Pular para o conteúdo principal

Aparições misteriosas nos bairros da capital paulista, Brás, Mooca e Belém!


Por Edison Boaventura Júnior*,
Presidente do GUG – Grupo Ufológico de Guarujá

Relato lembra disco voador na região

Em 1986, Sandra Alves Ferreira teve uma experiência com o fenômeno ufológico e que nunca esqueceu. Quando lembra do caso, sempre conta os mesmos detalhes.

“Foi em 1986, quando eu estava indo a uma igreja lá na Mooca, com alguns amigos. Estávamos de carro na avenida Paes de Barros. Eu olhei para o céu quando vi um disco voador desses que a gente vê nos desenhos, com luzes ao redor. Assim que eu pisquei os olhos, ele sumiu, numa velocidade impressionante. Eu jamais esquecerei o que vi, eu tinha meus 15 anos, no mesmo ano faria 16. Eu vi um disco voador!”, contou Sandra convicta de sua experiência.

OVNI é visto em dois bairros

No dia 7 de setembro de 1999, luzes avermelhadas foram vistas por moradores dos bairros do Belém e do Tatuapé.

Mozar De Leone Mauro contou que às 21:20 horas, no bairro do Tatuapé, ele foi até a varanda olhar o céu antes de se recolher para dormir, como era hábito seu.

“Para meu espanto, ao olhar para cima, observei dois pontos luminosos vermelhos difusos, que não piscavam e ficavam se movimentando uniformemente em linha reta, no sentido noroeste-sudoeste. Não ouvi nenhum ruído. Percebi de imediato que não era avião. Peguei meu binóculo e, ao focalizar a luminosidade, fiquei estarrecido. Tratava-se de um objeto do qual podia-se perceber claramente a forma. Tinha cor escura e possuía base circular. Pude constatar que as duas luzes saíam da parte inferior do aparelho e que sua altura era o dobro do tamanho da base. De repente, o objeto voador não identificado acelerou para depois retornar a sua velocidade inicial, indo em direção ao horizonte. Nesse exato momento, tive a impressão de que o aparelho misterioso estava perdendo altura gradativamente, mas acabei por perde-lo de vista atrás dos telhados das edificações", esclareceu Mozar.

Filmagem na Vila Ema

No dia 21 de dezembro de 2012, por volta das 21:45 horas, nova aparição foi testemunhada na Rua Bixira, na Mooca, por Paulo Sérgio Batista, que afirmou ter visto um objeto luminoso branco prateado que pulsava intensamente no céu, sendo que se deslocou, por vezes, lentamente e às vezes com maior velocidade, fazendo movimentos bruscos.

“Não sei o que era aquele objeto luminoso, mas tenho certeza que não era avião, nem balão. Só pode ser coisa de outro mundo. Ele piscou muito intensamente e seguiu em sentido a Vila Prudente, Vila Ema, foi para aquelas bandas”, disse Paulo.

Rafael Tangi e mais dois amigos viram o mesmo objeto e um dos fundadores do BLOG “Aliens na Terra”, filmou o objeto voador não identificado, na Vila Ema.


Imagem capturada do vídeo de um Ufo na Vila Ema em 2012. Em close, o OVNI

No BLOG encontramos o relato do OVNI que apareceu às 21:53 horas: “Esse estranho objeto apareceu no céu se movendo rapidamente até parar no ponto onde a filmagem começou, aproximadamente um minuto após sua aparição. Ele piscava de uma forma bastante intrigante em apenas uma cor, algo muito parecido com prata. Se observar atentamente a filmagem, verá que o objeto ainda continuou se movimentando, mesmo que lentamente. Ao final, o objeto começa a piscar de formas diferentes e simplesmente desaparece”.

Após todos estes relatos, percebe-se que o fenômeno se manifesta nestes bairros paulistas, de tempos em tempos...

Assim, finalizo este artigo e espero ter alcançado o objetivo inicial.

Se você também já teve experiências com este fenômeno entre em contato com nosso grupo e conte seu caso. Nosso e-mail: boaventura_gug@hotmail.com


* Pesquisador há 36 anos, fundador e atual presidente do GUG – Grupo Ufológico de Guarujá. Possui diversos trabalhos publicados em revistas, jornais e periódicos de vários países. Realizou e participou de vários congressos nacionais e internacionais. Participou de vários programas de televisão e rádio. Como pesquisador adota a linha científica de investigação, tendo investigado centenas de casos de abdução, pousos e contatos com OVNIS, principalmente no Litoral Paulista. Participou intensamente da investigação do “Caso Varginha”, em Minas Gerais. Viajou para vários países para investigar o fenômeno, como por exemplo, Egito, Grécia, Israel, Turquia, Inglaterra, França, Emirados Árabes, Japão, Camboja, Tailândia, México, Peru, Chile, Ilha de Páscoa, Argentina e Uruguai. Atualmente vem desenvolvendo levantamentos sobre a atuação de militares brasileiros em pesquisas relacionadas com o Fenômeno Disco Voador. É o pesquisador brasileiro que possui a maior quantidade de documentos oficiais sobre o assunto. Endereço para contato: boaventura_gug@hotmail.com

http://www.jorbras.com.br/portal/images/pdf/edicao342.pdf

FONTE: http://www.jorbras.com.br

Veja a primeira parte desta matéria clicando aqui.
Segunda parte clicando aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mémorias da Ufologia: Caso SANTA ISABEL

FOTOS DO LAUDO

Na localidade de Santa Izabel(SP) em junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8 hs da manhã sua nora percebe o fato e sai imediatamente para ir ao orelhão e ligar para o seu marido e espera à ajuda e , ao chegar de volta em casa quase 40 min.depois a nora vê o corpo da sra. com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne; foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho. Posteriormente confirmou-se que à causa da morte foi a parada respiratória, mas o que aconteceu realmente como rosto desta sra. num espaço menor de uma hora?O laudo é cita sobre as configurações do mesmo, inclusive nas cavidades oculares, mas o que teria causado à perda do rosto ficou indeterminada. Mais estranho ainda é que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais,como cachorros,gansos,e outros começaram à fazer um intenso barulh…

O caso Artur Berlet, O homem que foi para o Planeta Acart

O "Caso Berlet" ocorreu em 25 de maio de 1958 (faleceu em 1995), quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandí – RS, desapareceu por 11 dias.
Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000 km da terra, demorou cerca de 38horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão.

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos.
Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

Vejam o nível da informação:

O Artur Berlet através de uma aparelho de Acart o qual olhou a terra, disse;
“a terra era AZUL.”



Ok ! parece nada demais, mas o fato é que ele disse anos ant…

Filme "Intruders" (Intrusos) 1992

Ao pesquisar problemas de duas de suas pacientes, proeminente psiquiatra de um importante hospital de Los Angeles (Interpretado pelo falecido ator Richard Crenna na vida real John Mack, psiquiatra formado em Harvard Medical School, 1955.) acaba penetrando em um universo de estranhas ocorrências relacionadas com OVNIs, que modificarão sua própria vida.

"Intruders" foi baseado no best-seller de Budd Hopkins e em casos verídicos que hoje compõem um vasto arquivo de histórias vividas por muitas pessoas que passaram por experiências com seres extraterrestres, e que neste filme colaboraram com renomados pesquisadores do assunto na reconstituição dos episódios.

Best Seller "Intruders" (Intrusos)

Algumas cenas do filme:








Filme legendado em português:




Inspiração do filme Intruders (Intrusos), mulher relata contato com ETs



A americana Debbie Jordan, que relata um contato com extraterrestres há 34 anos, comentou que ficaria chocada se houvesse uma nova aproximação, mas não enc…