuvens. O Explicando o Tempo ajuda você a identificar cada uma delas!



FONTE: http://www.voovirtual.com/Climatempo Meteorologia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Roswell nordestino: Queda de UFO na Bahia, em Janeiro de 1995

Por Ufo Bahia: Nessa data, as 09:00 horas, uma in­formante do G-PAZ, "M" da TV BAHIA me ligou contando uma mirabolante his­tória de queda de um UFO em Feira deSantana(BA) a 112 Km de Salvador. Umfazendeiro de apelido Beto, tinha ligadopara TV SUBAÉ daquela cidade oferecen­do – em troca de dinheiro – um furo dereportagem; um disco voador tinha caído na sua fazenda e ele tinha provas e ima­gens do fato!
Apenas depois do meio dia, conse­gui – por fim – falar com Beto, que apóssua proposta de negócio, ante minha (apa­rente) frieza, me contou com bastante de­talhes o acontecido. Soube que tambémtentara vender suas provas a TV BAHIA,onde procurou o repórter José Raimundo:
"Ontem pela madrugada caiu algu­ma coisa na minha fazenda, dentro de umalagoa. Era do tamanho de um fusca; aqui­lo ficou boiando parcialmente submerso,perto da beirada. Tentei puxar como pude,trazendo para perto de mim, com uma vara.Aquilo parecia um parto... (quando seabriu uma porta) começou primeiro a sa…